Doenças Clínicas na Gestação Flashcards Preview

G.O > Doenças Clínicas na Gestação > Flashcards

Flashcards in Doenças Clínicas na Gestação Deck (86):
1

Quais as características presentes na HAS crônica?

- > 35 anos.
- Multigesta.
- HAS antes de 20º semanas
- Calciúria > 100/ 24 h.
- Proteinúria ou não.
- Persiste no puerpério.

2

Quais as características presentes na Pré Eclampsia?

- < 18 anos e > 35 anos.
- Primigesta
- HAS > > 20º sem.
- Proteinúria após 20 semanas .
- Calciúria < 100 / 24 horas.
- Acido úrico > 6.
- Elevação da ureia e creatinina.
- Diminuição da TFG.
- Melhora até 12 semanas sem puerpério.

3

Quais os critérios que definem a pré eclampsia?

- Surgimento de HAS e proteinúria após 20º sem.
- PA ≥ 140 x 90 mmhg + Proteinúria ≥ 300 mg/ dia (padrão ouro).
Ou
- Proteina/ creatinina na urina ≥ 0,3 ou na fita.

4

(R!) Pode-se ter pré - eclampsia sem proteinúria?

APENAS SE:

- HAS > 20 sem + plaquetopenia < 100.000,
- Cr > 1,1
- EAP
- ↑ 2x transaminases.
- Sintomas cerebrais ou visuais (sinais de gravidade).

5

Quais as características de hipertensão gestacional?

- HAS > 20 sem.
- Sem proteinúria.
- Sem alterações de gravidade.

6

Quando posso classificar a pré eclampsia como grave?

- PAS ≥ 160 ou PAD ≥ 110 (mesmo assintomática).
- Proteinúria > 5 g/ urina 24 horas (nefrótica) ou 2+ na fita.
- EAP.
- Oligúria < 400 ml/ 24 h.
- Cr ≥ 1,3 mg/ dl.

7

O que caracteriza a síndrome HELLP?

HEMÓLISE + Elevação de enzimas hepáticas + Trombocitopenia.

- LDH ≥ 600.
- Esquizócitos,
- BT ≥ 1,2 (hemólise - ↑ BI).
- AST ≥ 70.
- Plaquetas < 100.000

8

Pode surgir HELLP sem pré eclampsia??

É INCOMUM, MASSS EXISTE!!

9

Quais são os sintomas de iminência de eclampsia??

- Cefaléia (refratária a analgésico).
- Escotomas.
- Epigastralgia (por distensão da capsula hepática).

10

Quando não devo fazer anti hipertensivos em Pré eclampsia?

Quando PA ≤ 160 x 110 mmHg !!

*manter PAS 140-155 e PAD 90-100*

11

O que usar na crise hipertensiva em gestante?

- Hidralazina IV 5 mg (20 em 20 min).
- Labetalol IV.
- Nifedipina VO.

12

Quais medicações DEVO EVITAR na crise hipertensiva em gestante?

- Diurético.
- IECA.
- Propranolol (risco de crescimento uterino restrito).

13

(R!) Qual a droga de escolha e o esquema utilizado para se PREVENIR ECLAMPSIA?

DOSE DE ATAQUE E MANUTENÇÃO:

- PRITCHARD (mais usado na prova pratica quando não se tem bicarbonato).
- ZUSPAN.
- SIBAI.

**PRITCHARD**
A: 4 g IV (20 min) + 10 g IM.

M: 5g IM 4/4 horas

14

Quando posso ter riscos de intoxicação por sulfato de magnésio?

**3 Rs**

- Reflexo patelar abolido (se diminuído não tem problema).
- FR > 16 irpm.
- Diurese ( > 25 ml/ h)

*Oligúria ≤ 25 não é sinal de intoxicação (ajustar a dose de sulfato de magnésio).

15

(R!) Quais são os sinais de intoxicação por Mg e o que fazer?

- Reflexo patelar ABOLIDO.
- FR < 16 (PROVA USP < 14).

Devo suspender Mg e aplicar Gluconato de Ca ²+

*DEIXAR GLUCONATO DE CÁLCIO 10 ML A 10% PREPARADO A BEIRA DO LEITO ( sempre na prova, depois de Sulfato de mg escrever isso).

16

Quando interromper a gestação em um quadro de pré eclampsia?

Se, LEVE: Conduta expectante até o termo (conforme condições maternas e fetais).

Se, Grave: TTO definitivo é o PARTO (***SOMENTE DEPOIS QUE ESTABILIZAR A PACIENTE***).

17

Quando interromper a gestação em um quadro de pré eclampsia GRAVE??

**somente depois que estabilizar**

Se < 34 sem:
- Avaliar bem estar fetal e materno para corticoide.
- Parto se piorar.

Se ≥ 34 sem:
- Estabilizar e depois PARTO.

