SAF Flashcards Preview

Reumato > SAF > Flashcards

Flashcards in SAF Deck (41):
1

Sexo predominante na SAF 2a?

Feminino

2

Sexo predominante na SAF 1a?

Igual

3

Componentes celulares responsáveis pelo complexo pró-trombótico na SAF?

Fosfatidilserina + beta-2-glicoproteina-1+ Acs antifosfolipídios (aPL)

4

Onde se encontra a fosfatidilserina?

Todas as células - camada interna
Plaquetas e células endoteliais - camada externa após apoptose
Células trofoblásticas - camada externa

5

Manifestações clínicas da SAF?

1. TVP
2. Endocardite de Libman-Sacks
3. Abortamento espontâneo recorrente
4. Trombocitopenia
5. Livedo reticular
6. Síndrome de Sneddon
7. SAF catastrófica

6

Manifestação mais comum da SAF?

TVP

7

Endocardite de Libman-Sacks?

Embolia cerebral ou sistêmica
Lesão valvar - insuficiência mitral e/ou aórtica

8

Critério obstétrico mais específico para SAF?

Morte fetal inexplicada com mais de 10 semanas em feto morfologicamente normal.

9

Critério obstétrico mais sensível para SAF?

Abortamentos recorrentes.

10

Mecanismo da trombocitopenia?

Idêntico ao da PTI - auto-Ac na superfície das plaquetas induz fagocitose pelos macrófagos esplênicos.

11

Mecanismo do livedo reticular?

Espasmo de arteríolas ascendentes da derme (áreas de palidez) + vasodilatação de arteríolas adjacentes (áreas de eritema ou cianose)

MMII

12

Tríade da síndrome de Sneddon?

AVE isquêmico + livedo reticular + Ac antifosfolipídios positivos.

13

Outras manifestações cutâneas?

Nódulos subcutâneos, úlceras, púrpura necrosante e atrofia Alba de Millian.

14

Manifestações da SAF catastrófica?

Tromboses arteriais e venosas, em vasos de pequeno e grande calibres, de forma aguda.

15

Diagnóstico da SAF?

Pelo menos 1 critério clínico + pelo menos um critério laboratorial.

16

Quais os critérios clínicos de SAF?

Trombose vascular e morbidade gestacional.

17

Critérios de trombose vascular?

1 ou mais episódios de trombose arterial, TVP ou de pequenos vasos em qlq órgão ou tecido
Confirmado por doppler ou histopatológico (excluída vasculite).

18

Critérios de morbidade gestacional?

1. 1 ou mais mortes inexplicada de feto morfologicamente normal com mais de 10 semanas de IG.

2. 1 ou mais nascimentos prematuros de feto morfologicamente normal com 34 semanas ou menos devido pré-eclâmpsia, eclâmpsia ou insuficiência placentária.

3. 3 ou mais abortamentos espontâneos antes de 10 semanas de IG com causas cromossomiais ou maternas excluídas.

19

Quais critérios imunológicos para SAF?

1. Anticoagulante lúpico positivo
2 Ac anticardiolipina IgG ou IgM - níveis moderados a alto (maior q 40)
3. Ac anti-B2 glicoproteína 1 IgG ou IgM - altos títulos.

Positivos em duas ou mais ocasiões com intervalo mínimo de 12 semanas.

20

Qual Ac mais específico para SAF?

Anticoagulante lúpico

21

Qual Ac é mais sensível para SAF?

Anticardiolipina - aCL
IgM - anemia hemolítica autoimune
IgG - trombose

22

Qual o tto agudo da SAF?

Heparina em dose plena, seguida de cumarínico.
Manter ambos até 2 INR's dentro da faixa terapêutica, em 2 dias consecutivos - retirar heparina.

23

Heparina de escolha?

HBPM - enoxiparina

24

Vantagens da HBPM?

Iniciar cumarínico no 1° dia de Tto
Não precisa monitorar PTTa.

25

Desvantagens da HNF?

Ajuste de dose pelo PTTa
Cumarínico iniciado após 2 PTTa na faixa terapêutica.

26

Quando preferir HNF?

Risco significativo de sangramento agudo
Interrupção da anticoagulação em curto prazo.

27

Antídoto para HNF?

Sulfato de protamina.

28

Antídoto para HBPM?

Não existe

29

Tratamento crônico para SAF?

Anticoagulação por tempo indeterminado

30

Droga de escolha no Tto crônico?

Cumarínico

31

Desvantagem do uso de cumarínico?

Monitoração do INR.

32

Indicação de profilaxia 1a para pacientes assintomáticos?

Portador de LES (mesmo sem história prévia de trombose) + algum Ac antifosfolipídio positivo.

33

Droga de escolha na profilaxia 1a?

AAS em baixas doses (100mg/dia)

34

Droga cardioprotetora para portadores de LES sem história de trombose?

Hidroxicloroquina

35

Tratamento para gestantes na primeira gravidez sem história de tromboembolismo ou 1 episódio de perda gestacional com menos de 10 semanas de IG?

Nenhum - AAS em doses baixas.

36

Tratamento se 1 ou mais perdas fetais (mais de 10 semanas) ou 3 ou mais perdas embriônicas (menos de 10 semanas)?

AAS em baixas doses + Heparina em dose profilática

37

Heparina de escolha e dose?

HBPM (Henoxiparina) - 0,5mg/kg, SC, 1x ao dia.

38

Vantagem da HBPM?

Menor risco de plaquetopenia e osteoporose

39

Dose da HNF?

10.000 UI SC, 12/12h.

40

Duração do tratamento?

Toda a gestação até 6-12 semanas de puerpério.

41

Tratamento se trombose prévia?

AAS em baixas doses + Heparina em dose terapêutica ( Enoxiparina 1mg/kg, SC, 12/12h)