Pediatria Geral Flashcards

1
Q

Definição de AM exclusivo?

A
Leite materno (direto da mama / ordenhado / leite humano de outra fonte)
Sem outros líquidos ou sólidos.
How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
2
Q

Definição de AM predominante?

A

Leite materno + outros líquidos (água, chás, sucos..)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
3
Q

Definição de AM complementado (até 2 anos)?

A

LM + alimentos sólidos ou semissólidos

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
4
Q

Definição de AM misto ou parcial?

A

Leite materno + outros tipos de leite

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
5
Q

Leite humano tem menos, em comparação ao Leite de Vaca….?

A

(1) Proteína (3x) e eletrólitos
- Menor sobrecarga renal (menos sódio)
- Menos cálcio, porém + bem absorvido
- Menor % de caseína 40% - LV 80%
- Proteína do soro: ALFA-LACTOALBUMINA
LV: BETA-LACTOGLOBULINA

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
6
Q

Leite humano tem mais, em comparação ao Leite de Vaca….?

A

(1) LACTOSE
- Fezes + amolecidas e pH intestinal + ácido (melhora absorção do cálcio)

(2) GORDURA
Colesterol: menor risco de dislipidemia em adulto
PUFA (ARA/DHA): Mielinização e formação da RETINA
“ác. graxo poli-insaturado cadeia longa”

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
7
Q

Como é a composição do Ferro no Leite humano e no Leite de vaca?

A

LH=LV, porém mais biodisponível no leite humano!

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
8
Q

Fator bífido é um componente do leite materno. Qual sua função?

A

1) Glicoproteína para crescimento da flora saprófita (L. bifidus)
2) Acidifica as fezes
3) Dificulta reprodução de patógenos (SSEcoli)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
9
Q

Lactoferrina é um componente do leite materno. Qual sua função?

A

1) Bacteriostática.

Contra: E. Coli e Candida Albicans

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
10
Q

Lisozima é um componente do leite materno. Qual sua função?

A

1) Bactericida e anti-inflamatória

Contra: E. Coli e Salmonella

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
11
Q

Lactoperoxidase é um componente do leite materno. Qual sua função?

A

Contra: “X”treptococcus

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
12
Q

Oligossacarídeos é um componente do leite materno. Qual sua função?

A

Bloqueiam a adesão de alguns agentes ao epitélio intestinal

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
13
Q

LiPAse é um componente do leite materno. Qual sua função?

A

Contra PArasitas

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
14
Q

O leite materno na prematuridade tem mais?

A

Proteína, gordura, densidade energética

NaClCaPO4

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
15
Q

O Leite materno na prematuridade tem menos?

A

LACTOSE

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
16
Q

Leite de cabra/vaca tem menos?

A

Ácido fólico

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
17
Q

Quando o LV deve ser estimulado?

A

No segundo ano de vida.

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
18
Q

Consequência de LV no 1o ano de vida?

A

1) Curto prazo: Anemia ferropriva, raquitismo, aumento de infecção e prejuízo no crescimento.
2) Longo prazo: Obesidade

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
19
Q

Quando RN perde reflexo de extrusão?

A

Aos 4-6 meses

6 meses-> iniciar alimentação complementar

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
20
Q

O colostro (primeiros 5 dias) tem MAIS?

A

Coloração amarelada, aguado.

1) Imunoglobulinas
(2) Proteínas
(3) Vit. A/E (lipossolúveis

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
21
Q

O Leite maduro (> 2a semana) tem mais?

A

“LaGoVit” -

(1) Lactose
(2) GORDURA
(3) Vitaminas Hidrossolúveis

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
22
Q

O que tem no leite anterior (solução)?

A

(1) Água
(2) Lactose(sabor adocicado)
(3) Proteínas
(4) Vitaminas e sais

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
23
Q

O que tem no leite posterior (emulsão)?

A

(1) + GORDURA (ganha peso e saciedade)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
24
Q

No decorrer do dia a gordura do leite materno?

A

AUMENTA!

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
25
Q

O que ocorre com a SatO2 e Hb após nascimento?

A

↑↑ SatO2-> ↓↓EPO -> ↓↓ fisiológico de Hb.

Com 10 semanas de vida: níveis + baixos de Hemoglobina.

Lactente: predomínio de linfócitos e ↓Hb.

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
26
Q

O que o estrogênio faz durante a gestação?

A

Hiperplasia/ramificação dos ductos mamários

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
27
Q

O que a progesterona faz durante a gestação?

A

Hiperplasia de alvéolos e túbulos

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
28
Q

Quais as fases da lactogênese?

A

(1) Fase I: pequena secreção láctea na segunda metade da gestação
(2) Fase II: Após o parto -> apojadura. Cessa efeito inibitório de hormonios placentários
(3) Fase III (galactopoiese): Controle autócrino. Produção depende do estímulo e esvaziamento regular da mama.

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
29
Q

A PROlactina na lactação?

A

(1) Estimula a secreção de leite nos alvéolos
(PROduz leite)
(2) É inibida pela DOPAMINA

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
30
Q

A Ocitocina na lactação?

A

(1) Estimula contração (ejeção)

(2) É inibida pela ADRENALINA

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
31
Q

Qual a técnica de amamentação quanto ao posicionamento?

A

(1) APOIA
(2) ALINHA (cabeça e tronco mesmo eixo)
(3) APROXIMA (corpo próximo ao da mãe)
(4) ALTURA (rosto de frente para a mama)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
32
Q

Qual a técnica de amamentação quanto à pega?

A

(1) Boca bem aberta
(2) Lábio inferior evertido
(3) Aréola mais visível acima da boca
(4) Queixo toca a mama

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
33
Q

O que são fissuras mamárias?

A

Lesões, geralmente por posicionamento ou pega incorretos. Criança apoia a gengiva e morde o mamilo

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
34
Q

Quais as orientações para fissuras mamárias?

A

(1) Ordenha antes da mamada (desencadear reflexo de ejeção)
(2) Passar o leite
(3) Mudar de posição
(4) Manter a amamentação

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
35
Q

Sobre o Ingurgitamento?

A

Patológico se 3-5 dias após o parto

↑↑mama, dor, tensão e hiperemia.

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
36
Q

Quais as orientações para ingurgitamento?

A

(1) Manter amamentação
(2) Usar Sutiãs de alças largas (sustenta a mama)
(3) Ordenhar ANTES e APÓS
(4) Compressas FRIAS nos intervalos das mamadas
(5) Analgésico sistêmico

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
37
Q

Sobre a Mastite?

A

(1) S. Aureus
(2) + Comum 2-3 semana pós-parto
(3) Vermelhidão, calor, edema. Febre, mal-estar náuseas e vômitos
(4) 1 ou mais quadrantes (+ comum QSE)
(5) Geralmente unilateral

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
38
Q

Qual o tratamento da Mastite?

A

(1) Manter o aleitamento (exceto se abscesso drenar para aréola)
(2) Corrigir técnica
(3) Esvaziar as mamas
(4) Analgésicos, ATB

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
39
Q

Quando indicar ATB na mastite? (cefalexina, amox+clav)

A

(1) Sintomas graves
(2) Fissura
(3) Ausência de melhora após remoção do leite acumulado

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
40
Q

Candidíase na amamentação?

A

(1) Dor, prurido, pele hiperemiada, brilhante, fina descamação.
(2) Placas esbranquiçadas (raro)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
41
Q

Qual o tratamento da candidíase na mama?

A

(1) Uso tópico miconazol/clotrimazol
OU
(2) Sistêmico: Cetoconazol
(3) Tratar a criança sempre, mesmo sem sinais de candidíase.

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
42
Q

O leite vale 12 horas onde?

A

Geladeira

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
43
Q

O leite vale 2 semanas onde?

A

FREEZER (-3 graus)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
44
Q

Quais condições contraindicam ABSOLUTAMENTE o aleitamento materno?

A

(1) HIV
(2) HTLV 1 e 2 (vírus linfotrópico humano)
(3) Psicose (?) - pode se mãe supervisionada
(4) Doença de chagas aguda ou na presença de lesões sangrantes no mamilo

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
45
Q

Contraindicações RELATIVAS ao aleitamento?

A

(1) Herpes: não pode na mama com lesões. Manter na mama sadia. Cobrir lesões orais e genitais.
(2) Hepatite B: Criança deve receber vacina+Ig
(3) Varicela: CI se mãe 5 dias antes ou até 2 dias após o parto
(4) CMV: CI se criança < 32 semanas
(4) TB: mãe máscara e criança ISONIAZIDA (ñ faz BCG)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
46
Q

Qual doença do lactente incorre em contraindicação ABSOLUTA à amamentação?

A

(1) Galactosemia: doença hepática, catarata, déficit intelectual
(2) Não pode receber LH/Leite com lactose.
(3) Leite de soja permitido

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
47
Q

Qual doença do lactente incorre em contraindicação RELATIVA à amamentação?

A

Fenilcetonúria

(1) NÃO É ABSOLUTA.
(2) Não converte FEL em Fenilalanina
(3) Receber pequenas quantidades na dieta

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
48
Q

Quais fármacos contraindicam o aleitamento?

A

(1) Linezolida
(2) Imunossupressores e citotóxicos
(3) Ganciclovir/linezolina
(4) Amiodarona
(5) Radiofármacos

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
49
Q

Quais outros fármacos contraindicam o aleitamento?

A

(1) Bromocriptina (inibe lactação)
(2) Isotretinoína
(3) Sais de ouro (rash/idiossincrasia)
(4) Fenindiona (risco sangramento no bb)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
50
Q

Consumo de MEL antes de 1 ano pode causar?

A

BOTULISMO

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
51
Q

Como é o preparo do leite para crianças que vão usar LV com menos de 4 meses de idade?

A

LV diluído a 2/3 + Óleo a 3%

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
52
Q

Licença maternidade? Licença paternidade?

A

(1) M: 4 meses. Se empresa cidadã: 6 meses

(2) P: 5 dias. Se empresa cidadã: 20 dias

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
53
Q

Alimentação ao completar 6 meses?

A

(1) Fruta (raspada/amassada)
(2) Almoço (amassada)
(3) Fruta

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
54
Q

Alimentação ao completar 7 meses?

A

(1) Fruta (raspada/amassada)
(2) Almoço (amassada/pedaços pequenos)
(3) Fruta (r/a)
(4) Janta (a/pp)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
55
Q

Alimentação no segundo ano de vida?

A

(1) Fruta
(2) Fruta (pedaços)
(3) Refeição da família (almoço)
(4) Fruta (pedaçõs)
(5) Refeição da família (jantar)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
56
Q

Profilaxia anemia ferropriva se TERMO e > 2.500g

A

(1) Até 6m: AME ou FI
(2) Após 6m: 1 mg/kg/dia até 2 anos
(exceto se > 500 ml/dia FI)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
57
Q

Profilaxia anemia ferropriva se PMT ou < 2.500g

A

(1) APÓS 30 DIAS

(a) No primeiro ano:
< 1000g: 4
< 1500g: 3
< 2500g: 2

(b) 1-2 anos: 1

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
58
Q

5 mg de SULFATO FERROSO equivale à quantos mg de FERRO ELEMENTAR?

A

1 mg de FERRO ELEMENTAR

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
59
Q

Como é feita a recomendação para VITAMINA A em pediatria?

A

Crianças residentes em áreas de risco
6-11 meses: 100.000 UI VO dose única
12-59 meses: 200.000 UI VO a cada 6 meses

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
60
Q

Como é feita a recomendação para VITAMINA D pediatria?

A

< 1 ano:
400 UI/dia

> 1 ano:
600 UI/dia

Iniciar logo após o nascimento

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
61
Q

Qual a duração de uma diarreia aguda na infância?

A

< 14 dias

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
62
Q

Qual a duração de uma diarreia persistente?

A

> 14 dias

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
63
Q

Qual a duração de uma diarreia crônica?

A

> 30 dias (alguns autores: >2-3 semanas)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
64
Q

O que é disenteria (10%)?

A

(1) Diarreia com sangue e pus

(2) Tenesmo, urgência fecal, inflamação do cólon

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
65
Q

Qual o principal agente que causa disenteria?

