Doenças exantemáticas Flashcards Preview

PEDIATRIA - MEDCURSO/MED > Doenças exantemáticas > Flashcards

Flashcards in Doenças exantemáticas Deck (64)
Loading flashcards...
1

Qual o gênero e família do vírus causador do Sarampo?

"Parampo"

Gênero: Morbilivírus

Família: Paramyxoviridae

2

Como é a transmissão do sarampo?

Por aerossois

3

Qual o momento de maior transmissibilidade do sarampo?

6 dias antes do rash até 4 dias após o rash (principalmente nos 2 dias antes e nos 2 dias após)

4

Qual é a clínica da fase prodrômica do sarampo? (5)

1. Febre

2. Tosse

3. Coriza

4. Conjuntivite

5. Enantema (sinal de Koplik)

5

Qual a última manifestação da fase prodrômica de sarampo a desaparecer?

Tosse

6

Qual sinal patognomônico do sarampo?

Sinal de Koplik (lesão brancacenta com halo hiperemia na mucosa)

7

Como é caracterizada a fase exantemática do sarampo? (2)

1. Maculopapular morbiliforme com início retroauricular e progressão cranio-caudal

2. Descamação furfurácea

8

Qual a complicação mais COMUM do sarampo?

Otite Média Aguda

9

Qual a complicação mais GRAVE do sarampo?

Encefalite

10

Qual a complicação é a principal causa de óbito do sarampo?

Pneumonia

11

Qual o tratamento do sarampo? 

Não há tratamento específico. A vitamina A reduz a morbimortalidade.

1. Vitamina A (duas doses)

2. Se internação: isolamento

12

Como é feita a prevenção do sarampo pré-exposição?

1. Vacinação: triviral 12m e tetraviral 15 meses

2. Dose zero (entre 6-11 meses)

13

Como é feita a prevenção do sarampo pós-exposição? (2)

"Parampo 36"

1. Vacina de bloqueio até 72h (3º dia)

2. Imunoglobulina até o 6º dia (em grávidas, < 6 meses e imunocomprometidos)

14

Qual o gênero e família do vírus causador da Rubéola?

Gênero: Robivírus

Família: Togaviridae

15

Como é a transmissão da rubeola?

Por gotículas

16

Como é a fase prodrômica da Rubéola?

"Rubola"

1. Sintomas catarrais leves e febre baixa

2. Linfadenopatia retroauricular, cervical e occipital

17

Como é caracterizada a fase exantemática da Rubéola? (2)

1. Enantema (rash no palato - manchas de Forcheimer)

2. Maculopapular rubeoliforme com início em face e progressão cranio-caudal

18

Quais são as complicações da rubéola? (2)

1. Artropatia

2. Síndrome da rubéola congênita

19

Como é feita a prevenção pré-contato da rubéola?

Imunização: triviral 12 e tetraviral 15 meses

20

Como é feita a prevenção pós-contato da rubéola?

Vacina de bloqueio até 72h (3º dia)

Gestantes e imunodeprimidos: Imunoglobulina 

21

Qual outra nomenclatura é utilizado para o exantema súbito?

Roséola

22

Qual o agente causador do exantema súbito?

Herpesvírus humano 6

23

Qual a faixa etária mais acometida pelo exantema súbito?

Lactentes (>6 meses)

24

Qual a clínica da fase prodrômica do exantema súbito?

Febre alta que some em crise

25

Como é a fase exantemática do exantema súbito?

Maculopapular com início em tronco e progressão para face e região proximal dos membros

26

Qual a complicação do exantema súbito?

Crise febril

27

Qual o agente do eritema infeccioso (quinta doença)?

Parvovírus B19

28

Qual a característica típica da transmissão do eritema infeccioso?

Não transmite na fase exantemática

29

Como é a fase prodrômica do eritema infeccioso?

Inexistente ou inespecífico

30

Como é a fase exantemática do eritema infeccioso? (3)

1. Eritema facial ('face esbofeteada')

2. Rendilhado ou reticular, poupa palmas e plantas, mais exuberante na superfície extensora dos membros

3. Exantema recidivante