ISTs Flashcards Preview

Dip > ISTs > Flashcards

Flashcards in ISTs Deck (21)
Loading flashcards...
1
Q

Quais as principais ISTs devem ser rastreadas?

A

HIV, Sífilis, clamídia, gonococo, hepatites B e C

2
Q

Como deve ser feito o rastreamento e quais grupos devem ser rastreados nas principais ISTs?

A

Adolescentes e jovens < 30 anos: HIV e sífilis anualmente
Gestantes: todas obrigatoriamente
Pessoas HIV +: Sífilis semestral, quando diagnosticado, pesquisar clamídia e gonococo
Presos: HIV anual e sífilis semestral
Profissionais do sexo e travestis: todas semestralmente

3
Q

Quais as principais causas etiológicas de corrimento vaginal?

A

Vaginose bacteriana: bactérias anaeróbicas. Odor de peixe podre
Candidíase vulvovaginal: prurido e vermelhidão. Corrimento hialino
Tricomoníase: corrimento esverdeado, bolhoso e odor de peixe podre
Causas não infecciosas.

4
Q

Os principais métodos diagnósticos para corrimento vaginal?

A

pH vaginal: > 4,5 (vaginose ou tricomoníase), < 4,5 (candidíase)
Teste de Whiff (teste de aminas): vaginose ou tricomoníase (peixe podre)
Exame a fresco
Bacterioscopia por coloração gram: clue cells na vaginose.

5
Q

Quais os tratamentos para corrimento vaginal?

A

Candidíase: miconazol por 7 dias ou fluconazol, dose única
Vaginose bacteriana: metronidazol, 2x ao dia, por 7 dias; clindamicina 2x ao dia, por 7 dias.
Tricomoníase: metronidazol, dose única.
Para as três juntas: metronidazol, dose unica no primeiro dia; metronidazol 2x ao dia, do 2° ao 7° dia; miconazol, por 7 dias.

6
Q

Quais os principais causadores de corrimento uretral?

A

Agentes etiológicos da gonorréia e clamídia.

7
Q

Quais os métodos diagnósticos para agentes causadores de corrimento uretral?

A

Ex físico: presença de drenagem purulenta ou mucopurulenta. Se for gota purulenta pela manhã trata-se de gonorréia, provavelmente. Se for corrimento hialino claro trata-se de clamídia, provavelmente.
Bacterioscopia por coloração gram de secreção uretral.
Teste de estearase leucocitária
NAAT (Biologia molecular)

8
Q

Quais as principais considerações a serem feitas sobre a gonorréia?

A

É gram negativo. Causa lesão inflamatória com exsudato supurativo.
Pode se manter localizado ou invadir outros tecidos, causando bacteremias:
Meningites, endocardites, peri-hepatite, artrite, tenlssinovites, dermatites.
Sua manifestação inicial depende de onde ocorre sua aderência inicial:
Oftalmite neonatal (profilaxia com colírio de Ag2SO4); faringite (sexo oral); uretrite; cervicite; vulvovaginite; proctite.

9
Q

Como é feito o tratamento para infecções causadoras de corrimento uretral?

A

Sem exames laboratoriais tratar clamídia também.
Se for observado diplococo gram negativo intracelular tratar clamídia e gonorréia, se não, tratar apenas clamídia.
Para clamídia e gonorréia: ceftriaxona de dose única (gonorréia) e Doxicilina 2x ao dia por 7 dias (clamídia)
Apenas clamídia: Doxicilina 2x ao dia por 7 dias.
Se apresentar meningite: ceftriaxona IV
Se apresentar conjuntivite: ceftriaxona em colírio
Gestante com clamídia: azitromicina

10
Q

Quais os principais causadores de úlceras genitais?

A

Treponema pallidum (sífilis 1ª e 2ª)
HSV -1 e 2
Haemophilus ducrey: cancroide/cancro mole
Clamídia sorotipo L1, L2 e L3: linfogranuloma venereo
Klebsiella granulomatosis: donovanose

11
Q

Quais os aspectos das úlceras genitais e quais os prováveis diagnósticos?

A

Úlcera única, limpa e não dolorosa: provável sífilis.
Úlcera única e dolorosa: provável cancroide, donovanose ou linfogranuloma

12
Q

Quando tratar as úlceras genitais?

A

Úlcera + vesículas ativas: herpes
Úlceras, sem vesículas, lesões com menos de 4 semanas: Sífilis e cancroide
Úlcera, sem vesículas, lesões com mais de 4 semanas: tratar todas
Para tratar donovanose e linfogranuloma deve-se pedir biópsia.

13
Q

Qual é o tratamento para herpes genital?

A

1° episódio: acivlovir, 2cp de 8/8h por 7-10 dias
Recidiva: aciclovir 8/8h por 5 dias.
Se apresentar muitas recidivas tratar com aciclovir 2x ao dia por até 6 meses
Paciente só é tratado quando há vesículas.

14
Q

Qual o tratamento para cancroide, linfogranuloma e donovanose?

A

Azitromicina, dose única (cancroide) + Doxicilina por 21 dias (linfogranuloma e donovanose)

15
Q

Como é a caracterização da forma cancroide de úlceras genitais?

A

Fundo hemorrágico, pode haver secreção purulenta. Há a possibilidade de linfonodos satélites acometidos.

16
Q

Como é a caracterização da forma linfogranuloma e a forma donovanose de úlceras genitais?

A

Principalmente plastão inguinal (linfogranuloma) e úlcera perianal (donovanose)

17
Q

Qual o principal causador de verruga genital?

A

HPV

18
Q

Como diferenciar HPV de baixo e alto risco oncogênico?

A

Baixo: lesões anogenitais benignas e lesões intraepiteliais de baixo grau.
Alto: lesões intraepiteliais de alto grau/carcinomas.

19
Q

Como é feito o diagnóstico de HPV?

A

Algumas vezes clínico. Pode-se realizar biopsia de lesão benigna.
Em mulheres: citologia oncótica de colo uterino
Homens: citologia oncótica anal
A biópsia é indicada quando: ha dúvida no diagnóstico, suspeita de neoplasias, ausência de resposta ao tratamento, aumento das lesões durante o tratamento, pacientes imunossuprimidos.

20
Q

Qual o tratamento das verrugas anogenitais?

A

Pode ser ambulatorial ou domiciliar.
Domiciliar: imiquimod: 3x por semana em dias alternados, até o desaparecimento ou até 16 semanas
Ou
Podofilina: 2x ao dia, de manhã e a noite, por 3 dias, depois ficar 4 dias sem aplicar. No máximo 4 ciclos de tratamento.
Ambulatorial: Ác. Tricloroacético (ATA) ou podofilina ou eletrocauterização ou exérese cirúrgica ou crioterapia

21
Q

Em casos de violência sexual, como é feita a profilaxia para as ISTs?

A

Sífilis: penicilina benzatina, IM, dose única
Gonorréia: ceftriaxona, dose única + azitromicina, 2cp, dose única.
Tricomoníase: metronidazol, 4cp, dose única
HIV: PEP
Testagem para HIV, hepatites B e C e sífilis.
Caso de exposição ao HIV: PEP
Combinação de lamivudina, dolutegravir e tenofovir. Deve ser realizado em até 72h
PrEP: população de alta vulnerabilidade. 1cp, 1x/dia, uso contínuo.