A

SHIGELLA

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
66
Q

Particularidades da diarréia OSMÓTICA (90%)?

Rotavírus

A

(1) Lesão no enterócito. Diminui lactase -> fezes ácidas e explosivas
(2) GAP osmolar fecal ALTO
(3) Volume fecal menor
(4) Melhora com jejum

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
67
Q

Particularidades diarréia SECRETORA?

A

(1) Gap osmolar fecal baixo
(2) Diarreia VOLUMOSA
(3) Persiste mesmo durante jejum

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
68
Q

Particularidades diarréia INVASIVA?

A

(1) Citotoxinas, aumento da motilidade. Sangue, muco, leucócitos nas fezes

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
69
Q

Diarreia por rotavírus?

A

(1) < 2 anos (grave)
(2) VÔMITOS, Febre.
(3) Isolamento pelo ELISA

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
70
Q

Diarreia por NOrovírus

A

(1) NÓis: surtos epidêmicos

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
71
Q

Diarreia por adenovírus

A

(1) DNA dupla hélice
(2) Diarreia aguda autolimitada
(3) ELISA

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
72
Q

Quais diarreias causadas pela Escherichia Coli?

A

(1) EnteroToxigênica (diarreia do viajante)
(2) EnteroPatogênica (persistênte)
(3) Enteroinvasiva (disenteria COM febre)
(4) Entero-hemorrágica (disenteria SEM febre): lembrar de SHU

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
73
Q

Disenteria por salmonella?

A

(1) Inicio abrupto
(2) Disenteria, febre ALTA
(3) Pode evoluir com sepse, convulsão

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
74
Q

Quando usar ATB (salmonella)?

A

Ciprofloxacino/ceftriaxone:

1) < 3 meses
(2) Imunodeprimos
(3) Doenças hemolíticas (Hemoglobinopatia S

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
75
Q

Disenteria por Shigella?

A

(1) SNC (cefaleia, confusão mental, convulsão, alucinação)
(2) SHU (IRA+anemia hemolítica microangiopática+trombocitopenia)
(3) Tto: Ciproflox/Bactrin/Ác. nalidíxico

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
76
Q

Diarreia vibrião colérico (CÓLERA)

A

(1) Grandes epidemias
(2) Estimula AMPc
(3) VOLUMOSA (fezes em “água de arroz”). Cheiro de peixe
(4) Tto: Macrolídeo, doxi, cipro

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
77
Q

Quais diarreias causadas por protozoários?

A

Giardia lamblia
Entamoeba histolytica
Criptosporidium

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
78
Q

Sobre a Giardia Lamblia?

A
(1) Assintomáticos
OU
(2) Distensão abdominal, flatulência, cólicas
(3) Síndrome má absorção
(4) Tto: metronidazol
How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
79
Q

Sobre Entamoeba Histolytica?

A

(1) 90% assintomático
(2) Disenteria
(3) Abscesso hepático (único)
(4) Megacólon tóxico
(5) Peritonite
(6) Perfuração intestinal
(7) Tto: Metronidazol

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
80
Q

Sobre Criptosporidium (diarreia)?

A

Diarreia volumosa, aquosa, cólicas intensas

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
81
Q

Para critérios de desidratação quais parâmetros são avaliados?

A

(1) CONDIÇÃO
(2) SEDE
(3) SINAL DA PREGA
(4) OLHOS
(5) Pulsos
(6) Lágrimas
(7) Enchimento capilar

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
82
Q

Critérios que definem desidratação NÃO GRAVE?

A

(1) CONDIÇÃO: irritada
(2) SEDE: sedenta
(3) SINAL DA PREGA: lentamente (<2s)
(4) OLHOS: fundos
(5) Pulsos: rápido, fraco
(6) Lágrimas: ausentes
(7) Enchimento capilar: 3 - 5 s

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
83
Q

Critérios para desidratação GRAVE?

A

(1) CONDIÇÃO: letargica, iinconsciente
(2) SEDE: incapaz
(3) SINAL DA PREGA: muito lentamente (>2s)
(4) OLHOS: muito fundos e secos
(5) Pulsos: muito fraco
(6) Lágrimas: ausentes
(7) Enchimento capilar: >5 s

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
84
Q

Como é preparado o soro caseiro?

A

200 ml de água + 1 pitada(uma medida rasa) de sal + 1 punhado (duas medidas grandes) de açucar.

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
85
Q

Qual a concentração do SRO quanto ao Sódio, Glicose, Cloro, Potássio e a osmolaridade?

A
Na: 75
Glicose: 75
Cloro: 65
Potássio: 20
Osmolaridade: 245
How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
86
Q

Particularidades da Sd. do Intestino Irritável (diarreia disfuncional)

A

Criança bem, evacua mal
Tto: “4 Fs”
(1) Fat= ↑ingestão de gordura
(2) Fibras=↑ingestão de fibras
(3) Fluidos=↓Diminuir ingestão de líquidos
(4) Frutas= ↓Diminuir frutas na forma de líquidos

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
87
Q

Quais as principais características da doença celíaca(intolerância ao glúten) na infância?

A

(1) Dificuldade ganho ponderoestatural
(2) Surge no 2o semestre de vida
(3) Fezes pálidas, odor fétido, distensão abdominal
(4) Não há sangue
(5) ANEMIA FERROPRIVA REFRATÁRIA

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
88
Q

Clínica e consequências da APLV? (alergia à proteína do leite de vaca)

A

(1) Diarreia com sangue, sem vômito

(2) Acometimento cutâneo e baixo ganho ponderoestatural

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
89
Q

O que consiste o plano A na desidratação?

A

(1) Aumentar líquidos
(2) Soro caseiro após evacuação:
<2a: 50-100 ml
>2a: 100-200 ml
(3) Manter dieta
(4) Orientar sinais de gravidade
(5) Zinco (diminui gravidade, recorrência e duração)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
90
Q

Plano B na desidratação?

A

(1) TRO na unidade
(2) 75 ml/kg em 4 horas
(3) Apenas LM

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
91
Q

Quando indicar gastróclise (20/30 ml/kg/h)?

A

(1) Dificuldade ingestão
(2) Vômitos
(3) Distensão
(4) Perda de peso após 2h

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
92
Q

Plano C na desidratação?

A
HV (RL/SF 100ml/kg)
<1a: 6h
30 em 1h / 70 em 5h
>1a: 3h
30 em 30' / 70 em 2h30'
How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
93
Q

Qual a recomendação do CDC na desidratação?

A

20 ml/kg em 5 a 10 minutos

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
94
Q

Holliday?

A

(1) Expansão: 100 ml/kg em 2 horas
(2) Manutenção:
0-10 kgs= 100 ml/kg
11-20= 1000 + 50xP(cada kg acima de 10)
>20= 1500 + 20xP(acima de 20)
(3) Reposição: 50 ml/kg em 24h

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
95
Q

Características gerais da Intolerância a lactose ?

A

(1) Fezes acidas (dermatite fraldas)
(2) Hiperemia anal
(3) Fezes explosivas
(4) NÃO tem comprometimento pondero-estatural
(5) Flatulência
(6) Melhor exame: Teste do hidrogênio expirado

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
96
Q

A ondansetrona pode ser usada a partir de quantos anos?

A

4 anos

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
97
Q

Devem-se evitar quais medicações (diarreia)?

A

(1) Antiespasmódicos
(2) Antiemético
(3) Adstringentes
(4) Lactobacilos

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
98
Q

Pode-se utilizar quais medicações(diarreia)?

A

(1) Saccharomyces+ATB

2) Racecadotrila (não usa < 3 meses

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
99
Q

Quais o valores de Taquipneia?

A

(1) ≥ 60 irpm em menores de 2 meses
(2) ≥ 50 irpm 2-12 meses
(3) ≥ 40 irpm 1-5 anos
(4) ≥ 30 irpm 5-8 anos
(5) ≥ 20 irpm > 8 anos

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
100
Q

Resfriado comum (etiologia)?

A

(1) Rinovírus
(2) Coronavírus
(3) Adenovírus
(4) Parainfluenza
(5) Influenza
(6) VSR

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
101
Q

Qual a clínica do resfriado comum?

A

(1) Obstrução nasal, coriza, roncos
(2) Tosse
(3) Hiperemia de mucosa
(4) Febre

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
102
Q

O que não usar no resfriado?(<6 anos)

A

AAS (reye) - Encefalopatia hepática
Mucolíticos
Antitussígenos
Descongestionantes

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
103
Q

Complicações do resfriado

A

(1) Otite média aguda (+frequente)

(2) Sinusite bacteriana aguda

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
104
Q

Etiologia da OMA e Sinusite

A

“PIC”

(1) streptococcus Pneumoniae
(2) haemophilus Influenzae
(3) moraxela Catarrhalis

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
105
Q

Quadro clínico (OMA)?

A

(1) Lactente: inespecífico-vômito, irritabilidade, choro, febre
(2) Criança maior: otalgia
(3) Otorreia, secreção purulenta

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
106
Q

Diagnóstico (OMA)?

A

(1) MT hiperemiada, opaca
(2) ABAULAMENTO da MT
(3) MT sem mobilidade à insuflação pneumática
(4) Raro: bolhas no tímpano (Miringite bolhosa) Mycoplasma pneumoniae

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
107
Q

Tratamento (OMA), quando?

A

(1) < 6 meses
(2) Com otorréia
(3) Graves: dor moderada/grave
Febre ≥ 39
Otalgia > 48h
(4) 6 meses - 2 anos: se otite BILATERAL

Nos demais, posso observar!

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
108
Q

Qual o tratamento de primeira linha para OMA?

A

(1) AMOXACILINA 50 mg/kg/dia (7-10 dias)

(2) Alérgicos à penicilina: Cefuroxima

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
109
Q

Quando usar a dose mais alta? (80-90 mg/kg/dia)?

A

(1) < 2 anos
(2) Crianças que frequentam creches
(3) Uso recente de ATB (<30dias)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
110
Q

Quando usar AmoxiClav (OMA)?

A

(1) Falha terapêutica
(2) Cobrir cepas de Hemófilo e Moraxela produtoras de betalactamase
(3) OTITE + CONJUNTIVITE (Hemófilo)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
111
Q

Complicações da OMA?

A

(1) Perfuração Timpânica (+comum)
(2) OM serosa/efusão: líquido sem inflamação exuberante + MT íntegra
(3) Mastoidite aguda

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
112
Q

No que consiste a mastoidite aguda?

A

Complicação da OMA, apresentando:

1) Periostite
(2) Flogose e edema retroauricular (desaparece sulco retroauricular
(3) DESCOLAMENTO DO PAVILHÃO

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
113
Q

Qual o tratamento da mastoidite aguda?

A

(1) Internar
(2) TC
(3) ATB parenteral (ceftriax ou Amoxiclav)
(4) Miringotomia

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
114
Q

Qual a definição de OMAR(recorrente)?

A

≥ 3 episódios em 6 meses
OU
≥ 4 episódios em 1 ano

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
115
Q

Tratamento OMAR?

A

Considerar Tubo de ventilação

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
116
Q

Qual seio aerado já no RN?

A

ETMOIDAL

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
117
Q

Qual seio é rudimentar no RN e aerado aos 4 anos?

A

MAXILAR

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
118
Q

Qual seio que inicia seu desenvolvimento aos 7 anos e termina na adolescência?

A

FRONTAL

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
119
Q

Qual seio é visualizado no Raio-x aos 5 anos?

A

ESFENOIDAL

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
120
Q

Quadro clínico (sinusite)?

A

(1) Quadro de resfriado arrastado ≥ 10 dias
(2) Quadro “grave”: Febre alta ≥ 39 + coriza purulenta por ≥ 3 dias consecutivos
(3) Quadro com “piora clínica” após melhora inicial de sintomas de resfriado

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
121
Q

Tratamento (Sinusite)?

A

(1) Amoxicilina (=OMA)

(2) ATB mantido até 7 dias após resolução dos sintomas

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
122
Q

Complicações (sinusite)?

