Cirrose e suas complicações Flashcards Preview

4. :( > Cirrose e suas complicações > Flashcards

Flashcards in Cirrose e suas complicações Deck (59):
1

No passado, achava-se que a cirrose nunca era reversível, contudo ficou claro que, quando o insulto subjacente que causou a cirrose é removido, pode haver reversão da fibrose. (V/F)

V
Ex: hepatite C cronica, hemocromatose, hepatopatia alcoolica

2

As complicações da cirrose são as mesmas, independentemente da etiologia (V/F)

V

3

O interferão α pode ser usado no tratamento da hepatite B em cirróticos. (V/F)

Falso! Está CI

4

Na NAHS os sinais de esteatose podem-se perder com a progressão da cirrose devido ao catabolismo. (V/F)

V

5

A CBP é mais prevalente no sexo masculino sendo a idade mediana de apresentação os 50 anos. (V/F)

F. Mais em mulheres!

6

Na CBP a presença de prurido após o surgimento de ictericia sugere mau prognóstico. (V/F)

F Tem mau px se surgir antes!

7

Até 10% dos doentes com CBP característica terão também elementos de de HAI e são definidos como sindrome de “overlap”. (V/F)

V
[individuos com CEP tb podem ter s. overlap]

8

Os testes para AMA podem ser negativos, devendo ser lembrado que até 80% dos doentes com CBP podem ser AMA negativos. Nestes doentes a CEP deve ser excluida por uma colangiografia. (V/F)

F! 10% podem ser AMA negativos. Nesse caso -> biopsia

9

Com frequência as alterações evidenciadas por biópsia hepática na CEP não são patognomonicas e a confirmação do seu diagnóstico deve ser feita por estudo imagiológico. (V/F)

V

10

Na cirrose cardiaca pode ocorrer um padrão unico de fibrose com extensão do centro para a periferia do lóbulo.
(V/F)

V

11

Na cirrose cardíaca é improvável que os doentes venham a desenvolver hemorrgia por varizes ou encefalopatia. (V/F)

V

12

Um em cada 250 individuos têm susceptibilidade genética para hemacromatose, mas apenas 5% desenvolvem doença hepática grave. (V/F)

V

13

A doença de Wilson atinge 1 em cada 30.000 individuos, tendo predominio em idosos. (V/F)

F - predominio é em adolescentes e adultos jovens

14

Na fibrose quística pode ocorrer doença hepática colestática [cirrose do tipo biliar] em 80% dos doentes. Apenas 5% dos doentes com fibrose quistica acabam por desenvolver doença hepática terminal. (V/F)

F. doença hepática colestática em 8%.

15

As causas intra-hepáticas são responsáveis por mais de 95% dos caos de hipertensão portal. A cirrose constitui a causa mais comum de hipertensão portal e uma hipertensão portal clinicamente significativa está presente em >60% dos doentes com cirrose. (V/F)

V
Cirrose dá HTPortal intra-hepática sinusoidal

16

O tratamento médico da hemorragia varicosa consegue o controlo da hemorragia na maioria dos casos, mas há recorrência se não for instituida terapêutica endoscópica definitiva. A terapêutica endoscópica é utilizada como tratamento de primeira linha para controlo agudo da hemorragia. (V/F)

V

17

% de doentes expostos a HCV e HBV que desenvolvem Hepatite crónica?

HCV-80%; HBV-5%.

18

5 M’s da Cirrose Biliar Primária?

Mulheres; meia-idade; IgM; Ac anti-Mitocondriais (não são patogénicos mas são marcadores de diagnóstico; presentes em 90%); Ductos pequeno e médio calibre.

19

Prurido na CBP e CEP?

CBP- 50% NO Dx; Se antes ictericia mau px;
CEP- Prurido sem relação com gravidade

20

AUDC na CBP e CEP?

CBP- Melhoria BQ e histológica; Reduz progressão; Não cura/nem reverte;
CEP- Alta dose; ↓ CCR se CEP+CU

21

CEP % doentes com pANCA+? Com CU? % Doentes CU com CEP?

65%.>50%.5%.

22

Factores independentes de mau px na CEP?

Idade; BRB; alterações histológicas; esplenomegalia.

23

CEP tratamento com glicocorticoides?

