Sangramento 2a Metade Flashcards Preview

OBSTETRÍCIA > Sangramento 2a Metade > Flashcards

Flashcards in Sangramento 2a Metade Deck (44):
1

3 Causas de sangramento na 2a metade da gestação

Descolamento Prematuro de Placenta
Placenta Prévia
Roturas

2

Principal fator de risco para DPP

HAS

3

Fatores de risco para DPP

HAS
Trauma
Idade > 35 anos
Polidramnia
Gemelar
Drogas (tabaco, cocaína)

4

Quadro clínico DPP

Hematoma retroplacentário (útero lenhoso)
Dor abdominal
Taquissistolia (≥ 6 contrações/10min)
Hipertonia uterina
Sofrimento fetal agudo
Hemoâmnio
Sangramento escuro (1/5 não sangra)

5

Diagnóstico DPP

CLÍNICO

6

Conduta DPP feto vivo

Retirar pela via mais rápida
--> Parto iminente = vaginal
--> Maioria é cesárea

7

Primeira conduta na DPP com feto vivo ou morto

Amniotomia

8

Benefícios da amniotomia na DPP

Diminui pressão no hematoma
Acelera o parto
Diminui infiltração miometrial --> menor chance de hipotonia uterina
Diminui a chance de CIVD --> diminui tromboplastina para a mãe

9

Conduta DPP feto morto = DPP grave

Via vaginal --> maioria
Se demorar/colo fechado --> cesariana

10

Complicações DPP

Útero de Couvelaire (apoplexia uteroplacentária)
Síndrome de Sheehan (necrose hipofisária com amenorreia)
CIVD (tromboplastina para circulação materna)

11

Conduta no útero de Couvelaire (sufusões hemorrágicas)

1) Massagem uterina + ocitócito (+ misoprostol retal)
2) Sutura de B-Lynch
3) Ligadura de hipogástrio/uterina
4)Histerectomia subtotal

12

Definição placenta prévia

Placenta próxima ou sobre orifício interno do colo confirmada após 28 semanas

13

Classificação placenta prévia

Marginal
Parcial
Total

14

Fatores de risco placenta prévia

Idade > 35 anos
Tabagismo
Gemelaridade
Multiparidade
Cesárea
Curetagem
Endometrite

15

Quadro clínico placenta prévia

Sangramento:
Progressivo
Repetição
Espontâneo
Vermelho vivo/rutilante
Indolor
Ausência de hipertonia e sofrimento fetal
Sangramento cessa após amniotomia

16

Diagnóstico placenta prévia

Exame especular
USG TRANSVAGINAL confirma e classifica
--> NÃO FAZ TOQUE

17

Conduta placenta prévia a termo (> 37 sem)

Interrupção

18

Conduta placenta prévia prematuro (< 37 sem) com sangramento intenso

Interrupção

19

Conduta placenta prévia prematuro (< 37 sem) com sangramento discreto

Expectante
Corticoide para aceleração da maturidade pulmonar
Se estiver com contrações, tocólise

20

Via de parto placenta prévia total

CESÁREA (indicação absoluta)

21

Via de parto placenta prévia parcial

Maioria cesárea

22

Via de parto placenta prévia marginal

Se sangramento discreto, pode ser vaginal, fazer amniotomia antes para acelerar a descida e diminuir o sangramento

23

Complicações placenta prévia

Prematuridade
Apresentação anômala (não cefálica)
Hemorragia pós-parto (restos e atonia)
Infecção puerperal (restos)
Acretismo placentário

24

Quando suspeitar de acretismo placentário

Cesárea prévia + placenta prévia na gestação atual

25

Diagnóstico placenta acreta

Pré-natal: USG com Doppler ou RNM (melhor exame)
Pós-parto: dificuldade de extração da placenta

26

Classificação acretismo placentário

Acreta: até camada esponjosa do endométrio
Increta: até miométrio
Percreta: até serosa

27

Conduta acretismo placentário

Acreta: tentativa de extração manual + curetagem (tem plano de clivagem)
Increta: histerectomia
Percreta: histerectomia
Padrão ouro sempre que possível: histerectomia total abdominal (mesmo para placenta acreta desde que não tenha desejo reprodutivo)

28

Quadro clínico rotura de seio marginal

Sangramento indolor, espontâneo, vermelho vivo, periparto
Tônus uterino normal
Sem sofrimento fetal
Placenta normoinserida: USG normal
Sangramento geralmente discreto

29

Diagnóstico rotura de seio marginal

Definitivo após parto (histopatológico da placenta)

30

Conduta rotura de seio marginal

Acompanhar trabalho de parto
Bom prognóstico
Parto vaginal

31

Definição rotura de vasa previa

Ruptura de vasos FETAIS umbilicais desprotegidos que ficam entre a apresentação e o colo

32

Fatores de risco rotura de vasa previa

Placenta de localização baixa (principal)
Placenta bilobada
Placenta suscenturiada (placenta acessória)
Inserção velamentosa de cordão

33

Quadro clínico rotura de vasa previa

Sangramento vaginal imediatamente após amniorrexe
Sofrimento fetal agudo (sangramento de origem FETAL)

34

Conduta rotura de vasa previa

Cesariana de urgência

35

Fatores de risco rotura uterina

Multiparidade
Manobra de Kristeller
Cicatriz uterina
Parto obstruído
Malformação uterina

36

Quadro clínico iminência de rotura uterina

Síndrome de Bandl-Frommel
Bandl - anel palpável que separa o corpo do segmento (local onde irá ocorrer a rotura)
Frommel - cordão fibroso palpável na lateral uterina (ligamento redondo distendido)

37

Quadro clínico rotura uterina consumada

Passa dor e metrossístoles
Fácil percepção de partes fetais
Sinal de Clarck: crepitação à palpação abdominal (enfisema subcutâneo)
Sinal de Reasens: subida da apresentação fetal ao toque

38

Conduta iminência de rotura uterina

Cesariana

39

Conduta rotura uterina consumada

Histerorrafia ou Histerectomia

40

Principal fator de risco para placenta prévia

Cesariana prévia

41

Principal complicação do acretismo placentário

Hemorragia maciça

42

Principais fatores de risco para rotura uterina

Cesariana prévia
Indução do parto com ocitocina ou misoprostol

43

Contraindicações absolutas à indução de parto em pacientes com cesariana prévia

Cesariana anterior com incisão corporal
Ausência de dados sobre a vitalidade fetal
Apresentações anômalas
Qualquer outras contraindicação para parto vaginal: placenta prévia total, rotura uterina prévia, incisões uterinas, DCP

44

Contraindicações relativas à indução de parto em pacientes com cesariana prévia

Hipertensão e pré-eclâmpsia
CIUR
Mais de uma cesárea prévia