A

(1) Celulite orbitária

(2) Celulite periorbitária

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
123
Q

Quadro clínico da Celulite Orbitária?

A

“PED”

1) Proptose
(2) Edema na conjuntiva (quemose
(3) Dor à movimentação

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
124
Q

O que é Celulite Periorbitária?

A

Inflamação da pápebra e tecidos periorbitais, SEM ACOMETIMENTO ORBITAL!

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
125
Q

Diagnóstico diferencial (sinusite)?

A

(1) Corpo estranho: rinorreia unilateral, fétida, mucopurulenta ou sanguinolenta
(2) Rinite alérgica: prurido e espirros, mucosa nasal pálida, eosinofilia
(3) Sífilis: < 3 meses, rinorreia serossanguinolenta

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
126
Q

Qual o principal agente da Faringite aguda?

A

Streptococcus beta-hemolítico do grupo A

S. Pyogenes

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
127
Q

Qual o pico de incidência da Faringite?

A

5-15 anos (incomum antes dos 5 anos)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
128
Q

Quadro clínico (faringite)?

A

(1) Abrupto: Febre alta e ODINOFAGIA
(2) Sintomas sistêmicos: Dor abd + vômito
(3) Hiperemia faríngea, exsudato amigdaliano
(4) PETÉQUIA PALATO (estreptococcia)
(5) Adenomegalia cervical

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
129
Q

O que aponta para uma etiologia viral de faringite?

A

Presença de coriza, tosse e obstrução nasal

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
130
Q

Diagnóstico (faringite)?

A

1) Teste rápido: + específico.

2) Cultura SGA: + sensível

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
131
Q

Tratamento (faringite)?

A

(1) Penicilina G Benzatina
< 27 kgs: 600.000 UI IM dose única
> 27 kgs: 1.200.000 UI IM dose única

(2) Alternativas orais: Amoxi e Penicilina V oral (10 dias)
(3) Alérgicos: Macrolídeo(EA) ou cefalexina 10 dias

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
132
Q

Em até quanto tempo podemos prevenir Febre Reumática com o uso de ANTIBIÓTICO?

A

Até 9 dias do início do quadro!!!

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
133
Q

Complicações não supurativas da Faringite?

A

(1) Febre reumática (prevenida com ATB)

2) GNPE (Não pode ser prevenida

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
134
Q

Complicações supurativas da Faringite?

A

(1) Abscesso peritonsilar (periamigdaliano)

(2) Abscesso retrofaríngeo

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
135
Q

Qual a clínica do abscesso peritonsilar ? (>5 anos)

A

(1) Sintomas mais intensos: odinofagia, disfagia, sialorreia
(2) TRISMO
(3) DESVIO DA ÚVULA
(4) ABAULAMENTO TONSILAR

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
136
Q

Qual o tratamento do abscesso peritonsilar ?

A

(1) Internar
(2) Clindamicina (cobrir SGA + anaeróbios da cavidade oral)
(3) Drenagem

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
137
Q

Qual a clínica do abscesso retrofaríngeo? (<5anos)

A

DOR À MOBILIZAÇÃO CERVICAL (+ os outros)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
138
Q

Diagnóstico e tratamento (abscesso retrofaríngeo)?

A

(1) Radiografia lateral do pescoço: alargamento partes moles + presença de ar
(2) TC de pescoço
(3) Tto: ATB (cefa 3a + Ampi/Sulb ou Clinda) + drenar

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
139
Q

Qual a etiologia do Abscesso Retrofaríngeo?

A

Spy-Ana-SAUna

(1) S. Pyogenes
(2) Anaeróbios
(3) S. Aureus

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
140
Q

Diagnósticos diferenciais da faringite aguda?

A

(1) Mononucleose infecciosa
(2) Adenovirose
(3) Herpangina
(4) PFAPA
(5) Difteria

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
141
Q

Sobre a Mononucleose Infecciosa?

A

EBV

(1) Linfadenopatia generalizada
(2) Esplenomegalia
(3) Linfocitose com ATIPIA
(4) Sinal de Hoagland (edema palpebral)
(5) Exantema após amoxicilina

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
142
Q

Até qual idade a pesquisa de anticorpos heterófilos é negativa na mononucleose?

A

até os 4 anos!

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
143
Q

Até os 4 anos devo solicitar?(mononucleose)

A

Pesquisa IgG e IgM contra capsídeo do vírus EBV (AntiVCA)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
144
Q

Na fase aguda qual o teste mais específico para diagnosticar Mononucleose?

A

IgM anticapsídeo viral

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
145
Q

Qual o agente etiológico da “Febre faringo-conjuntival”?

A

Adenovírus

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
146
Q

Na adenovirose podemos encontrar?

A

(1) Conjuntivite (sem exsudato)

(2) Linfadenopatia pré-auricular e cervical.

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
147
Q

Sobre a Herpangina (coxsackie A)?

A

(1) Lesões vesiculares e ulceradas na faringe POSTERIOR, palato mole, tonsilas.

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
148
Q

Na gengivoestomatite-herpética as ulceras estão?

A

Em toda a cavidade oral!

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
149
Q

PFAPA (síndrome de Marshall)?

A

“FEFA”

(1) Febre periódica
(2) Estomatite aftosa
(3) Faringite
(4) Adenite

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
150
Q

Quando pensar em PFAPA?

A

Aftas + Quadros recorrentes(trata e não melhora) +

Culturas negativas

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
151
Q

Tratamento PFAPA?

A

Resposta dramática ao CORTICÓIDE!!

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
152
Q

Sobre difteria?

A

(1) História vacinal desconhecida/incompleta
(2) Faringite pseudomembranosa
(3) Membrana aderente branco acizentada c/ sangramento à tentativa de remoção

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
153
Q

Sobre a Angina de Ludwig (anaeróbios)?

A

(1) Extração dentária

(2) Febre, disfagia, dificuldade respiratória, toxemia

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
154
Q

Quais infecções das vias aéreas intermediárias (estridor)?

A

(1) Epiglotite aguda (supraglóticos)

2) Laringotraqueobronquite viral aguda (glótica/subglótica

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
155
Q

Qual o agente etiológico da epiglotite aguda?

A

(1) Haemophilus influenzae tipo B
“eBiglotite”
(2) Pyogenes
(3) Aureus

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
156
Q

Clínica (epiglotite)?

A

(1) Agudo e fulminante
(2) Febre ALTA e toxemia (grave), odinofagia, disfagia e sialorreia
(3) Posição tripé
(4) Estridor (tardio)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
157
Q

Diagnóstico (epiglotite)?

A

É CLÍNICO!!!

(1) Epiglote aumentada
(2) Edema e cor vermelho-cereja durante intubação traqueal

Rx(sinal do polegar?)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
158
Q

Tratamento (epiglotite) ?

A

(1) Garantir IMEDIATAMENTE via aérea (intubar ou traqueostomia)
(2) ATB parenteral (cefuroxima, ceftriaxona ou meropenem) por 10 dias.

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
159
Q

Qual o agente etiológico da laringotraqueobronquite aguda (CRUPE VIRAL)?

A

PARAINFLUENZA (75%)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
160
Q

Qual a clínica da crupe viral ?

A

(1) Pródromos catarrais
(2) Febre baixa
(3) Tosse METÁLICA (CRUPE) / cachorro / ladrante
(4) Rouquidão (acometimento da corda vocal)
(5) Estridor

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
161
Q

O que mostra o raio-x cervical na laringotraqueobronquite aguda?

A

(1) Estreitamento infraglótico:

Sinal da “torre” ou sinal do “lápis”

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
162
Q

Qual o tratamento (crupe viral)?

A

(1) Estridor em repouso:
NBZ com adrenalina + corticoide (dexa IM/VO)

(2) Sem estridor em repouso:
Só corticoide

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
163
Q

Laringotraqueobronquite viral aguda, porém SEM PRÓDROMOS CATARRAIS, sugere???

A

LARINGITE ESTRIDULOSA (CRUPE ESPASMÓDICA)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
164
Q

A crupe espasmódica é caracterizada por?

A

Despertar súbito sem pródromos de infecção viral (não tem febre)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
165
Q

A crupe espasmódica melhora com adrenalina?

A

NÃO! Resolução espontânea do quadro

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
166
Q

Quadro de laringotraqueobronquite que evolui com FEBRE ALTA, toxemia, sintomas mais EXUBERANTES e sem resposta à NBZ com adrenalina sugere?

A

Traqueíte bacteriana (S. Aureus)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
167
Q

Qual o tratamento da traqueíte?

A

Internar + ATB parenteral + considerar IOT

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
168
Q

Quais as causas não infecciosas de estridor na infância?

A

(1) Laringomalácia
(2) Estenose sbuglótica
(3) Paralisia de pregas vocais
(4) Anomalias vasculares

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
169
Q

Sobre a laringomalácia?

A

(1) Anomalia congênita laríngea + comum
(2) Surge nas primeiras semanas
(3) Estridor piora c/ choro

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
170
Q

Como se faz o diagnóstico de laringomalácia?

A

Laringoscopia

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
171
Q

Qual a conduta na laringomalácia?

A

Expectante

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
172
Q

Quais os principais agentes da pneumonia em menores de 2 meses?

A

(1) S. Agalactiae (grupo B)

2) Gram-negativos entéricos (E. Coli

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
173
Q

Quais os principais agentes da pneumonia em maiores de 2 meses?

A

(1) Vírus
(2) S. Pneumoniae
(3) S. Aureus

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
174
Q

Quando pensar em PNM por S. Aureus?

A

(1) Quadro grave
(2) Complicações (derrame pleural)
(3) Porta de entrada cutânea (Ex. impetigo)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
175
Q

O derrame pleural é mais frequente na pneumonia causada por?

A

S. Pneumoniae

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
176
Q

Qual o quadro clínico da PNM bacteriana TÍPICA?

A

(1) Pródromos
(2) Febre ALTA e tosse INTENSA
(3) sinais clássicos
(4) TAQUIPNEIA

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
177
Q

Quais são os sinais clássicos da PNM?

A

(1) Estertores inspiratórios
(2) ↑↑FTV
(3) Broncofonia
(4) Pectorilóquia

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
178
Q

Quais os sinais de gravidade na PNM?

A

(1) Tiragem subcostal
(2) Batimento de asa nasal
(3) Gemência
(4) Cianose (SatO2<92%)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
179
Q

O que caracteriza uma PNM como MUITO GRAVE?

A

(1) Cianose central
(2) Dificuldade respiratória grave (ex: movimentos involuntários da kbc)
(3) Incapacidade de beber

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
180
Q

O que caracteriza uma PNM como GRAVE?

A

Tiragem subcostal

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
181
Q

O que podemos encontrar no exame físico diante de um Raio-x com DERRAME PLEURAL?

A

(1) ↓↓ FTV
(2) Ausência ou ↓↓MV
(3) Percussão maciça ou submaciça

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
182
Q

Quando pedir Hemograma e hemocultura?

A

Apenas para crianças que serão internadas

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
183
Q

O que podemos ver no Raio-x de aspecto triangular ou lobulado, semelhante à um infiltrado?

A

TIMO (sinal do barco a vela)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
184
Q

Quais as indicações de hospitalização na PNM?

A

(1) < 2 meses
(2) Sinais de gravidade
(3) Comprometimento do estado geral
(4) Complicação e extensão radiológica

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
185
Q

Tratamento PNM em menores de 2 meses?

A

Padrão AA:

(1) Ampicilina (ou P. Cristalina) + Aminoglicosídeo

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
186
Q

Tratamento PNM em maiores de 2 meses?

A

(1) AmbulatÓrio:
a) Amoxicilina (VO)
b) Penicilina procaÍna (IM)
Por 10 dias

(2) Hospital:
a) PNM grave: PC
b) PNM muito grave: Oxacilina+Ceft/Cloranf

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
187
Q

O que fazer em caso de suspeita clínica de infecção estafilocócica (pneumatoceles, empiema)?

A

Associar Vancomicina ou Clindamicina

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
188
Q

O que indica falha terapêutica da PNM na criança?

