Hemorragia digestiva Flashcards Preview

Emergencias > Hemorragia digestiva > Flashcards

Flashcards in Hemorragia digestiva Deck (67):
1

Quais as principais causas de HDA?

- Úlcera péptica
- Varizes esofágicas
- Laceração de Mallory-Weiss

2

Quais os pacientes com Hemorragia digestiva alta que são classificados como "alto risco"

- Idade> 60 anos
- Choque, inst. hemodinamica e hipotensão postural
- Comorbidades associadas
- Uso de anticoagulantes e AINES
- Hematêmese volumosa
-Melena persistente
-Hemorragia em pacientes internados
-Ressangramentos em pcts já tratados endoscopicamente
- Aspirado nasogástrico com sangue vivo

3

Quando (até quantas horas) a EDA deve ser realizadas em pcts "alto risco"?

- Imediatamente ou nas primeiras 6 horas

4

Qual a causa mais comum de HDA?

Úlcera péptica

5

Quais úlceras sangram com mais frequencia?

Úlceras gástricas

6

Qual a principal causa de HDA com sangramento maciço?

Úlceras duodenais

7

Em casos de sangramento por úlcera péptica, quando a cirurgia é classicamente indicada?

Hemorragia refratária

8

Como é a classificação de Forrest?

Forrest I - Hemorragia ativa: Ia - Sangramento arterial em jato; Ib - sangramento lento
Forrest II - Sinais de Hemorragia recente: IIa- vaso visível não sangrante. IIb - coágulo aderido. IIc - Hematina na base da úlcera.
Forrest III - Úlcera com base clara sem sangramento.

9

Para quais classes de forrest se fará tratamento endoscópico?

Forrest I, IIa e IIb

10

Como o tto endoscópico pode ser feito?

- Injeção de epinefrina + eletrocoagulação
- Hemoclipes (sangramento em jato)

11

Quando iniciar IBP?

-Quando suspeitar de origem de sangramento por úlcera péptica, mas sem postergar a endoscopia.

12

Como iniciar o IBP?

- Dose de ataque em bolus + bomba de infusão contínua por 72h

13

Quais pacientes devo internar (usando como base o escore de Rockall)?

Pacientes com pontuação MAIOR ou IGUAL a 3

14

Em quais situações a endoscopia de revisão 24 horas após a primeira reduz o risco de ressangramento?

- Quando o tratamento foi feito somente com epinefrina.
- Quando a viualização primaira da lesão foi atrapalhada pelo sangramento

15

Indicações de cirurgia:

- Instabilidade hemodinâmica, apesar de ressuscitação vigorosa.
- Falha das técnicas endoscópicas no controle da hemorragia ou recorrência da hemorragia após estabilização inicial
-Choque associado a hemorragia recorrente
- Sangramento pequeno e contínuo com necessidade de transfusão > 3 U por dia

16

Quais procedimentos cirúrgicos devem ser feitos quando é indicada cirurgia de úlcera duodenal?

Pilorotomia + Ulcerorrafia + vagotomia troncular + piloroplastia

17

Que procedimento é sempre necessário em caso de cirurgia de úlcera gástrica.

- A úlcera deve ser sempre RETIRADA devido ao risco de malignidade.

18

O que são lacerações de Mallory-Weiss?

- São lacerações que ocorrem próximo a junção esofagogástrica em consquência a vômitos vigorosos.

19

Como é tratada a maioria dos casos de lacerações de Mallory-Weiss?

- Terapia de suporte

20

Paciente alcoólatra, após vômitos intensos apresenta hemorragia digestiva alta. Qual a hipótese diagnóstica?

Laceração de Mallory-Weiss

21

Qual das gastrites é mais relacionada a hemorragias?

Lesão Aguda da Mucosa Gástrica (LAMG)

22

Qual a principal etiologia da LAMG?I

Isquemia gástrica devido à hipoperfusão associada à lesão ácida do epitélio mucoso.

23

Quais os dois principais fatores de risco para LAMG?

- Coagulopatias
-Ventilação mecânica > 48h

24

Quando deve-se fazer a profilaxia da LAMG?

- Coagulopatias
- VM > 48hs
- TCE - Glasgow <10
- Queimaduras envolvendo mais de 35% da superfície corporal
- Politrauma, inclusive TRM
- Hepatectomia parcial
- Pré ou pós operatório
-Falência hepática aguda
-Insuficiência renal aguda
- História de úlcera ou hemorragia gástrica no ano anterior

25

Porque a profilaxia para LAMG não é feita em todos os pacientes?

Porque a mudança do pH gástrico aumenta o risco de pneumonia nosocomial.

26

Como é o tratamento em casos de sangramento por LAMG.

É farmacologico feito com IBP, Antagonista H2 ou sucralfato.

27

Como geralmente é o resultado do tratamento endoscópico em caso de sangramento por LAMG?

Geralmente os resultados são pobres, com alta mortalidade.

28

O que são Lesões de Dieulafoy?

Lesões encontradas na pequena curvatura do estômago que representam uma arteria dilatada, a qual devido a suas pulsações, causa erosão da mucosa adjacente e sangramento.

29

Qual a principal característica endoscópica das lesões de Dieulafoy?

Presença de vaso visível com ou sem hemorragia na ausência de úlcera péptica ou massa

30

Qual o tto de escolha para sangramento causado por lesões de Dieulafoy?

