Mamas Flashcards Preview

Onco Gineco > Mamas > Flashcards

Flashcards in Mamas Deck (32):
1

Diferencie entre mastalgia cíclica e aciclica

Cíclica: com o ciclo menstrual, em QSL bilateral, na menacme, principal causa AFBM, EF normal

Acíclica: sem ciclo menstrual, pode ser extramamaria, menacme, unilateral (bilateral em atletas por rompimento dos ligs de cooper)

Exames complementares apenas se suspeita de câncer

Tratamento: orientação da benignidade, pode ser usado tamoxifeno nos graves com mais de 6m.

2

Resumo AFBM (= doença fibrocistica)

-Alterações funcionais benignas das mamas: adensamento, cistos, mastalgia cíclica, pode haver descarga benigna
-Anamnese: história de cistos, que podem variar de tamanho, dos 25 aos 45 anos (dependente de estrogênio)
-EF pode ter adensamento e cistos.
-USG: cistos anecoicos bem definidos com reforço acustico

3

Derrame papilar , benigno x maligno

B: multicolorido, provocado, bilateral, esporádico multiductal

M: sanguinolento ou aquoso, espontâneo, uniductal, unilateral, constante ou profuso

4

Derrame (sero)sanguinolento, com ponto de gatilho, principais diagnósticos. Conduta

Papiloma intraductal (50/50 sanguinolento ou serosang), segundo: carcinoma papilífero

Conduta: ressecção do ducto com biópsia

5

Causas mais comuns de derrame papilar,em ordem decrescente

Segundo tratado de masto:
1 papiloma intraductal
2 AFBM e ectasia
3 carcinoma

Outra fonte:
1 papiloma
2 carcinoma

6

Nódulo no exame físico, conduta
Diferenças Benigno x Maligno

Conduta: PAAF (cístico x sólido)
--> cístico: avaliação do liquido, se suspeito, seguido de avaliação por USG/MMG
--> Sólido: biópsia, mmg , usg

Se líquido serosanguinolento, >2 recidivas apos esvaziar, massa residual: BIÓPSIA

B: fibroelastico, móvel, regular
M: endurecido, fixo, com retração de pele, irregulares, com descarga patológica

7

Principais nódulos mamários

AFBM,
Fibroadenoma ( até 2-3cm, 20-35 anos)
papiloma intraductal,
tumor phyllodes (cresce rápido e recorrência local, bx e cirurgia com margens)
hamartoma, esteatonecrose, carcinoma

8

Indicações USG e RNM de mamas

USG: MMG inconclusiva
Diferenciação cisto x nódulo
Avaliação de nódulo em gestante e <35 anos
*Sombra acústica posterior: maligno

RNM: mmg inconclusiva, principalmente em paciente com prótese
Múltiplas cirurgias de mama
*não mostra microcalcif ou lesões <2mm

9

Rastreamento ca mama ( MS 2015)

MS:
50-69 anos: MMG bienal
35 anos com risco elevado: MMG anual
ECM: ausência recomendação
Autoexame contraindicado
Não menciona alto risco

10

Definições de população de risco aumentado para ca mama (MS 2013)

Mãe, irmã ou filha com cancer < 50 anos
Mãe irmã ou filha com cancer bilateral ou de ovário
Cá mama masculino de que parente
Dx Histopato de lesão mamária proliferativa com atipia ou neoplasia lobular in situ

11

Incidências mamografia

Médio lateral oblíqua (qualidade boa: tem q aparecer peitoral): superior x inferior

Crânio caudal: medial x lateral

12

Bi-rads descrição e conduta

0: inconclusivo. USG/RNM ou MMG com maior compressão, magnificação/ampliação
1: sem achados. Repetir conforme idade
2: benigno. Repetir conforme idade
3: provavelmente benigno (0,5 a 1,7% câncer ). Repetir em 6m, por 3 anos
4: possivelmente maligno/suspeito (30%). Biópsia
5: provavelmente maligno/ muito suspeito (95-97%). Biópsia
6: maligno confirmado com bx

13

Modalidades de biópsia

Core biopsy (agulha grossa): baixo custo, simples. Falso negativo frequente em microcalcif