A

Não melhora após 48-72 h

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
189
Q

Quando puncionar um derrame pleural (PNM)?

A

Se > 1 cm

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
190
Q

Qual o objetivo de avaliar o derrame pleural (PNM)?

A

(1) Inflamatório

2) Infeccioso (empiema

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
191
Q

Quando teremos um empiema (PNM)?

A

(1) Aspecto purulento
(2) pH < 7,2
(3) Glicose < 40 mg/dl
(4) Gram e/ou cultura positivos

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
192
Q

Qual a conduta diante de um empiema?

A

DRENAGEM!

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
193
Q

Sobre as Pneumatoceles na criança?

A

Estafilococos

(1) Lesões cavitárias
(2) Paredes finas
(3) Tto: ATB

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
194
Q

Sobre o Abscesso pulmonar na criança?

A

Estafilococos e anaeróbios

(1) Necrose e cavitação do parênquima pulmonar
(2) Cavitações de paredes espessas
(3) Nível hidroaéreo
(4) Tto: ATB

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
195
Q

Qual a principal etiologia da PNM atípica? Qual a faixa etária?

A

(1) Mycoplasma pneumoniae
(2) Chlamydia trachomatis
(3) > 5 anos

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
196
Q

Qual a clínica na Pneumonia Atípica?

A

(1) Início insidioso

(2) Rouquidão, odinofagia, fadiga

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
197
Q

Manifestações extrapulmonares da PNM atípica?

A

(1) Otite (miringite bolhosa)
(2) Pericardite
(3) Miocardite
(4) Eritema nodoso
(5) Stevens-Jhonson

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
198
Q

Avaliação complementar na PNM atípica?

A

↑↑Crioaglutininas

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
199
Q

Qual o tratamento da PNM atípica?

A

Macrolídeos (EAC)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
200
Q

Qual o principal agente na PNM AFEBRIL DO LACTENTE?

A

(1) Chlamydia Trachomatis

(2) Outros: Ureaplasma urealyticum e Mycoplasma Hominis

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
201
Q

PNM virais/atípicas cursam com que padrão radiológico?

A

(1) Infiltrado INTERSTICIAL

(2) HIPERINSUFLAÇÃO

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
202
Q

PNM típicas/bacterianas cursam com que padrão radiológico?

A

Padrão de CONDENSAÇÃO

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
203
Q

Características gerais da PNM afebril do lactente?

A

(1) Parto vaginal (< 3 meses)
(2) Conjuntivite no RN
(3) NÃO TEM FEBRE!
(4) Tosse intensa+taquipneia+quadro arrastado
(5) Eosinofilia
(6) Rx: Infiltrado Intersticial/hiperinsuflação

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
204
Q

Qual o tratamento na PNM afebril do lactente?

A

Macrolídeos

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
205
Q

A eritromicina pode levar à?

A

↑↑ risco de Estenose hipertrófica de piloro

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
206
Q

O que caracteriza a fase CATARRAL da coqueluche?

A

1-2 semanas, eosinofilia

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
207
Q

O que caracteriza a fase PAROXÍSTICA da coqueluche?

A
2-6 semanas,
(1) Tosse + guincho
(2) Em menores que 3 meses:
Tosse sem guincho + Apneia + Cianose
(convulsão)
How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
208
Q

O que caracteriza a fase de CONVALESCENÇA da coqueluche?

A

> 2 semanas, redução dos sintomas

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
209
Q

Hemograma e raio-x da coqueluche?

A

(1) Leucocitose intensa + LINFOCITOSE

2) Infiltrado peri-hilar (“coração felpudo”

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
210
Q

Tratamento (coqueluche)?

A

(1) Azitromicina

(2) Claritromicina

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
211
Q

Dose de azitro coqueluche?

dose única diária

A

(1) < 6 meses: 10 mg/kg/dia

2) > 6 meses: 10 (1º dia) + 5 (2º-5º dia

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
212
Q

Tomografia com aspecto em “linha de trem” é patognomônico de?

A

BRONQUIECTASIAS

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
213
Q

Etiologia da Bronquiolite viral aguda (BVA)?

A

VSR (Vírus sincicial respiratório)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
214
Q

Qual o quadro clínico da BVA?

A

(1) < 2 anos
(2) Pródromos, febre, tosse
(3) TAQUIPNEIA
(4) Sibilos
(5) Tempo expiratório prolongado

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
215
Q

Como é o Raio-X da BVA?

A

(1) HIPERINSUFLAÇÃO: Hipertransparência, retificação arcos costais, aumento diâmetro AP
(2) ATELECTASIAS

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
216
Q

Tratamento BVA?

A

(1) Oxigenioterapia (se SatO2 < 90%)
(2) Nutrição/hidratação
(3) NBZ com salina hipertônica 3% (internados)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
217
Q

O que não fazer na BVA?

A

(1) Beta2-agonista
(2) Corticóide
(3) Fisioterapia respiratória

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
218
Q

Quando pode fazer corticóide (BVA)?

A

(1) Episódios repetidos de sibilância
(2) Broncoespasmo GRAVE
(3) Atopia: alergia alimentar/eczema…

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
219
Q

Prevenção na BVA?

A

Anticorpo monoclonal anti-VSR (palivizumabe) para crianças com alto risco

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
220
Q

Quem são as crianças de alto risco que devem receber Palivizumabe como forma de prevenir BVA?

A

(1) RN PMT < 28 semanas
(2) < 2 anos com:
(a) Cardiopatia congênita
(b) Doença pulmonar crônica da prematuridade

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
221
Q

Qual o diagnóstico diferencial da BVA?

A

ASMA BRÔNQUICA (sibilante persistente)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
222
Q

Qual doença + predispõe PNM na infância?

A

ASMA

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
223
Q

Características gerais da ASMA na criança…

A

(1) Episódios recorrentes (ausência de infecção)
(2) História familiar positiva
(3) Rinite alérgica / eczema atópico
(4) Eosinofilia (>3%)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
224
Q

Local mais comum de impactação de corpo estranho na via aérea?

A

Brônquio direito

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
225
Q

Manifestações clínicas do corpo estranho?

A

(1) Engasgo, tosse

(2) Intervalo assintomático

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
226
Q

O que mostra o Raio-x (corpo estranho)?

A

Enfisema por obstrução (aprisionamento de ar)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
227
Q

Qual outro exame além do raio-x pode ser feito em caso de corpo estranho em via aérea?

A

Broncoscopia

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
228
Q

Quantas consultas devem ser feitas no 1º ano de vida?

A
SETE!
Primeira semana de vida
1 mês
2 meses
4 meses
6 meses
9 meses
12 meses
How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
229
Q

Quantas consultas devem ser feitas no 2º ano de vida?

A

DUAS!

18 e 24 meses

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
230
Q

Quantas consultas devem ser feitas no após 2 anos de vida?

A

ANUALMENTE!

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
231
Q

Qual o ganho de peso da criança no primeiro ano de vida? (por trimestre)

A

1º tri: 700 g/mês
2º tri: 600 g/mês
3º tri: 500 g/mês
4º tri: 400 g/mês

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
232
Q

Quando o bebê duplica seu peso?

A

4-5 meses

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
233
Q

Quando o bebê triplica seu peso?

A

Com 1 ano de idade

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
234
Q

Quando o bebê quadruplica seu peso?

A

Aos 2 anos de idade

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
235
Q

Quantos kgs o pré-escolar (2-6 anos) ganha por ano?

A

2 KILOS

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
236
Q

Quantos kgs o Escolar (6-10 anos) ganha por ano?

A

3-3,5 KILOS

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
237
Q

Quanto à estatura, qual o comprimento ao nascer?

A

50 cm

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
238
Q

Quanto à estatura, qual o ganho no primeiro ano?

A

25 cm (15 cm no primeiro semestre e 10 cm no segundo semestre)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
239
Q

Quanto à estatura, qual o ganho no segundo ano?

A

12 cm

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
240
Q

Quanto à estatura, qual o ganho nos pré-escolares?

A

7-8 cm/ano

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
241
Q

Quanto à estatura, qual o ganho nos escolares?

A

6-7 cm/ano

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
242
Q

Qual o perímetro cefálico médio ao nascer?

A
35 cm
(1) Comprimento/2 + 10 = PC (+-/2 cm)
How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
243
Q

Qual o ganho no perimetro cefálico no 1º trimestre?

A

2 cm/mês

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
244
Q

Qual o ganho no perimetro cefálico no 2º trimestre?

A

1 cm/mês

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
245
Q

Qual o ganho no perimetro cefálico no 2º semestre?

A

0,5 cm/mês

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
246
Q

Ao final do 1º ano, o PC cresceu?

A

12 cm

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
247
Q

No 2º ano o PC cresce?

A

2 cm

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
248
Q

PC médio no adulto ?

A

54 cm

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
249
Q

Quais os pontos de corte para microcefalia?

A

(1) -2 desvios-padrão IG e Sexo (37 semanas)
(2) Meninas: 30,24
(3) Meninos: 30,54

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
250
Q

Peso/Idade?

A

0-10 anos

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
251
Q

Estatura/Idade?

A

0-19 anos

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
252
Q

Peso/Estatura?

A

0-5 anos

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
253
Q

IMC/idade?

A

0-19 anos

(1) 0-5 anos
(2) 5-19 anos

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
254
Q

O que representa o score Z?

A

Distância (em desvio padrão) entre um parâmetro (ex: peso) de um paciente e seu valor médio na população

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
255
Q

Escore Z +3 corresponde ao percentil?

A

99,9

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
256
Q

Escore Z +2 corresponde ao percentil?

A

97

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
257
Q

Escore Z +1 corresponde ao percentil?

A

85

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
258
Q

Escore Z 0 corresponde ao percentil?

A

50

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
259
Q

Escore Z -1 corresponde ao percentil?

A

15

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
260
Q

Escore Z -2 corresponde ao percentil?

A

3

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
261
Q

Escore Z -3 corresponde ao percentil?

A

0,1

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
262
Q

Como se dá o desenvolvimento na criança?

A

(1) Céfalocaudal

(2) Centro → Periferia

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
263
Q

O que se espera de um RN, quanto ao desenvolvimento?

A

(1) MOTOR: Postura semifletida
(2) ADAPTATIVO: Fixa face humana
(3) PESSOAL-SOCIAL: Preferência pela face humana
(4) LINGUAGEM: -

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
264
Q

O que se espera com 1 mês, quanto ao desenvolvimento?

A

(1) MOTOR: Eleva o queixo
(2) ADAPTATIVO: segue um objeto
(3) PESSOAL-SOCIAL: Esboça sorriso
(4) LINGUAGEM: -

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
265
Q

O que se espera com 2 meses, quanto ao desenvolvimento?

A

(1) MOTOR: Eleva a cabeça
(2) ADAPTATIVO: Segue um objeto 180º
(3) PESSOAL-SOCIAL: Sorriso social
(4) LINGUAGEM: Balbucia

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
266
Q

O que se espera com 3 meses, quanto ao desenvolvimento?

A

(1) MOTOR: Eleva a cabeça e o tórax
(2) ADAPTATIVO:
(3) PESSOAL-SOCIAL: Contato social
(4) LINGUAGEM:

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
267
Q

O que se espera com 4 meses, quanto ao desenvolvimento?

A

(1) MOTOR: Mãos na linha média, cabeça NÃO pende para trás quando puxado para sentar.
(2) ADAPTATIVO: Agarra objeto e leva até a boca
(3) PESSOAL-SOCIAL: Gargalhadas
(4) LINGUAGEM: “Ahh” “ngah”

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
268
Q

O que se espera com 7 meses, quanto ao desenvolvimento?

A

(1) MOTOR: Rola / Senta com apoio
(2) ADAPTATIVO: Transfere objetos
(3) PESSOAL-SOCIAL: Prefere a mãe
(4) LINGUAGEM: Polissílabos

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
269
Q

O que se espera com 10 meses, quanto ao desenvolvimento?

