369 - Doenças da Vesícula e Vias Biliares Flashcards Preview

G > 369 - Doenças da Vesícula e Vias Biliares > Flashcards

Flashcards in 369 - Doenças da Vesícula e Vias Biliares Deck (236)
Loading flashcards...
1

Quais são as características da bílis hepática?

A bílis é isotónica, e tem uma composição de electrólitos semelhante ao do plasma. A concentração solutos é de 3-4 g/dL.

2

Qual é a diferença entre a concentração de solutos na bílis acumulada na vesícula e na bílis hepática?

A concentração de solutos na bílis vesicular é de 10-15g/dL vs 3-4 g/dL na bílis hepática, já que há reabsorção de aniões inorgânicos, Cl- e HCO3 -, bem como de água através do epitélio vesicular.

3

Quais são os principais constituintes da bílis?

80% ácidos biliares

16% lecitina e traços de outros fosfolípidos

4% colesterol não esterificado

Para além do mais, também temos outros constituintes, como bilirrubina conjugada, proteínas (Igs, albumina, metabolitos de hormonas e outras proteínas), electrólitos, muco fármacos e os seus metabolitos.

4

Qual é a diferença na percentagem de colesterol presente na bílis no estado litogénico vs normal?

No estado litogénico, 8-10% da bílis é constituída por colesterol não esterificado, enquanto que no estado normal apenas 4%.

5

Qual é o total de bílis hepática excretada por dia?

500 a 600 mL

6

Quais são os mecanismos importantes na regulação do fluxo biliar?

1. Transporte ativo de ácidos biliares

2. Transporte ativo de outros aniões orgânicos

3. Secreção colangiocelular de fluído rico em Na e HCO3 mediada pela secretina e dependente de AMPc

7

Quais são os dois domínios da membrana hepatocelular e com que estruturas se relacionam?

O dominio basolateral é sinusoidal e o domínio apical é canalicular.

8

Quais são os dois sistemas de transporte sinusoidal envolvidos no transporte de sais biliares?

NTCP: Co-transportador Na/taurocolato

OATP: Proteínas transportadoras de aniões orgânicos (também de sais orgânicos não biliares).

9

Quais são os sistemas de transporte canalicular dependentes de ATP?

BSEP: Bomba exportadora de SAIS biliares

MRP2: Bomba exportadora de CONJUGADOS ANIÓNICOS (mono- e diglucuronídeos de bilirrubina e fármacos)

MDR1: Bomba exportadora de múltiplos fármacos (compostos catiónicos HIDROFÓBICOS)

MDR3: Bomba exportadora de FOSFOLÍPIDOS

ABCG5/G8: Transportador de colesterol e fitosterol

F1C1: Flippase / transferase de AMINOFOSFOLÍPIDOS (é essencial para manter a assimetria dos lipídos na membrana canalicular)

10

Qual é o único sistema de transporte canalicular independente de ATP?

AE2: Isoforma 2 do permutador de aniões Cl/HCO3 (secreção de bicarbonato)

11

Verdadeiro ou falso.

O CFTR encontra-se situado na membrana canalicular dos hepatócitos, mas não no epitélio dos ductos biliares.

Falso.

O CFTR encontra-se situado no EPITÉLIO DOS DUCTOS BILIARES, mas não na MEMBRANA CANALICULAR do hepatócito.

12

Qual é a patologia hepática que se encontra associada à falha no CFTR?

Doença hepática colestática crónica, resultando ocasionalmente em cirrose biliar. Este canal tem um papel importante na regulação do pH colangioceular.

13

Quais são os ácidos biliares primários e onde é que são sintetizados?

São sintetizados no fígado, a partir do colesterol, e consistem no ácido cólico e no ácido quenodesoxicólico.

Nota: os ácidos biliares primários têm a primeira letra com som Q.

14

Com que substâncias é que os ácidos biliares primários são conjugados?

Com a glicina e taurina, numa proporção glicina:taurina de 3:1.

15

Quais são os ácidos biliares secundários e onde é que são sintetizados?

São o ácido desoxicólico e litocólico e são formados no cólon, após metabolização pelas bactérias a partir do ácido cólico e quenodesoxicólico, respectivamente.

16

Qual é o ácido biliar secundário menos absorvido?

É o ácido litocólico.

Mnemónica: litocólico = little.

17

Quais são as funções dos ácidos biliares?

● Facilitam excreção biliar de colesterol e absorção intestinal de gorduras da dieta, principalmente colesterol e vitaminas lipossolúveis

● Promovem fluxo de bílis hepática

● Contribuem para transporte de água e electrólitos no delgado e cólon

18

Qual é a concentração crítica a partir da qual há a formação de micelas?

>2mM

19

Quais são os factores que entram em jogo na solubilidade do colesterol na bílis?

concentração total de lípidos
% molares ácidos biliares e lecitina

20

Quais são os dois mecanismos existentes de reabsorção de ácidos biliares?

- DIFUSÃO PASSIVA: ao longo de todo o intestino, que absorve ácidos biliares não conjugados e, em menor proporção, ácidos biliares conjugados
- DIFUSÃO ATIVA: muito mais IMPORTANTE, de reabsorção por transporte activo de ácidos biliares CONJUGADOS no íleon distal.

21

Qual é normalmente o pool de ácidos biliares?

2 a 4 g.

22

Quantos ciclos enterohepáticos ocorrem por cada refeição? E qual o número de ciclos enterohepáticos num dia inteiro?

Pelo menos 1. 5 a 10 ciclos.

23

Qual é a eficiência da reabsorção do pool de ácidos biliares no intestino? Qual é quantidade de ácidos biliares perdida por dia?

~95%

Perda fecal / dia: 0,2-0,4g. Esta quantidade perdida diária é correspondida pela produção diária de ácidos biliares pelo fígado.

24

Qual é a quantidade máxima possível de sintetizar por dia de ácidos biliares?

5g/dia.

25

Qual é o papel que o FGF-19 tem no ciclo enterohepático?

O FGF-19 é uma substância libertada quando existem ácidos biliares presentes no intestino. Esta substância entra na circulação e é transportada para o fígado, onde inibe a síntese de ácidos biliares a partir do colesterol ao inibir a enzima responsável pela etapa limitante da produção de ácidos biliares, a CYP7A1.

Para além do mais, o FGF 19 promove o relaxamento da vesícula biliar.

26

Qual é o principal factor de que controla o esvaziamento da vesícula biliar?

É a colecistoquinina. Esta promove a contração da vesícula, diminui a resistência do esfíncter de Oddi e aumenta o fluxo de conteúdo biliar p/ duodeno.

27

Qual é a anomalia congénita da vesícula biliar associada com torção aguda, volvo e herniação?

Vesícula biliar flutuante.

28

A partir de que idade é que a formação de cálculos biliares aumenta?

A partir dos 50 anos.

29

Em termos raciais, quais são os doentes com maior prevalência de cálculos biliares?

mexicanos > caucasianos > afro-americanos

30

Qual é a prevalência em termos gerais de cálculos biliares (homens vs mulheres?

- 7,9% ♂
- 16,6% ♀

"Mnemónica": dobro nas mulheres