N2 Semiologia Flashcards Preview

Semiologia Médica > N2 Semiologia > Flashcards

Flashcards in N2 Semiologia Deck (40):
1

Paciente idoso, com diagnóstico de hipertensão arterial de longa data, sem lesão de órgãos alvos, podendo apresentar sintomas hipotensivos. Qual diagnóstico mais provável? Como confirmar o quadro clínico?

1) Pseudo hipertensão arterial 2) Manobra de Osler e método intra-arterial de aferição de pressão (método mais invasivo) Definição de pseudo-hipertensão Como o próprio nome sugere, a pseudo-hipertensão diz respeito a valores falsamente elevados de pressão arterial. Ocorre com frequência maior em idosos, pois nesta faixa etária as artérias tendem a ser mais espessas e calcificadas, o que atrapalha a medição precisa da pressão arterial. Apresenta medidas falsamente elevadas de pressão arterial pelo aumento da rigidez dos vasos nos idosos, com redução das fibras elásticas, aumento do colágeno e calcificação, endurecendo, assim, a parede do vaso”, explica o cardiologista Rubens Mattar Jr. “Isso tudo gera dificuldade em comprimir a artéria com a insuflação do manguito dos medidores convencionais e aí a pressão verificada acaba sendo maior que a intra arterial”.

2

Descreva a manobra de Osler

Consiste em insuflar o manguito até que ultrapasse a pressão sistólica pré determinada. Caso a artéria braquial ou radial permaneça palpável, considera-se Osler positivo e infere-se que possa estar ocorrendo uma falsa estimativa da PA.

3

Quais são os principais pulsos arteriais? Pelo menos 5

Carotídeo, radial, braquial, poplíteo, femoral, tibial anterior, tibial posterior e pedioso

4

Quais características do ecg da FA?

Ausência de onda P e intervalo RR (entre um “QRS” e outro) irregular

5

Quais são as principais causas de dispneia?

1) cardíacas -> IC 2) pulmonares -> Pneumonia, Asma, DPOC 3) RGE 5) Falta de condicionamento físico 6) Psicogênica

6

O que é o Squatting? Qual a doença clássica desse sintoma? O que fazer para aliviar e pq alivia?

Dispneia que melhora quando o indivíduo está agachado Classicamente ocorre em indivíduos com cardiopatia congênita cianótica, sendo a principal a Tetralogia de Fallot Indivíduo agacha -> ^ RVP -> Dificulta a ejeção do VE -> Com isso o sangue que estava sendo desviado do VD p/ o VE através do shunt, é forçado a fazer o caminho inverso e ir do VE p/ o VD. Dessa forma ocorrerá uma maior oxigenação pelos pulmões e o pct ficará menos cianótico

7

O que é ortodoxia?

Diminuição da oxigenação sanguínea quando o indivíduo está em pé. Neste caso, o mesmo toma a posição de agachamento para aliviar o sintoma.

8

Qual o mecanismo de formação da dispneia aos mínimos esforços?

Congestão pulmonar —> pct com insuficiência cardíaca sem reserva miocárdica

9

Em linhas gerais , quais são as principais causas de tosse seca, hematica e produtiva?

Hemática: neoplasias brônquicas, TB, bronquiectaisas, DPOC (pode ter) Produtivas: pneumonias, TB, DPOC, bronquite não asmática, abscesso pulmonar Secas: ICC, inibidores de ECA, Fibrose pulmonar, Asma

10

Como se quantifica a dispneia?

4 classes funcionais (graus) 1) aos grandes esforços (exemplo: corrida) 2) esforços moderados (caminhar dois quarteirões) 3) mínimos esforços —> atividades básicas como tomar banho (já se torna algo limitante) 4) em repouso (quadro mais grave)

11

O que é o pulso em martelo d’água e qual patologia é classicamente associada ao mesmo?

