Verdadeiro ou falso Flashcards Preview

Tutorial Dor > Verdadeiro ou falso > Flashcards

Flashcards in Verdadeiro ou falso Deck (68):
1

A enxaqueca, as dores faciais, a fibromialgia, a síndrome do Colon irritável, artrite reumatóide e a dor por lesões de esforços repetitivos são mais comuns das mulheres

Verdadeiro

2

Os nociceptores relacionadas com a fibra tipo C mielínica responde a estimulação mecânica, térmica, bioquímica intensas e os relacionados às fibras A-delta a estimulação mecânica ou térmica intensas.

Verdadeiro

3

As fibras tipo C são responsáveis pela transmissão da dor tipo rápida e estão localizadas na pele músculos e tendões.

F. Responsáveis pela dor lenta.

4

Atividade dos receptores nociceptivos das fibras C é modulada pela ação de substâncias químicas denominadas algogênicas, como a acetilcolina, as prostaglandinas, a histamina, a serotonina, a bradicinina, leucotrieno, a substancia P, a tromboxana, o fator de ativação plaquetária, os radicais ácidos e os íons potássio

verdadeiro

5

Enxaqueca tem característica opressiva, frontooccipital ou temporal occipital, bilateral, de intensidade leve a moderada, não acorda o paciente, não interrompe os afazeres, duram horas e costumam surgir após estresse ou aborrecimento

F. Caráter pulsátil

6

São medicamentos usados no tratamento profilático da enxaqueca: beta bloqueadores, antidepressivos, funarizina, anticonvulsivantes, AINE .

verdadeiro

7

São diagnósticos diferenciais da enxaqueca: hipertensão intracraniana, arterite temporal, cefaleia tensional e cefaleia em salvas

Verdadeiro

8

A dor de transmissão lenta é feita pelo feixe paleoespinotalâmico e tem as características de fibras amielínicas tipo C, em todos os tecidos, pobremente localizada, nos receptores mecânicos, térmicos álgicos e químicos

Verdadeiro

9

Ativação de nociceptores viscerais decorrem da irritação da superfície mucosa e serosa, tração ou torção do mesentério, distensão ou contração de uma víscera oca e resultado do impacto direto tais como ocorre nos traumatismos. Estímulos similares são necessários para provocar dor na bexiga, ureter e uretra.

Verdadeiro

10

A dor referida é sentida exatamente no território correspondente a raiz nervosa estimulada

F. é a somatização cutânea de uma dor visceral.

11

A dor irradiada é referida exatamente no território correspondente a raiz nervosa estimulada

verdadeiro

12

Dor referida é a projeção na superfície de uma dor visceral

verdadeiro

13

Homem, de 28 anos de idade, vítima de acidente automobilístico, prensado em ferragens durante 4 horas, apresentando dor insuportável em membro inferior mesmo após analgesia. Sua perna apresenta edema importante e foi constatado fratura de tíbia e fíbula diretas. A conduta é estabilizar a fratura e indicar fasciotomia apenas se apresentar parestesia, paralisia, diminuição de pulso

F. A dor pode indicar sínd compartimental, se for, o tto é fasciotomia de urgência

14

Em paciente com hérnia discal L5 - S1 o principal sinal observado é alteração do reflexo aquileu

verdadeiro

15

A dor pleurítica de início abrupto é referida como uma pontada, intensa em qualidade, geralmente unilateral, sendo mais intensa nas porções inferior e lateral do tórax, tende a ser bem localizada seguindo a distribuição dos nervos intercostais, é intensificada pela inspiração profunda ou pela tosse e aliviado pela pausa respiratória

verdadeiro

16

A presença de dor a palpação é característica da dor músculo-esquelética

pesquisar

17

O primeiro sintoma da síndrome compartimental é a palidez e o tratamento Inicial é feito com morfina e repouso

F. Primeiro sinal: dor. Tto: fasciotomia de urgência

18

Paciente do sexo feminino, 75 anos, com queixa de dor lombar à 3 semanas, insônia, emagrecimento de 5 kg em 7 meses, sintomas depressivos e dor que não melhora com AINES. Devemos pensar na hipótese mais provável de fibromialgia.

