2 - Síndromes respiratórias Flashcards Preview

Pediatria > 2 - Síndromes respiratórias > Flashcards

Flashcards in 2 - Síndromes respiratórias Deck (71):
1

Qual a complicação temida pelos pediatras ao prescrever AAS como antipirético?

Se a febre for causada por INFLUENZA (varicela tb causa a síndrome) pode desencadear:

SÍNDROME DE REYE -> Degeneração hepática com encefalopatia grave

2

AFTAS + QUADROS RECORRENTES + CULTURAS NEGATIVAS DX E TTO?

PFAPA

 

CORTICOIDE

3

Etiologia da epiglotite aguda? Qual o tto?

S pneumoniae

S pyogenes

S aureus

 

ATBterapia

4

OMA -> Periostite e deslocamento do pavilhão auricular DX e CONDUTA?

Mastoidite aguda

Internação hospitalar + ATB EV

5

Úlceras em região posterior da cavidade oral (palato mole, pilares amigdalianos, úvula)

HERPANGINA

6

Qual a conduta imediata na epiglotite aguda?

IOT OU TQT

7

É o resultado da adenite dos gânglios que ocupam o espaço retrofaríngeo

Abscesso retrofaríngeo

8

Quadro clínico da Faringite bacteriana?

5-15a

Febre alta + Dor de garganta + manifestações inespecíficas (vômitos e dor abdominal)

Exsudato amigdaliano

Petéquias no palato

Adenomegalia cervical

NÃO TEM CORIZA NEM TOSSE

9

QUAL O DD DA FARINGITE BACTERIANA?

HERPANGINA

ADENOVIROSE

MONONUCLEOSE

PFAPA

10

LARINGOTRAQUEÍTE VIRAL AGUDA

Qual o principal vírus causador?

PARAINFLUENZA (75%)

11

SEM ESTRIDOR E SEM TAQUIPNEIA

IVAS

12

COM TAQUIPNEIA COM ESTRIDOR

DÇS PERIGLÓTICAS (Laringe e traqueia)

13

Faringite + Febre + Adenite (quadro recorrente)

PFAPA

14

  • Quadro agudo e fulminante
  • Febre alta e toxemia
  • Dor de garganta, disfagia e sialorreia
  • Estridor
  • Posição do tripé

EPIGLOTITE AGUDA

15

Qual o tto para pct com crupe viral?

Com estridor em repouso: 

Adrenalina 0,5ml/kg (NBZ)

Corticoide (IM ou VO)

 

Sem estridor em repouso:

Corticoide

16

RINORREIA UNILATERAL FÉTIDA E SANGUINOLENTA

CORPO ESTRANHO

17

Qual a etiologia do resfriado comum e como se dá a transmissão?

Mais comum é o Rinovírus

 

CONTATO DIRETO com as secreções

18

Rinite viral aguda com quadro clínico arrastado com sintomas ≥ 10 dias e tosse diurna. Qual a complicação mais provável?

Sinusite bacteriana aguda

19

Paciente com crupe viral evolui com...

 

FEBRE ALTA + PIORA CLÍNICA

RESPOSTA PARCIAL OU AUSENTE À ADR

 

Diagnóstico e tto?

Traqueíte bacteriana

 

Internação

ATB parenteral (com cobertura para S aureus)

Considerar IOT

20

Qual ATB devemos usar na OMA? E no caso de falha terapêutica?

AMOXICILINA 45mg/kg/dia

Dose dobrada em:

< 2a,

frequentam creche,

uso recente de ATB (últimos 30d)

 

Falha terapêutica: Amox-clav

21

Quadro clínico do abscesso retrofaríngeo

  • Febre alta + dor de garganta
  • Disfagia + sialorreia
  • Dor à mobilização do pescoço
  • Estridor (RARO)

 

obs: história de IVAS recente

22

Linfadenopatia + esplenomegalia + linfocitose com atipia

MONONUCLEOSE

23

Quando prescrever ATB para OMA?

