micoses sistêmicas Flashcards Preview

microbiologia > micoses sistêmicas > Flashcards

Flashcards in micoses sistêmicas Deck (42):
1

qual a porta de entrada para os fungos causadores de micoses sistêmicas?

sempre vias aéreas. ocorre a inalação dos conídios - esporos do fungo

2

Qual órgão que é SEMPRE comprometido em micoses sistemicas?

pulmões. o nível de comprometimento depende da carga parasitária que vai ser inalada e do sistema imune do individuo

3

quais são considerados os patógenos verdadeiros das micoses sitemicas? que causam as micoses sistemicas primarias 4

histoplasma capsulatum, paracoccidioide, coccidioide e blastomyces dermatidis

4

caracteristica comum dos fungos causadores de micoses sistemicas e que é considerado um fator de virulência?

dimorfismo.

5

qual o agente etiologico da histoplasmose?

histoplasma capsulatum ou duboisii

6

qual a diferença existente entre histoplasma capsulatum e duboisii?

o duboisii tem conídeos maiores e tem maior preferencia pelo tecido cutaneo, subcutaneo e ossos. já o capsulatum tem conideos maiores e ataca muito os pulmões. é o mais comum

7

como é a fisiopatologia da histoplasmose?

inala os conídeos - nos pulmões são fagocitados por macrófagos inativos - se multiplicam - migram até os ganglios linfáticos. 2-3 semanas após o sistema imune ativa TH1, ativa macrófagos e produz ac, ataca o histoplasma. individuo fica imune a outras infecções

8

qual a manifestação mais comum observada na histoplasmose e o que a causa?

observação de granulos calcificados em formato de moeda no parenquima pulmonar. são formados devido toda resposta imune do hospedeiro.

9

quais as formas de histoplasmose?

assintomatica, aguda, cronica ou disseminada

10

caracterize histoplasmose assintomatica

sistema imune do invidividuo da conta do recado e ataca o histoplasma. importante: dentro dos granulos podem ficar funguinhos na forma de levedura em estado vegetativo esperando uma oportunidade para "reatacar"

11

caracterize histoplasmose aguda

ocorre quando a carga parasitária inoculada é muito grande. os histoplasmas vão formar uma série de granulos calcificados no parenquima pulmonar isso vai fazer c que se tenha bastante febre e dificuldade respiratória, mas o sistema imune normalmente da conta

12

caracterize histoplasmose cronica

muito rara. em fumantes c mais de 50 anos ou dpoc. ocorre formação de cavidades ppte nos lubos superiores dos pulmões. individuo apresenta febre, perda de peso, dor toracica, insuficiencia respiratória. taxa de mortalidade: 80%

13

caracterize histoplasmose disseminada

ocorre em imunocomprometidos. histoplasma se espalha do linfonodos e migra, especialmente para medula e baço

14

qual a principal forma de transmissão do histoplasma?

entrar em contato c fezes de morcego. aves não são contaminadas!!!! verificar se pcte fez passeio em caverna, campo...

15

qual a marca registrada do histoplasma capsulatum?

estar sempre dentro de uma célula

16

quais os agentes causadores de coccidioidomicose?

coccidioide immitis - califa e posadassi - sul dos eua até argentina

17

quais regiões do BR são mais acometidas por coccidioidomicoses?

piaui, maranhão, bahia e ceara

18

qual a fisiopatologia da coccidioidomicose?

inala o artroconídeo - no parenquima pulmonar forma esférulas cheia de endosporos - esférula se rompe e libera endosporo. cada endosporo forma uma nova esférula e assim se segue. elevado comprometimento do parenquima pulmonar. depois de várias esférulas se romperem há disseminação sanguínea

19

coccidioidomicose costuma evoluir para a forma aguda, cronica e disseminada e ser fatal?

não. normalmente é assintomatica

20

quais os tipos de lesões que podem ser provocadas por coccidioidomicoses, mas que são extremamente raras?

lesões granulomatosas supurativas na pele, ossos, articulações e meninges

21

como o coccidioides se disseminam?

através da poeira os artroconídeos se disseminam. por isso é mais comum em regiões mais áridas aqui no br (piaui, ceara, bahia e maranhão)

22

quais os individuos mais predispostos a coccidiodomicoses?

agricultores, lavradores, envolvidos em construção civil...

23

onde os fungos paracoccidioides habitam?

solo, vegetação e animais de vida livre. pode ser transmitida pelo tatu

24

fisiopatologia da paracoccidioidomicose

inala os conídeos - determinação de um quadro pulmonar primário, comprometimento do parenquima - migra para ganglios linfáticos (complexo primário)

25

o que pode acontecer depois da formação do complexo primária na paracoccidioidomicose?

pcte pode melhorar sozinho, pode melhorar e ter leveduras vegetativas (normal) ou pode ter a paracoccidioidomicose disseminada, através da formação do foco metastasico e levar a doença

26

paracoccidioidomicose infecção. caracterize

normalmente assintomática, restrita ao complexo primário

27

paracoccidioidomicose doença. caracterize

há atuação do foco metastasico. temos todas as manifestações clínica. pode ser de tres tipo: aguda, cronica ou residual

28

caracterize a paracoccidioidomicose aguda

acomete normalmente crianças. apresenta rapida disseminação. péssimo prognostico. compromete o organismo como um todo.

29

principais sintomatologias da paracoccidioidomicose aguda

linfadenomegalia, hepatoesplenomegalia, lesões cutaneas e envolvimento osteoarticular

30

depois da infecção, quanto tempo as crianças levam para apresentarem os sintomas na paracoccidioidomicose aguda?

4-12 semanas

31

qual a marca registrada da paracoccidioidomicos?

lesão na mucose oral moriforme, ou seja, com formato de amora

32

caracterize a paracoccidioidomicose cronica

pode ser uni ou multifocal. acomete adultos. homem muito mais atingido. progressão lenta.

33

qual a sintomatologia da paracoccidioidomicose cronica?

perda de peso, linfadenomelagia supurativa, grave comprometimento pulmonar e comprometimento como um todo do organismo

34

caracterize a forma residual da paracoccidioidomicose

as manifestações sao oriundas do tratamento ou de todas as fibroses que ocorreram em resposta aos intensos processo inflamatórios.

35

quais as manifestações tipicas de paciente com paracoccidioidomicose residual?

disfonia, obstrução laringea, perda da rima labial... orgaos mais acometidos: pulmoes, adrenais e snc

36

em que regiões mais ocorre paracoccidioidomicose?

rj, rs, sp, mt e mg

37

pq a paracoccidioidomicose ocorre mais em homens?

pq as mulheres tem o estrogenio como fator de defesa. ele inibe que o conidio seja convertido em levedura e assim diminui sua capacidade infectante

38

quais os fatores de virulencia do paracoccioide?

alfa 1,3 glucana na parede da levedura, glicoproteinas 43, 30, 70 e dimorfismo.

39

alfa 1,3 glucana, fale sobre:

impede que o organismo destrua a levedura

40

fale sobre glicoproteína 43

bloqueia o mhc tipo 2 e impede que ocorra fagocitose

41

fale sobre glicoproteína 30

é de adesão, consegue reorganizar todo citoesqueleto das células do hospedeiro de modo que fique mais facil sua infecção

42

fale sobre a glicoproteína 70

inibe a fagocitose e impede a formação de óxido nitrico e peroxido de nitrogenio, que são mt toxicos ao fungo