Não. Mas na Colangite IgG4 SIM.

24

Cirrose cardíaca-Triade? Complicações incomuns?

↑FA+hepatomegália+IC. Hemorragia varicosa e encefalopatia.

25

Tratamento Hemacromatose? D. Wilson?

Flebotomia; Quelantes do Cu (Penicilamina; triantereno; zinco).

26

Hipertensão portal quando elevação gradiente de pressão venosa hepática de...aumento do riso de hemorragia quando...

>5mmHg. >12mmHg.

27

Causa mais comum de HTP? % Causa intra-hepática?

Cirrose 60%. >95% intra-hepática

28

Profilaxia 1a de hemorragia por varizes esofágicas? Tratamento de 1a linha hemorr. Activa?

βBloqueantes não selectivos ou laqueação endoscópica. Intevenção EDA – laqueação varicosa.

29

Tratamento médico da hemorragia varicosa activa?

Reposição de fluidos. Somatostatina/Octreotido/terlipressina. ATB (ceftriaxone). Balão S.B.

30

% de encefalopatia com TIPS?

20%.

31

1o Sinal de HTP?

Esplenomegalia+ trombocitopenia geralmente são o 1o sinal.

32

Causas mais comuns de Ascite?

Cirrose (84%). Ascite cardíaca; carcinomatose peritoneal; A. Mista (10-15%)

33

Dipneia em asciticos, porquê?

5% derrame pleural em Cirrose+ Ascite – Hidrotorax herpático [+DTA]

34

Gradiente albumina soro-ascite.
Como é na HTPortal?
Se as proteinas do liquido ascitico forem muito baixas temos mais risco de ter que patologia?

≥1,1g/dL - HTPortal
mais risco de PBE

35

2 grandes complicações associados á presença de ascite?

PBE. Hidrotórax hepático.

36

Sobrevida Cirrose+ Ascite?

Menos de 50% de sobrevida a 5 anos

37

Peritonite bacteriana espontânea
- o que é que a provoca?
- Critérios?
- Que ATB é usado no tx e profilaxia? A quem fazer profilaxia?

- o que é que a provoca? Translocação de bacterias do intestino - mais e. coli mas tb gram + podem ser responsáveis.
- menos que dois agentes e ≥250 PMN.
- Profilaxia e tx com Cefotaxime iv
- Profilaxia quando temos antecedentes de PBE, prot do liq ascitico menos que 1g/dl, hemorragia GI ativa

38

SHR
Temos _____ (vasodilatação/vasoconstrição) renal, com _____ (vasodilatação/vasoconstrição) esplancnica
% de doentes com cirrose avançada com SHR?
Pior prognóstico tipo 1 vs 2?
Tratamento ideal?

Temos vasoconstrição renal, com vasodilatação esplancnica
10%.
Tipo 1.
Transplante hepático (tb se pode dar midodrina (alfa-agonista), octreotido, albumina)

39

Encefalopatia hepática, + comum em falência hepática aguda ou hep. crónica?

+ Comum em DHC,

40

Com frequência as alterações evidenciadas por biópsia hepática na CEP não são patognomonicas e a confirmação do seu diagnóstico deve ser feita por estudo imagiológico. (V/F)

V

41

As causas intra-hepáticas são responsáveis por mais de 95% dos caos de hipertensão portal. A cirrose constitui a causa mais comum de hipertensão portal e uma hipertensão portal clinicamente significativa está presente em >60% dos doentes com cirrose. (V/F)

V

42

A profilaxia primária da hemorragia por varizes esofágicas torna necessário o rastreio de rotina por EDA de todos os doentes de alto risco (score MELD >21) com cirrose. (V/F)

F - rastrear todos os doentes cirroticos!

43

O tratamento médico da hemorragia varicosa consegue o controlo da hemorragia na maioria dos casos, mas há recorrência se não for instituida terapêutica endoscópica definitiva. A terapêutica endoscópica é utilizada como tratamento de primeira linha para controlo agudo da hemorragia. (V/F)

V

44

Pilar fundamental do tratamento da encefalopatia hepática? Se mal tolerado?

Pilar: Lactulose titulada para 2-3 dejecções/dia. (permite a eliminação dos produtos nitrogenados pelos intestinos)
Se mal tolerado: Metronidazol/Neomicina. Rifaximina (menos efeitos secundários).

