Cirurgia geral Flashcards Preview

Cirurgia > Cirurgia geral > Flashcards

Flashcards in Cirurgia geral Deck (239):
1

Quais as quatro indicações clássicas de correção cirúrgica de Hérnia Umbilical em crianças?

(1) Não fechar após 4-6 anos
(2) > 2 cm
(3) Associada a DVP
(4) Concomitante à hérnia inguinal

2

Quais as duas indicações clássicas de correção cirúrgica de Hérnia Umbilical em adultos?

(1) Sintomáticos
(2) Ascite volumosa

3

Qual a localização da Hérnia Epigástrica?

Linha média entre apêndice xifóide e cicatriz umbilical

4

No que consiste a Hérnia de Spiegel?

Localiza-se entre borda lateral do reto abdominal e linha semilunar de Spiegel

5

No que consiste a Hérnia de Grynfelt?

Localização lombar abaixo do 12º arco costal

6

No que consiste a Hérnia de Petit?

Localização lombar acima da crista ilíaca (triângulo lombar inferior)

7

Quais os três componentes da parede posterior do canal inguinal?

FT+MT+MOI

(1) Fascia transversalis (FT)
(2) M. transverso do abdômen (MT)
(3) M. oblíquo interno (MOI)

8

Qual o principal componente da parede anterior do canal inguinal?

Aponeurose do M. oblíquo externo (marca o final do canal inguinal)

9

Quais as quatro principais estruturas que compõem o funículo espermático?

(1) Músculo cremáster
(2) Vasos deferentes
(3) Plexo pampiniforme
(4) Conduto peritônio-vaginal OBLITERADO

10

Qual a principal estrutura que preenche o canal inguinal na mulher?

Ligamento redondo do útero

11

Qual a origem anatômica da Hérnia Inguinal INDIRETA?

Anel Inguinal Interno

12

Qual a origem etiológica da Hérnia Inguinal INDIRETA?

Patência congênita do conduto peritônio-vaginal

13

Qual a origem anatômica da Hérnia Inguinal DIRETA?

Triângulo de Hesselbach (parede posterior)

14

Qual a origem etiológica da Hérnia Inguinal DIRETA?

Enfraquecimento adquirido da parede posterior

15

Em relação aos vasos epigástricos, a Hérnia INDIRETA é...

LATERAL

16

Em relação aos vasos epigástricos, a Hérnia DIRETA é...

MEDIAL

17

Quais os limites e seus respectivos referenciais topográficos do Triângulo de Hesselbach?

(1) Medial: borda lateral do mm. reto abdominal
(2) Superior: vasos epigástricos inferiores
(3) Ínfero-lateral: ligamento inguinal

18

No exame físico do canal inguinal, uma protrusão que toca a POLPA do dedo do examinador é uma hérnia??

DIRETA!!

19

No exame físico do canal inguinal, uma protrusão que toca a PONTA do dedo do examinador é uma hérnia??

INDIRETA!!

20

Qual a localização da Hérnia Femoral? Mais comum em...?

Abaixo do ligamento inguinal.
+ comum em MULHERES à DIREITA!!!

21

Hérnia grau I de Nyhus?

Hérnia INDIRETA com anel interno NORMAL

22

Hérnia grau II de Nyhus?

Hérnia INDIRETA com anel interno DILATADO

23

Hérnia grau III de Nyhus?

Defeito da parede posterior

24

Hérnia grau IIIa de Nyhus?

Hérnia DIRETA + defeito da parede posterior

25

Hérnia grau IIIb de Nyhus?

Hérnia INDIRETA + defeito da parede posterior

26

Hérnia grau IIIc de Nyhus?

Hérnia CRURAL + defeito da parede posterior

27

Hérnia grau IV de Nyhus?

Hérnia recidivante

28

Hérnia grau IVd de Nyhus?

Hérnia mista recidivante

29

Qual o tratamento proposto para uma Hérnia de parede abdominal REDUTÍVEL?

Herniorrafia eletiva

30

Quais os tratamentos propostos para uma Hérnia de parede abdominal ENCARCERADA?

(1) Redução manual pela manobra de TAXE
(2) Herniorrafia de urgência

31

Quais os tratamentos propostos para uma Hérnia de parede abdominal ESTRANGULADA (isquemia...)?

