Vigilância epidemiológica Flashcards Preview

5. Preventiva > Vigilância epidemiológica > Flashcards

Flashcards in Vigilância epidemiológica Deck (41)
Loading flashcards...
1

Como preencher a declaração de óbito?

Parte I: causas diretas da morte, tempo, CID

Parte II: causas indiretas (pre-existentes)

 

2

Quem preenche a declaração de óbito se morte natural? e se morte suspeita/violenta/externa?

Morte natural:

  • Com assistência médica:
    • PSF, particular, ambulância, plantonista, substituto
  • Sem assistência médica:
    • Se ninguém prestava assistência:
      • SVO
    • Sem SVO:
      • Médico público ou qualquer médico da localidade
    • Sem médico:
      • 2 testemunhas + responsável no cartório

Morte Externa

  • IML
  • Sem IML: comunicar entidade/juiz... médico perito eventual

3

Quando preencher declaração de óbito? Quando não preencher?

Sempre que alguém morreu, exceto aborto!

Aborto = óbito fetal com < 20 sem e < 500g e < 25cm

Sempre preencher:

  • Óbito violento ou natural
  • Óbito fetal >20sem ou > 500g ou > 25cm
  • Morador de rua
  • Criança  que nasceu viva e morreu logo após, independentemente da duração da gestação ou do tempo de permanência viva

4

Qual a diferença entre declaração, atestado e certidão de óbito?

Declaração é igual a atestado

Ambos devem ser preenchidos preferencialmente por médico, salvo se paciente sem assistência médica, sem SVO ou médico na cidade (2 testemunas em cartorio)

3 vias (branca - prontuário, amarela - secretaria, rosa - familia)

Certidão

Família leva atestado ao cartório para documentaçãi deficinitiva

Autoriza sepultamento ou cremação (2 médicos assinam)

5

Cite os dois tipos de prevenção primária?

Primária (pré-patogênica)

Promoção (primordial): moradia, alimentação, higiene

Proteção específica: vacina, controle de vetores, aconselhamento, EPIs, isolamento social

6

Quais os níveis de prevenção? Cite exemplos...

PRIMÁRIA

Evitar o adoecimento (MEV, vacinação)

SECUNDÁRIA

Rastreamento precoce de doenças (câncer colon, colo, mama, prostata, pulmão...)

TERCIÁRIA

Medidas de reabilitação, impedir incapacitação (fisioterapia, oficinas, grupos de apoio)

QUATERNÁRIA

Prevenção de iatrogenias (polifarmácia, intervenções desnecessárias)

Paliação

7

Principios da bioética

  1. Indivíduos possuem o poder de escolha, devendo serem tratados com respeito por suas decisões
  2. Obrigação de maximizar o benefício e minimizar o prejuizo
  3. Ação do médico sempre deve causar o menor prejuízo, evitar iatrogenias
  4. Equidade, tratar o paciente com o que é correto e adequado

Principios da bioética

  1. Autonomia
  2. Beneficiência 
  3. Não maleficiência
  4. Justiça

8

O que prepondera em uma decisão médica: Beneficiência ou não maleficiência?

O bem sempre prevalece

Pesando risco benefício, beneficiência é superior

9

O que prepondera em uma decisão médica: Beneficiência ou autonomia?

É vedado desrespeitar a autonomia do paciente, salvo em risco iminente de morte (beneficiência prevalece)

10

Erro Médico

  1. Não fazer o que deveria ser feito (omissão)
  2. Faz o que não deveria ser feito (precipitado)
  3. Faz mal o que deveria ser bem feito (despreparado)

Erro Médico

  1. Negligência (falta de atenção)
  2. Imprudência (falta de ponderação)
  3. Imperícia (falta de técnica)

11

Vigilância em saúde

  1. Controle de doenças
  2. Controle de bbens, produtos e serviços (medicamentos, alimentos, cosméticos...)
  3. Controle ambiental (físico, psicológico e social)
  4. Controle do trabalho

  1. Vigilância epidemiológica
  2. Vigilância sanitária
  3. Vigilância ambiental
  4. Vigilância do trabalho

12

Quem, o que, quando, como e para quem realizar a notificação de doenças?

Quem: qualquer cidadão

Quando: na suspeita (TB, HIV, Hanseniase, sifilis, hep B e Leishmaniose tegumentar se confirmado)

Como: normal (semanal) ou Imediata (em 24h)

O quê: agravos nacionais, internacionais, estaduais, municipais, desconhecidos ou surtos

Para quem: secretarias MUNICIPAIS (investiga, controla e diagnostica)

13

Quais os principais critérios de inclusão para notificação?

Magnitude: frequência, importância (prevalência, incidência)

Transcedência: consequência, gravidade

Disseminação: fonte de infecção

Vulnerabilidade: é controlável ?

Internacionais: VIPS

Eventos inusitados: epipdemias...

14

Quais doenças internacionais entram na lista de notificação compulsória? E em imediata?

VIPS

Varíola, Influenza, Polio/Paralisia flácida aguda, SARS (coronavírus)

Imediata: TODAS e internacionais antigas CPF (cólera, peste e febre amarela)

15

Quais doenças entram na lista de notificação compulsória?

BESTEIRAS

  • Bichos loucos
  • Endêmicas
  • Si
  • Terrorismo
  • Exógenas
  • Internacionais
  • Ranseniase
  • Anticorpos
  • Sindromes febris

16

Quais doenças entram na lista de notificação compulsória imediata?

