Dor Abdominal 2 Flashcards Preview

Dor Abdominal > Dor Abdominal 2 > Flashcards

Flashcards in Dor Abdominal 2 Deck (71):
1

A apendicite aguda é o abdome ________ mais _______. A grande causa _______

Cirúrgico, comum. Inflamatória

2

O apêndice é localizado na _________ e tem todas as __________

Confluência das tênias, camadas de intestino

3

Ponto onde provavelmente se encontra o apêndice no exame físico

Ponto de MC Burney

4

Principal causa de obstrução do apêndice em crianças é ________ e nos adultos ________

Fecalito, também

5

O primeiramente a dor costuma ser _________, é _________, com padrão __________ e se dá pela ___________.

Periumbilical, inespecífica, visceral, distensão.

6

Depois se localiza em _________, é _________, do tipo _________ e ocorre por ______.

FID, bem localizada, parietal, isquemia

7

Dois sintomas clássicos na apendicite

Anorexia e dor abdominal com padrão migratória característico

8

Descompressão brusca dolorosa em ponto de MC Burney

Blumberg

9

Pressão em FIE causa dor em FID por deslocamento de ar

Rovsing

10

Piora da dor com a rotação flexão da coxa com rotação interna do quadril

Obturador interno

11

Sinal de Dunphy

Dor em FID que piora com a tosse

12

Lenander

Temperatura retal pelo menos 1° mais alta que a axilar

13

O diagnóstico de apendicite aguda é ____________, desde de que __________.

Clínico, haja alta probabilidade

14

Quando a probabilidade de ser apendicite é _______ ou _______ , deve-se se pedir exame de imagem

Intermediária, duvidosa

15

Quando necessário, pede-se ________ para mulheres e crianças e _______ para os demais.

USG e TC

16

Deve- se sempre solicitar imagem na apendicite quando....

Suspeitar de complicação, presença de massa ou evolução maior de 48h

17

Tratamento da apendicite aguda não complicada

ATB profilaxia com apendicectomia

18

Tratamento da apendicite aguda com abcesso

Drenagem do abscesso com ATB terapia, realizar colo após 4 a 6 semanas e apendicectomia após 6-8 semanas

19

A vídeo cirurgia é contra indicada se

Houver instabilidade hemodinâmica

20

Quando há peritonite sempre...

Opera e faz antibiótico

21

A apendagite é a inflamação do ____________, tem evolução ___________ e é tratada com ________.

Apêndice epiploico, benigna, analgesia e expectante.

22

A " apendicite esquerda" é a

Diverticulite aguda

23

A doença diverticular dos colons é composta por divertículos ____________, pois eles são constituídos por ________ e _________.

Falsos, mucosa, submucosa

24

Fatores de risco para doença diverticular

Dieta rica em gordura e carboidratos , pobre em fibras, aumento da pressão nos cólons
Idosos

25

Os principais exames para o diagnóstico de Doença diverticular dos colons são...

Colonoscopia e enema opaco ( sinal das digitais)

26

Os divertículos são mais comuns no

Sigmóide ( cólon esquerdo)

27

O padrão da dor na diverticulite aguda é

Dor há alguns dias de caráter recorrente

28

O padrão ouro para diverticulite aguda é __________ pois além de diagnóstico também fornece ________

TC, grau de gravidade

29

Nunca se deve fazer ______ ou ______ na diverticulite aguda pois ___________. Entretanto após ________, recomenda-se a ______, para afastar_____

Colonoscopia, enema, risco de perfuração. 4-6 sem, colonoscopia, neoplasias

30

A classificação tomográfica para gravidade de diverticulite aguda é

Classificação de Hinchey

31

Hinchey I e II significam...

Abscesso pericolico e abcesso peritoneal respectivamente

32

Hinchey III e IV significam

Peritonite purulenta e fecal respectivamente

33

O tratamento da diverticulite aguda não complicada

Sintomas mínimos: dieta sem resíduos + ATB VO
Sintomas exuberantes: dieta zero + hidratação EV+ ATB EV

34

Na diverticulite complicada com abcesso ? E na com peritonite ou obstrução?

Abcesso >4 cm: drenagem+ ATB , colono e cx eletiva em um segundo momento
Peritonite/obstrução: cx urgente, sigmoidectomia a Hartmann

35

Se dor abdominal súbita e intensa, com exame físico normal + FA/ cardiopatia

Pensar em isquemia mesentérica

36

Principal causa de isquemia mesentérica

Embolia

37

Artéria acometida na isquemia mesentérica

Mesentérica superior e seus ramos

38

A taquipnéia está presente na isquemia mesentérica por

Mecanismo compensatória, devido a acidose metabólica causada pela isquemia

39

A temperatura retal está _______ em relação a axilar na isquemia mesentérica. Por causa do ______ sanguíneo.