Herniorrafia de emergência

32

Em caso de hérnia de parede abdominal, em qual situação indica-se uma laparotomia xifopubiana?

Redução da hérnia durante indução anestésica

33

Quais os quatro achados clínicos que indicam uma Hérnia de parede abdominal ESTRANGULADA?

(1) Irritação peritoneal
(2) Flogose local ou instabilidade hemodinâmica
(3) Acidose metabólica
(4) Obstrução intestinal

34

Quais as três técnicas cirúrgicas propostas para abordagem ANTERIOR de hérnia de parede abdominal?

(1) Shouldice
(2) Lichtenstein
(3) McVay

35

No que consiste a técnica de Shouldice?

Imbricação de músculos como reforço da parede posterior do canal inguinal

36

No que consiste a técnica de Lichtenstein?

É A MAIS USADA / de escolha!!!

Tela livre de tensão como reforço da parede posterior do canal inguinal

37

No que consiste a técnica de McVay?

Boa para hérnia FEMORAL!

Fixação em ligamento de Cooper como reforço da parede posterior do canal inguinal

38

Quais as duas técnicas cirúrgicas propostas para abordagem POSTERIOR de hérnia de parede abdominal?

(1) Stoppa (Tela gigante pré-peritoneal)
(2) Videolaparoscópica (TEP e TAPP)
(a) TEP: totalmente extra peritoneal
(b) TAPP: transabdominal pré-peritoneal

39

Quais as duas indicações para abordagem posterior de uma hérnia de parede abdominal?

(1) Hérnias bilaterais
(2) Hérnia recidivante estrangulada!

40

No que consiste a Hérnia de Richter?

(1) Pinça borda antimesentérica + isquemia sem obstrução
(2) Mais comum na hérnia FEMORAL

41

No que consiste a Hérnia de Littré?

"LITRÉKEL"

Hérnia contendo o Divertículo de Meckel

42

Quais os seis itens que compõem o Índice de Risco Cardíaco Revisado (IRCR)?

(1) Coronariopatia
(2) ICC
(3) IRC (Cr > 2mg/dL)
(4) DM com insulina
(5) Doença cerebrovascular (AVC ou AIT)
(6) Cirurgia: torácica, abdominal ou vascular suprainguinal

43

Qual o valor do Índice de Risco Cardíaco Revisado (IRCR) que indica avaliação adicional?

≥ 2 preditores

44

Após avaliação do IRCR, quantos METs permitem a realização de cirurgia?

≥ 4 METs

45

Após avaliação do IRCR, quantos METs indicam realização de teste de estresse farmacológico e minimização de risco?

< 4 METs

46

Quais as medidas de minimização de risco cirúrgico propostas para pacientes com < 4 METs?

(1) Se IRCR ≥ 3 → β-bloqueadores
(2) Se cirurgia vascular → Estatina

47

No que consiste um paciente ASA I?

Indivíduo saudável

48

No que consiste um paciente ASA II?

Doença sistêmica SEM limitaçãões (Ex: HAS/DM controlados, paciente fumante)

49

No que consiste um paciente ASA III?

Doença sistêmica que limita, mas não incapacita (Ex: HAS ou DM sem controle, infarto prévio)

50

No que consiste um paciente ASA IV?

Doença sistêmica que limita e incapacita (Ex: IC grave)

51

No que consiste um paciente ASA V?

Paciente moribundo (Ex: expectativa de óbito com ou sem a cirurgia - Aneurisma roto, AVCh com HIC)

52

No que consiste um paciente ASA VI?

Morte cerebral (Ex: doação de órgãos)

53

Quais as situações clínicas que têm indicação para solicitação de exames pré-operatórios?

(1) Homem > 45 anos
(2) Mulher > 55 anos
(3) Neurocirurgias
(4) Cirurgia torácica
(5) Cirurgia com perda estimada > 2L

54

Quais exames pré-operatórios devem ser solicitados para um paciente com 45-54 anos?

ECG para homens

55

Quais exames pré-operatórios devem ser solicitados para um paciente com 55-70 anos?

ECG + hemograma (homens e mulheres)

56

Quais exames pré-operatórios devem ser solicitados para um paciente acima de 70 anos?

(1) ECG
(2) Hemograma
(3) Eletrólitos
(4) Glicemia
(5) Função renal

57

Para quais cirurgias está indicado a solicitação de Coagulograma nos exames pré-operatórios?

