Descolamento Prematuro de Placenta Flashcards Preview

Obstetrícia Medcurso > Descolamento Prematuro de Placenta > Flashcards

Flashcards in Descolamento Prematuro de Placenta Deck (21):
1

Qual a principal causa de sangramento de segunda metade da gestação?

Descolamento Prematuro de Placenta (DPP)

2

Qual a definição de Descolamento Prematuro de Placenta (DPP)?

É o descolamento da placenta antes da expulsão fetal, que acontece APÓS 20 SEMANAS GESTACIONAIS.

3

V ou F: se houver descolamento placentário antes de 20 semanas gestacionais, trata-se de abortamento e não DPP

Verdadeiro

4

Qual o fator etiológico mais associado a DPP?

Hipertensão arterial

5

Quais os fatores de risco para DPP?

*HIPERTENSÃO
*TRAUMA
*Sobredistensão uterina: polidramnia, gemelaridade (história de DPP desencadeada após amniorrexe ou expulsão do 1º gemelar)
*Idade > 35 anos
*Drogas: cocaína, tabagismo

Principalmente OS DOIS PRIMEIROS.

6

Diante de uma paciente com HIPERTONIA UTERINA + DOR ABDOMINAL + ou - SANGRAMENTO VAGINAL numa gestação com > 20 SG, deve-se suspeitar de:

Descolamento Prematuro de Placenta

Principalmente se: história de: HAS, DHEG, trauma, etc

7

Qual o quadro clínico típico de uma paciente com DPP?

*Com ou sem sangramento vaginal: sgmto escuro
*Hemoâmnio
*Dor abdominal
*Taquissistolia (> 5 contrações em 10 minutos)
*Sofrimento Fetal Agudo

OBS: a perda sanguínea na DPP é desproporcional ao sangramento que se exterioriza pelo colo, sendo tal motivo responsável por uma ANEMIA DESPROPORCIONAL À PERDA

8

V ou F: em 80% dos casos de DPP o sangramento do descolamento é exteriorizado pela vagina, mas em 20% dos casos o sangramento não é aparente, sendo contido na forma de hematoma retroplacentário

Verdadeiro

Por isso: NÃO ESPERE SANGRAMENTO VAGINAL PARA DAR DIAGNÓSTICO DE DPP

9

Explique: DPP inicialmente cursa com taquissistolia e tardiamente com atonia/hipotonia

INICIALMENTE = o hematoma retro-placentário causa irritação uterina = taquissistolia (com hipertonia uterina/ÚTERO LENHOSO)

TARDIAMENTE = a grande pressão do hematoma faz com que o sangue "infiltre" a camada miometrial, causando desarranjo da sua organização = atonia/hipotonia

10

O que é o útero de Couvelaire?

É a atonia uterina (apoplexia útero-placentária) causada pelo DPP.

11

Como deve ser a escolha da via parto no DPP com FETO VIVO?

Fazer pela VIA MAIS RÁPIDA, que na maioria das vezes será a cesariana (OBS: alguns autores consideram DPP com feto vivo = cesariana).

Mas se PARTO IMINENTE (dilatação total, necessidade de poucas contrações para expulsão) = VIA BAIXA

12

Como deve ser a escolha da via de parto no DPP com FETO MORTO?

Via vaginal é a preferencial (para evitar risco de discrasia sanguínea materna).

Mas se o PARTO VAGINAL DEMORAR = CESARIANA

13

Por que a amniotomia precoce está indicada na DPP, independentemente se o feto está vivo ou morto?

A amniotomia precoce melhora o prognóstico. Ela reduz a velocidade de descolamento placentário.

14

V ou F: DPP com área descolamento de 50% ou mais está associada invariavelmente a óbito fetal

Verdadeiro

15

V ou F: o diagnóstico de DPP é essencialmente clínico, não havendo necessidade de USG, pois trata-se de uma urgência médica e na maioria das vezes não se vê o hematoma retro-placentário

Verdadeiro

16

Qual a fisiopatologia da CIVD no DPP?

O descolamento placentário faz com que trombina caia na circulação materna, hiperativando a cascata de coagulação e posterior hiperativação do sistema fibrinolítico = consumo dos fatores de coagulação + fibrinólise sistêmica = sangramento

17

Diante da atonia uterina por DPP, qual a PRIMEIRA CONDUTA?

Massagem uterina + ocitócitos

18

Diante da atonia uterina por DPP que não respondeu a massagem uterina + ocitócitos, qual a SEGUNDA CONDUTA?

Sutura de B-Lynch

19

Diante da atonia uterina por DPP que não respondeu a sutura de B-Lynch, qual a TERCEIRA CONDUTA?

Ligadura de artéria uterina e/ou hipogásrica

20

Diante da atonia uterina por DPP que não respondeu à ligadura de artéria uterina e/ou hipogástrica, qual a QUARTA E ÚLTIMA ALTERNATIVA?

Histerectomia subtotal (faz subtotal para controle de danos).

21

V ou F: apesar de tratar-se de uma urgência obstétrica que exige resolução rápida do parto, se houver repercussões hemodinâmicas para a mãe, a estabilização é a primeira conduta

Verdadeiro