< 6m: Sempre

6m a 2a: Se bilateral

qq idade: Otorreia ou dç grave

 

Dç grave: Febre ≥ 39°C Dor moderada a grave Dor > 48h

24

Quais os agentes etiológicos mais comuns nas OMAs?

S pneumoniae

H influenzae não tipável

M. Catarrhalis

25

OTITE + CONJUNTIVITE = ? ATB?

HEMÓFILO

 

AMOX-CLAV

26

SBA Quadro grave = ? Tto?

≥ 3d febre ≥ 39°C com secreção mucopurulenta

AMOXICILINA -> Manter por 7d após melhora clínica

27

Faringite bacteriana causada por...

Streptococcus B hemolítico do grupo A (S. pyogenes)

28

DD da crupe viral

LARINGITE ESTRIDULOSA

(Crupe espasmódica)

 

Despertar súbito sem pródromos

29

Quais as 2 complicações mais comuns da Rinossinusite viral aguda?

OTITE MÉDIA AGUDA

 

SINUSITE BACTERIANA AGUDA

30

SBA evoluindo com PROPTOSE + DOR À MOVIMENTAÇÃO DO GLOBO OCULAR + EDEMA NA CONJUNTIVA

CELULITE ORBITÁRIA

31

Crises periódicas em intervalos regulares (3 a 6 semanas):

Febre Periódica + estomatite Aftosa + Faringite exsudativa + Adenite

PFAPA

32

Qual o nome deste sinal radiológico que pode estar presente na crupe viral?

Q image thumb

Sinal da torre ou Sinal da ponta do lápis

33

ESTRIDOR

Ruído predominantemente inspiratório que indica OBSTRUÇÃO DAS VIAS DE CONDUÇÃO EXTRAPLEURAIS

34

Como confirmar diagnóstico de OMA?

Otoscopia

MT alterada: hiperemiada, opaca, ABAULADA, sem mobilidade.

35

Quadro clínico do resfriado comum?

Coriza

Obstrução nasal

Tosse (predominantemente noturna)

Febre (pode ter ou não)

36

Infecção viral que causa inflamação da mucosa nasal

RESFRIADO COMUM

(Rinite viral, rinossinusite viral, rinofaringite viral)

37

Prurido e espirros + palidez de mucosa + eosinófilos

RINITE ALÉRGICA

38

COM TAQUIPNEIA SEM ESTRIDOR

PNEUMONIA

39

Tratamento das faringites bacterianas?

PENICILINA G BENZATINA 1.200.000 UI IM DU

40

Faringite + conjuntivite (febre faringoconjuntival)

ADENOVIROSE

41

Quais medicamentos não devemos prescrever para menores de 6a com resfriado comum?

MUCOLÍTICOS

ANTI-TUSSÍGENOS

ANTI-HISTAMÍNICOS

42

Qual o tto da OMA?

ANALGÉSICOS E ANTIPIRÉTICOS

43

TAQUIPNEIA

Indica dç das vias aéreas inferiores

Até 2m: ≥ 60

De 2m - 12m: ≥ 50

De 1 - 5a: ≥ 40

44

Amigdalite + Disfagia com sialorreia + Trismo + Desvio de úvula

Dx e tto?

Abscesso periamigdaliano

Internação (?),

ATB parenteral 

Drenagem (aspiração por agulha ou incisão e drenagem)

45

Qual o QC da crupe viral?

  • Pródromos catarrais
  • Febre baixa
  • Tosse metálica
  • Estridor
  • Rouquidão

46

Pneumonia Bacteriana

AGUDA/ GRAVE

47

Pneumonia Atípica

ARRASTADA

48

Pneumonia Viral (Bronquiolite)

SIBILOS

49

Pneumonia bacteriana

Principal etiologia e a mais grave em >2meses?

Principal: S. pneumoniae

Mais grave: S. aureus

50

Pneumonia bacteriana

Principais etiologias em < 2meses?

S. agalactiae (grupo B)

G - entéricos (E.coli)

51

Qual o quadro clínico da pneumonia bacteriana?

Pródromos catarrais

Febre alta e tosse

TAQUIPNEIA

Sinais clássicos

52

Quais são os sinais de gravidade da pneumonia bacteriana?

