Teoria Burocrática Flashcards Preview

Administração Geral > Teoria Burocrática > Flashcards

Flashcards in Teoria Burocrática Deck (11):
1

Cite os principais teóricos da Teoria Burocrática

Max Weber
Émile Durkeim
Talcott Parsons

2

Fale acerca da origem da Teoria Burocrática.

A burocracia é uma forma de organização humana que se baseia na racionalidade, isto é, na adequação dos meios aos objetivos (fins) pretendidos, a fim de garantir a máxima eficiência possível no alcance desses objetivos. As origens da burocracia remontam à época da Antiguidade.

3

Max Weber Weber distingue três tipos de sociedade. Quais são elas?

- Sociedade tradicional: onde predominam características patriarcais e patrimonialistas, como a família, o clã, a sociedade medieval.

- Sociedade carismática: onde predominam características místicas, arbitrárias e personalísticas, como nos grupos revolucionários, nos partidos políticos, nas nações em revolução

- Sociedade legal, racional ou burocrática: onde predominam normas impessoais e racionalidade na escolha dos meios e dos fins, como nas grandes empresas, nos estados modernos, nos exércitos

4

Segundo Max Weber, a burocracia tem as seguintes características. Que são?

1. Caráter legal das normas e regulamentos.
2. Caráter formal das comunicações.
3. Caráter racional e divisão do trabalho.
4. Impessoalidade nas relações.
5. Hierarquia de autoridade.
6. Rotinas e procedimentos padronizados.
7. Competência técnica e meritocracia.
8. Especialização da administração.
9. Profissionalização dos participantes.
10. Completa previsibilidade do funcionamento.

5

VERDADEIRO OU FALSO?

A burocracia é uma organização na qual a escolha das pessoas é baseada no mérito e na competência técnica e não em preferências pessoais. A seleção, a admissão, a transferência e a promoção dos funcionários são baseadas em critérios de avaliação e classificação válidos para toda a organização e não em critérios particulares e arbitrários.

VERDADEIROS

6

Cite as vantagens da Teoria da Burocracia

1. Racionalidade em relação ao alcance dos objetivos da organização.

2. Precisão na definição do cargo e na operação, pelo conhecimento exato dos deveres.

3. Rapidez nas decisões

4. Unicidade de interpretação garantida pela regulamentação específica e escrita.

5. Uniformidade de rotinas e procedimentos que favorece a padronização, a redução de custos e erros, pois as rotinas são definidas por escrito.

6. Continuidade da organização por meio da substituição do pessoal que é afastado.

7. Redução do atrito entre as pessoas, pois cada funcionário conhece o que é exigido dele e quais os limites entre suas responsabilidades e as dos outros.

8. Constância, pois os mesmos tipos de decisão devem ser tomados nas mesmas circunstâncias.

9. Confiabilidade, pois o negócio é conduzido através de regras conhecidas, e os casos similares são metodicamente tratados dentro da mesma maneira sistemática.

10. Benefícios para as pessoas na organização, pois a hierarquia é formalizada, o trabalho é dividido entre as pessoas de maneira ordenada.

7

Fale acerca dos burocratas.

Os burocratas são pessoas que formam o corpo
administrativo da estrutura da organização, devidamente indicadas, que seguem as regras impostas e servem aos objetivos da organização.

8

Segundo Max Weber, a burocracia tem as seguintes disfunções. Quais são?

1. Internalização das normas
2. Excesso de formalismo e papelório
3. Resistências a mudanças
4. Despersonalização do relacionamento
5. Categorização do relacionamento
6. Superconformidade
7. Exibição de autoridade
8. Dificuldade com clientes

9

VERDADEIRO OU FALSO.

A burocracia deve ser estudada sob o ponto de vista estrutural e funcional (análise estrutural e funcional da organização) e não sob o ponto de vista de um sistema fechado e estável, como no modelo weberiano.

VEERDADEIRO

10

Fale acerca do Modelo Burocrático de Merton

1. Merton representa a burocracia por meio de um
modelo que se baseia nas conseqüências não previstas
- isto é, nas disfunções da burocracia - de organizar
dentro dos princípios da máquina.

2. O modelo começa com a exigência de controle
por parte da organização, a fim de reduzir a variabilidade do comportamento humano a padrões
previsíveis, indispensáveis ao bom funcionamento
da organização.

3. Essa exigência de controle enfatiza a previsibilidade
do comportamento, que é garantida por meio da imposição de normas e regulamentos. Assim, a organização estabelece os padrões de procedimentos para as pessoas, institui as penalidades pelo não cumprimento, bem como a supervisão hierárquica para assegurar a obediência.

4. Mas a ênfase nas regras e sua forte imposição
leva as pessoas a justificarem sua ação individual.

5. E conduz a conseqüências imprevistas (disfunções),
tais como a rigidez no comportamento e a defesa mútua na organização.

6. O que não atende às expectativas e anseios da
clientela, provocando dificuldades no atendimento
ao público.

7. Levando a um sentimento de defesa da ação
individual, pois o burocrata não presta contas
ao cliente, mas às regras da organização e ao
seu superior hierárquico.

11

O que Bennis aponta nas seguintes críticas à burocracia?

1. A burocracia não considera o crescimento pessoal e o desenvolvimento da personalidade das pessoas.

2. Ela leva à conformidade e ao conformismo das pessoas.

3. Ela não considera a organização informal.

4. Seu sistema rígido de controle e de autoridade
está ultrapassado.

5. Ela não possui meios para resolver conflitos internos.

6. As comunicações (e idéias criativas) são bloqueadas
ou distorcidas por causa das divisões hierárquicas.

7. Os recursos humanos não são plenamente utilizados
por causa da desconfiança, do medo
de represálias etc.

8. Ela não assimila as novas tecnologias adotadas
pela organização.

9. Ela modifica a personalidade das pessoas que
se tornam obtusas, limitadas e obscuras: o
"homem organizacional" condicionado.