Pesquisar

19

Paciente com 42 anos, masculino, dor lombar há 7 meses, contratura paravertebral lombar, parestesia da face lateral do pé, reflexo aquileu diminuído, diminuição da força muscular dos fibulares e Lasegue positivo. O diagnóstico provável é de lombociatalgia com síndrome compressiva da raiz de S1.

verdadeiro

20

A polineuropatia diabética tem as características de ser sensitiva, início insidioso, abolição do reflexo aquileu, perda de sensibilidade vibratória, parestesias, queimor nos pés, sensação de andar sobre algodão, dores violentas fundantes maior a noite hipoestesia e meia neuropatia vegetativa.

pesquisar

21

O vírus varicela-zoster produz uma gama muito ampla de complicações neurológicas tanto a nível cerebral como periférico. A infecção inicial do vírus ocorre por inalação com a viremia levando ao aparecimento de lesões semelhantes a catapora. Muitas das síndromes neurológicas associadas são decorrentes da reativação do vírus latente (adormecido) que ocorre por queda do estado imunológico, como doenças que ocorrem nos idosos (diabetes, artrite, bronquite, senilidade e desnutrição), uso de corticosteroides, AIDS, medicamentos oncológicos e etc

falsa. transmissão por contato com lesão

22

Na fase aguda da infecção herpética recomenda-se anti-retrovirais como Aciclovir ou fanciclovir (via oral), a nevralgia pós-herpética costuma responder antidepressivos tricíclicos (amitriptilina nortriptilina) ou a drogas antiepilépticas

verdadeiro

23

paciente com pneumotórax hipertensivo apresentando hipovolemia costuma responder bem a reposição volêmica rápida

falso, seria hemotórax

24

o trauma de tórax com fratura de arcos costais sempre há sangramento rápido hemotórax que não ultrapassa 12 horas após o evento

falso, nem sempre

25

O raio X é fundamental para o diagnóstico de hemotórax, podem mostrar mesmo pequenos sangramentos abaixo de 500 ml. USG é um recurso raramente utilizado devido o pulmão não ser uma víscera maciça.

falso. PESQUISAR PQ

26

Na fibromialgia fatores psicológicos podem ser agravadas ou desencadeantes da dor

verdadeiro

27

Provas inflamatórias e marcadores autoimunes define a lesão muscular da fibromialgia

pesquisar

28

característica da angina é substernal, precordial, em aperto ou queimação, com irradiação para membro superior esquerdo ou mandíbula, mas que pode irradiar para mesmo do superior direito e dorso

verdadeiro

29

angina estável dura em média 2 a 15 minutos é desencadeada por estresse emocional ou esforço físico e não melhora com repouso ou com nitrato sublingual

falso, melhora com repouso ou nitrato

30

a angina pode ser desencadeada por frio, alimentação copiosa, fumo, cafeína e banho

verdadeiro

31

a dor torácica de origem esofágica nunca é confundida com a de origem cardíaca devido sempre a presença de pirose

falsa

32

São diagnósticos diferenciais da dor torácica cardíaca: costocondrite, pericardite, hipertensão pulmonar e somatização

verdadeiro

33

Em pacientes com diabetes a dor do infarto geralmente têm maior intensidade do que em pessoas sem a patologia

falso

34

O ECG e as enzimas cardíacas rapidamente se alteram no IAM, ao contrário de pacientes com angina

pesquisar

35

Paciente de 55 anos, tabagista e obeso, apresenta dor em queimação em região epigástrica após a ingestão de refeição copiosa, acompanhada de vômito e sudorese. Devemos pensar como primeira hipótese o diagnóstico de espasmo esofagiano

pesquisar

36

A dor torácica decorrente de hipertensão pulmonar deve ser sustentado em pacientes com doença de base, incluindo cardiopatias congênitas, tep, estenose mitral, cor pulmonale, hipertensão pulmonar primária. Geralmente acompanhada de dispneia, fadiga e síncope. Sendo desencadeada por exercício físico e aliviada com repouso. Podendo simular dor de origem cardíaca. Ocorre devido a isquemia ventricular direita secundária a sobrecarga de pressão ou pelo estiramento das paredes das artérias pulmonares devido à alta pressão transmural

Verdadeiro

37

Paciente com pneumotórax hipertensivo, apresentando hemotórax pequeno costuma corresponder bem à reposição volêmica rápido.