  • Tiragem subcostal
  • BAN
  • Gemência
  • Cianose (MUITO GRAVE)

53

Dx complementar da pneumonia bact

Rx de tórax

Hemograma e hemoculturas (hospitalizadas)

Análise do liq pleural (se derrame pleural)

54

Quais são as indicações de internação hospitalar nos casos de pneumonia bact?

  1. Idade <2m
  2. Comprometimento resp grave (sinais de grav)
  3. Sinais gerais de perigo (vomita tudo que ingere, incapaz de mamar e aceitar líquidos...)
  4. Doença de base (cardiopatas, falcêmicos)
  5. Complicações (ex: derrame pleural)
  6. Risco social / falha terapêutica

55

TTO AMBULATORIAL (>2m)

Amoxicilina (10 dias)

OU

Penicilina procaína IM 

56

TTO HOSPITALAR (>2m)

Penicilina Cristalina EV

 

associar se pneumonia muito grave:

Oxacilina + ceftriaxone

 

Pneumonia mt grave + porta de entrada (CA-MRSA):

Clindamicina ou Vancomicina EV

57

TTO HOSPITALAR (<2m)

Ampicilina + Gentamicina

58

Falha terapêutica -> Pensar em derrame pleural EXSUDATIVO

O que fazer?

1) Exsudato: Inflamatorio

2) Exsudato: Empiema

1) Resolução com tto da pneumonia

 

2) Necessita drenagem torácica

59

Quais são as características do empiema?

  • Purulento
  • pH < 7,2 
  • Glicose < 40mg/dl
  • Bactérias

60

Pneumonia Atípica

Manifestações extrapulmonares

Quadro INSIDIOSO

Não melhoram com uso de penicilina

61

Pneumonia afebril do lactente

Qual etiologia?

Qual quadro clínico?

Chlamydia trachomatis

Conjuntivite: RN (final da 1ª semana de vida)

Pneumonia: 1-3m, insidioso, TOSSE + TAQUIPNEIA, afebril.

62

Pneumonia afebril do lactente

Exames complementares?

Tratamento?

Hemograma: eosinofilia

Radiografia: Infiltrado intersticial

 

Tto: Azitromicina

63

Pneumonia afebril do lactente

(pneumonia atípica)

 

Qual principal DD?

COQUELUCHE

64

Coqueluche

AE?

Fases?

Clínica em menores de 3 meses?

Bordetella pertussis

Fase catarral - Fase paroxística (tosse + guincho) - Fase de convalescença

 

Tosse + Apneia + Cianose

 

Obs: Leucocitose com linfocitose

65

Definição de Bronquiolite Viral Aguda (BVA)

É o 1º episódio de sibilância associado a um resfriado em um criança de < 2a

66

Qual a principal etiologia da Bronquiolite Viral Aguda?

Vírus Sincicial Respiratório

67

Quadro clínico da Bronquiolite Viral Aguda?

  • Pródromos catarrais
  • Febre e tosse
  • TAQUIPNEIA
  • SIBILOS

68

Bronquiolite Viral Aguda

Exames complementares?

NÃO! DX clínico

 

Hemograma: normal ou linfocitose

Ags virais na nasofaringe

Rx de torax com hiperinsuflação

69

Bronquiolite Viral Aguda

 

DD?

ASMA

Sibilante transitório precoce (sibilou até 3a e não sibilou mais)

Sibilante persistente (Continuou sibilando após 3a - provável asmático)

Sibilante de início tardio (não sibilou até 3a e dps começou - provável asmático)

70

Episódios recorrentes

HFAM +

Rinite alérgica e eczema atópico

Eosinofilia (>3%)

Sibilância na ausência de resfriado

ASMA

71

Tratamento da Bronquiolite Viral Aguda

 

Obs: Risco = <12sem; PMT; Dç de base

Oxigenioterapia (Sat O2 < 90%)

Nutrição/Hidratação

NBZ com salina hipertônica (3%) - Somente para hospitalizadas!

 

NÃO FAZER: B2 agonista, ctc e fisioterapia resp!