*via de parto pode ser vaginal (depende das condições maternas e fetais)*.

18

Quais são os fatores de risco de pré eclampsia?

- Negra.
- > 35 anos.
- Novo parceiro.
- HAS.
- Pré eclampsia anterior e obesidade.

19

Cite fatores de proteção para a pré eclampsia!!!

TABAGISMO!!!!

História de abortamento prévio.

Placenta prévia.

20

Quais são as complicações maternas da pré eclampsia ?

- DPP.
- Eclampsia.
- AVC.
- Rotura hepática.

21

Quais são as complicações fetais da pré eclampsia ?

- Crescimento intra uterino restrito (CIUR).
- Centralização.
- Óbito.

22

Qual a clínica da esteatose hepática aguda?

- 3º Trimestre.
- Náusea.
- Vomito.
- Dor no hipocôndrio Direito.
- Icterícia.

23

Quais os achados laboratoriais na esteatose hepática aguda ?

- ↑ BD.
- ↑ TGO e TGP.
- Leucocitose
- Hipoglicemia.
- ↓ Fibrinogênio.
- Hiperurecemia.
- Plaquetas normais e sem hemólise.

24

Quais as complicações da esteatose hepática aguda?

Insuficiência hepática e renal!!

25

Quais os diagnósticos diferenciais para esteatose hepática aguda?

- Hepatite viral (principal hipótese de icterícia na gravidez).
- Hiperêmese.

26

O que é diabetes gestacional?

Intolerancia aos carboidratos iniciada durante a gestação.

27

O que ocorre na gestação que favorece a resistência periférica à insulina e consequentemente o diabetes gestacional?

Placenta secreta:
- Estrogênio.
- Progesterona.
- Cortisol.
- Hormônio lactogênio placentário.

28

Quais os critérios diagnósticos de diabetes gestacional?



1ª CONSULTA (20 sem)
GJ:
< 92 = normal (*fazer TOTG 24-28 semanas*)
92 - 126 = DMG
≥ 126 = DMPrévio (repetir 1x)
*não entra HbA1C.

*TOTG 24 - 28 sem:
GJ = 92-125 --> DMG
GJ > 126 --> DMP
TOTG 1h ≥ 180 --> DMG
TOTG = 153-199 --> DMG
TOTG > 200 --> DMP

29

Qual é a conduta para diabetes gestacional?

- Dieta fracionada.
- Exercício Físico.
- Controle glicêmico por 2 semanas:
* Jejum.
* 1 hora após almoço
* 1 hora após jantar.
* se jejum ≥ 95 ou pós prandial ≥ 140 = insulina.
- Se controle glicêmico não for efetivo, usar insulina:
*NPH 0,3 a 0,5 UI/ Kg/ dia (2/3 manha, 1/3 às 22h)

30

Qual a conduta em gestante com DM prévio e usava antidiabéticos orais?

- Suspender antidiabéticos orais.
- Iniciar insulina.

*Glibenclamida, gliburida e metformina são seguros segundo alguns trabalhos, mas mesmo assim não se utiliza.

31

Qual a conduta em gestante com DM prévio e já usava insulina ?

- Diminuir a dose de insulina no 1º trimestre e no pós parto.
- Aumentar a dose de insulina no 2º e 3º trimestre.

32

Paciente apresenta hipoglicemia no 3º trimestre com a mesma dose de insulina, o que pensar e o que fazer?

PENSAR EM INSUFICIENCIA PLACENTÁRIA!!! (O normal seria ↑ a dose de insulina do 2º para o 3º trim)

Solicitar DOPPLER

33

Paciente com Diabetes gestacional, porém tratou com dieta. Quando realizar o parto?

NÃO PRECISA ANTECIPAR O PARTO!!!

34

Paciente com diabetes gestacional e tratou com insulina. Quando realizar o parto?

COM 38/ 39 SEMANAS

38 - Quando lesão de órgão alvo.
39 - Quando não tem lesão de órgão alvo.

35

Quais são as complicações do diabetes gestacional?

- Macrossomia (↑ insulina = estimula crescimento fetal)
- Polidrâmnio (↑ glicemia, ↑ poliúria)
- Distócias de Espáduas
- SFA.
- Mal formação fetal (R!)
* Sindrome da regressão caudal no DM prévio.
* No DMG não faz mal formação pois ocorre após a formação fetal.

36

O que é distócia de espádua ?

Quando durante o parto normal sai a cabeça do feto mas não sai os ombros.

37

Quais as primeiras manobras que deve ser realizada em casos de distócia de espádua?

1º MANOBRA MC ROBERTS!!!!
(flexão e abdução da coxa)
*muito eficaz

2º MANOBRA DE PRESSÃO SUPRAPÚBICA (associada a manobra de MC ROBERTS).