Diminuída, hipofluxo

40

Para o diagnóstico o exame mais usado é __________, mas o padrão ouro é________

Angio TC , angiografia mesentérica

41

O tratamento da isquemia mesentérica não obstrutiva é...

Heparinização com laparotomia + embolectomia/trombectomia , avaliação da viabilidade da alça no intra operatório. Uso de papaverina no PO

42

O tratamento da isquemia mesentérica oclusiva

Papaverina intra-arterial, laparotomia se complicar

43

Qual a principal causa de pancreatite aguda?

Biliar (30-40%)

44

Qual a principal causa de pancreatite crônica? E segunda principal de pancreatite aguda?

Álcool

45

Causa mais rara de pancreatite aguda...

Picada do escorpião Tytius trinitatis

46

Outras causas de pancreatite aguda....

Pós CPRE, uso de ácido valproico, estrogênio, azatioprina

47

Sinal de Cullen

Equimose periumbilical

48

Sinal de Grey Turner

Mancha equimotica em flancos

49

Hematoma retroperitoneal é _____, e não_____ de pancreatite aguda

Sugestivo, patognomônico

50

O diagnóstico usa que critérios, quantos devem estar presentes ?

Clínicos, laboratoriais e de imagem, 2 dos 3

51

A clínica clássica da pancreatite aguda...

Dor abdominal em barra com náuseas e vômitos

52

O laboratório da pancreatite aguda

Amilase e lipase elevadas 3x o valor normal

53

A __________ sobe antes, a __________ sobe depois, a _________ fica mais tempo elevada e é mais específica para pancreatite aguda

Amilase, lipase, lipase

54

Todo paciente com pancreatite aguda deve ser submetido a uma ___________, com o objetivo de_________.

USG, avaliar presença de colelitíase ( definir a causa)

55

A TC deve ser solicitada ___________, com o objetivo de __________, não é necessária para _______.

48-72h, avaliar gravidade, diagnóstico

56

Qual o primeiro passo na abordagem da pancreatite aguda? Como é feita?

Definir a causa e avaliar a gravidade
Usar algum dos critérios : ATLANTA, RANSON, APACHE II, BISAP, PCR, Baltasar

57

Qual o primeiro passo na abordagem da pancreatite aguda? Como é feita?

Definir a causa e avaliar a gravidade
Usar algum dos critérios : ATLANTA, RANSON, APACHE II, BISAP, PCR

58

O que é avaliado nos critérios de ATLANTA?

Disfunção orgânica (choque, IR, I resp aguda)
Complicação local ( necrose, abscesso)
Complicação sistêmica (CIVD, Ca <7,5)

59

O que é avaliado nos critérios de RANSON? Qual o valor da pancreatite grave?

Leucocitose. Deficiência de fluidos
Enzimas (AST ,TGO). Excesso de base
Glicose. Cálcio sérico
Idade. Queda do hematócrito
LDH pO2 e uréia
Valor ≥3

60

Os critérios de APACHE II são usados ___________, diz se o quadro é grave de maneira __________

Em pacientes na UTI, imediata

61

O tratamento da pancreatite aguda leve:

Dieta zero+ analgesia + hidratação EV+ suporte

62

O tratamento da pancreatite grave, além das medidas usadas na leve também:

Interna paciente na UTI, reanimação volêmica, nutrição enteral ou NPT

63

qual via de nutrição é preferível?

Enteral

64

O uso de antibiótico profilático na pancreatite aguda deve ser __________, pois _________.

Evitado, aumenta o risco de infecção fúngica

65

A realização de CPRE deve ser feita sempre que :

Houver colangite ou obstrução persistente/mantida

66

Qual a complicação mais comum da pancreatite e o seu manejo?

Coleção líquida, normalmente expectante, se infectada faz punção e ATBtx

67

Qual a complicação mais grave na pancreatite aguda e seu manejo?

Necrose, se estéril ATBpx > 30% de necrose ( não é consenso), se infectada punção + avaliar necrosectomia ( postergar o máximo possível)

68

O pseudocisto é uma complicação que ocorre em _________, ele é não ______, forma-se com _______, suspeita-se quando_______.

15% dos casos, epitelizado > 4-6 semanas, ⬆ amilase ou lipase

69

O tratamento do pseudocisto...

Sintomático, se complicação (hemorragia, infecciosa) faz EDA para drenagem transgástrica

70

Quais medidas devem ser tomadas na alta do paciente com pancreatite aguda?

Paciente deve receber alta se dor controlada e alimentação normal
Se leve: colecistectomia na mesma internação
Se grave: colecistectomia após 6 semanas

71

O que mudou na revisão dos critérios de Atlanta?

Além de pancreatite leve ( sem falência orgânica ou complicações) e grave ( falência orgânica presidente), criou-se uma classificação intermediária: moderadamente grave (falência orgânica transitória,<48h, ou complicação local isolada.