Otorrinolaringologia Flashcards Preview

MED Dermato/Psiquatria/Os 2018 > Otorrinolaringologia > Flashcards

Flashcards in Otorrinolaringologia Deck (36):
1

Quais as causas de Nariz em Sela?

Idiopático, traumático, sífilis congênita, granulomatose de Wegener.

A image thumb
2

O Nariz Leonino está presente em qual Doença?

Hanseníase

A image thumb
3

Dentes de Hutchinson indica qual patologia?

Sífilis congênita

A image thumb
4

Linhas de Burton em cavidade oral, indica qual condição?

Intoxicação pelo Chumbo

A image thumb
5

Quais as indicações de Otoscopia?

Infecções do trato respiratório superior – irritabilidade – levar as mãos aos ouvidos (crianças pequenas) – febre – otalgia – dificuldade de dormir – otorreia – hipoacusia

A image thumb
6

Qual o objetivo da Otoscopia?

Observar o meato acústico externo livre, e, principalmente, a MEMBRANA TIMPÂNICA!

A image thumb
7

Como classificar a Membra Timpânica quanto ao Posicionamento?

(1) Neutra

(2) Abaulada

(3) Retraída

A image thumb
8

Como classificar a Membra Timpânica quanto à Translucência?

(1) Translúcida

(2) Opaca

9

Como classificar a Membra Timpânica quanto à COR?

(1) Âmbar

(2) Branca

(3) Amarela

10

O que devem ser visualizados na RINOSCOPIA ANTERIOR?

(1) Cornetos (ou conchas nasais) inferiores

(2) Cornetos médios,

(3) Septo Nasal

(4) Vestíbulo Nasal

(5) Meatos (inferior e médio)

A image thumb
11

No que consiste o Teste de Rinne para Avaliação Auditiva?

(1) Diapasão → Encostar o cabo no osso atrás do pavilhão auricular → se pct não ouvir = surdez de percepção (a transmissão óssea está inoperante).

(2) Após  → colocar o diapasão próximo à orelha. Caso paciente não ouça = surdez de condução (a transmissão aérea ao longo do meato está inoperante)

12

No que consiste o Teste de Weber para Avaliação Auditiva?

Diapasão→ ao iniciar a vibração → colocar no meio da cabeça do paciente → deve ouvir igualmente dos dois lados.

(2) Se pct referir que a D ouve muito melhor → ou surdez de condução a D ou surdez de Percepção do outro lado!

A image thumb
13

A Epistaxe Anterior provem de quais vasos? Quais as principais causas?

(1) Área de Little (plexo de Kiesselbach)

(2) 90% dos casos

(3) Causas principais: Trauma e Irritação

 

A image thumb
14

A Epistaxe Posterior provem da ruptura de qual vaso? Quais as principais causas?

(1) Origina-se nos Ramos Posterolaterais da Artéria Esfenopalatina

(2) 10% dos casos

(3) Causas principais: anticoagulantes, discrasias

 

15

Conduta na Epistaxe?

(1) Assegurar a via aérea

(2) Interromper sangramento e estabilidade hemodinâmica

(3) Descobrir a causa

16

Conduta na Epistaxe (Secundário)?

(1) Assoar o nariz

(2) Borrifar Oximetazolina (Afrin) - Vasoconstritor

(3) Compressão com o paciente sentado e fletido (30º.) – evitar broncoaspiração (pode-se utilizar gelo para ajudar na vasoconstrição e interrupção do sangramento)

17

Em caso de Epistaxe Anterior não responsivo às medidas iniciais, o que devo fazer?

Cauterização química ou elétrica -> se não conseguir: tampão

18

Em caso de Epistaxe Posterior não responsivo às medidas iniciais, o que devo fazer?

Cateter com balão ou Foley -> se não conseguir: ligadura da artéria esfenopalatina ou etmoide anterior

19

20

Quais os sintomas de Corpo Estranho na Orelha?

Assintomático – dor – prurido – agitação – hipoacusia – otorreia fétida

21

Qual o tratamento para Corpo Estranho na Orelha?

(1) Remoção imediata do corpo estranho, após manobras e posicionamento típicas da otoscopia.

(2) Formas: extração mecânica, irrigação e sucção

22

Como realizar Extração Mecânica de Corpo Estranho na Orelha?

Sob visualização direta, com ajuda de pinça de baioneta ou jacaré

A image thumb
23

Como realizar Sucção em caso de Corpo Estranho na Orelha?

Através de uma sonda de aspiração. Nova otoscopia após a sucção

24

Como realizar Irrigação em caso de Corpo Estranho na Orelha?

(1) Com o auxílio de um cateter e uma seringa de 60mL, deve-se irrigar de forma cuidadosa o canal auditivo

(2) Evita-se quando suspeita da presença de matéria orgânica

25

26

Em caso de Inseto Vivo na Orelha: o que fazer?

Matar o inseto (ex.: Lidocaína) para depois retirá-lo!

A image thumb
27

Quais os sintomas de Corpo Estranho Nasal?

Espirros – coriza – obstrução – dor – rinorreia unilateral fétida – cacosmia

28

Como retirar Corpo Estranho Nasal?

(1) Elevar a pressão no lado em que está presente o corpo estranho (pedir para o paciente ocluir o lado são e realizar uma expiração forçada; utilizar uma sonda)

(2) Utilizar pinças de preensão com o auxílio de um rinoscópio

29

Clínica de Corpo Estranho na Laringe?

Tosse – dispneia – estridor – dor torácica – taquicardia – taquipneia – tremor – ansiedade – agitação – afasia – cianose – hemoptise

30

Complicações do Corpo Estranho na Laringe?

  • Lesões das cordas vocais
  • Fístula laríngeo-esofágica
  • Laringite
  • Disfagia

31

Qual manobra evitar em caso de Corpo Estranho na Laringe?

  • TAPOTAGEM (manobra de dar tapas nas costas do paciente)

32

Qual manobra fazer em caso de Corpo Estranho na Laringe, fora do ambiente hospitalar?

Manobra de Heimlich: posicionar-se atrás do paciente → com a mão fechada posicionada no apêndice xifoide e a outra mão espalmada à movimentos de baixo para cima.

A image thumb
33

Clínica do Cerume?

Sensação de tamponamento – estalidos – redução da acuidade auditiva (hipoacusia)

34

Quais as indicações de retirar o Cerume?

Otalgia – hipoacusia – dificuldade em realizar otoscopia – desconforto auditivo – zumbido – tontura e vertigem – tosse crônica

35

Cuidados que devem ser tomados na retirada de Cerume do Ouvido?

(1) Realizar a otoscopia antes e depois do procedimento

(2) Nunca insistir no procedimento na vigência da dor

(3) Não utilizar muita pressão na lavagem

(4) Utilizar um soro aquecido

36

Contraindicações à Lavagem de Ouvido (cerume)?

  • Otite aguda
  • História de perfuração timpânica
  • História de cirurgia otológica
  • Paciente não cooperativo