IMEDIATAS

  • Internacionais
  • Mata todos
  • Eventos de risco a saúde pública
  • Doença de chagas aguda
  • Internacionais antigas (CPF)
  • Acidentes
  • Terrorismo
  • Anticorpo
  • Sindromes febris

17

Quais as doenças de notificação compulsória apenas em unidades sentinelas?

Rotavírus (diarreia aguda/SHU)

Doença pneumocócica invasiva

Síndrome gripal

Doença relacionadas ao trabalho

Síndrome do corrimento uretral masculino (gonorreia)

Síndrome neurológica pós-febre (Guillain Barré)

18

Quais as doenças relacionadas a vacinas de notificação compulsória? E imediata?

  • Tuberculose
  • Hepatites virais
  • Difteria, tétano, coqueluxe, hemófilo invasivo
  • Rotavírus *
  • Doença pneumocócica invasica *
  • Doença meningocócica / outras meningites
  • Febre amarela
  • Sarampo, rubéola (caXumba não)
  • Varicela (grave, óbito)
  • Síndrome gripal *
  • Evento adverso grave

IMEDIATAS:

TODAS, exceto arrastadas (TB e hepatite virais)

19

Quais doenças relacionadas a sindromes febris entram na lista de notificação compulsória? Quais entram em imediatas?

Dengue, Chikungunya, Zika

Malária, Leptospirose, Hantavirose

Febre Tifoide, Febre Maculosa/Riquetisioses

Febre do Nilo Ocidental, Arboviroses

Febre Hemorrágica E-Reemergente

Febre Purpúrica Brasileira, Arenovírus, Ebola, Marburg

 

Imediatas:

TODAS, sendo a dengue, chikungunya e zika só se óbito, zika na gestante e malária fora da amazonia

 

20

Qual única doença relacionada a vacina que não entra na lista de notificação compulsória?

Caxumba

21

Quais doenças endêmicas entram na lista de notificação compulsória? E imediatas?

  • Esquistossomose
  • Neoplasias (estabelecer D0)
  • Doença de Chagas (aguda e crônica)
  • Eventos de risco a saúde pública
  • Malformação congênita
  • Infantil óbito e materno
  • Calazar, Leishmaniose tegumentar
  • Acidente de trabalho (biológico, doenças *, grave - menor, mutilação, morte)

IMEDIATAS:

Chagas agudo, Eventos de risco a saude pública, acidente de trabalho grave (MMM)

22

Quais doenças relacionadas a terrorismo de notificação compulsória? E imediata?

BAVT

Botulismo, Antraz pneumônico, Violência, Tularemia

 

IMEDIATAS

TODAS, sen a violência apenas se sexual ou suicídio

23

Quais doenças causadas por bichos loucos são de notificação compulsória? E imediatas?

CAPAT

  • Creutzfeldt-Jakob (vaca louca)
  • Animais peçonhentos (cobra, aranha...)
  • Peste (pulga louca)
  • Acidente com animal/Raiva
  • Toxoplasmose (congênita, gestante) (gato)

 

IMEDIATAS:

Mata todos (raiva ou anima teansmissor), animais peçonhentos

 

24

Quais doenças relacionadas a causas exógenas que são de notificação compulsória? E imediatas?

Agrotóxicos

Metais pesados

Gases tóxicos

 

IMEDIATAS: nenhuma

25

Quais doenças que iniciam com SI são de notificação compulsória? E imediatas?

Sífilis

SIDA (HIV)

Sinistra cólera

Síndrome do corrimento uretral masculino (gonorreia) *

Síndrome neurológica pós-febre (Guillain Barre) *

 

IMEDIATAS: nenhuma

26

Como diferenciar epidemia de endemia?

Não depende do número de casos e sim do padrão esperado nos últimos 10 anos

Diagrama de controle: incidência máxima e minima (+/- 1,96 desvio padrão)

...Curva endêmica:

  • Dentro do padrão esperado: ENDEMIA
  • Acima do padrão esperado, ultrapassa limiar: EPIDEMIA
  • Abaixo: decréscimo endêmico

27

Qual a diferença entre sazonalidade e ciclicidade?

Sazonalidade: casos variam conforme época do ano

Ciclicidade: repetição de doenças em ciclos esperados

28

O que é caso alóctone e caso autóctone?

Autóctone: indivíduo contraiu a doença na sua área de residência

Alóctone: caso detectado em local diferente de onde ocorreu a transmissão

29

Quais as fases de duração de uma epidemia?

Egressão: duração de uma epidemia (periodo que surge quando a incidência ultrapassa o limite superior endêmico e termina quando a incidência volta a assumir valores abaixo deste marco)

Progressão: curva ascendente, desde limiar epidêmico até o pico

Regressão: curva descendente depois do pico até limiar epidêmico

30

O que é epidemia? Quais os tipos quando a geografia e quanto a velocidade?

Epidemia: acima do padrão esperado, frequência constante, ultrapassa limiar epidêmico

Geografia

Surto: restrita, casos com relação entre si ou área pequena

Pandemia: ampla, atinge vários países/continentes

Velocidade

Explosiva/maciça: fonte comum (ar, água, alimento)

Progressiva/propagada: pessoa-pessoa ou vetores