Falso, hemotórax macico

38

São características do tórax maciço: evidências de lesão torácica contusa ou penetrante sobrejacente, expansibilidade torácica diminuída, murmúrio vesicular diminuído ou ausente, macicez à percussão, desvio traqueal raramente

Verdadeiro

39

O tórax instável ocorre quando duas ou mais costelas são fraturadas em dois ou mais pontos. E isso resulta em uma região do tórax que é capaz de se mover independentemente. O segmento instável se move para dentro durante a inspiração e para fora durante a expiração. O seguimento pode envolver-se lateralmente o anteriormente de acordo com a localização das fraturas costais. Essa entidade pode ser associada a lesão pulmonar significativa subjacente às fraturas

Verdadeiro

40

Enxaqueca em crianças e adolescentes menores de 18 anos é mais frequente bilateral do que em adultos. A cefaleia unilateral surge geralmente no fim da adolescência ou início da vida adulta

Verdadeiro

41

Cefaleia tipo tensão se caracteriza por dor tipicamente tipo pressão ou aperto, de intensidade leve a moderada, de localização bilateral e que não se agrava com atividade física de rotina. Pode acompanhar se de foto fonofobia e também náuseas, mas esta só na forma crônica

Verdadeira (?)

42

Os analgésicos simples e os AINE estão indicadas a cefaleia de tensão, episódios agudos e agudizadas, a cefaleia de tensão crônica. Sendo desaconselhado o seu uso regular e crônico maior de duas vezes na semana e as associações farmacológicas

Falso (?)

43

No tratamento profilático da cefaleia de tensão os antidepressivos mais recentes como os ISRS (Fluoxetina, paroxetina, Sertralina, Citalopram, escitalopram, fluvoxamina) Iniidores da serotonina e da noradrenalina (venlafaxina). E para os inibidores reversíveis da monoaminoxidase (moclobemida) os estudos são escassos mas há no entanto há uma evidência de que são eficazes

verdadeiro

44

O tratamento sintomático da enxaqueca baseia-se em:
- crises leves e moderadas (analgésicos e AINE)
- crise moderada a severa (triptanos e ergotamínicos)
- crise muito severas e prolongadas (corticosteroides)
Tentativas em qualquer dos casos precedidos, acompanhadas de anti-eméticos quando há vômitos associados.

verdadeiro

45

No tratamento da enxaqueca os betabloqueadores ou antagonistas adrenérgicos Beta continuam a ser fármacos de primeira linha em doentes asmáticos, em diabetes tipo 1, insuficiência cardíaca congestiva ou isquemia periférica. falsos são medicação de primeira linha do profilático da enxaqueca pelo menos nas intensidades moderadas assevera

falso, doenças de broncoespasmos são conta indicações para uso de beta-bloq

46

A polineuropatia diabética corresponde a mais de 70% das polineuropatias

verdadeiro

47

Principais efeitos adversos dos opióides são: náuseas, vômitos, sonolência, constipação intestinal, dependência, tolerância e depressão respiratória. Constipação intestinal é efeito adverso que não apresenta tolerância, ou seja, não diminui à medida que o paciente faz uso continuado do opioide. Cs efeitos adversos como náuseas e vômitos, sonolência, depressão respiratória diminui com o uso contínuo dos opioides.

verdadeiro

48

Embora a maioria dos opiáceos não tenha recebido provação formal da FDA para uso Pediátrico, o seu uso está indicado no tratamento de procedimentos dolorosos, como adjuvantes na anestesia geral, cirurgia, anestesia pós-operatório e tratamento de dor associada a problemas médicos. O analgésico mais usados do RN é a morfina. Fentanil e a meperidina são utilizados habitualmente como alternativa.

verdadeiro

49

Dentre todos, a melhor da classe de fármacos anti-inflamatórios utilizados pediatria, apenas a indometacina está liberada para uso neonatal e, ainda assim, para o fechamento do canal arterial

falso, existem outros.