Mamotomia (a vácuo): mais fragmentos q core, melhor para microcalcif, poucos falso neg. Mais cara e pouco disponível.
Cirúrgica: excisional (nódulo pequenos), incisional (nódulo grande)

Se lesão não palpável: estereotaxia

14

Achados benignos na MMG e provavelmente benignos

Calcificações difusas, vasculares, cutâneas, com centro hipodenso, > 2mm (grosseiras), redondas, em pipoca (fibroadenoma calcif), casca de ovo, leite de cálcio (inferior de cistos)

Nódulo de baixa densidade, regular, Calcificações monomorficas puntiformes, sem grupamento

15

Achados MMG possivelmente ou provavelmente malignos

Calcificações amorfas, pleomorficas finas, finas lineares danificadas (segue ducto)
Nódulo bocelado, espiculado, denso

16

Mastite aguda puerperal: QC, agente, profilaxia, tto. Suspender aleitamento?

Dor e flogismo, febre alta, calafrios, turgência
Staphylo aureus
Higiene, prevenir ingurgitamento e fissuras
Tto: cefalo de 1(cefalexina) + analgesia
Não suspende aleitamento, exceto se drenagem purulenta espontânea, flutuação próxima a mamilo

17

Abcesso subareolar crônico está associado com:

Tabagismo

18

Cancer de mama, fatores de risco

Sexo feminino, Idade > 50 anos, nuliparidade, menarca precoce, menopausa tardia, historia de 1 grau, obesidade, TRH, hiperplasias atípicas, BRCA, cicatriz radial, ca in situ

19

Tipos histológicos do ca de mama

Carcinoma ductal (melhor prognóstico)
Carcinoma lobular
Carcinoma inflamatório
Doença de Paget

20

Tipos de cirurgia no cancer de mama e indicações

Ciurgias conservadoras: setorectomia, quadrantectomia: tumores até 20% da mama e <3,5cm

Mastectomia radical: quando não da pra fazer conservadora, multicentricidade, impossibilidade de RT adjuvante

21

Tipos de mastectomia radical

Radical clássica Halsted: tira os dois peitorais

Modificadas:
-Patey: deixa o peitoral maior
-Madden: deixa os 2 peitorais

Todas tem esvaziamento axilar

22

Como é feita a abordagem axilar no ca de mama

Tumor infiltrante: indicada abordagem axilar

-se axila clinicamente positiva: esvaziamento axilar completo
-se axila negativa: estudo do linfonodo sentinela com bx de congelação
-se LS neg: fazer parafina, se positivo volta a operar, se não não faz mais nada

23

Qual é o fator prognóstico mais importante no câncer de mama

Status linfonodal da axila

24

Principal complicação do esvaziamento axilar

Escápula alada e dificuldade de abdução do braço : lesão do nervo torácico longo

25

QT adjuvante no ca de mama, indicações

Tumor > 1cm
Linfonodo positivo
Metástase

26

Indicação QT neoadjuvante

Tumor localmente avançado, aí não faz adjuvante

27

RT adjuvante, indicações no ca de mama

Cirurgia conservadora
Tumor maior q 4cm

28

Classificação molecular dos cânceres de mama

Luminal A: RE e RP +, Ki 67<14%
Luminal B: RE e RP +, Ki 67>14%
Basaloide: RP RE her2 negativo
Superexpressao de her-2

29

Hormonioterapia no ca de mama, indicações

Se RE+:
- tamoxifeno (pré menopausa) por 5 anos ou
- inibidor de aromatase (anastrozol) por 5 anos

30

Estadiamento cancer de mama

T0: ca in situ
T1: < 2cm
T2: entre 2 e 5 cm
T3: > 5cm, mas nai localmente avançado
T4: invade pele ou parede torácica

N1: linfonodo móvel
N2: linfonodo fixo
N3: linfonodo clavicular, ou intramamario

31

Metástases mais comuns no ca de mama

Ossos: mais importante
Pulmões
Fígado
Cérebro

32

Terapia alvo especifica para ca mama

Trastuzumabe, para superexpressao de HER-2/neu (c-erb-B2)