38

Quais manobras nunca devem ser realizadas durante o parto normal??

- KRISTELLER.
- TRAÇÃO CERVICAL

39

Como ocorre a Gemelaridade monozigótica?

1 óvulo e 1 espermatozoide

Após fecundação o zigoto se divide em 2.

40

Como ocorre a Gemelaridade dizigótica?

> 1 óvulo e > espermatozóide

41

Como se divide a gemelaridade monozigótica?

MONOZIGÓTICA
↓ ↓
Dicoriônica Monocoriônica
↓ ↓
Diamniótica Monoamniótica

42

Quais os fatores de risco para gerar gemelaridade dizigótica?

- História familiar de gêmeos dizigóticos.
- Raça.
- Idade
- Técnica de fertilização

43

Quais os fatores de risco para gerar gemelaridade dizigótica?

Técnica de fertilização!

44

Como se faz o diagnóstico de uma gemelaridade DICORIÔNICA no USG?

SINAL DO Y (parede grossa separando os dois)

45

Como se faz o diagnóstico de uma gemelaridade MONOCORIÔNICA no USG?

SINAL DO T

46

Qual é tipo de gemelaridade é mais grave?

Monocoriônica ou Dícoriônica?

MONOCORIÔNICA!!!

47

O que causa a Sd. da transfusão feto-fetal?

Anastomose arteriovenosa!!!

48

Quais as características do feto doador na Sd. da transfusão feto - fetal?

- Pálido.
- Oligodrâmnio.
- Crescimento intrauterino restrito (CIUR).

49

Quais as características do feto receptor na Sd. da transfusão feto - fetal?

- Polidrâmnio.
- Hidropsia fetal.

50

Qual o tratamento em casos graves de Sd. da transfusão feto - fetal?

FOTOCOAGULAÇÃO A LASER!!!

51

Qual o tratamento em casos leves de Sd. da transfusão feto - fetal?

AMNIOCENTESE SERIADA!!!

52

Qual o principal agente na infecção urinária ?

E.COLI !!!!

53

O que caracteriza bacteriúria assintomática?

≥ 10 a quinta UFC/ ml em paciente gestante assintomática.

54

Qual a conduta em infecção urinária na gestante?

SEMPRE TRATAR e FAZER URINOCULTURA!!!

***EM TODOS OS CASOS***

55

Quais as drogas usadas no tratamento de infecção urinária na gestante?

- Amoxicilina.
- Nitrofurantoína.
- Fosfomicina (melhor por ser dose única e de maior espectro).

***POR 7 DIAS***

56

Qual a clinica de cistite na gestante?

- Dor.
- Disúria.
- Hematúria.

57

Qual a conduta em paciente gestante com pielonefrite?

SEMPRE INTERNAR !!!

Fazer ATB parenteral: Ceftriaxona, Cefazolina, Ampicilina.

Repetir urinocultura 1 a 2 sem após TTO.

58

Qual a causa mais frequente de morte materna no brasil?

HIPERTENSÃO !!!

59

Qual a lesão renal característica da pré eclampsia?

GLOMERULOENDOTELIOSE CAPILAR!!!

60

O que caracteriza a eclampsia ?

Crises tonicoclonicas não explicadas durante gestação em paciente com pré eclampsia.

61

Qual medicação usar em uma gestante com HIPERTENSÃO CRONICA ???

METILDOPA ou pindolol ou ACC

62

Qual medicação usar em uma gestante com HIPERTENSÃO AGUDA (crise) ???

HIDRALAZINA ou nifedipina ou labetalol.

63

Qual medicação NUNCA devo usar em gestante com hipertensão ??

IECA!!!

64

Quais os sinais e sintomas de iminência de eclampsia?

- Distúrbios visuais.
- Distúrbios cerebrais (cefaleia, torpor...).
- Dor epigástrica ou hipocôndrio direito.
- Reflexos tendinosos exaltados.

65

Quais os níveis normais de magnésio ?

4 a 7 mEq/L

66

Quando se deve administrar sulfato de magnésio?

- No momento do diagnostico de eclampsia, iminência de eclampsia ou pré eclampsia grave.
- No momento do parto dessas pacientes mesmo que estejam assintomáticas.

67

O que devemos fazer SEMPREEE antes de controlar a pressão ou realizar o parto em uma paciente com níveis pressóricos aumentados e critérios de gravidade?

SEMPRE FAZER PROFILAXIA COM SULFATO DE MAGNÉSIO ANTES !!!!

ouviu??? SEMPREEEE!!!!!

68

Como se trata um quadro de SÍNDROME HELLP??

INTERRUPÇÃO DA GRAVIDEZ!!!

mas antes...

Sulfato de magnésio e terapia anti hipertensiva.

69

O que indica um quadro de hipoglicemia em gestantes diabéticas no terceiro trimestre de gestação?