A

(1) MOTOR: Senta sozinho sem apoio
(2) ADAPTATIVO: Pinça assistida
(3) PESSOAL-SOCIAL: “Esconde-acha” / Permanência objetos / ansiedade com estranhos
(4) LINGUAGEM: Repete sons consonantais “mama” “dada”

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
270
Q

O que se espera com 12 meses, quanto ao desenvolvimento?

A

(1) MOTOR: Anda com uma mão apoiada
(2) ADAPTATIVO: Movimento de pinça / entrega objetos
(3) PESSOAL-SOCIAL: brinca com bola
(4) LINGUAGEM: Diz duas palavras além de “mama” “papa”

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
271
Q

O que se espera com 15 meses, quanto ao desenvolvimento?

A

(1) MOTOR: Anda sozinho, sobe escada.
(2) ADAPTATIVO: Torre de 3 cubos
(3) PESSOAL-SOCIAL:
(4) LINGUAGEM: Dá nome aos objetos familiares (bola) / atende a comandos simples

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
272
Q

O que se espera com 18 meses, quanto ao desenvolvimento?

A

(1) Torre de 4 cubos

(2) Fala 10 palavras

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
273
Q

O que se espera com 24 meses, quanto ao desenvolvimento?

A

(1) Corre bem
(2) Torre de 7 cubos
(3) Faz linha horizontal

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
274
Q

O que se espera com 30 meses, quanto ao desenvolvimento?

A

IMITA UM CÍRCULO

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
275
Q

O que se espera com 36 meses, quanto ao desenvolvimento?

A

IMITA UMA CRUZ

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
276
Q

Com que idade a criança é capaz de desenhar um triângulo?

A

5 anos

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
277
Q

Quando o Reflexo de Moro desaparece?

A

(1) 3 meses, forma “típica” ou completa

(2) 6 meses, definitivamente

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
278
Q

Quando o reflexo tônico cervical assimétrico (Magnus de Kleijn) desaparece?

A

Aos 6-7 meses

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
279
Q

Quando o reflexo de Preensão palmar desaparece?

A

Aos 3 meses

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
280
Q

Quando o reflexo de Preensão plantar desaparece?

A

Aos 6-8 meses

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
281
Q

No que consiste o reflexo cutâneo-plantar?

A

Estimulo do bordo esterno da região plantar

Resposta esperada: flexão dos dedos

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
282
Q

O que se espera do reflexo cutâneo-plantar em RN de até 2 anos?

A

EXTENSÃO (sem representar patologia)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
283
Q

Quando o reflexo de de Galant desaparece?

A

Aos 4 meses

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
284
Q

Quando o reflexo de Apoio Plantar e Marcha desaparece?

A

Aos 2 meses

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
285
Q

Quando o reflexo do Paraquedista APARECE?

A

Aos 8 meses, permanece por toda vida

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
286
Q

Qual o parâmetro utilizado por Gómez?

A

Peso/Idade (PiPi)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
287
Q

Qual a interpretação de Gómez?

A

(1) > 90% Eutrófico
(2) 76-90% Desnutrição leve (1º grau)
(3) 61-75% Desnutrição moderada (2º grau)
(4) ≤ 60% Desnutrição grave (3º grau)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
288
Q

A presença de EDEMA classifica uma criança como?

A

DESNUTRIÇÃO GRAVE

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
289
Q

Qual o parâmetro utilizado por Waterlow?

A

“PEEI”
Peso/Estatura ≤ 90% Magro (wasted)
Estatura/Idade ≤ 95% Baixo (nanismo/stunted)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
290
Q

Qual a interpretação de Waterlow?

A

(1) Nem magro nem baixo: Eutrófico
(2) Magro: desnutrido agudo
(3) Magro e baixo: desnutrido crônico
(4) Baixo: desnutrido pregresso

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
291
Q

Quais os pontos de corte para Peso/Idade (0-10 anos)?

A

(1) -2 a -3: Baixo peso
(2) Z < -3: Muito baixo peso
(3) Z > +2: Peso elevado
(4) Entre +2 e -2: Peso adequado

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
292
Q

Quais os pontos de corte para Estatura/Idade (0-19 anos)?

A

(1) Z > -2: Estatura adequada
(2) Entre -2 e -3: Baixa estatura (Nanismo)
(3) Z < -3: Muito baixa estatura (Nanismo grave)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
293
Q

Quando temos PESO ELEVADO na curva de P/E?

A

Z > +2

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
294
Q

Quais os pontos de corte para Peso/Estatura (0-5 anos) e IMC/idade?

A

(1) Entre +1 e -2: Eutrófico
(2) Entre -2 e -3: Magreza (desnutrição moderada)
(3) Z < -3: Magreza acentuada (desnutrição grave)

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
295
Q

IMC > +1 e < +2

A

(1) 0-5: Risco de sobrepeso

(2) 5-19: Sobrepeso

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
296
Q

IMC > +2 e < +3

A

(1) 0-5: Sobrepeso

(2) 5-19: Obesidade

How well did you know this?
1
Not at all
2
3
4
5
Perfectly
297
Q

IMC > +3

A

(1) 0-5: Obesidade

(2) 5-19: Obesidade Grave

298
Q

O que ocorre no marasmo?

A

Deficiência de energia+proteínas (déficit global)

299
Q

Qual a faixa etária no marasmo?

A

< 1 ano

300
Q

Quais as causas que levam ao marasmo?

A

Retirada precoce do aleitamento materno

301
Q

Quais as manifestações clínicas do marasmo?

A

(1) NÃO HÁ EDEMA
(2) Ausência de tecido adiposo
(3) Fácies senil
(4) Não ocorre alterações de pele e cabelo
(5) Desaparecimento da bola de BICHAT
(6) Anemia, diarreia
(7) Apetite preservado

302
Q

O que ocorre no Kwashiorkor?

A

Deficiência PROTÉICA

303
Q

Qual a faixa etária no Kwashiorkor?

A

2º-3º ano de vida

304
Q

Qual a causa no Kwashiorkor?

A

Lactentes desmamados subitamente devido à gestação de um 2º filho

305
Q

Quais as manifestações clínicas do Kwashiorkor?

A

(1) EDEMA (hipoalbuminemia)
(2) Apatia, hipoatividade, anorexia
(3) Alterações de pele (sinal da bandeira) e cabelo
(4) Anemia, diarreia
(5) HEPATOMEGALIA (esteatose)

306
Q

Quando internar criança com desnutrição grave?

A

(1) Edema (dã)
(2) Complicações
(3) < 6 meses

307
Q

Quais as fases do tratamento da Desnutrição Grave?

A

(1) Fase de estabilização (1-7 dias) - evitar óbito!
(2) Fase de recuperação (2-6 semanas) - recuperação nutricional
(3) Acompanhamento

308
Q

O que é feito na fase de estabilização?

A

(1) Prevenção e tratamento da hipotermia e hipoglicemia
(2) Corrigir distúrbios hidroeletrolíticos
(3) Tratar infecção
(4) Alimentação - SNG se necessário
(5) Repor: vit. A, K, ác. FÓlico, ZInco, Mg
“A Karina foi zikar a Mangeira”

309
Q

Qual o marco da fase de reabilitação (2-6 semanas)?

A

Retorno do apetite

310
Q

O que é feito na fase de reabilitação?

A

(1) Dieta HIPERPROTEICA e HIPERCALÓRICA: catch up

(2) Suplementar FERRO

311
Q

Como é feito o acompanhamento?

A

Por 7-26 semanas com pesagem regular

312
Q

O que marca a Síndrome de realimentação?

A

HIPOFOSFATEMIA GRAVE

313
Q

Quais os sintomas na Síndrome de realimentação?

A

(1) Fraqueza, alteração nível consciência
(2) Rabdomiólise
(3) Arritmias
(4) Convulsões e morte

314
Q

E a Síndrome da recuperação nutricional?

A

(1) Ocorre entre 20º e o 40º dia de tratamento
(2) Hepatomegalia
(3) Distensão abdominal (ascite)
(4) Fácies de lua cheia
(5) Alteração pele e fâneros
(6) Telangiectasias
(7) Hipergamaglobulinemia
(8) ↑↑volemia e eosinófilos

315
Q

Quais as manifestações da Hipovitaminose A?

A

(1) Xeroftalmia
(2) Cegueira noturna, xerose conjuntival e da córnea
(3) Manchas de bitot (queratiniza/placa conjuntiva bulbar)
(4) Ceratomalacia (degeneração córnea por espessamento, infiltração linfocítica e infecção)

316
Q

Quais as manifestações da Hipervitaminose A?

A

(1) Descamação cutânea
(2) Hiperostose de ossos
(3) Hepatomegalia
(4) Síndrome pseudotumor cerebral (cefaleia, vômitos, papiledema, diplopia)

317
Q

Quais as manifestações da Hipovitaminose D?

A

(1) RAQUITISMO
(2) Bossa frontal
(3) Craniotabes
(4) Rosário raquítico
(5) Alargamento punho e tornozelo
(6) Deformidades joelhos
(7) Sulco de harrison
(8) Genu varum/valgo. Coxa vara

318
Q

Como estão os componentes séricos na Hipovitaminose D?

A

(1) ↓ Cálcio ↓Fosfato (PO4)
(2) ↑ FA ↑PTH

“CaPO4ta FÁcil PT!”

319
Q

Quais as manifestações da Hipovitaminose C?

A

(1) esCorbuto (defeito na formação do colágeno)
(2) Petéquias perifoliculares
(3) Hemorragias subperiósteas
(4) Sangramento gengival
(5) Pseudoparalisia por dor (rã)

320
Q

Quais as alterações radiográficas da Hipovitaminose C?

A

(1) Afilamento cortical
(2) Linha branca na metáfise (Fraenkel)
(3) Sinal do anel de Wimberger)
(4) “Halteres” ou “Clavas”

321
Q

Quais as manifestações da Hipovitamino B1 (T1AMINA)?

A

Causa: alcoolismo

(1) BERIBÉR1
(2) Irritabilidade, neurite periférica, ataxia
(3) Taquicardia, edema, cardiomegalia
(4) Encefalopatia de Wernicke

322
Q

Quais as manifestações da Hipovitamino B3 (NIACINA)?

A

(1) PELAGRA (pele áspera) “3=n”

(2) 3Ds: Diarreia, Dermatite, Demência.

323
Q

Causas de Hipovitaminose B12 (cobalamina)?

A

(1) Vegetarianos
(2) ↓↓ fator intrínseco (an. perniciosa, gastrectomia)
(3) Ressecção ileal
(4) Chron
(5) Infestação por Diphylobothrium latum

324
Q

Manifestações da Hipovitaminose B12 (cobalamina)?

A

(1) Anemia megaloblástica
(2) ↑↑ ácido metilmalônico e homocisteína
Teste schilling

325
Q

O que está relacionado à deficiência de zinco?

A

(1) Retardo crescimento e hipogonadismo/hipogonadotrófico

(2) ACRODERMATITE ENTEROPÁTICA

326
Q

Qual a etiologia da obesidade?

A

(1) Primária (95%): genética + ambiente + comportamento

(2) Secundária (5%): Síndromes genéticas/cromossômicas, medicamento, doença neurológica ou endocrinometabólicas

327
Q

Como caracterizar a síndrome metabólica na infância e adolescência?

A

Entre 10 e 16 anos:

(1) ↓↓HDL < 40
(2) ↑↑TG > 150 mg/dl
(3) HAS (PAs≥130 / PAd ≥85)
(4) Intolerância a glicose
(a) Glicemia jejum ≥ 100 mg/dl
(b) DM 2

328
Q

Quais as comorbidades relacionadas à obesidade na infância?

A

(1) HAS, aterosclerose
(2) Dislipidemia
(3) Esteatose hepática
(4) Resistência insulínica (acantose/DM)
(5) Síndrome metabólica
(6) SAOS

329
Q

Qual o calculo do IMC?

A

Peso(kg)/Altura (m)²

330
Q

Qual a pressão arterial normal na infância?

A

(1) < p90

(a) Reavaliar na próxima consulta agendada

331
Q

Quais os valores de Pré-hipertensão na infância?

A

(1) P90 a < p95 ou se PA > 120/80 mmHg

(a) Reavaliar em 6 meses

332
Q

Quais os valores de HAS estágio 1 na infância?

