Cefaleia Flashcards Preview

Neurologia > Cefaleia > Flashcards

Flashcards in Cefaleia Deck (36)
Loading flashcards...
1

Sugestivo de causa secundária de cefaleia quando...

Início após os 50 anos, súbito, com papiledema, mudança do padrão da dor anterior, dor que muda com postura ou Valsalva, febre, malignidade, imunossupressão

2

Sinal do delta vazio na TC de crânio

Trombose venosa cerebral

3

Causas secundárias de cefaleia

HSA, dissecação de artéria cervical, trombose venosa cerebral, arterite células gigantes, neoplasia SNC, pseudotumor cerebral

4

Tratamento arterite temporal

Prednisona via oral - alivia a dor em até 48 horas
Pulsoterapia - indicada se perda visual aguda

5

Suspeitar de arterite temporal quando

Idoso, claudicação de mandíbula, com cefaleia temporal, aumento de provas inflamatórias e polimialgia reumática

6

Cefaleia que piora ao deitar - suspeitar de

Hipertensão intracraniana

7

Principais cefaleias primárias em ordem de prevalência

Tensional, migrânia e em salvas

8

Características migrânia ou enxaqueca

Fotofobia E fonofobia E náuseas/vômitos
4 a 72 horas
Unilateral, pulsátil, alta intensidade

9

Características tensional

Fotofobia OU fonofobia OU náuseas/vômitos
Holocraniana, em aperto, moderada a leve

10

Características cefaleia em salvas

Unilateral, lancinante, excruciante, paciente agitado, com sintomas autonômicos ipsilaterais (lacrimejamento congestão, hiperemia conjuntival) e dor no território de V1 do trigêmeo (ramo oftálmico), de 15 minutos a 3 horas, pode ser desencadeada por álcool

11

Abortivos enxaqueca

AINEs, analgésicos, triptanos, ergotamínicos

12

Abortivos salvas

O2 de 7 a 15Lmin em máscara inalatória (primeira escolha), triptanos, ergotamínicos

13

Abortivos tensional

AINEs e analgésicos simples

14

Profilaxia tensional

Tricíclicos, ISRS, duais (venlafaxina)

15

Profilaxia enxaqueca

Propanolol, tricíclicos, valproato, topiramato, BCC, flunarizina

16

Profilaxia salvas

Verapamil (primeira escolha), topiramato, gabapentina, lítio

17

Epidemiologia pseudotumor cerebral

Mulher em idade fértil e obesa

18

Principal complicação do pseudotumor cerebral (hipertensão intracraniana idiopática)

Perda visual

19

Características cefaleia pseudotumor cerebri

Piora ao decúbito, com papiledema e perda de acuidade visual

20

Diag hipertensão intracraniana idiopática

RM crânio (sem causa de HIC observável) + PL (pressão de abertura do líquor superior a 25cm H2O)

21

Tratamento hipertensão intracraniana idiopática

Perda de peso
Acetazolamida
Topiramato
Cirurgia se refratário

22

Cirurgias hipertensão intracraniana idiopática

Fenestração de nervo óptico ou derivação ventrículo peritoneal

23

Neuralgia trigêmeo - características

Dor em facada ou choque, unilateral, de segundos a minutos, que respeita um dos 3 ramos do 5º nervo craniano

24

Tratamento refratário neuralgia do trigêmeo

Descompressão cirúrgica do nervo

25

Tratamento 1ª e 2ª linha de neuralgia do trigêmeo

Primeira linha: carbamazepina
Segunda linha: lamotrigina, gabapentina, pregabalina

26

Dor neuropática - principais causas

Neuropatia diabética, neuralgia pós-herpética, neuropatia secundária a quimioterapia

27

Características neuropatia diabética

Perda da sensibilidade em botas e luvas

28

Dor neuropática - principais características

Dor em choque, agulhadas ou queimação, podendo haver hiperalgesia e alodínia

29

Dor neuropática - tratamento

Corrigir causa base, anticonvulsivantes e antidepressivos

30

Dissecção artéria cervical

Dor de padrão novo, dor cervical, pode evoluir com síndrome de Horner e AVC isquêmico
Diagnóstico por estudo de vasos cervicais
Tratamento com antiagregação ou anticoagulação