INSUFICIENCIA PLACENTÁRIA!!!

70

Quais são os parâmetros para se iniciar insulinoterapia em gestantes com diabetes gestacional?

- Se após 2 semanas de dieta e exercício a glicemia de jejum estiver > ou = 95 mg/dl.

- Se após 2 semanas de dieta e exercícios a glicemia 1 hora pós prandial estiver > ou = 140 mg/dl.

- Se circunferência abdominal fetal estiver > ou = ao percentil 75 em ultrassonografia realizada entre 29 e 33 semanas.

71

O que fazer em relação ao parto em pacientes diabéticas tratadas apenas com dieta?

NÃO PRECISA ANTECIPAR O PARTO!!!!

72

O que fazer em relação ao parto em pacientes diabéticas em uso de insulina??

ANTECIPAR O PARTO COM 38-39 SEMANAS!!!

*Realizar indução ou cesariana eletiva se peso estimado ao US for > 4000 - 4500 g).

73

O que fazer em relação ao parto em pacientes diabéticas se bem estar fetal estiver comprometido?

ANTECIPAR O PARTO E INVESTIGAR MATURIDADE PULMONAR FETAL!!

74

Qual é o objetivo glicêmico durante o parto em quadro de diabetes gestacional?

Limite entre 70 - 110 mg/dl objetivando manter em torno de 100 mg/dl.

75

O que fazer após o parto nas pacientes que estavam usando insulina durante gestação com diabetes?

Se começou a usar insulina só durante a gravidez = suspender a insulina e avaliar glicemia:
- Se normal = reavaliar em 6-12 semanas pós parto.
- Se alterada = iniciar insulina em 1/3 da dose utilizada no fim da gestação.

Se usava insulina antes de engravidar = voltar para a dose utilizada antes de engravidar ou metade da dose utilizada no final da gestação.

76

Qual a principal malformação fetal grave em consequência do diabetes mal controlado?

REGRESSÃO CAUDAL !!!!

77

Quais as principais mal formações fetais associadas ao diabetes?

Cardíacas:
- Transposição de grandes vasos.
- Comunicação interatrial e interventricular.
- Coarctação de aorta.

SNC:
- Anencefalia.
- Meningocele.
- Hidrocefalia.
- Espinha bífida.

Renais:
- Agenesias.

Síndrome de regressão caudal!!

78

Qual a primeira manobra a ser tentada para a resolução da maior parte dos casos de distócia de espáduas?

PRESSÃO SUPRAPÚBICA + MC ROBERTS !!!

79

Uma gravidez gemelar em que ocorre a fertilização de dois óvulos em coitos diferentes, no mesmo ciclo menstrual, tem seu processo denominado??

SUPERFECUNDAÇÃO!!!

80

Quem tem maior chance de ter gravidez de gêmeos?
Quem tem gêmeos idênticos ou gêmeos fraternos?

GEMEOS FRATERNOS!!!

*Quem tem gêmeos fraternos sofrem mais ação da hereditariedade e histórico familiar com gravidez gemelar*.

81

Quais são os fatores de risco para gestação gemelar?

- Drogas indutoras de ovulação.
- Emprego de técnicas de reprodução assistida.
- Histórico familiar.
- Idade materna.
- Raça.
- Paridade.
- Fatores nutricionais.

82

Qual o nível de Beta HCG que levanta a suspeita de gestação múltipla ??

50.000 mUI/ml.

83

Qual a relação da corionicidade com o tempo entre a fecundação e a divisão do zigoto?

- Até 72 horas: DICORIONICA E DIAMINIÓTICA.

- Entre o 4º e 8º dia: MONOCORIÔNICA E DIAMNIÓTICA.

- Entre 8º e 12º dia: MONOCORIÔNICA E MONOAMINIÓTICA (GRAVE).

- Entre 13º e 15º dia: GEMELARIDADE IMPERFEITA (monocoriônica e monoaminiótica - Gemeos siameses).

84

Qual o melhor critério para o diagnóstico da Sindrome da transfusão feto fetal ??

DISCORDANCIA DE LIQUIDO AMINIÓTICO NAS DUAS CAVIDADES:

- Bolsão menor que 8 cm (feto receptor).

- Bolsão menor que 2 cm (feto doador).

85

Qual tipo de gestação gemelar é mais comum? Monozigótica ou dizigótica?

DIZIGÓTICA !!!!

86

RESUMO DO ALGORÍTIMO DA VIA DE PARTO NA PRENHEZ GEMELAR DIAMINIÓTICA !!!

PARTO VAGINAL, somente se:

- Os dois fetos forem cefálicos.
ou
- Feto 1 for cefálico e maior que o feto 2.

PARTO CESARIA, somente se:

- Feto 1 não for cefálico.
ou
- Feto 1 cefálico mas menor em até 25 % que o feto 2.