(1) Se estimativa de perda > 2L.
(2) Cirurgias torácicas
(3) Neurocirurgias

58

Para quais cirurgias está indicado a solicitação de Radiografia de Tórax nos exames pré-operatórios?

Cirurgias torácicas!

59

Quais medicamentos devem ser MANTIDOS no perioperatório?

"CIA"

(1) Corticoide (hidrocortisona)
(2) Insulina
(3) Anti-hipertensivos

60

Quais medicamentos devem ser SUSPENSOS no perioperatório?

(1) Antiagregantes e Anticoagulantes
(2) AINEs
(3) Antidiabéticos orais

+Ginko biloba
+Extrato de alho
+Ginseng

61

Qual a recomendação para o manejo de Corticoides no perioperatório?

Trocar por Hidrocortisona EV 8/8h 24-48h antes

62

Qual a recomendação para o manejo de Insulina NPH no perioperatório?

(A) 2/3 dose na noite anterior
(B) 1/2 dose na manhã da cirurgia

63

Qual as duas recomendações para o manejo de Antiagregantes no perioperatório?

(1) Suspender 7-10 dias antes
(2) Se coronariopata: DEVE SER MANTIDO
(3) Se Neurocirurgia ou RTU próstata: DEVE RETIRAR MESMO SENDO CORONARIOPATA!!

64

Quais as três recomendações para o manejo de Anticoagulantes no perioperatório?

(1) Suspender 5 dias antes
(2) HBPM 24h antes e/ou HNF 6h antes
(3) Aguardar INR ≤ 1,5

65

Qual a recomendação para o manejo de AINEs no perioperatório?

Deve ser retirado de 1-3 dias antes antes da cirurgia

66

Quais as recomendações para o manejo de AINEs no perioperatório?

(1) Suspender uso no dia
(2) Se clorpropamida: suspender 48h antes

67

No que consiste uma Cirurgia Limpa?

Sem penetração de Trato Respiratório, Gastrointestinal, Urinário ou Biliar.

68

No que consiste uma Cirurgia Limpa-Contaminada ou Potencialmente Contaminada?

(1) Ausência de inflamação/extravasamento
(2) Penetração controlada de tratos Respiratório, Gastrointestinal, Urinário ou Biliar.

69

No que consiste uma Cirurgia Contaminada?

(1) Presença de inflamação/extravasamento
(2) Penetração de tratos Respiratório, Gastrointestinal, Urinário ou Biliar.

70

No que consiste uma Cirurgia Infectada?

"ite" abdominal...

(1) Infecção supurada
(2) Contaminação fecal
(3) Presença de tecido necrosado / corpo estranho

71

Em quais condições há indicação de profilaxia antibiótica para Cirurgia Limpa?

(1) Uso de corpo estranho (Ex: prótese)
(2) Incisão óssea
(3) Se infecção existir, será catastrófica. Ex: neurocirurgia - meningite/meningoencefalite

72

Quais os esquemas de profilaxia antibiótica proposta para Cirurgias Limpa-Contaminadas e Contaminadas?

(1) CEFAZOLINA/cefoxitina (Se cirurgia > 4 horas = replicar a dose)

(2) Cipro + Metro: para cirurgias Colorretais

73

Em qual momento deve ser realizada a profilaxia antibiótica na cirurgia?

30-60 min antes da 1ª incisão

74

Qual o tempo de jejum indicado para ingesta de líquidos claros no pré-operatório?

2 horas

75

ual o tempo de jejum indicado para ingesta de leite materno no pré-operatório?

4 horas

76

Qual o tempo de jejum indicado para ingesta de leite não-humano (fórmulas infantis) ou líquidos não claros no pré-operatório?

6 horas

77

Qual o tempo de jejum indicado para ingesta de sólidos no pré-operatório?

6-8 horas

78

Caso a tricotomia seja indicada, quais as duas recomendações para realização da mesma?

(1) Evitar trauma cutâneo
(2) Realizar no momento da cirurgia

79

Quais as três principais causas de febre no PERIOPERATÓRIO?

(1) Infecção prévia
(2) Reação alérgica
(3) Hipertermia maligna

80

Quais as duas principais causas de febre no 24-72h de Pós-Operatório?

