Transtorno bipolar Flashcards Preview

SAM - Psiq - R > Transtorno bipolar > Flashcards

Flashcards in Transtorno bipolar Deck (25):
1

Como o transtorno era chamado no passado?

"Depressão maníaca".

2

Qual a posição ocupada referente a incapacidade do transtorno, no mundo desenvolvido entre pessoa de 19 a 45 anos? Qual o pico de incidência?

Sexto lugar.
Geralmente sintomas aparecem na adolescência tardia e começo da vida do adulto jovem.

3

Qual a diferença entre a prevalência entre o tipo I e o tipo II? Qual a prevalência estimada?

No tipo I homens e mulheres são afetados igualmente, porém no tipo II as mulheres são mais afetadas.
Prevalência estimada entre 0,5-1,1%.

4

Quando ocorre a maior probabilidade de suicídio?

Na fase depressiva aguda do transtorno bipolar.

5

As taxas de prevalência referentes a transtorno relacionado a abuso de substância é maior do que os outros distúrbios?

Sim, maior até que depressão maior, TOC e esquizofrenia.

6

Qual a etiologia da doença?

Não se sabe ao certo, mas se sabe a relação genética, com fatores estressores/gatilhos do dia a dia que podem moldar um fenótipo mais propício ao transtorno.

7

Qual achados estruturais podem ser encontrados na RNM?

Hiperintensidade da substância branca periventricular, o que corresponde a maior resposta a terapia com Lítio; bem como pode ser observado alteração do volume total do encéfalo.

8

Quais são as classificações dos diferentes tipos? (só citar)

Tipo I
Tipo II
Medicação/substância induzindo bipolaridade ou transtorno relacionado.
Outro transtorno bipolar
Ciclotimia

9

Qual os critérios diagnósticos para o transtorno bipolar tipo I?

Um ou mais episódios maníacos - humor ou irritação elevada, distração, indiscrição, grandiosidade de ideias, ideia desconexas com a realidade, hiperatividade, ausência da necessidade de dormir, logorréia, busca excessiva por prazer, atividades de risco --> por uma semana no minimo. *se hospitalizado pode ter qualquer duração.
Não pode ter relação com condição médica/uso de substâncias(drogas/medicamentos).
Não é um episódio misto(com depressão associada).
Causa prejuízo funcional/social ou há pensamentos psicóticos.


10

Qual os critérios diagnósticos para o transtorno bipolar tipo II?

Nunca ter tido um episódio completo de mania, ao menos um episódio hipomaníaco(sintomas mais brandos, duração de 4 dias e menor que 7 dias).
Sintomas podem ser - ausência da necessidade de dormir, logorreia, ideia de grandeza, ideias irreais, hiperatividade.

11

Qual os critérios diagnósticos para o transtorno bipolar relacionado a uso de substâncias?

Sintomas associados a quadro depressivo ou não quando paciente está intoxicado por alguma substância ou até mesmo durante seu desmame.

12

Qual os critérios diagnósticos para "outro transtorno bipolar ou transtorno similar"?

Prejuízo social/funcional com sintomas bipolares associados, porém não há preenchimento de todos os critérios dentre a apresentação dos sintomas.

13

Qual os critérios diagnósticos para a Ciclotimia?

Flutuação crônica do humor em que os episódios de hipomania/depressão não têm tempo temporalidade suficiente para preencher os critérios.

14

É possível realizar screening do transtorno Bipolar?
Qual métodos posso utilizar?

Sim, PHQ-9, "mood disorder questionnaire"(13 questões sobre episódios de mania/hipomania) e o índice de bipolaridade(não é somente para o diagnóstico, leva em conta uma aproximação dimensional ao avaliar 5 esferas da bipolaridade).

15

O que significa cada letra do mnêmonico DIGFAST em inglês?

D: distractibility - poorly focused, multi-tasking
I: insomnia - decreased need for sleep
G: grandiosity - inflated self-esteem
F: flight of ideas - racing thoughts subjectively/tangential thought process
A: activities - increase in goal-directed activities
S: speech - pressured or hypertalkative
T: thoughtlessness - high risk-taking behaviours.

16

Quais as outras apresentações e comorbidades mais comumente associadas?

Transtorno bipolar de ciclagem rápida - pior prognóstico devido a maior resistência a terapia farmacológica e o tratamento pode piorar muito com o uso dos antidepressivos tradicionais.
Comorbidades - outros transtornos de humor, doenças sistêmicas, cefaleia, síndrome do intestino irritável.

17

Para que o questionário YMRS - young mania rating scale é usado?

Para avaliar a severidade dos sintomas de hipomania/mania e ver se há resposta com o tratamento.
Além disso determina o grau de severidade.

18

Quais são os princípios do tratamento?

Manejar adequadamente os quadros agudos, reduzir a recorrência, reduzir a frequência dos episódios e melhorar a qualidade de vida do paciente.

19

Tratamento agudo dos pacientes com sintomas de mania/hipomania.

Paciente agitado com mania - injeção intramuscular pode ser necessária.
Hipomania/mania leve - monoterapia com lítio, valproato, antipsicóticos atípicos - aripiprazol(nível A de evidência).
Mania moderada/grave --> combinação de medicamentos, lítio + antipsicótico atípico(em caso de falha - alternar estabilizador de humor, acrescentar benzodiazepínico) *depot therapy pode ser necessária.
Gravidade séria - paciente catatônico, ideal suicida ou que não responde aos medicamentos habituais - tratamento com clozapina ou eletroconvulsoterapia.

20

Tratamento dos pacientes com quadro agudo depressivo

Baixa eficácia dos antidepressivos no tratamento agudo desta condição.
Olanzapina/fluoxetina, olanzapina isolada, quetiapina --> drogas inicias de escolhas, naqueles em que não há resposta agente adicional pode ser adicionado como o Lítio, valproato e outros.
Caso nada funcione - ECT pode ser indicada, principalmente nos casos graves.

21

O que o estudo piloto randomizado com pacientes que fizeram uso de psicoterapia/quetiapina(antidepressivo)
no tratamento agudo do transtorno bipolar tipo II mostrou?

Não houve diferença entre os pacientes no follow-up de 12 semanas, porém estudos maiores devem ser feitos.

22

Tratamento a longo prazo preventivo

Risco de recorrência é alto - tratamento a longo prazo que apresenta estabilidade - deve ser mantido indefinidamente.
Lítio com melhores evidências entre os demais para o tratamento "profilático" do transtorno bipolar.
Lamotrigina - mais efetivo na prevenção da depressão do que da mania, indicado no transtorno bipolar tipo II.
Lítio + valproato nos pacientes com mania/depressão --> se mostrou protetor.
Intervenções psicosociais - educar o paciente para reconhecer e manejar adequadamente sintomas de alarme
Terapia cognitiva adjunta
Terapia focada na família - nível C de evidência.
Terapia interpessoal e de ritmo social
*melhoram aderência, redução de relapsos e melhora função social dos pacientes.

23

Como se dá o monitoramento?

Quadros agudos - acompanhar até resolução.
Tratamento de longo termo - PHQ-9 para sintomas depressivos e YMRS para sintomas maníacos/hipomaníacos.

24

Quais são as instruções aos pacientes?

Descontinuar uso de drogas/álcóol, evitar situações gatilho, emoções negativas(baseada em suas experiências prévias), sono reparador, atividade física, dieta adequada - melhoram sintomas a longo prazo.

25

Qual o prognóstico da doença?

Mortalidade é maior do que na população em geral devido a possibilidade de suicidio, principalmente naqueles pacientes com quadros refratários ou de difícil controle.