Tto endoscópico com injeção de epinefrina + eletro ou termocautério + ligadura elástica ou clipes metálicos.

31

O que é GAVE (Ectasia Vascular Antral Gástrica)?

Alteração vascular no estômago que corresponde à dilatação linear de vênulas que convergem longitudinalmente para o antro gástrico, causando uma aparência endoscópica que lembra uma melancia.

32

Para pacientes com sangramentos persistentes por GAVE, qual a terapia indicada?

Terapia endoscópica com coagulação com plasma de argônio.

33

O que é a tríade de Philippe Sandblond e o que ela sugere?

- Hemorragia digestiva + dor em hipocôndrio direito + icterícia
- Sugere sangramento na árvore biliar.

34

Qual a abordagem diagnóstica e terapêutica mais adequada em caso de hemobilia?

- Angiografia com embolização

35

O que causa e quais dados clínicos sugerem Hemosuccus Pancreaticus

- Erosão de pseudocisto na artéria esplênica
- Hemorragia digestiva + dor abdominal + hstória de pancreatite.

36

Qual o tratamento e técnica diagnóstica ideal para casos de Hemosuccus Pancreaticus?

- Angiografia com embolização
- Pancreatectomia distal

37

O que é a síndrome de Boerhaave?

- Ruptura espontânea do esôfago decorrente do aumento súbito da pressão interna do órgão, que ocorre durante o ato de vomitar.

38

O que é a tríade de Mackler e o que ela sugere?

- Vômito + dor torácica + enfisema subcutâneo
- Sugere ruptura de esôfago

39

Qual a etiologia mais comum das fístulas aortoentéricas?

- Formação de um pseudoaneurisma secundário à infecção de uma prótese aórtica.

40

Um paciente apresenta hemorragia alta de vulto. Que pergunta essencial deve ser feita?

- Se o paciente tem história de colocação de prótese aórtica.

41

Paciente com HDA de vulto + prótese aórtica - o que deve ser considerado?

- Fistula aortoentérica

42

Qual o tratamento para casos de fístula aortoentérica?

- Clampeamento da aorta proximal, retirada da prótese, derivação extra-anatômica e fechamento primário da fístula.

43

O que são as lesões de Cameron?

- Erosões no saco de hérnias hiatais, normalmente assintomáticas, encontradas acidentalmente durante a endoscopia digestiva.

44

Qual o tratamento a ser feito no caso de lesões de Cameron?

- Suplementação com ferro, supressão da acidez;
- Reparo cirurgico da hérnia em casos refratários.

45

O que pode ser feito como profilaxia primária da ruptura de varizes esofágicas?

- Betabloqueadores não seletivo - nadolol, propranolol
- Ligadura elástica

46

Profilaxia secundária da ruptura de varizes esofágicas:

Betabloqueador não seletivo (nadolol, propranolol) + ligadura elástica

47

Se o paciente se apresenta com HDB e tem hemorróidas, quando a colonoscopia deve ser realizada?

- Se a hemorroida for inexpressiva
- Se a história não for característica
- Paciente > 40 anos
- Paciente com alto risco para CA de cólon.

48

Qual geralmente tende a ser mais grave? HDB ou HDA?

HDA

49

Quais os métodos diagnósticos para HDB?

- Colonoscopia: sangramento leves a moderados
- Angiografia e cintilografia: Sangramentos maciços

50

Qual o exame mais sensível para localizar sangramento baixo?

Cintilografia

51

Quais as desvantagens da cintilografia?

- Localiza grosseiramente o sangramento
- Não define a causa do sangramento.
-Não oferece possibilidade de intervenção

52

Qual a maior vantagem da cintilografia?

- Guia a necessidade de arteriografia

53

Qual é a primeira artéria a ser examinada pela arteriografia?

Mesentérica superior

54

De que formas a arteriografia pode ser terapêutica?

- Injeção de vasopressina ou embolização da artéria hemorrágica.

55

Quando em um caso de HDB a intervenção cirurgica deve ser realizada?

- Instabilidade hemodinâmica refratária.

56

Qual a principal fonte de sangramento baixo?

Cólon

57

Qual a principal causa de HDB na população geral?

Doença diverticular

58

Quais as principais causas de HDB em idosos?

- Doença diverticular > angiodisplasia > neoplasia

59

Quais as principais causas de HDB em adultos jovens?

- Divertículo de Meckel, doença inflamatória intestinal e pólipo juvenil

60

Quais as principais causas de HDB em crianças?

- Intussuscepção intestinal
-Divertículo de Meckel

61

A partir de qual idade o Divertículo de Meckel se torna menos frequente?

30 anos

62

Qual a causa mais comum de hemorragia em intestino delgado?

Angiodisplasia

63

O sangramento que ocorre como complicação da doença diverticular é devido à lesão de quais estruturas?

Arteríolas

64

Quais os fatores de risco para a diverticulose?

- Dieta pobre em fibras e alto teor de gorduras
- Constipação
-Sedentarismo e obesidade
-Uso de AAS e AINES
-Idade avançada
- Síndrome do intestino irritável

65

Em qual cólon os divertículos são mais comuns?

Cólon esquerdo

66

Em qual cólon ocorrem mais sangramentos?

Cólon direito

67

O sangramento por divertículo geralmente ocorre na presença ou na ausência de diverticulite?

Ausência