(1) Atelectasia
(2) Infecção necrosante de FO.

81

Quais os dois principais agentes responsáveis pela infecção necrosante de FO?

(1) S. pyogenes
(2) C. perfringens

82

Quais as três principais causas de febre no >72h de Pós-Operatório?

(1) Infecção (FO, ITU, PNM)
(2) Parotidite supurativa (S. aureus)
(3) TVP

83

Qual a fisiopatologia básica da Hipertermia Maligna?

Liberação maciça de Cálcio intracelular levando a hipermetabolismo muscular

84

Quais os dois principais fármacos relacionados com a Hipertermia Maligna?

(1) Anestésicos inalados
(2) Succinilcolina

85

Quais os três principais achados clínicos da Hipertermia Maligna?

(1) Hipertermia
(2) Hipercapnia
(3) Rabdomiólise

86

Quais as quatro principais medidas terapêuticas para Hipertermia Maligna?

(1) Dantrolene 1 amp EV IMEDIATAMENTE
(2) Suspender anestésicos
(3) Hipotermia terapêutica
(4) Administração de HCO3

87

No que consiste o Seroma?

Acúmulo de linfa no tecido SC

88

Qual a apresentação clínica do Seroma?

Abaulamento claro

89

Qual a principal medida preventiva do Seroma?

Drenagem

90

Quais as duas medidas terapêuticas para o Seroma?

(1) Curativo compressivo
(2) Aspiração

91

No que consiste o Hematoma?

Coleção de sangue/coágulo no SC

92

Qual a apresentação clínica do Hematoma?

Abaulamento escuro

93

O Hematoma predispõe risco a quais condições?

Infecção e Hérnia Incisional

94

Qual a principal medida terapêutica para o Hematoma?

Reabrir FO + drenar

95

No que consiste a Deiscência Aponeurótica?

Defeito músculo-aponeurótico

96

A Deiscência Aponeurótica predispõe risco a qual condição?

Evisceração

97

Qual a terapêutica proposta para a Deiscência Aponeurótica?

Reoperar

98

Qual achado clínico sugere Deiscência Aponeurótica?

Secreção clara drenando no 7º dia de PO

99

Qual a definição de Infecção de Ferida Operatória?

Infecção até 30 dias de PO ou até 1 ano se prótese

100

Quais os achados clínicos que sugerem Infecção de Ferida Operatória SUPERFICIAL?

Flogose local, drenagem purulenta, febre

101

Qual a terapêutica proposta para Infecção de Ferida Operatória SUPERFICIAL?

Retirar pontos + drenar/lavar

102

Qual o achado clínico característico da Infecção de Ferida Operatória PROFUNDA?

Crepitação

103

Quais achados clínicos sugerem Infecção de Ferida Operatória com extensão para órgãos/cavidades?

Distensão + toxemia

104

Qual a terapêutica proposta para Infecção de Ferida Operatória PROFUNDA?

ATB + Retirar pontos + drenar/lavar

105

Qual a terapêutica proposta para Infecção de Ferida Operatória com extensão para órgãos/cavidades?

ATB + drenagem

106

Quais as três fases da cicatrização?

(1) Inflamação
(2) Proliferação (regeneração)
(3) Maturação (remodelação)

107

Durante a fase de Inflamação, quais substâncias promovem o aumento da permeabilidade vascular?

Histamina e Serotonina

108

Qual o primeiro leucócito a atingir a área de Cicatrização?

Neutrófilos (24-48h)

109

Qual o segundo leucócito a atingir a área de Cicatrização?

Macrófago

110

Qual o terceiro leucócito a atingir a área de Cicatrização?

Linfócitos T

111

A TGF-β é produzida por qual célula durante o processo de Cicatrização?

Macrófago

112

O IFN-γ é produzido por qual célula durante o processo de Cicatrização? Qual sua função?

Linfócitos T → Ativação de fibroblastos

113

Quais os três eventos que marcam a segunda fase da Cicatrização (Proliferação)?

(1) Fibroplasia (tecido de granulação)
(2) Angiogênese
(3) Epitelização

114

Quais os dois principais eventos que marcam a terceira fase da Cicatrização (remodelação)?

(1) Contração da ferida (miofibroblastos)
(2) Colágeno tipo III → tipo I

115

Qual a principal célula encontrada na terceira fase da Cicatrização (remodelação)?