A

(1) p95 a (p99 + 5 mmHg)
(a) Assintomático: reavalia em 2 semanas. Se confirmar encaminhar para avaliação diagnóstica
(b) Sintomático: encaminhar

333
Q

Quais os valores de HAS estágio 2 na infância?

A

(1) > p99 + 5 mmHg

(a) Encaminhar para avaliação diagnóstica

334
Q

Como é a hipertensão do avental branco na infância?

A

(1) PA > p95 em ambulatório / normal em casa

335
Q

Como é o tratamento para SOBREPESO na infância?

A

(1) Sem comorbidade: manter peso
(2) Com comorbidade:
(a) 2-7 anos: manter
(b) > 7 anos: reduzir gradualmente

336
Q

Como é o tratamento para OBESIDADE na infância?

A

(1) Sem comorbidades
(a) 2-7 anos: manter
(b) > 7 anos: reduzir gradualmente
(2) Com comorbidade: reduzir gradualmente

337
Q

Quando indicar cirurgia bariátrica na infância?

A

(1) Adolescentes com IMC ≥ 40 kg/m² com comorbidades e falha terapeutica após 6 meses

338
Q

Como se define baixa estatura?

A

E/I < p3 ou Z < -2

339
Q

Como avaliar uma criança com baixa estatura?

A

(1) Velocidade de crescimento
(2) Alvo genético
(a) Meninos: [Hp + Hm + 13 / 2]
(b) Meninas: [Hp + Hm -13 / 2]
(3) P/E
(4) Idade óssea
(5) Relação segmento superior/segmento inferior
(a) ↑SS/SI: displasias ósseas
(b) ↓SS/SI: mucopolissacaridose

340
Q

Velocidade de Crescimento Normal no que pensar?

A

(1) Baixa estatura familiar (IO=IC>IE)

(2) Atraso constitucional do crescimento (IE=IO

341
Q

Velocidade de Crescimento Anormal no que pensar?

A

(1) Desnutrição: 1ª ou 2ª
(2) Doença endócrina:
(a) Hipotireoidismo
(b) Deficiência de GH
(c) Hipercortisolismo
(3) Doenças genéticas
(a) Displasia óssea
(b) Síndromes cromossômicas

342
Q

Síndrome de turner?

A

(1) 45X0
(2) baixa estatura
(3) pescoço alado
(4) Linfedema mão/pé
(5) Baixa implantação orelha/cabelo
(6) Valgo, tórax escuro, hipertelorismo mamário
(7) Disgenesia gonadal c/ atraso puberal

343
Q

Quais as alterações cardiovasculares presentes na Síndrome de Turner?

A

(1) Valva aórtica bicúspide

(2) Coarctação de aorta

344
Q

VC anormal com alteração fenotípica (condições mórbidas)?

A

Dça genética

345
Q

VC anormal sem alteração fenotípica (condições mórbidas)?

A

Avaliar IMC

(a) Bem nutrido/obeso: doença endócrina
(b) Emagrecido: desnutrição

346
Q

VC anormal em meninas, o que pedir?

A

Cariótipo

347
Q

Quando usar GH recombinante?

A

(1) Deficiência de GH
(2) Síndrome de Turner
(3) Prader-Willi
(4) IRC
(5) Baixa estatura idiopática

348
Q

Sobre alta estatura, quais as causas primárias?

A

(1) Síndrome de Beckwith-Wiedemann
(2) Síndrome de Klinefelter
(3) Síndrome de Marfan
(4) Síndrome do X frágil

349
Q

Sobre a Síndrome de Beckwith-Wiedemann

A

(1) Pré-natal: superexpressão gene IGF-2
(1) Macroglossia verdadeira
(2) Macrossomia
(3) Hipoglicemia neonatal
(4) Onfalocele
(5) ↑risco para neoplasia (Wilms)

350
Q

Sobre a Síndrome de Klinefelter?

A

(1) XXY (X extra)
(2) Causa + comum de hipogonadismo no sexo masculino
(3) Ginecomastia
(4) Déficit intelectual

351
Q

Sobre a Sìndrome de Marfan?

A

(1) Hipotonia muscular
(2) Pectus excavatum/carinatum
(3) ↓SS/SI
(4) Alterações oculares
(5) Alterações cardíacas (dissecção aorta ascendente, regurgitação aórtica..)

352
Q

Sobre síndrome do X frágil?

A

(1) ↑Estatura
(2) Déficit intelectual
(3) Macrocefalia
(4) Orelhas e Mandíbula proeminente

353
Q

Qual a faixa etária da adolescência?

A

(1) OMS: 10-20 anos

(2) ECA: 12-18 anos

354
Q

Qual a faixa etária da puberdade em meninas?

A

8-13 anos

355
Q

Qual a faixa etária da puberdade em meninos?

A

9-14 anos

356
Q

Qual é a sequência fisiológica de eventos puberais em meninas?

A

(1) Telarca (broto) - M2
(2) Pubarca (2 anos após a telarca)
(3) Estirão - M3/M2
(4) Menarca - M4/M3 (2-2,5 anos após telarca)

357
Q

Qual é a sequência fisiológica de eventos puberais em meninos?

A

(1) ↑volume testicular (≥4 ml ou > 2,5 cm)
(2) ↑Pênis (1ºComprimento/2ºdiâmetro) + Pubarca
(3) Pêlos axilares
(4) Estirão - G4
(5) Pêlos faciais - G4/G5
(6) Mudanças na voz - G5

358
Q

Como se caracteriza o crescimento?

A

Distal → Proximal

359
Q

Sobre o desenvolvimento puberal feminino M1/P1?

A

(1) M1: Estádio de mamas pré-puberais

(2) P1: Ausência de pelos pubianos

360
Q

Sobre o desenvolvimento puberal feminino M2/P2?

A

(1) M2: Broto mamário / ↑ diâmetro da aréola

(2) P2: Pubarca: Cresce pelo em grandes lábios

361
Q

Sobre o desenvolvimento puberal feminino M3/P3?

A

(1) M3: ↑Mama+aréola

2) P3: Sínfise úbica (+escuros/grossos

362
Q

Sobre o desenvolvimento puberal feminino M4/P4?

A

(1) M4: Duplo contorno

2) P4: Grande quantidade (pêlos tipo adulto

363
Q

Sobre o desenvolvimento puberal feminino M5/P5?

A

(1) M5: Mama madura

(2) P5: Raiz das coxas

364
Q

Sobre o desenvolvimento puberal masculino G1/P1?

A

(1) G1: Genitália infantil

(2) P1: Pêlos ausentes

365
Q

Sobre o desenvolvimento puberal masculino G2/P2?

A

(1) G2: Aumento testicular

2) P2: Base do pênis (pubarca

366
Q

Sobre o desenvolvimento puberal masculino G3/P3?

A

(1) G3: ↑Compimento

(2) P3: Sínfise púbica

367
Q

Sobre o desenvolvimento puberal masculino G4/P4?

A

(1) G4: ↑diâmetro

(2) P4: Grande quantidade

368
Q

Sobre o desenvolvimento puberal masculino G5/P5?

A

(1) G5: Genitália adulta
(2) P5: Raiz das coxas
(3) P6: Cicatriz umbilical

369
Q

Como se define puberdade precoce?

A

(1) Meninas < 8 anos

(2) Meninos < 9 anos

370
Q

Quais as consequências da puberdade precoce?

A

(1) Psicossociais
(2) Alta estatura na infância (IE>IC)
(3) Baixa estatura no adulto

371
Q

O que ocorre na puberdade precoce central (verdadeira)?

A

(1) GnRH dependente (↑LH↑FSH↑esteróides)
(2) SEMPRE isossexual
(3) + comum em meninas (idiopática) 90%

372
Q

Quais as principais causas de Puberdade precoce central?

A

(1) IDIOPÁTICA
(2) Hamartomas hipotalâmicos
(3) Tumores de SNC
(4) Após TCE, infecções
(5) Após quimioterapia
(6) Hipotireoidismo
(7) Neurofibromatose 1, Cohen

373
Q

Puberdade precoce central em meninos pensar em?

A

(1) Lesão sistema nervoso central (hamartomas hipotalâmicos).

Aumento simétrico dos testículos

374
Q

O que ocorre na puberdade precoce periférica?

A

(1) Secreção exógena de esteroide. LH e FSH suprimidos

(2) Iso/Heterossexual

375
Q

Quais as principais causas de puberdade precoce periférica?

A

(1) McCune-ALbright
(2) Cistos ovarianos
(3) Tumores gonadais
(4) HAC
(5) Tumores suprarrenal

376
Q

No que consiste a Síndrome de McCune Albright?

A

(1) Puberdade precoce periférica
(2) Manchas café com leite (contornos IRREGULARES)
(3) Displasia fibrose poliostótica

377
Q

No que consiste a neurofibromatose 1?

A

(1) Puberdade precoce central

2) Manchas café com leite (contornos REGULARES

378
Q

Quais as variações benignas do desenvolvimento puberal?

A

(1) Telarca precoce
(2) Adrenarca precoce
(3) Menarca precoce

379
Q

Como é o diagnóstico da puberdade precoce?

A

(1) OSSECRO (IO>IE>IC)
(2) USG pélvica/abd
(3) RNM/TC (puberdade precoce central)
(4) Dosar gonadotrofinas
(5) Dosar hormonios sexuais

380
Q

Quais valores de gonadotrofinas estão elevados?

A

(1) LH > 0,6 UI/l

2) LH/FSH > 1 (pub. precoce central

381
Q

Tratamento da puberdade central idiopática?

A

(1) LEUPRORRELINA (análogo GnRH)
(2) Decapeptyl
(3) Goserelina

382
Q

Tratamento puberdade precoce periférica?

A

(1) Tumor: cirurgia
(2) HAC: Repor corticoide
(3) Antiandrogênicos (espironolactona/flutamida)
(4) McCune: Inibidor aromatase (testolactona) + antiestrogênico (tamoxifeno)

383
Q

Por que ocorre atraso puberal por Hipogonadismo Hipogonadotrófico?

A

Pouco esteróide sexual por ↓GnRH ou ↓FSH ↓LH

384
Q

Quais as causas de atraso puberal por Hipogonadismo Hipogonadotrófico?

A

(1) Kallmann
(2) Síndrome de Prader-Willi
(3) Craniofaringioma

385
Q

Sobre Kallmann?

A

(1) Hipoplasia/aplasia de bulbos olfatórios (Hiposmia/anosmia)
(2) Cegueira para cores
(3) Amenorreia/Atraso puberal

386
Q

Sobre Prader-Willi?

A

(1) Obesidade
(2) Falta de saciedade
(3) Obsessão alimentar
(4) Diâmetro bifrontal estreito
(5) Retardo mental
(6) Micro pênis/hipogonadismo

387
Q

Sobre craniofaringioma?

A

(1) Cefaléia, náuseas, vômitos, poliúria, alterações visuais

388
Q

O que ocorre no hipogonadismo hipergonadotrófico?

A

(1) Pouco/nenhum esteroides sexuais

(2) LH e FSH elevados

389
Q

Quais as causas de Hipo/Hiper?

A

(1) Klinefelter (46,XXY): causa + frequente
(2) Turner (45,X0)
(3) Noonan (46,XX ou XY) = Turner
(4) Infecção (orquite), radiação..

390
Q

No tratamento do atraso puberal, meninos após os 14 anos podem usar…

A

Cipionato ou Enantato de testosterona

391
Q

O que é um RN Pré-termo?

A

< 37 semanas

392
Q

Oque é um RN a termo?

A

37-41 semanas e 6 dias

393
Q

O que é um Rn pós-termo?

A

≥42 semanas

394
Q

Baixo peso ao nascer? Muito baixo peso ao nascer? Baixo peso extremo?

A

(1) < 2500 g
(2) < 1500 g
(3) <1000 g

395
Q

PIG?GIG?AIG?

A

(1) < p10
(2) > p90
(3) p10-90

396
Q

CIUR simétrico resulta de?

