Cardio: Síncope e Arritmias Flashcards Preview

MED Clínica 2018 > Cardio: Síncope e Arritmias > Flashcards

Flashcards in Cardio: Síncope e Arritmias Deck (77)
Loading flashcards...
1

Onda P?

Despolarização atrial

2

Complexo QRS?

Despolarização ventricular

3

Onda T?

Repolarização ventricular

4

O que define ritmo sinusal?

Onda P positiva em DI, DII antes de cada QRS
Obs: Em aVR a onda P será negativa!

5

Quanto dura o intervalo PR?

0,12-0,20 segundos (3-5 quadradinhos)

6

Quanto dura o intervalo QT?

Até 0,44 segundos (11 quadradinhos)

7

Quantos segundos vale cada quadradão no ECG?

0,20 segundos = 5 mm

8

Qual a primeira pergunta (Taquicardia)?

RR < 3 Quadradões

9

Qual a segunda pergunta (Taquicardia)?

Existe onda P? Se sim:
(a) Atrial: P negativa em D2
(a.1) Atrial Multifocal: ≥ 3 morfologias diferentes da P na mesma derivação
(b) Sinusal: P positiva em D2 e D1

10

Qual a terceira pergunta (Taquicardia)?

Existe onda F de Flutter Atrial?
(a) Olhar V1, D2, D3 e aVF
(b) "F" batendo à 300bpm
(c) RR = 2: 150 bpm

11

Qual a quarta pergunta (Taquicardia)?

QRS Estreito ou Alargado/aberrância (≥0,12s)?
(1) QRS alargado: TV Mono ou Poli

12

O que é uma TV SUSTENTADA?

Durar > 30 segundos ou causar instabilidade hemodinâmica

13

O que é uma TV NÃO SUSTENTADA?

Dura < 30 s e não causa instabilidade

14

Qual a quinta pergunta (taquicardia)?

QRS estreito...
Intervalo RR Regular ou Irregular?

(1) Irregular: FA
(2) Regular e FC > 120 bpm = TSVP (nodal ou acessória)
(3) Regular e FC < 120 bpm = Taqui Juncional Não Paroxística

15

Como diferenciar TV monomórfica das TSV com aberrância (bloqueio de ramo) ?

Critérios de Brugada

16

QRS alargado + RR irregular, pensar em...

FA no paciente com Wolff-Parkinson-White ou FA com Aberrância

17

Quais são os critérios de BRUGADA?

(1) Ausência RS em todas as derivações precordiais?
(2) Duração RS > 0,1 s em uma derivação precord.?
(3) Dissociação AV?
(4) Existem critérios morfológicos para TV?

Se (+) pra qq pergunta: TV
Se (-):
(a) TV BRD monofásica ou bifásica em V1 e R < S em V6
(b) TV BRE: S em V1 entalhada

18

Qual o quadro clínico da Fibrilação Atrial (FA)?

Palpitações, dor precordial, dispneia, ou ausência dos sintomas

19

Como é o exame físico da Fibrilação Atrial (FA)?

(1) Variação da fonese de B1
(2) Ausência onda A no pulso jugular
(3) Ausência de B4

20

Complicações da Fibrilação Atrial (FA)?

(1) ↑ FC/perde contração atrial (B4 ausente): piora hemodinâmica
(2) Estase: Tromboembolismo

21

Classificação da Fibrilação Atrial (FA) quanto ao tempo?

(1) FA Paroxística: < 7 dias
(2) FA Persistente: > 7 dias
(3) FA Persistente de longa duração: > 1 ano
(4) FA Permanente: opção por não se reverter mais

22

Conduta em paciente instável com Fibrilação Atrial (FA)?

Heparina (bolus) + cardioversão elétrica

23

Quais as drogas para controle da frequência na Fibrilação Atrial (FA)?

(1) Inibidores do nodo AV: "BAD-DV"
(a) Betabloq
(b) Amiodarona
(c) Digital
(d) Diltiazem/Verapamil

24

Como fazer a terapia antitrombótica crônica na Fibrilação Atrial (FA)?

Se prótese valvar ou paciente ALTO RISCO
(1) Warfarin (Se já usam, TFG < 30, prótese valvar, ou hemodiálise)
(2) Dabigatran (inibidor direto)
(3) Rivaroxaban, apixaban, edoxaban (inibe Xa)

25

Quem é alto risco Fibrilação Atrial (FA)?

CHA2DS2VASC
C: Congestive (IC, IVE)
H: HAS
A: Age (idade ≥ 75)
D: Diabetes
S: Stroke (AVE prévio), AIT, Tromboembolismo
VASc: Doença vascular
A: Age: 65-74
S: Sexo Feminino

26

CHADSVASc 0 pontos o que fazer?

NADA

27

CHADSVASc 1 ponto o que fazer?

Sem ou Com Terapia antitrombótica com anticoagulante ou com AAS +/- clopidogrel

28

CHADSVASc ≥ 2 pontos o que fazer?

ANTICOAGULAR

29

Paciente sem instabilidade FA < 48 h SEM ALTO risco?

(1) Heparina
(2) Cardioversão química ou elétrica
(3) Anticoagular pós-reversão por 4 semanas (omitir ou só AAS)

30

Paciente sem instabilidade FA > 48h/indeterminado ou < 48h COM ALTO risco?

A: Estratégia 1: Idoso, disfunção VE e ↑AE
(1) Controlar FC
(2) Anticoagulação crônica

B: Estratégia 2: Sintomáticos, sem ↑AE
(1) Controle FC
(2) Anticoagula pré-reversão:
(2.1) ECO TE sem trombo (-): heparina 12h
(2.2) Sem ECO / com trombo (+): anticoagulante 3-4 semanas
(3) Cardioversão química ou elétrica
(4) Pós-reversão: anticoagular 4 semanas
(5) Se alto risco: Anticoagulação crônica
(6) Manter ritmo sinusal (PropafenonAS, Dronedarona)