Miofibroblastos

116

Qual a duração da terceira fase da Cicatrização (remodelação)?

A partir do 5º dia até 4 semanas

117

Quais os cinco principais fatores de prejuízo da cicatrização?

(1) Principal → INFECÇÃO!
(2) Idade avançada
(3) Diabetes
(4) Hipóxia
(5) Albumina < 2g/dl

118

Quais achados de infecção estão implicados com prejuízo da cicatrização?

(1) Presença de >100.000 bactérias
(2) S. β-hemolítico positivo

119

Quais achados de hipóxia estão implicados com prejuízo da cicatrização?

(1) Doença vascular
(2) Tabagismo
(3) Ht < 15%

120

Qual a fisiopatologia básica de Queloides e da Cicatriz Hipertrófica?

Excesso de produção de colágeno

121

Qual forma de cicatriz Ultrapassa seus limites?

Quelóide

122

Qual forma de cicatriz anormal tem aparecimento PRECOCE?

Cicatriz hipertrófica

123

Qual forma de cicatriz anormal cursa caracteristicamente com dor + prurido?

Quelóide

124

Quais os locais de aparecimento típicos do Queloide?

Acima de clavículas + dorso

125

Quais os locais de aparecimento típicos da Cicatriz Hipertrófica?

Áreas de tensão + superfícies flexoras

126

Qual forma de cicatriz anormal é caracteristicamente refratária ao tratamento?

Quelóide

127

Qual a terapêutica proposta para Cicatriz Hipertrófica?

Corticoterapia intralesional

128

Quais os três principais processos bioquímicos ativados durante o CATABOLISMO diante do jejum/trauma?

(1) Glicogenólise.
(2) Gliconeogênese.
(3) ↓Proteólise ↑Lipólise

129

Por quanto tempo a Glicogenólise é capaz de manter a glicemia estabilizada diante do jejum/trauma?

12 a 24 horas

130

A proteólise dá origem a quais aminoácidos?

Glutamina e Alanina

131

A lipólise dá origem a quais compostos?

(1) Glicerol
(2) Ácidos graxos
(3) Radicais não-glicídicos

132

Quais substâncias do catabolismo são metabolizadas pelo fígado em glicose diante do jejum/trauma?

"GALG"
(1) Glutamina
(2) Alanina
(3) Lactato
(4) Glicerol

133

Qual substância do catabolismo é metabolizado pelo fígado em corpos cetônicos diante do jejum/trauma?

Ácidos graxos

134

No que consiste o Ciclo de Felig?

Via do metabolismo da Alanina no fígado

135

Qual a quantidade calórica mínima a ser oferecida para suspender o processos de jejum?

400 kcal (100g glicose = 2L SG 5%).

136

Qual o hormônio liberado pelo Hipotálamo em resposta à dor/lesão?

CRF (corticotropina)

137

Qual o hormônio liberado pela Hipófise em resposta à liberação de CRF pelo Hipotálamo?

ACTH (adenocorticotrófico)

138

Qual o hormônio liberado pelas Adrenais em resposta à liberação de ACTH pela Hipófise?

Cortisol

139

Quais os principais efeitos da liberação de Cortisol?

(1) Indução de gliconeogênese
(2) Ativação de catecolaminas

140

Quais os três principais efeitos das Catecolaminas?

(1) Broncodilatação
(2) ↑FC, ↑PA
(3) Atonia intestinal

141

Quais os dois principais efeitos da Aldosterona?

(1) Retenção de Na e H2O
(2) Liberação de K e H (alcalose)

142

Quais as três principais substâncias moduladoras da REMIT?

(1) IL-1
(2) IL-2
(3) TNF-α

143

A Anestesia Epidural está implicada com a redução de qual resposta da REMIT?

↓Resposta endócrina

144

A Cirurgia Laparoscópica está implicada com a redução de qual resposta da REMIT?

↓Resposta imune

145

Qual a fisiopatologia envolvida no "choque do queimado"?

Hiperpermeabilidade vascular pelo ↑↑↑Serotonina e Histamina

146

Qual a forma utilizada para estimativa da Superfície Corporal Queimada em adultos?

Regra dos Nove de Wallace

147

Qual a forma utilizada para estimativa da Superfície Corporal Queimada em crianças?

