Placenta Prévia Flashcards Preview

Obstetrícia > Placenta Prévia > Flashcards

Flashcards in Placenta Prévia Deck (19):
1

Qual a segunda maior causa de sangramento de segunda metade na gestação?

Placenta Prévia

2

Qual a definição de Placenta Prévia?

Placenta que se insere no segmento inferior uterino, podendo recobrir o orifício interno do colo completamente (placenta prévia total), parcialmente (placenta prévia parcial), tangenciá-lo (placenta prévia marginal) ou apenas próxima dele (placenta de inserção baixa ou lateral).

"Prévia" = que se interpõe entre a estrutura fetal e o colo

3

Por que a Placenta Prévia só pode ser definida após 28 semanas gestacionais?

Devido à teoria da migração placentária. À medida que a gestação avança, o crescimento do útero supera o da placenta, com a placenta migrando em direção ao fundo uterino (porção mais vascularizada).

4

Diante de uma paciente que realizou USG morfológico do 2º tri (20-24 sg), em que se identificou placenta de inserção baixa, qual a conduta?

Não é placenta prévia! Repetir o USG após 28 semanas gestacionais.

5

Qual o principal fator associado a Placenta Prévia?

Cicatriz uterina prévia

6

Quais são os fatores de risco para Placenta Prévia?

*CICATRIZ UTERINA PRÉVIA
*Multiparidade
*Curetagens uterinas
*Gemelaridade
*Idade > 35 anos
*Tabagismo

7

V ou F: todo sangramento vaginal resultante de Placenta Prévia se exterioriza pela vagina

Verdadeiro. Pois a placenta está na saída do colo.

8

Quais as características do sangramento associado a Placenta Prévia?

*Progressivo
*Repetição
*Espontâneo (sem associação com trauma ou esforço)
*Vermelho vivo/rutilante
*Indolor
*Ausência de hipertonia e sofrimento fetal agudo

O sangramento não gera repercussões hemodinâmicas normalmente, por isso não há SFA.

9

Como é feito o diagnóstico de Placenta Prévia?

MÉTODO: Ultrassonografia TRANSVAGINAL

10

V ou F: não se deve realizar toque vaginal diante da mínima suspeita de Placenta Prévia

Verdadeiro. Pois pode desencadear sangramento intenso.

11

V ou F: a USG transvaginal não é segura para pacientes com suspeita de Placenta Prévia

Falso. É o método mais indicado para o diagnóstico. Não oferece risco para o feto devido à angulação de inserção do transdutor.

12

Paciente com diagnóstico de placenta prévia + sangramento + feto a termo, qual a conduta?

Interrupção da gestação (a escolha da via de parto depende da inserção da placenta).

JUSTIFICATIVA: o sangramento tende a ser de repetição e progressivo, se sangrou uma vez, vai sangrar de novo e pior.

13

Paciente com diagnóstico de placenta prévia + sangramento + feto prematuro, qual a conduta?

Depende do sangramento

SANGRAMENTO INTENSO = interromper
SANGRAMENTO LEVE-MODERADO = conduta conservadora para tentar corticoterapia (caso indicada)

14

Qual a via de parto em caso de Placenta Prévia total?

CESARIANA, sempre (independentemente se feto vivo ou morto).

15

Qual a via de parto em caso de Placenta Prévia parcial?

CESARIANA (maioria). Se parto iminente sem grande obstáculo à passagem, via baixa pode ser permitida.

16

Qual a via de parto em caso de Placenta Prévia marginal?

Depende do sangramento.

*Intenso = cesariana
*Não intenso + estabilidade hemodinâmica = vaginal é admissível

17

V ou F: diante de uma paciente com sangramento intenso com repercussão hemodinâmica devido a Placenta Prévia, a escolha da via de parto é sempre cesariana, independentemente da inserção placentária

Verdadeiro

18

Quais as complicações podem ocorrer em caso de Placenta Prévia?

A maioria das complicações decorre da possibilidade de serem deixados restos placentários no útero.

*Atonia uterina com hemorragia pós-parto
*Infecção puerperal
*Apresentação anômala

19

Qual outra condição coexiste frequentemente com Placenta Prévia, especialmente em mães com cesariana anterior?

Acretismo placentário