É um pulso que aparece e desaparece com rapidez - ou seja, alta amplitude e curta duração -, sendo observado principalmente na insuficiência aórtica

12

Descreva o pulso parvus e tardus (anacrotico) e à qual patologia é comumente associado

Possui amplitude diminuída (parvus) e tardus significa duração aumentada de cada pulsação. Esta geralmente associado à estenose aórtica

13

Descreva o pulso paradoxal (Kussmaul) e a principal doença associada

É uma diminuição exagerada da pressão arterial sistólica durante a inspiração. Isso ocorre pq na inspiração, há um aumento do retorno venoso, esse aumento irá causar maior enchimento do VD. Como o mesmo está com restrição diastólica, terá provocar um abaulamento do septo interventricular para conseguir comportar o volume que chega. Diminuindo, dessa forma, a complacência do VE, e consequentemente, reduzindo a pressão sistólica (ejeção). Tal quadro ocorre em doenças restritivas do coração. Como: tamponamento cardíaco, pericardite constritiva e ICC grave

14

Sintomas associados à HA: dor torácica, pq ocorre?

Distensão das miofibrilas do miocárdio quando loa no coração

15

Sintomas associados à HA: palpitação, pq ocorre?

Aumento da força de contração do VE

16

Sintomas associados à HA: dispneia de esforço, pq ocorre?

Congestão pulmonar na IVE

17

Sintomas associados à HA: nictúria e poliuria, pq ocorre?

Liberação do peptídeo natriuretico atrial (BNP) para diminuir a pressão arterial

18

Sintomas associados à HA: cefaleia e tontura, pq ocorre?

Encefalopatia hipertensa na hipertensão maligna

19

Sintomas associados à HA: visão nublada, pq ocorre?

Relacionada com hemorragia retiniana quando loa na retina

20

Sintomas associados à HA: Claudicação, câimbra, fadiga, pq ocorre?

HAS associada à DAOP, sintomas oclusivos, impotência sexual e extremidades frias

21

Sintomas associados à HA: depressão, pq ocorre?

Ocorre na HAS secundária à síndrome de Cushing

22

Sintomas associados à HA: rubor facial, sudorese e perda de peso

HAS secundária a hipertireoidismo

23

Sintomas associados à HA: hematuria, pq ocorre?

HAS secundária a glomerulonefrite (síndrome nefrítica)

24

Descreva a fisiopatologia da febre (9 passos)

1) deve haver uma infecção, toxina microbiana, mediadores inflamatórios ou uma reação imune pra desencadear o processo 2) há uma resposta de monócitos/macrófagos que irão fazer uma degradação 3) liberando pirogênio endógeno e IL-1 4) com isso há uma ativação do hipotálamo 5) síntese de prostaglandinas (PGE2) 6) AMPc 7) eleva-se o ser point 8) aumenta-se a produção e a conservação de calor 9) resulta em febre

25

Definição de B3 relacionando com o achado do exame físico

Ocorre devido a desaceleração brusca do sangue na parede do ventrículo esquerdo que sofreu hipertrofia excêntrica. É visualizado na fase de enchimento rápido da diástole, sendo refletido como movimento propulsivo e difuso na parede precordial

26

O que é platipneia?

O inverso da ortopnéia

27

Qual o mecanismo de formação da platipneia?

Platipnéia: dilatações nos terços inferiores dos pulmões que, por ação da gravidade, tornam-se mais perfundidas, comprometendo os mecanismos normais de oxigenação arterial Ascite de grande volume -> prejuízo da ventilação -> hipoxemia -> shunts intrapulmonares

28

Qual o mecanismo de formação da Trepopnéia?

Geralmente ocorre em doenças que acometem um dos pulmões, havendo melhora qdo o paciente deita do lado doente

29

Qual o mecanismo de formação do Squatting?

Cardiopatia congênita (p. ex.: tetralogia de Fallot), ocasiona shunt interventricular -> vaza sangue não oxigenado do VD p o VE por diferença de pressão

30

Qual o mecanismo de formação da DPN?

Mesmo da ortopneia. Porém tem ativação do SRAA e reabsorção de edema

31

Qual o mecanismo de formação da dispneia aos mínimos esforços?

Congestão pulmonar —> pct com insuficiência cardíaca sem reserva miocárdica

32

Qual o mecanismo de formação da Ortopneia da IVE?

Pct com falência VE -> ao deitar-se, ocorre de imediato um aumento do retorno venoso (VD funcionante) -> Elevação da Pré-carga -> Eleva a pressão intrapulmonar. VE doente -> congestão retrógrada -> Aumento de pressão no átrio esquerdo -> Aumento de pressão hidrostática nas veias pulmonares -> Extravasamento de líquido intersticial e nos alvéolos -> Aumento da congestão pulmonar -> Ortopneia