Diverticulite Flashcards Preview

Gastroenterologia Medcurso > Diverticulite > Flashcards

Flashcards in Diverticulite Deck (13):
1

Qual a fisiopatologia da diverticulite?

Obstrução do divertículo > proliferação bacteriana com inflamação > perfuração (macro ou microperfuração) > inflamação pericolônica

2

Qual o quadro clínico da diverticulite?

"Apendicite à esquerda no idoso"

*Dor no QIE (maior prevalência de divertículos) associada a defecação
*Alteração do hábito intestinal
*Sinais de irritação peritoneal
*Massa palpável no QIE

3

Qual o tipo de fístula mais comum associada a diverticulite? Quais sinais e sintomas podem ser encontrados na sua vigência?

Fistula colovesical (a diverticulite é a principal causa de fístula colovesical).

ACHADOS: pneumatúria, fezes na urina, dor à micção

4

Qual o exame de imagem de escolha para diagnóstico de diverticulite?

TC de abdome

5

Por que o uso de clister/enema opaco e colonoscopia são evitados diante da suspeita de diverticulite?

Pelo risco de perfuração colônica (colonoscopia) e peritonite (extravasamento de contraste baritado do enema)

6

Quais as complicações decorrentes da diverticulite (diverticulite complicada)? Qual a mais comum?

*Abscesso
*Peritonite
*Fístula
*Obstrução intestinal (se quadro de diverticulite de repetição)

MAIS COMUM = abscesso

7

Como deve ser feito o tratamento da DIVERTICULITE NÃO COMPLICADA (1º episódio)? A qual exame o paciente deve ser submetido após controle da inflamação e qual a justificativa de sua realização?

Tratamento clínico (intra-hospitalar ou ambulatorial). Se paciente com inflamação exuberante, interná-lo.
*Dieta pobre em resíduos
*ATB por 7-10 dias (cobertura gram negativo + anaeróbio)
*Analgesia

EXAME: colonoscopia deve ser realizada 4 semanas após para descartar CA colorretal ou outros diagnósticos diferenciais.

8

Paciente imunodeprimido no seu 1º episódio de DIVERTICULITE NÃO COMPLICADA, qual a conduta?

Tratamento clínico (igual do paciente imunocompetente) + cirurgia eletiva

9

Para o paciente imunocompetente num 2º ou 3º episódio de diverticulite NÃO COMPLICADA, qual a conduta?

Antigamente, indicava-se cirurgia eletiva para estes pacientes.

Alguns autores afirmam que é possível o manejo clínico.

Apesar de não validado, há recomendação de ATB profilático (mesalazina ou rifamixina) e probióticos para esses pacientes.

10

Descreva a Escala de Hinchey da diverticulite.

Hinchey I: abscesso pericólico
Hinchey II: abscesso pélvico
Hinchey III: peritonite purulenta (rotura do abscesso)
Hinchey IV: peritonite fecal (perfuração livre do divertículo)

11

Qual a conduta na diverticulite complicada por peritonite ou obstrução refratária?

Cirurgia de URGÊNCIA: sigmoidectomia + com colostomia terminal e amputação do reto com posterior reconstrução do trânsito (colectomia à Hartmann).

OBS: para Hinchey III, pode ser realizada lavagem endoscópica da cavidade

12

Qual a conduta na diverticulite complicada por abscesso, fístula ou obstrução parcial?

ATB terapia 10-14 dias + cirurgia ELETIVA
*Abscesso > 4 cm: drenagem além do atb
*Abscesso < ou = 4 cm: sem necessidade de drenagem

Cirurgia eletiva: sigmoidectomia + anastomose primária termino-terminal

13

Para diagnóstico da DOENÇA DIVERTICULAR DO CÓLON, _________ é o melhor exame, mas, na suspeita de DIVERTICULITE, ___________ é o melhor exame.

*Colonoscopia
*Tomografia computadorizada de abdome