Aula 00 Flashcards Preview

Contabilidade Geral e Avançada > Aula 00 > Flashcards

Flashcards in Aula 00 Deck (16):
1

CONTABILIDADE

Ciência que estuda e pratica as funções de orientação de controle e de registro dos atos e fatos de uma administração econômica

Principal FINALIDADE é fornecer informações aos usuários sobre a situação patrimonial e financeira da entidade para tomada de decisões

OBJETO de estudo da contabilidade é o PATRIMÔNIO (conjunto de BENS, DIREITOS e OBRIGAÇÕES)

CAMPO DE APLICAÇÃO são as AZIENDAS (entidades de fins lucrativos ou não)

Escrituração

  • técnica contábil que reúne os documentos que possuam FATOS CONTÁBEIS, lançando-os nos LIVROS CONTÁBEIS para elaboração e publicação das DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

Base legal

  • Lei 6406/76 (Lei das Sociedades por Ações) atualizada
    • artigos 175 a 204
  • CPCs

2

SOCIEDADE

(o mais correto seria o termo entidade)

Para exploração de um negócio, é necessário a criação de uma SOCIEDADE empresária ou empresário individual PJ distinta da pessoa dos sócios, sujeito de bens e direitos

Quando existe a disposição em contrair a sociedade (affectio societatis) cria-se um ente sujeito de direitos e obrigações

Não são as pessoas físicas que contratam, mas sim a sociedade (princípio da AUTONOMIA PATRIMONIAL - direito empresarial)

Na contabilidade, a distinção da pessoa dos sócios para a PJ é chamada de AUTONOMIA DA PJ

CAPITAL SOCIAL

  • requisito para constituição de uma sociedade (entidade)
  • valor que os sócios (origem) entregam para a sociedade, para que a entidade possa ter início ou para ingressarem posteriormente no quadro societário
  • fonte de recursos própria da ENTIDADE
  • finalidade ser aplicado em BENS E DIREITOS

PLANO DE CONTAS CONTÁBEIS

  • conjunto de contas que a entidade utiliza
  • estrutura básica da escrituração contábil
  • permite obter informações à elaboração de relatórios e demonstrações contábeis

3

RAZONETE

Movimentação das contas

DÉBITO Lançamentos do lado ESQUERDO

CRÉDITOS Lançamentos do lado DIREITO

ATIVO

  • bens e direitos
  • ex. caixa, estoques
  • AUMENTA com débito
  • DIMINUI com crédito

PASSIVO

  • obrigações
  • ex. fornecedores
  • AUMENTA com crédito
  • DIMINUI com débito

PATRIMÔNIO LÍQUIDO

  • capital próprio
  • ex. capital social
  • AUMENTA com crédito
  • DIMINUI com débito

RECEITAS

  • "ganhos"
  • ex. venda de mercadorias
  • AUMENTA com crédito

DESPESAS

  • "perdas"
  • ex. despesas de salários
  • AUMENTA com débito

4

MÉTODO DAS PARTIDAS DOBRADAS

Total de débitos sempre será igual ao total dos créditos

5

Fluxo resumido da contabilidade

  • Sociedade se forma
  • São praticados fatos que alteram o patrimônio
  • Os fatos são escriturados em livros
  • Elabora-se as demonstrações contábeis ("resumo" da escrituração) ao final do exercício social
  • Publicação
  • Possivelmente, auditadas

Principal demonstração contábil é o BALANÇO PATRIMONIAL

  • evidencia a situação PATRIMONIAL e FINANCEIRA da entidade

BALANÇO PATRIMONIAL

ATIVO

  • aplicação de recursos
  • representa bens e direitos

PASSIVO

  • origem dos recursos
  • representa obrigações

PATRIMÔNIO LÍQUIDO

  • origem dos recursos
  • representa capital próprio

Capital aplicado em bens e direitos podem vir de duas fontes

  • CAPITAL PRÓPRIO (PL)
  • CAPITAL DE TERCEIROS (PASSIVO)

PATRIMÔNIO BRUTO ou PATRIMÔNIO TOTAL

  • total do ativo

PATRIMÔNIO LÍQUIDO

  • ATIVO - PASSIVO

6

EQUAÇÃO FUNDAMENTAL DA CONTABILIDADE

ATIVO = PASSIVO + PL

Passivo a descoberto

  • Quando o PL tiver valor negativo (passivos maior que o valor do ativo)

7

AZIENDAS

Como sinônimo de fazenda, quando considerada como sendo o patrimônio, considerado juntamente com a pessoa que tem sobre eles, poderes de administração e disponibilidade

AZIENDA ECONÔMICA

  • objetiva lucro
  • ex. empresas

AZIENDA ECONÔMICO-SOCIAIS

  • lucro destinado a outros fins que não a remuneração do capital empregado
  • ex. associações

AZIENDAS SOCIAIS

  • não possui escopo lucrativo
  • U, E, M

8

Usuários das demonstrações contábeis

USUÁRIOS INTERNOS

  • empregados
  • interessados na estabilidade e lucratividade dos empregadores
    • (remuneração, aposentadoria, oportunidades de emprego)