A

Agressão no 1º trimestre Ex: infecções congênitas, anomalias cromossomiais

397
Q

CIUR Assimétrico resulta de?

A

(1) Perímetro cefalico > corpo

(2) Insuficiência placentária de 3º trimestre

398
Q

Um bebê PIG faz hipoglicemia por?

A

Baixa reserva

399
Q

Um bebê GIG faz hipoglicemia por?

A

↑insulina

400
Q

Quando o RN libera mecônio?

A

Até 48 horas

401
Q

Quando dar alta no ALCON?

A

Só após 48 horas

402
Q

Qual a temperatura na sala de parto (reanimação)?

A

Entre 23º-26ºc

403
Q

Ao receber um RN quais as três perguntais iniciais?

A

(1) RN à termo?
(2) Respirando ou chorando?
(3) Tônus adequado?

404
Q

Sim para as três perguntas de reanimação, o que fazer?

A

Clampeamento tardio do cordão + iniciar aleitamento

405
Q

Não para alguma das 3 perguntas de reanimação?

A

(1) RN < 34 s boa vitalidade: clampear após 30-60s + mesa
(2) RN ≥ 34 s boa vitalidade: clampear após 1-3 min
(a) à termo? mãe
(b) Pré/pós termo? mesa

406
Q

Quais os passos iniciais da reanimação?

A

Até 30 segundos para realizar o “APAS”

1) Aquecer
(2) Posicionar
(3) Aspirar (1ºBoca/2ºnarina
(4) Secar

407
Q

Como prover calor em um RN < 34 semanas?

A

(1) Saco plástico de polietileno

(2) Touca

408
Q

Como prover calor em um RN < 1.000 g?

A

(1) Colchão térmico

409
Q

Como posicionar o RN?

A

(1) Leve extensão do pescoço

410
Q

Quando aspirar as vias aéreas de um RN?

A

(1) Excesso de secreções obstruindo

(2) se for necessário VPP

411
Q

Nos RN < 34 semanas, durante o APAS, deve-se?

A

Colocar simultaneamente um sensor para oximetria de pulso

412
Q

Quais as 3 condições que indicam inciar VPP?

A

(1) FC < 100 bpm
(2) Apneia
(3) Respiração irregular

413
Q

O tempo máximo para realizar o APAS, avaliar vitalidade e iniciar VPP é de?

A

60 segundos (GOLDEN MINUTE)

414
Q

Qual equipamento se usa na VPP?

A

(1) Balão autoinflável
(2) Ventilador mecânico em T
(3) Máscara facial

415
Q

Qual a frequência de ventilação na VPP?

A

40-60 ventilações por minuto

416
Q

Como deve ser a oferta de oxigênio (FiO2) para um RN ≥ 34 semanas?

A

Iniciar em ar ambiente (21%)

417
Q

Como deve ser a oferta de oxigênio para um RN < 34 semanas?

A

Iniciar com 30% de O2

418
Q

Onde deve-se colocar o oxímetro (reanimação)?

A

MSD

Se < 34 semanas: iniciar monitorização no APAS

419
Q

Quando a VPP é indicada, recomenda-se monitorização cardíaca, onde são fixados os 3 eletrodos?

A

(1) Braço direito
(2) bBraço esquerdo
(3) Face anterior da coxa

420
Q

Qual o alvo da Saturação de O2 nos primeiros 5 min?(reanimação)

A

70-80%

421
Q

Qual o alvo Saturação de O2 nos primeiros 5-10 min?(reanimação)

A

80-90%

422
Q

Qual o alvo Saturação de O2 após 10 min?(reanimação)

A

85-95%

423
Q

Cada tentativa de intubação no RN deve durar quanto tempo?

A

30 segundos

424
Q

Quais as 4 indicações de ventilação por cânula traqueal (IOT) no RN?

A

(1) Ventilação c/ máscara ineficaz ou prolongada
(2) MCE/drogas
(3) Hérnia diafragmática (abd escavado)

425
Q

Quando iniciar MCE?

A

FC < 60, após 30s de VPP e intubação

426
Q

Quando iniciar MCE? (Na prática)

A

FC < 60 após 30 s de VPP e intubação + concentração de O2 entre 60-100%

427
Q

Onde fazer a MCE?

A

Terço inferior do esterno

428
Q

Qual a profundidade da MCE?

A

1/3 diâmetro AP do tórax

429
Q

Qual a relação compressão:ventilação da MCE?

A

3:1, intercalar mesmo se tiver intubado

430
Q

Por quanto tempo deve ser feito MCE+Ventilação antes da reavaliação?

A

60 segundos

431
Q

Quando está indicado iniciar adrenalina na reanimação neonatal?

A

(1) Falha da MCE por 60 segundos

432
Q

Qual a via de administração da adrenalina na reanimação neonatal?

A

(1) Intravenosa: veia umbilical (ideal)

(2) Via traqueal

433
Q

O que infundir se hipovolemia, palidez ou choque na reanimação neonatal?

A

SF 0,9% na dose de 10 ml/kg

434
Q

Como fazer adrenalina na reanimação neonatal?

A

(1) 1:10.000
(2) 0,03 mg/kg
(3) Se bradicardia persiste, repete adrenalina a cada 3-5 minutos

435
Q

Qual a conduta no RN banhado em mecônio?

A

(1) RN VIGOROSO: colo materno
(2) RN DEPRIMIDO: Clampeamento imediato + APAS + considerar VPP
(a) Não melhorou? considerar IOT+aspirar traqueia

436
Q

O que o boletim de Apgar avalia?

A

“REinaldo Foi TOmar REfrigerante COm amigos!”

(1) Respiração
(2) FC
(3) Tônus
(4) Resposta ao cateter nas narinas
(5) Cor

437
Q

O Que ganha 0 pontos no boletim de Apgar?

A

(1) Respiração: Ausente
(2) FC: Ausente
(3) Tônus: Totalmente flácido
(4) Resposta ao cateter nas narinas: Sem resposta
(5) Cor: Cianose central/pálido

438
Q

O que ganha 1 ponto no boletim de apgar?

A

(1) Respiração: Irregular
(2) FC: < 100 bpm
(3) Tônus: Flexão extremidades
(4) Resposta ao cateter nas narinas: Careta/alguma reação
(5) Cor: Cianose extremidades

439
Q

O que ganha 2 pontos no boletim de Apgar?

A

(1) Respiração: Regular/choro
(2) FC: > 100 bpm
(3) Tônus: Movimentos ATIVOS
(4) Resposta ao cateter nas narinas: Tosse/espirro
(5) Cor: Róseo

440
Q

O que fazer se no 5º minuto o Apgar for ≤ 6 ?

A

(1) Novas pontuações serão calculadas a cada 5 min
(a) 10º
(b) 15º
(c) 20º

Até obter uma nota maior que 6!

441
Q

Outras medidas após o nascimento (RN)?

A

(1) Prevenção de oftalmia gonocócica:
(a) Pomada eritromicina 0,5%
(b) Tetraciclina 1%

(2) Profilaxia dça hemorrágica do RN
(a) Vitamina K 1 mg IM

442
Q

O que o Método Capurro Somático leva em conta?

A

(1) Textura da pele
(2) Forma da orelha
(3) Glândula mamária
(4) Pregas plantares
(5) Formação da aréola

443
Q

O que o Método Capurro Somatoneurológico leva em conta?

A

(1) Todos do somático - formação da aréola + sinal do cachecol(xale) + posição da cabeça ao se levantar o RN

444
Q

O método capurro permite a avaliação de prematuros (<29 semanas)?

A

NÃO!

445
Q

Qual a utilidade do Novo escore de Ballard?

A

Avaliar prematuros. Estima a IG entre 20-44 semanas(a) (a) 20 semanas (-10)
(b) 44 semanas (+50)

446
Q

Quando a fontanela posterior se fecha? (lambda)

A

Dois meses de vida

447
Q

Quando a fontanela anterior se fecha? (bregma)

A

Até 2 anos

448
Q

Sobre a bossa serossanguínea?

A

(1) Abaulamento tecido subcutâneo (edema subgaleal)
(2) Ultrapassa as linhas de sutura
(3) Com ou sem equimose
(4) Desaparece espontaneamente

449
Q

Sobre o Cefaloematoma?

A

(1) Abaulamento hematoma subperiosteal
(2) NÃO ultrapassa a sutura
(3) NÃO apresenta equimose
(4) Desaparece espontaneamente

450
Q

O que é Craniossinostose?

A

Fechamento prematuro das suturas

451
Q

Qual a forma mais comum de craniossinostose?

A

Dolicocefalia ou escafocefalia (sagital)

452
Q

Sobre o Eritema tóxico neonatal?

A

(1) Lesões eritematosas, maculopapulares ou pustulosas
(2) Poupa palmas e solas
(3) Autolimitada
(4) Bolha subcórnea/intraepidérmica ↑↑↑eosinófilos

453
Q

Sobre a Melanose pustulosa ou pustulose transitória neonatal?

A

(1) Pústulas estéreis
(2) Máculas hipercrômicas com colarete de escamas brancas
(3) Permanecem por 3 meses

454
Q

Sobre o Milium sebáceo?

A

(1) Micropápulas esbranquiçadas

(2) Na cavidade oral: pérolas de Epstein

455
Q

Sobre a miliária?

A

(1) Lesões vesicopapulares ↑↑sudorese excessiva

2) Miliária cristalina x Rubra(“brotoeja”

456
Q

Sobre Mancha mongólica?

A

(1) Mancha azulada

(2) RN negro/asiático

457
Q

Sobre manchas salmão?

A

(1) Manchas róseas/vermelhas, ectasia capilar

(2) Exacerbam durante o choro

458
Q

O que é onfalocele?

A

(1) Herniação do conteúdo abdominal
(2) Recoberto por membrana peritoneal
(3) Associa com trissomias/anomalias

459
Q

O que é gastrosquise?

A

(1) Defeito à direita do umbigo

(2) Exterioriza sem mebrana peritoneal

460
Q

No que consiste a manobra de Barlow?

A

(1) Empurrar a cabeça do fêmur para fora do acetábulo

(a) Se +: Luxável!

461
Q

No que consiste a manobra de Ortolani?

A

(1) Redução da articulação luxada

(a) Se +: “clique”

462
Q

Se manobras de Barlow/Ortolani negativas com pistonagem positiva(+), indica?

A

Displasia do desenvolvimento do quadril

463
Q

O que fazer diante de Torcicolo congênito?

A

(1) Pesquisar displasia congênita do quadril

(2) Tumefação do esternocleidomastoideo

464
Q

Sobre a Paralisia de Erb-Duchenne?

A

(1) Lesão ao 5º-6º nervos cervicais

(2) Perde capacidade de abduzir e rodar externamento o braço e supinar o antebraço

465
Q

Sobre paralisia de Klumpke?

A

(1) Lesão 7º-8º nervos cervicais
(a) Paralisia da mão ipsilateral
(2) Sd. Horner (lesão 1º nervo torácico)

466
Q

Quando fazer teste do pezinho?

A

Entre o 3º-5º dia de vida

467
Q

O que o rastreamento do teste do pezinho prevê?

A

“H-F-H-F-H-F”

(1) Hipotireoidismo congênito
(2) Fenilcetonúria
(3) Hemoglobinopatias (An. Falciforme)
(4) Fibrose cística
(5) Hiperplasia adrenal congênita (17-hidroxiprogesterona)
(6) deFiciência de biotinidase

468
Q

Qual o objetivo do teste da oximetria (coraçãozinho)?

A

Cardiopatias congênitas críticas (dependentes de canal arterial)

469
Q

Qual o período recomendado para o teste da oximetria (coraçãozinho)?

A

Primeiras 24-48h

470
Q

Quais os locais de posicionamento dos oxímetros durante o teste da oximetria?

A

MSD (pré-ductal) + qualquer MI(pós-ductal)

471
Q

O que indica normalidade no teste da oximetria?

A

SpO2 > 95% e diferença < 3%

472
Q

Qual a conduta diante do teste da Oximetria inicialmente alterado?

