Pré e Pós OP Flashcards Preview

CIRURGIA > Pré e Pós OP > Flashcards

Flashcards in Pré e Pós OP Deck (37):
1

Qual exames solicitar no Pré-OP?

  • <45 anos = NADA
  • 45-54anos = ECG p/ homens
  • 55-70anos = ECG + hemograma
  • > 70 anos = ECG + hemograma + eletrólitos + Função renal + glicemia 

*EXAME ADCIONAIS A DEPENDER DE PATOLOGIAS DE BASE. 

2

Quando solicitar coagulograma?

  1. Perda estimada > 2L
  2. Cirurgias torácicas, cardíaca, neuro

3

Quando solicitar Rx de tórax?

Cirurgias com acesso à tórax (Cardio e torácica)

4

Critérios indice de risco cardíaco revisado

  1. Coronariopatia
  2. IC
  3. IRC (Cr>2mg/dl)
  4. DM com insulina
  5. AVC/AIT
  6. Cirurgia (torácica, abdominal ou vascular)

< 2 - liberar cirurgia

>= 2 - Avaliar capacidade funcional (METs

5

Como Avaliar capacidade funcional (METs)

<4 METs - nao faz nada

4-10 METs - subir escadas, anda rápido, trabalho doméstico

>10 METs - faz exercício físico aeróbico

>=4METs - LIBERAR CIRURGIA

<4 METs - teste de estresse farmacológico

6

Como minimizar risco cirurgico?

  1. B-Block se IRCR >=3 (iniciar com + de 1 dia de antecedência)
  2. Estatina na cirurgia vascular

7

Classificação ASA

I - indivíduo saudável 

II- Doença sistêmica sem limitação. ex: HAS, DM compensada. tabagismo

III- Doença sistêmica que limita mas não incapacita. ex: HAS, DM não compensadas, IAM prévio

IV- Doença que limita e incapacita. ex: IC grave

V- Moribundo. ex: aneurisma de aorta roto, AVCh c/ HIC.

VI- ME. doação de orgãos.

8

Quais medicamentos manter no dia da cirurgia?

  1. Anti-hipertensivos
  2. Corticoides (acrescentar hidrocortisona na indução e após de 8/8h por até 2 dias)
  3. Insulina (reduzir dose) - 2/3 da dose da noite e 1/2 da dose da manhã

9

Quais medicamentos suspender no dia da cirurgia?

  1. Antiagregantes (7-10d antes)*
  2. Anticoagulanes (Warfarin 5 dias antes, meta de RNI=1,5). Colocar heparina enquanto isso. suspender HNF (6h) e HBPM (24h)
  3. AINES (1-3d)
  4. Antidiabéticos Orais (no dia)

* se AAS para coronariopatia manter.  

10

Pra que é feita profilaxia antibiótica?

Evitar infecção da ferida operatória

11

Ferida limpa é...

Não penetra tratos (ex: hernia, ortopédicas, ncr)

12

Ferida limpa-contaminada (potencialmente contamida) é..

Penetra tratos de forma controloda (sem inflamação, sem extravasamento de conteúdo). ex: colecistectomia sec. colelitíase)

13

Ferida contaminada

Penetra tratos na vigencia de inflamação ou com extravasamento de conteúdo. ex: trauma recente, colecistectomia por colecistite.

14

Ferida infectada:

supurada, contaminação fecal

15

Profilaxia ATB, qual usar?

  • Limpa - nao usar. exceçoes: prótese, acesso através de  ósseo. 
  • Limpa-contamiada e contaminada - em geral: cefazolina. Colorretal: cobrir gram - e anaeróbio: gentamicina + metronidazol.
  • Infectada - ATB terapia

16

Momento ideal para usar ATB profilático?

30 minutos antes da incisão

17

Quando replicar dose de ATB

  1. Cirurgia >4h
  2. Sangramento importante durante cirurgia

18

Quando fazer tricotomia?

Não deve ser feita.

- se fizer: sem trauma, no momento da cirurgia.

19

Qual tempo de Jejum?

Líquidos claros: 2h

Leite humano: 4h

Leite não humano: 6h

Sólidos: 6-8h

20

Quais principais complicações da FO?

  1. SEROMA - linfa no TSC
  2. HEMATOMA - Sangue no TSC
  3. DEISCENCIA APONEURÓTICA 
  4. INFECÇÃO

21

Clínica de deiscência aponeurotica?

7-10 DPO. líquido de cor salmão (serohemática).

Risco de evisceração

22

Conduta seroma

Curativo compressivo

ou aspiração

23

Conduta hematoma:

Reabrir se volumoso (risco de infecção)

24

Conduta deiscência aponeurótica

Reoperar

25

Definição infeccao de FO

infecçao que ocorre < 30 dias após procedimento ou < 1 ano (prótese)

26

Tipos de infeccao da FO

  1. Superficial - Pele + TCSC
  2. Profunda - Pele + TCSC + Fáscia/musc
  3. Orgão e cavidades

27

Conduta infecção superficial da FO

Retirar pontos, drenar e lavar

28

Conduta infecção pronfunda da FO

Retirar pontos, drenar, lavar + ATB

29

Conduta infecção de orgãos e cavidades

Drenar + ATB

30

Causas de infecção periOP

  1. Hipertermia maligna
  2. Reação (droga/transfusão)
  3. Infecção pré-existente

31

Hipertermia maligna está associada ao uso de:

  1. Anestésico inalatório
  2. Succinilcolina

32

Antídoto Hipertermia maligna

Dantrolene

33

Clinica de Hipertermia maligna

  1. Hipertermia - elevação de 1 grau a cada 3-5min)
  2. Hipercapnia
  3. Rabdomiólise (hiperKalemia e elevação CPK)

34

Conduta Hipertermia maligna

  1. Interroper exposição ao fármaco
  2. Resfriamente
  3. Bicarbonato (acidose e HiperK)
  4. Antídoto: DANTROLENE

35

Quem é mais suceptícel a Hipertermia maligna

Historia familiar e doenças musculares esqueléticas

36

Causa de febre no PO (<72h)

  1. Atelectasia
  2. Infecção necrosante da FO (streptococus, clostridium)

37

Causa de Febre no PO (>72h)

  1. Infecção (FO, ITU, Pneumonia)
  2. TVP
  3. Parotidite