USUÁRIOS EXTERNOS

  • investidores
    • ajudá-los a decidir sobre investimentos e a capacidade de pagar dividendos
  • credores por empréstimos
    • capacidade de pagar os empréstimos e juros nos vencimentos
  • fornecedores
    • se as importâncias devidas serão pagas nos vencimentos
  • clientes
    • continuidade operacional da entidade quando dependem como fornecedor ou relacionamento de longo prazo
  • governo e agências
    • destinação de recursos de forma a regulamentar as atividades, estabelecer políticas fiscais e estatísticas da empresa
  • público
    • oferecer informações de desempenho e desenvolvimentos recentes

CPC 00

USUÁRIOS PRIMÁRIOS

  • aqueles a quem a demonstrações contábeis se destinam principalmente
  • não podem exigir à entidade informações diretas
  • ex. PF ou alguém que vá emprestar dinheiro para empresa
  • auditor fiscal não é usuário primário pois pode solicitar informações diretamente

USUÁRIOS INTERNOS (administração da empresa)

  • não há necessidade de credibilidade (não iria enganar a si mesma)

9

FUNÇÕES DA CONTABILIDADE

FUNÇÃO ADMINISTRATIVA

  • ajuda no controle do patrimônio

FUNÇÃO ECONÔMICA

  • atrelada à apuração do lucro ou prejuízo do exercício (feita na DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO)

10

BENS

Bem jurídico

  • tudo aquilo que pode ser objeto de direito
  • tudo aquilo que pode proporcionar satisfação

Compõem o grupo do ATIVO

Dividido em bens CORPÓREOS e INCORPÓREOS (ativos intangíveis)

  • BENS TANGÍVEIS
    • caixa, terrenos, estoques, máquinas
  • BENS INTANGÍVEIS
    • software, patentes, marcas, propriedade intelectual
  • BENS NUMERÁRIOS
    • disponibilidades (dinheiro pronto para uso)
    • caixa, bancos, aplicações de liquidez imediata, numerário em trânsito
  • BENS DE VENDA
    • mercadorias e produtos destinados à venda
    • estoque de mercadorias, matérias primas, produtos em elaboração e acabados
  • BENS DE USO
    • bens usados nas atividades da empresa
    • normalmente no ativo imobilizado
    • imóveis, móveis, veículos, máquinas
  • BENS DE RENDA
    • usados para gerar rendas
    • normalmente classificados em investimentos
    • imóveis para ALUGAR
    • terrenos NÃO UTILIZADOS pela empresa
    • obras de arte

11

DIREITOS

Quantia que a entidade tem a receber ou a recuperar em negócios jurídicos celebrados com terceiros

Venda a prazo, adiantamento a fornecedor, cheque a receber

Compõem o grupo do ATIVO

12

OBRIGAÇÕES

Valores que a empresa deve a terceiros Impostos a pagar, salários a pagar, financiamento a pagar, empréstimos a pagar

Compõem o grupo do PASSIVO

13

TÉCNICAS CONTÁBEIS

ESCRITURAÇÃO

  • no período de competência, colhe-se todos os documentos necessários e lança-se nos respectivos livros contábeis (registro dos fatos contábeis)
  • primeiramente deve-se escriturar por lançamentos contábeis, todas as notas fiscais e documentos que comprovem alteração no patrimônio
  • se legislação prescrever uso de métodos ou critérios contábeis diferentes, é necessário o uso de livros e registros auxiliares, SEM modificação da escrituração mercantil e demonstrações reguladas em lei

14

TÉCNICAS CONTÁBEIS

ELABORAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

EXERCÍCIO SOCIAL

  • terá duração de 1 ano e data do término fixada em estatuto
  • poderá ter duração diferente de 1 ano caso estatuto preveja

Ao término do exercício, as sociedades têm de publicar as DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS (compilado de todos os lançamentos mensais e escriturações)

  • soma de todas as vendas do exercício tem-se receita bruta de vendas
  • soma de entradas e saídas do caixa tem-se saldo da conta caixa

Ao fim de cada exercício social deve elaborar as seguintes demonstrações

  • balanço patrimonial (BP)
  • demonstração dos lucros ou prejuízos acumulados
  • demonstração do resultado do exercício (DRE)
  • demonstração do fluxo de caixa (DFC)
  • se COMPANHIA ABERTA, demonstração do valor adicionado (DVA)
  • demonstração das mutações do patrimônio líquido (DMPL)
  • demonstração dos resultados abrangentes (DRA)

15

TÉCNICAS CONTÁBEIS

AUDITORIA

Demonstrações contábeis precisam passar pela verificação se a escrituração está correta nos termos das normas contábeis

Demonstrações financeiras das COMPANHIAS ABERTAS observarão também as normas da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e submetidas a auditoria INDEPENDENTE da CVM

Tem-se também a auditoria INTERNA (por empregados da companhia) e FISCAL (por auditores da U, E, M e DF)

16

TÉCNICAS CONTÁBEIS

ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

Depois que demonstrações foram publicadas e auditadas, os usuários possuem interesse nas informações contidas feitas pela ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS ou ANÁLISE DE BALANÇOS