45

Na hepatite auto-imune quando temos cirrose estabelecida, sem inflamação na biopsia, o tratamento com glicocorticoides/imunossopressores esta indicado. V ou F

F! Já n tera qualquer beneficio! Se por outro lado ainda tiver alguma inflamação com elevação das AT podemos fazer tx.

46

Na colestase cronica temos deposição de _____ (ferro/cobre) e transformação _______ (xantomatosa/granulomatosa) dos hepatocitos.

Na colestase cronica temos deposição de cobre e transformação xantomatosa dos hepatocitos.

47

Sintomas/sinais CBP
- a maioria tem muitos/poucos sintomas ao dx?
- a fadiga é proporcional ou desproporcional a gravidade/idade?
- caracteristicas exclusivas da CBP incluem: xantomas, xantelasmas e hiperpigmentação. V ou F?

- a maioria tem muitos/poucos sintomas ao dx? maioria é assintomatico (descobre-se em analises de rotina)
- a fadiga é proporcional ou desproporcional a gravidade/idade? é desproporcional
- caracteristicas exclusivas da CBP incluem: xantomas, xantelasmas e hiperpigmentação. V (incongruencia- n sao bem exclusivas - podem ocorrer nas hepatopatias colestaticas cronicas)

48

A CEP afeta que parte da arvore biliar?

Toda! Intra e extra hepatica - pode afectar so intra, so extra - mas o mais comum é ser os dois
Tb pode afetar a VB e o ducto cistico em 15% dos casos.

49

Diferença da hepatopatia cardiaca para o sindrome Budd Chiari na biopsia hepatica?

sindrome Budd Chiari - tem extravasamento de hemácias

50

33% dos cirroticos tem varizes e 33% dos que tem varizes vao sangrar delas. V ou F?

V

51

Faz parte do sindrome de banti é:
- esplenomegalia maciça
- trombose veia hepática
- trombose da veia porta

- esplenomegalia maciça

52

Para as seguintes causas de HTPortal hepatica faz a correspondência com sinusoidal, pre-sinusoidal e pós-sinusoidal
- esquistosomose
- fibrose hepatica congenita
- osbtrução sinusoidal hepatica (d. veno-oclusiva)
- cirrose
- hepatite alcoolica

- esquistosomose - pre-sinusoidal
- fibrose hepatica congenita - pre-sinusoidal
- osbtrução sinusoidal hepatica (d. veno-oclusiva) - pós-sinusoidal
- cirrose - sinusoidal
- hepatite alcoolica - sinusoidal

53

Para que serve o tamponamento por balão de blackemore na hemorragia de varizes?

Para estabilização do doente antes da terapia endoscopica naqueles que n tem acesso rapido a esta.

54

Tx ascite
Ascite pequena -> restrição de sal para menos de ___ g/dia
Ascite moderada -> tx farmacologico com _____
Ascite refractária -> ?

Ascite pequena -> restrição de sal para menos de 2g/dia
Ascite moderada -> tx farmacologico com espironolactona/furosemida (racio 40:100 mg)
Ascite refractária -> repete paracentese de grande volume; TIPS (o TIPS controla a ascite mas n aumenta a sobrevida)

55

Para classificarmos uma insuficiencia hepatica aguda como fulminante temos de ter encefalopatia. V ou F?

V

56

Na encefalopatia hepática, os niveis elevados de amonia correlacionam-se bem com a gravidade da lesao hepatica. V ou F?

F!
Correlacionam-se precariamente
(mas niveis de amonia correlacionam-se com resultado final da falencia hepatica aguda)

57

Nomeia 3 eventos desencadeadores para a encefalopatia em ciroticos

- disturbios electroliticos
- aumento da carga de proteina da dieta
- infeções

58

A macrocitose é comum nas doenças hepaticas cronicas. V ou F?

V

59

- A coagulopatia é quase universal na cirrose. V ou F?
- a vit K corrige o prolongamento do PT provocado pela diminuição da massa hepatica ou provocado por doença colestatica?

- A coagulopatia é quase universal na cirrose. V
- a vit K corrige o prolongamento do PT provocado pela diminuição da massa hepatica ou provocado por doença colestatica? corrige o da doença colestatica