Tabela de Lund-Browder-Berkow

148

Na regra dos nove, quanto de SCQ equivale a cabeça?

9% (total) 4,5% (anterior/posterior)

149

Na regra dos nove, quanto de SCQ equivale o tronco?

36% (total) 18% (anterior/posterior)

150

Na regra dos nove, quanto de SCQ equivale cada membro superior?

9% (total) 4,5% (anterior/posterior)

151

Na regra dos nove, quanto de SCQ equivale cada membro inferior?

18% (total) 9% (anterior/posterior)

152

Na regra dos nove, quanto de SCQ equivale a face palmar?

1%

153

Na regra dos nove, quanto de SCQ equivale a região genital?

1%

154

Diante de uma queimadura de 2º grau, qual a SCQ necessária para classificar o paciente como "grande queimado"?

> 10%

ABS:
(1) 10-40a: ≥ 25%
(2) <10a ou >40a: ≥ 20%

155

Achados clínicos que definem um "grande queimado"??

(1) Queimadura em face, mão/pé, grandes articulações, olhos, períneo/genitália
(2) Lesão por inalação
(3) Queimaduras químicas ou elétricas graves

156

Quais os cinco locais de queimadura de 2º e 3º grau que caracteristicamente classificam o paciente como "grande queimado"?

Face / Mão ou pé / Grandes articulações / Olhos / Períneo ou genitália

157

Quais os achados clínicos característicos da Lesão Térmica de Vias Aéreas Superiores?

Rouquidão, estridor, hiperemia orofaringe, insuficiência respiratória aguda

158

Qual a terapêutica proposta para Lesão Térmica de Vias Aéreas Superiores?

IOT precoce

159

Quais os quatro critérios que indicam a IOT precoce diante de Lesão Térmica de Vias Aéreas Superiores?

(1) Grande edema de VAS
(2) PaO2 < 60
(3) PaCO2 > 50
(4) PaO2/FiO2 < 200

160

Quais os achados clínicos característicos da Lesão Pulmonar por Inalação?

Escarro carbonáceo, sibilos, insuficiência respiratória subaguda

161

Quais métodos diagnósticos podem ser utilizados diante da suspeita de Lesão Pulmonar por Inalação?

(1) Broncoscopia
(2) Cintilografia com Xe-133

162

Qual a terapêutica proposta para Lesão Pulmonar por Inalação?

NBZ com broncodilatadores ± heparina

163

Quais achados clínicos sugerem Intoxicação por Monóxido de Carbono?

Cefaleia, náuseas, ↓consciência

164

Quais achados laboratoriais indicam Intoxicação por Monóxido de Carbono?

(1) PaO2 e SpO2 inúteis
(2) ↑Carboxihemoglobina

165

Qual a terapêutica proposta para Intoxicação por Monóxido de Carbono?

Medicina hiperbárica (⇈FiO2)

166

Quais achados clínicos sugerem Intoxicação por Cianeto?

Pele vermelho-cereja + ↓Consciência.

167

Quais achados laboratoriais indicam Intoxicação por Cianeto?

(1) Cianeto > 0,5 mg/L
(2) Lactato > 90 mg/dl (10 mmol/L)

168

Qual o antídoto proposto para Intoxicação por Cianeto?

Hidroxicobalamina ± Tiossulfato de sódio

169

Como é calculada a reposição volêmica no queimado nas primeiras 24h?

Fórmula de Parkland: 4xSCQxPESO(kg)

OBS: Usar Ringer Lactato!!

170

Como é feita a distribuição da reposição volêmica no queimadora nas primeiras 24h?

1/2 do volume em 8h, 1/2 nas próximas 16h

171

Qual a estrutura dérmica atingida pela queimadura de 2º grau superficial?

Papilas dérmicas

172

Qual a estrutura dérmica atingida pela queimadura de 2º grau profunda?

Reticular

173

Qual forma de queimadura de 2º grau cursa com dor intensa e eritema?

Superficial

174

Qual forma de queimadura de 2º grau empalidece à digitopressão?

Superficial

175

Qual forma de queimadura de 2º grau não empalidece à digitopressão?

Profunda

176

Qual forma de queimadura de 2º grau tem indicação de enxerto?

Profunda

177

Qual a principal medida terapêutica para queimaduras de 2º grau?

