Síndrome De Obstrução Intestinal - Cirurgia Flashcards Preview

Clínica e Cirurgia > Síndrome De Obstrução Intestinal - Cirurgia > Flashcards

Flashcards in Síndrome De Obstrução Intestinal - Cirurgia Deck (72)
Loading flashcards...
1

Fisiopatologia da obstrução intestinal

Parada de eliminação de fezes e flatos -> acumulação no lumen e aumento da pressão -> aumento da peristalse (de luta) -> compressão de pequenos vasos na parede intestinal -> isquemia -> ingurgitamento de venulas -> edema de parede -> diminuição da absorção -> secreção de líquidos para o lumen; supercrescimento bacteriano e comprometimento arterial -> ruptura e peritonite fecal

2

Quadro clínico clássico da obstrução intestinal

Dor abdominal + distensão abdominal + parada de eliminação de fezes e flatos

3

Classificação da obstrução intestinal quanto o mecanismo

- Mecânica: barreira física ocluindo o lumen
- Funcional: perda da função motora

4

Classificação das obstruções intestinais quanto à altura

- Alta: sem distensão, vômitos precoces (alcalose metabólica)
- Baixa: bastante distensão, vômitos tardios (fecaloides)

5

Classificação da obstrução intestinal quanto ao grau de obstrução

- Total: quadro clássico de obstrução intestinal
- Suboclusão: o aumento da pressão no lumen pelas fezes permite o escape de pequena quantidade pela obstrução = DIARREIA PARADOXAL

6

Qual o marcador de gravidade da obstrução intestinal

O comprometimento do suprimento arterial (ESTRANGULADA)

7

Como é a evolução da obstrução intestinal complicada

Necrose e perfuração (acidose metabólica). Há aperistalse (tecido isquêmico) e dor continua (necrose)

8

Ondas de Kusmaull

Ondas de peristalse que podem ser visualizadas

9

Causas de obstrução intestinal

- Funcional: Íleo paralítico e síndrome de Olgivier

- Mecânico:
- Delgado: aderência, hérnia, câncer e íleo biliar
- cólon: câncer, volvo, diverticulo
- infância: intussuscepcao, ascaris, bezoar, hérnia

10

Importância do toque retal na obstrução intestinal

Primeiro passo na investigação. Diferencia entre obstrução funcional e mecânica. Pode palpar fezes, massas e fecalomas.

11

Rotina do abdome agudo

Rx de tórax + abdome em ortostase e decúbito

12

Primeiro exame de imagem na obstrução intestinal

Radiografia

13

Aspecto radiografico nas obstruções intestinais

- delgado: periférico + empilhamento de moedas
- cólon: central + haustracoes

14

Em que se baseia o tratamento das obstruções intestinais

- Suporte Clínico: SNG, DHE
- Obstrução parcial: observação por 24-48
- avaliar cirurgia de imediato: estrangulamento e obstrução total

15

Causas de obstrução intestinal funcional

Íleo paralítico e síndrome de Ogilvie

16

Qual o DHE mais relacionado a obstrução intestinal funcional

Hipocalemia

17

Local acometido pelo íleo paralítico

Todo o intestino

18

Principais causas de ileo paralitico

Pós operatório de cirurgia abdominal (fisiológico), drogas (opioides), DHE (hipocalemia), processos inflamatórios

19

Clínica do íleo paralítico

Dor abdominal (sem cólica), distensão, vômitos.

20

Ordem dos órgãos que voltam a funcionar no pós operatório

Delgado, estômago e cólon

21

Tratamento do íleo paralítico

Suporte e tratamento dos causadores: dieta zero, SNG, HV, DHE, suspender drogas e pesquisar causa mecânica.

22

Definição de síndrome de Ogilvie

Pseudo obstrução colonica. Obstrução intestinal aguda que ocorre na ausência de lesões anatômicas intestinais associada a patologias de fora do Tgi. Ocorre no cólon.

23

Local mais acometido pela síndrome de Ogilvie

Cólon direito e ceco

24

Principais causas da síndrome de Ogilvie

Pacientes graves, trauma, sepse, processos inflamatórios

25

Tratamento da síndrome de Ogilvie

Suporte + neostigmina (anticolinesterasico)
Colonoscopia se >11-13cm para descompressão

26

Como podem ser divididas as obstruções intestinais mecânicas

Compressão do lumen intestinal:
- Extrínseca: brida, hérnias, neoplasias, volvo
- Intrínseca: dça inflamatoria, malformações congênitas, trauma, intussuscepcao

Obstrução do lumen : íleo biliar, corpo estranho, bezoar, fecaloma

27

Características das bridas

Formada por regeneração de peritonio visceral lesado na cirurgia. Pode ocorrer formação de traves entre alças, alça e órgão e alça e parede. Mais comum pela laparotomia.

28

Principal fator de risco para formação de bridas

Cirurgia abdominal previa

29

Atresia duodenal

Malformação do duodeno que permanece fechado. Causa vômitos biliosos precoces e contínuos.

30

Diagnóstico da atresia duodenal

Pre tremo: USG = polidramnio, ascite e alça dilatada
Pôs termo = sinal da dupla bolha