A

Repetir em 1 hora

473
Q

Qual a conduta diante do teste da Oximetria duplamente alterado?

A

Solicitar ECOCARDIOGRAFIA

474
Q

Qual o objetivo da pesquisa do reflexo vermelho (Teste do olhinho)?

A

(1) Catarata (leucocoria)
(2) Retinoblastoma
(3) Retinopatia da prematuridade
(4) Coriorretinite

475
Q

No que consiste a triagem auditiva neonatal (Teste da orelhinha)?

A

Emissão otoacústicas para avaliação do sistema PRÉ-NEURAL (condução, cócleas)

476
Q

O que fazer em caso de teste da orelhinha alterado?

A

(1) Repetir teste alterado antes de 3 meses

(2) Casos confirmados de deficit auditivo: tto antes de 6 meses

477
Q

O que o Teste da Linguinha busca?

A

Alterações no frênulo lingual (SBP descorda)

478
Q

Quais os sintomas da sífilis precoce (<2 anos)?

A

(1) Rinite sifilítica: obstrução/ secreção nasal sanguinolenta
(2) Placas mucosas
(3) Condiloma plano
(4) Pênfigo palmo-plantar (exantema vesico-bolhoso)
(5) Lesões ósseas
(a) Osteocondrite: Metáfise, pseudoparalisia de Parrot
(b) Periostite: Diáfise ossos longos/crânio. Rx: Duplo contorno

479
Q

Quais os sintomas da sífilis tardia (>2 anos)?

A

(1) Bossa frontal (fronte olímpica)
(2) Tíbia em sabre (arqueamento)
(3) Dentes de Hutchinson
(4) Molares em amora
(5) Nariz em sela
(6) Rágades
(7) Articulação de clutton (derrame joelho)
(8) Ceratite intersticial

480
Q

Como fazer avaliação do RN com sífilis?

A

(1) Clinicamente
(2) VDRL
(3) Hemograma: Anemia/plaquetopenia
(4) Punção lombar
(5) Raio-x de ossos longos: Osteocondrite/periostite

481
Q

O que eu acho na sorologia (punção lombar) da sífilis neonatal?

A

(1) VDRL+
(2) > 25 células/mm³
(3) Proteínas > 150 mg/dL

482
Q

O que eu acho no Hemograma da sífilis neonatal?

A

(1) Plaquetopenia

(2) Anemia

483
Q

O que é um tratamento inadequado para sífilis na gestante?

A

(1) Não penicilínico
(2) Inadequado para a fase
(3) Incompleto
(4) ≤ 30 dias antes do parto
(5) Parceiro com sífilis não tratado

484
Q

Mãe NÃO TRATADA/INADEQUADAMENTE TRATADA com LÍQUOR ALTERADO?

A

“C10”
(1) P. Cristalina 2x/dia por 10 dias
DOSE: 50.000 UI/kg

485
Q

Mãe NÃO TRATADA/INADEQUADAMENTE TRATADA com LIQUOR NORMAL E OUTRA ALTERAÇÃO?

A

“CP10”

(1) P. Cristalina IV 10 dias
(2) P Procaína IM 10 dias

486
Q

Mãe NÃO TRATADA/INADEQUADAMENTE TRATADA com EXAMES NORMAIS E ASSINTOMÁTICO?

A

“B1”

1) P. Benzatina 50.00 dose única
(2) Garantir Acompanhamento
(a) Se não: CP10 (Cristalina/Procaína por 10 dias

487
Q

Mãe ADEQUADAMENTE TRATADA, o que fazer?

A

VDRL no RN sempre!!!

488
Q

Mãe ADEQUADAMENTE TRATADA, com RN SINTOMÁTICO ou VDRL(RN) > VDRL(materno)?

A

(1) Colher demais exames
(2) CP10 (Cristalina/Procaína por 10 dias)
(a) Procaína só se LCR normal

489
Q

Mãe ADEQUADAMENTE TRATADA, com RN ASSINTOMÁTICO e VDRL(RN) ≤ VDRL(materno)?

A

“A/CP10”

(1) Acompanhamento
(2) Cristalina/Procaína por 10 dias

490
Q

Mãe ADEQUADAMENTE TRATADA, com RN ASSINTOMÁTICO e VDRL não reagente?

A

“A/B1”

(1) Acompanhamento
(2) Benzatina dose única

491
Q

Como é feito o acompnhamento na sífilis neonatal?

A

“Cê Vê, se 2 negativos, Punciono e avalio olho+orelha”

(1) Clínico (1º ano de vida)
(2) VDRL seriado até 18 meses (1-3-6-9-12-18)
(a) Se 2 negativos posso parar!
(3) Punção lombar a cada 6 meses (se LCR alterado)
(4) Avaliação auditiva e visual (semestral nos primeiros 2 anos de vida)

492
Q

A deficiência de 21-hidroxilase pode levar à?

A

Genitália ambígua

493
Q

Qual a tríade clássica de Sabin?

A

“CHC”

1) Coriorretinite
(2) Hidrocefalia
(3) Calcificações difusas (TOdo o parênquima

494
Q

Como deve ser feito a investigação fetal para toxo?

A

“UAii”

1) USG
(2) Amniocentese (PCR do LA - identificar DNA

495
Q

Como deve ser feito a investigação do RN?

A

“SOFIA”

(1) Sorologia
(2) Fundo de olho
(3) Imagem do SNC
(4) Avaliação LCR

496
Q

Como é o tratamento da gestante para previnir infecção fetal (toxo)?

A

Espiramicina

497
Q

Como é o tratamento da gestante na presença de infecção fetal (toxo)?

A

(1) Sulfadiazina + Pirimetamina + Ácido folínico

Esse esquema não pode ser feito no 1º tri

498
Q

Como é o tratamento dos RN com toxoplasmose congênita?

A
(1) Sulfadiazina + Pirimetamina + Ácido folínico 
POR 1 ANO!!
(2) Corticoide se:
(a) Coriorretinite grave
(b) Proteína no LCR > 1 g/dL
499
Q

Quais as 3 manifestações clínicas da Citomegalia?

A

(1) Microcefalia
(2) PIG
(3) Exantema petequial purpúrico
(4) Calcificações periventriculares

500
Q

Qual o tratamento da Citomegalia?

A

Ganciclovir IV por 6 semanas

501
Q

Quais as sequelas da Citomegalia?

A

Surdez neurossensorial

502
Q

Qual infecção congênita está mais relacionada com CIUR?

A

Rubéola

503
Q

Qual a clínica da Rubéola

A

(1) Catarata (reflexo assimétrico/branco/leucocoria)
(2) Surdez bilateral
(3) Cardiopatia congênita: PCA e estenose de artéria pulmonar

504
Q

A síndrome da varicela congênita só estará presente se a infecção ocorrer nas primeiras?

A

20 semanas

505
Q

Quais as manifestações clínicas da varicela congênita?

A

(1) Lesões cicatriciais
(2) Hipoplasia dos membros
(3) Doença neurológica

506
Q

Deficiência na concentração de surfactante pulmonar, levando à instabilidade alveolar leva à qual distúrbio respiratório neonatal?

A

Síndrome do desconforto respiratório I (Doença da membrana hialina)

507
Q

Como o surfactante é produzido?

A

Pneumócitos tipo II 20→34 semanas

508
Q

Quais os fatores de risco para Doença da membrana hialina?

A

“PAMDM”

(1) Prematuridade
(2) Asfixia
(3) Sexo masculino
(4) Diabetes materno
(5) Gemelares

509
Q

Quais os fatores de proteção na DMH?

A

(1) RPMO
(2) Corticoide antenatal pra mãe
(3) Estresse crônico (insuf. placentária)
(4) DHEG
(5) Heroína (mãe)

510
Q

Como é a clínica da DMH?

A

(1) Desconforto respiratório nas primeiras horas

(2) Piora progressiva nas primeiras 24h

511
Q

Qual o padrão radiológico da DMH?

A

(1) Padrão reticulogranular difuso
(2) Aerobroncograma
(3) Volume pulmonar reduzido
(4) Imagem de vidro moído/fosco

512
Q

Qual o tratamento da DMH?

A

(1) Suporte ventilatório (CPAP nasal)
(2) Ventilação mecânica invasiva
(3) Surfactante exógeno (RN grave)
(4) Antibioticoterapia

513
Q

Quando indicar Ventilação Mecânica Invasiva na DMH?

A

(1) pH < 7,20
(2) PCO2 ≥ 60 mmHg
(3) SatO2 < 90% com FiO2 40-70%
(4) CPAP 5-10 cmH2O
(5) Apneia persistente

514
Q

Como prevenir DMH?

A

(1) Corticoide antenatal
(2) Se <1.000g: Surfactante profilático na sala de parto
(3) CPAP na sala de parto

515
Q

Como é definido Pneumonia/ Sepse precoce?

A

(1) Nas primeiras 48h de vida
(2) Ascendente
(3) Intra parto
(4) Estreptococo grupo B (S. Agalactiae) e Enterobactérias (E.Coli)

516
Q

Como é definido Pneumonia/ Sepse tardia?

A

(1) > 7º dia
(2) Nosocomial
(3) Comunitária
(4) Estafilococos (coagulase negativo / S. Aureus)
(5) Enterobacterias (Coli/Listeria)
(6) Fungos (pmt<1.000g)

517
Q

Quais os fatores de risco para Pneumonia/Sepse neonatal?

A

“BIPAC”

(1) Bolsa rota prolongada ≥ 18 h
(2) ITU materna
(3) Prematuridade
(4) colonização materna pelo s. Agalactiae
(5) Corioamnionite (febre materna)

518
Q

Qual o quadro clínico da pneumonia/sepse neonatal?

A

(1) Período assintomático
(2) Desconforto progressivo
(3) Manifestações sistêmicas (TGI, ↑temperatura, estado de alerta)

519
Q

Qual o padrão radiológico da Pneumonia neonatal?

A

Infiltrado reticulogranular difuso = DMH

520
Q

Quais exames devem ser pedidos na sepse neonatal?

A

(1) Hemograma (↑I/T ≥ 0,2)
(2) PCR
(3) Hemocultura
(4) Cultura do LCR
(5) Urinocultura (infecção tardia)

521
Q

Qual o tratamento da sepse precoce?

A

Ampicilina + aminoglicosídeo

P. Cristalina pode

522
Q

Qual o tratamento da sepse tardia?

A

Cobrir anti-estafilocócicos e gram-negativos

523
Q

O retardo da absorção do líquido pulmonar leva à qual disturbio respiratório neonatal?

A

TAQUIPNEIA TRANSITÓRIA (Síndrome do pulmão úmido ou Sd. do desconforto respiratório tipo II)

524
Q

Quais os fatores de risco para Taquipneia transitória?

A

“CAT”

(1) Cesariana eletiva
(2) Ausência de trabalho de parto
(3) Termo

525
Q

QUal as manifestações clínicas da Taquipneia transitória?

A

(1) Início nas primeiras horas de vida
(2) Desconforto leve/moderado
(3) Rápida resolução (<72h)

526
Q

Qual o padrão radiológico da Taquipneia Transitória do RN?

A

(1) Congestão hilar
(2) Aumento da trama vascular
(3) Líquido cisural (cisurite)
(4) Derrame pleural
(5) Cardiomegalia discreta
(6) Hiperinsuflação

527
Q

Qual o tratamento para TTRN?

A

(1) Oxigenioterapia (<40%)
(2) Suporte nutricional (sonda orogástrica
NÃO FAZER DIURÉTICOS

528
Q

Como é a prevenção da TTRN?

A

EVITAR CESARIANAS ELETIVAS!!

529
Q

A eliminação de mecônio intrautero associa-se à?

A

ASFIXIA

530
Q

A pneumonite química e infecção bacteriana Qual a sequência de eventos na Síndrome de aspiração meconial?

A

(1) Asfixia (elimina mecônio, aspiração VA inferior)
(2) Obstrução expiratória
(3) Pneumonite química
(4) Infecção secundária

531
Q

Quando pensar em SAM?

A

(1) SOfrimento fetal
(2) Termo / pós-termo
(3) LA meconial