ATB tópico

178

Quais os dois ATBs tópicos propostos para queimaduras de 2º grau?

(1) Mafenida
(2) Sulfadiazina de Prata

179

Qual a principal vantagem da Mafenida sobre a Sulfadiazina de Prata no tratamento de queimaduras?

A Mafenida é capaz de penetrar na escara

180

Qual a aparência clínica da queimadura de 3º grau?

Exposição de gordura subcutânea, aspecto marrom, dor excruciante

181

Qual a terapêutica proposta para queimaduras de 3º grau?

Enxertia precoce + escarotomia

182

Quais as duas principais entidades clínicas relacionadas a queimaduras elétricas?

(1) IRA por Rabdomiólise
(2) Síndrome compartimental

183

Qual a conduta proposta diante de IRA por Rabdomiólise em queimaduras elétricas?

(1) Diurese > 2mL/kg (+Manitol)
(2) Alcalinização da urina (NaHCO3)

184

Qual a conduta proposta para Síndrome Compartimental resultante de queimaduras elétricas?

Fasciotomia.

185

Quais as duas principais complicações encontradas em pacientes queimados?

(1) Úlcera de Curling ± Hemorragia Digestiva Alta
(2) Lesão de Marjolin (neoplasia maligna)

186

Qual a principal medida preventiva para a Lesão de Marjolin?

Biopsiar anualmente todos os pacientes queimados > 10 anos

187

Qual o fluxo de uma fístula considerada de BAIXO DÉBITO?

Até 200 mL/dia

188

Qual o fluxo de uma fístula considerada de MODERADO DÉBITO?

Entre 200 a 500 mL/dia

189

Qual o fluxo de uma fístula considerada de ALTO DÉBITO?

Acima de 500 mL/dia

190

Qual o principal risco tardio relacionado à Esplenectomia?

Infecção fulminante por encapsulados (S. pneumococo, meningococo, HiB)

191

Qual a principal profilaxia a ser adotada diante do planejamento de Esplenectomia? Qual o período indicado para sua realização?

Vacinação prévia anti-pneumocócica e anti-HiB

OBS: Duas semanas antes do procedimento!!!

192

Quais os dois principais órgãos relacionados à Hérnia por deslizamento?

Cólon e Bexiga

193

Qual a tríade de RIGLER?

(1) Pneumobilia (aerobilia)
(2) Distensão de delgado
(3) Cálculo ectópico

194

Principais complicações da cirurgia de hérnia?

(1) Orquite Isquêmica
(2) Dor Crônica (tardio)

195

O que ocorre na Orquite Isquêmica, uma complicação da cirurgia de hérnia?

Trombose das pequenas veias do plexo pampiniforme
(1) ATROFIA TESTICULAR + dor + edema
(2) Conduta: manejo clínico da dor

196

O AAS não deve ser suspendo em qual tipo de cirurgia?

Catarata

197

Como ocorre cicatrização por PRIMEIRA INTENÇÃO?

Bordas aproximadas: Enxerto/Retalho/Sutura

198

Como ocorre cicatrização por SEGUNDA INTENÇÃO?

Por Reepitelização. Ex: drenagem abscesso

199

Como ocorre cicatrização por TERCEIRA INTENÇÃO?

Ferida fica aberta → depois fecha

200

Qual vitamina responsável pela síntese do colágeno?

VITAMINA C

201

Na avaliação nutricional no Pré-operatório estaria indicada a solicitação de quais exames laboratoriais?

(1) Transferrina
(2) Pré-albumina
(3) Albumina

202

Quais medidas poderiamos adotar para diminuir os riscos de complicação no pré op?

Suporte nutricional na desnutrição grave
(1) Perda > 10% nos últimos 6 meses
OU
(2)> 5% no último mês

203

O que consigo ver na Classe 1 de MALLAMPATI?

Pilar amigdaliano

204

O que consigo ver na Classe 2 de MALLAMPATI?

Abertura da orofaringe

205

O que consigo ver na Classe 3 de MALLAMPATI?

Palato mole + base da úvula

206

O que consigo ver na Classe 4 de MALLAMPATI?

Palato duro

207

A Raquianestesia é realizada no...

Espaço subaracnoide (bloqueio "daqui pra baixo")

208

Efeitos adversos da Raquianestesia?