50

O paracetamol por não interferir na agregação plaquetária nem induzir a gastrite, pode ser bastante útil como adjuvante da analgesia pós-operatória de recém-nascidos.

falso, interfere na agregação (eu acho)

51

A neuropatia periférica pode estar presente em todas as faixas etárias, sendo maior em pessoas jovens, com a prevalência de 2,4% até 8% ou 10% da população geral.

falso, sendo maior em idades avançadas

52

Os sintomas sensitivos são frequentemente os primeiros observados pelos pacientes com neuropatia periférica, e com progressão da doença a passam a queixar-se de sintomas motores

verdadeiro

53

Neuropatias com sintomatologia predominantemente relacionada ao comprometimento de fibras finas podem nos direcionar para algumas causas específicas como amiloidose familiar progressiva, síndrome de sjogren, diabetes mellitus ou intolerância à glicose, infecção pelo HIV, tóxicos (como álcool), medicamentos entre outras.

verdadeiro

54

A forma mais comum de acometimento das neuropatias é de predomínio proximal, ascendente e assimétrica. Está frequentemente relacionado a doenças metabólicas (diabetes mellitus, deficiência renal crônica, entre outras), tóxicas (alcoólica, por exemplo), carenciais (vitaminas do complexo B, ácido fólico) e a maioria das neuropatias hereditárias

pesquisar

55

Abra litíase apresenta alta taxa de recidiva pode não chegar 80% ao longo da vida sendo de até 50% até os 5 ano

verdadeiro

56

O diagnóstico inicial de nefrolitíase usualmente realizada por radiografia simples e pela ultrassonografia para avaliação do trato urinário superior e, atualmente, desempregada tomografia computadorizada sem contraste em pacientes na urgência da cólica renal

verdadeiro

57

A litotripsia extracorpórea é o tratamento de escolha para litíase renal embora seja um método não invasivo a efeitos adversos dos dependentes o principal risco de desenvolvimento de hipertensão arterial

falso, o tto de escolha depende do cálculo. O risco é de remrragia.

58

Uso de diuréticos tiazídicos em sssociação com citrato de potássio traz redução na taxa de recorrência e na necessidade de tratamento com litotripsia renal

verdadeiro

59

Os abscessos são formadas no espaço peritonsilar, ou seja, entre a musculatura faringe e a tonsilas palatinas

verdadeiro

60

Na maioria dos casos a infecção é polimicrobiana onde os agentes mais isolados inclui: streptococcus pyogenes, staphylococcus aureus, streptococcus SPP, haemophilus influenzae entre outros

verdadeiro

61

O tratamento das amigdalites inclui a utilização de antibióticos sistêmicos como amoxicilina associada ao clavulanato de potássio, drenagem aspirativa ou com bisturi no ponto maior no ponto de maior flutuação no abscesso

verdadeiro

62

O quadro clínico das amigdalites pode incluir odinofagia com predomínio unilateral, febre, otalgia irradiada, voz abafada, adenomegalia cervical e trismo

verdadeiro

63

Clínica constituída por febre acompanhada de astenia, angina, poliadenopatia, hepatomegalia em 10% dos casos e esplenomegalia 50% dos pacientes devem ser suspeita de infecção pelo epstein-barr vírus

verdadeiro

64

A febre reumática é uma complicação da amigdalite bacteriana causada pela infecção do S aureus

falso. causada pelo S. pyogenes

65

Na fibromialgia os corticosteroides não devem ser empregados

verdadeiro

66

Os anti-inflamatórios não esteroides não devem ser utilizados como medicação de primeira linha nos pacientes com fibromialgia

verdadeiro

67

Dentre os neuromoduladores a gabapentina, o Topiramato e a pregabalina foram recomendadas para o tratamento

verdadeiro

68

Uso de inibidores da recaptação da serotonina como Fluoxetina em combinação com triciclicos também está recomendado no tratamento da fibromialgia

verdadeiro