IC descompensada Flashcards Preview

Emergência > IC descompensada > Flashcards

Flashcards in IC descompensada Deck (19):
1

Mortalidade após hopitalização por IC

10% em 30 dias
22% em 1 ano
42% em 5 anos

2

Risco de reinternação após hospitalização por IC

3% em 2 a 3 dias
25% em 1 mês
50% em 6 meses

3

Definição de insuficiência cardiaca

sinais e sintomas clinicos
+disfunção funcional ou anatômica
+Redução do débito cardíaco
(+ aumento das pressões intracardíacas)

4

Principais causas de IC

- HAS
- Doencas do miocardio (IAM)
- Arritmias
- Valvopatias

5

Classificação de IC (nome / características)

1) Sistolica (IC de FE baixa)-FE <40%

2) Diastólica (IC de FE normal)- FE >50% - BNP elevado- Alteração estrutural (HVE), HAS ..

3) IC de FE zona média.- FE 40-49%- BNP elevado - Alteração estrutural, HAS...

6

2 Principais pontos clínicos para definir manejo da IC.

1) Definir precipitante
2) Congestão x perfusão

7

Sinais típicos da IC

- Falta de ar
- ortopneia
- DPN
- Redução a tolerância ao exercício
- Edema em tornozelo

8

Sinais específicos da IC

- Turgencia jugular
- B3
- Desvio do ictus

9

Quais os precipitantes da IC?(perguntas-chaves)

1) CHAMP
C - coronaria (SCA)
H - Hipertensão não controlada
A - Arritmias (FA)
M - Mecanica (Valvopatia)
P - Pulmonary embolism (TEP)

- outros:
DPOC
Infecções
Pouca aderência ao tratamento

2)
- Dor torácica
- Comorbidades
- Medicamentos de rotina
- Medicamentos fora do habitual (AINE)
- Internações prévias
- Tabagismo, etilismo

10

Sinais de Paciente congesto (úmido)

- Ortopneia, DPN, tosse noturna
- Estertores pulmonares
- B3
- Hepatomegalia
- Edema de MMII

11

Sinais de paciente mal perfundido (frio)

- Extremidades frias
- TEC prolongado
- Palidez
- Fadiga, rebaixamento do sensório
- Síncope
- PA convergente (PAS-PAD<30)
- Oliguria

12

Melhor exame preditor de mortalidade na IC

- BNP
- Troponina

13

Exames iniciais a serem solicitados

- BNP ou troponina
- Raio x tórax
- ECG 12d
- Na, K
- Ur, Cr
- Enzimas hepaticas
- HC
- Dx
- Lactato

14

Principais perfis de pacientes com IC

1) Quente e úmido
2) Frio e seco

15

Abordagem do paciente Quente e úmido

1) MOVEx

2) Exame clínico - precipitante (normalmente má adesão)

3) Muito congesto? -> VNI

4) Vasodilatar = Furosemida EV + Vasodilatador (VO ou EV)
- Furosemida 20mg 1-2FA EV -> avaliar repetir após 30-60min
- Captopril VO (Se PA e K+ OK)
- Se paciente grave com PAS > 100, considerar Nitroglicerina
- Pode-se considerar uso de Dopamina 3-5mcg/kg/min

5) Avaliar paciente em 4-6h- decidir alta ou transferir para observação

6) Otimizar medicações do paciente

16

Abordagem do paciente frio e seco

1) MOVEx

2) Exame clínico - precipitante (excesso de diurético)

3) Prova de volume - 150ml SF 0,9%- debito urinario

4) Se continuar frio, considerar uso de inotropico e vasopressor

17

EAP + Hipertensão arterial (causas)

1) HAS nao controlada

2) DRA com hipervolemia

3) Isquemia miocardica (diastole é etapa limitante)

18

EAP + Hipertensão arterial (fisiopatologia)

- Aumento de pré-carga

- Aumento de pós-carga

- Diminuição da complacencia

19

EAP + Hipertensão arterial (conduta)

1) MOVEx

2) VNI - CPAP

3) Vasodilatar e seca:
- Furosemida EV 0,5-1 mg/kg (fazer o dobro se paciente já usa furosemida)

4) Vasodilatar
- Se paciente com DOR torácica: nitroglicerina EV 20-200mcg/min
- Se paciente SEM dor toracica: nitroprossiato EV (diluir 50mg em 250mL de soro: 1ml=200mcg / fazer 0,5mcg/kg/min / Peso 60Kg = BIC 9ml/h)
-ULTIMA OPÇÃO: MORFINA (Aumenta mortalidade)