Hipotensão, ↑PIC, cefaleia

209

A anestesia Peridural é realizada no...

Espaço peridural (bloqueio segmentar)

210

Principal evento adverso da Anestesia Peridural?

Hipotensão

211

Quais as principais causas de HIPERTENSÃO no pós-operatório?

Hipotermia e Dor

212

Qual o anestésico + potente?

HALOTANO

213

Qual o anestésico provoca hipotensão+depressão miocárdica?

HALOTANO (↓PA)

214

Qual o anestésico menos potente?

Óxido Nitroso

215

Qual a dose máxima da Lidocaína sem vasoconstritor?

4,5-5 mg/kg

216

Qual a dose máxima da Lidocaína com vasoconstritor?

7 mg/kg

217

Qual a denominação para Ulceração Carcinomatóide na CICATRIZ da queimadura?

Úlcera de Marjolin

218

Qual a denominação para Ulceração no estômago/duodeno em queimados?

Úlcera de Curling

219

Qual a denominação para Ulceração na CICATRIZ da queimadura após TCE?

Úlcera de Cushing

220

Qual sonda deve ser evitada em caso de fraturas de base de crânio?

Nasogástrica (dar preferência para OROgástrica).

221

Quando está indicada a Cirurgia Bariátrica?

(1) IMC ≥ 35 + comorbidades
(2) Obesidade mórbida (IMC ≥ 40)

222

Qual o Tipo de Cirurgia Bariátrica que possui menos complicações?

RESTRITIVA

223

Quais as técnicas para cirurgia bariátrica do tipo Restritiva?

(1) Banda Gástrica
(2) Gastroplastia Vertical
(3) Balão intragástrico

224

Quais as técnicas para cirurgia bariátrica do tipo Mista?

(1) Derivação Biliopancreática
(2) Gastrectomia
(a) Horizontal: Scopinaro
(b) Vertical: Switch Duodenal

225

Qual o Tipo de Cirurgia Bariátrica que possui mais complicações e leva ao Aumento de Peso?

MISTA disabsortiva

226

Qual a técnica usada na Cirurgia Bariátrica do tipo MISTA restritiva?

CAPELLA (bypass gástrico em Y de Roux)

227

A Cirurgia Bariátrica "CAPELLA" (bypass gástrico em Y de Roux) diminui qual hormônio?

GRELINA (↓Apetite)

228

A Cirurgia Bariátrica "CAPELLA" (bypass gástrico em Y de Roux) AUMENTA qual hormônio?

Incretina (↑Insulina): Bom para DIABÉTICOS

229

Qual a conduta em Hérnias Incisionais?

(1) Defeitos pequenos (<2 cm): reparo primário
(2) Defeitos maiores (>2 cm): reparo com tela

230

Características da Dor Lombar por OSTEOARTROSE?

(1) Dor que melhora com repouso.
(2) Rigidez pós-repouso < 30 min.
(3) Ausência de manifestações sistêmicas
(4) Dor uniarticular no início, progressiva

231

ARTICULAÇÕES MAIS ACOMETIDAS na OSTEOARTROSE?

Cervical e Lombar, Quadril, Joelho e Interfalangianas.

232

Como dar diagnóstico de Osteoartrose?

Radiografia
(1) Osteófitos
(2)↓Espaço articular
(3) Esclerose subcondral

233

Tratamento da Osteoartrose?

(1) Fisioterapia.
(2) Perda de peso.
(3) Sintomáticos (AINEs).

234

Local mais comum de acometimento da Hérnia de Disco?

L4-L5 e L5-S1

235

Qual a clínica da Hérnia de Disco?

LOMBOCIATALGIA
(1) ↓Força, sensibilidade, reflexos
(2) Sinal de Lasègue positivo

236

Como diagnosticar Hérnia de Disco?

Ressonância!

237

Qual o tratamento para Hérnia de Disco?

(1) Repouso
(2) Analgésicos, AINEs
(3) Corticoide

238

Quando está indicado Cirurgia na Hérnia de Disco?

(1) Refratário ao tratamento clínico (6-8 sem)
(2) Déficit motor (fraqueza)
(3) Incontinência fecal/urinária

239

Qual o tipo de Cirurgia na Hérnia de Disco?

Laminectomia parcial + Excisão do disco herniado