Aulas 5 e 6 Flashcards Preview

Anatomia P1 - aulas 2019 > Aulas 5 e 6 > Flashcards

Flashcards in Aulas 5 e 6 Deck (38):
1

Adulto, masculino, percebeu tumoração com crescimento lento e progressivo na raiz de sua coxa. Percebeu também alteração da temperatura na região da coxa. Após a biópsia, constatou-se Sarcoma. O tumor invadia a coxa, mas não inviabilizava o membro. O que permitia isso?

Havia circulação colateral

2

Quando há amputação traumática de um membro e deseja-se transportá-lo.
Cite como fazer isso.

- Envolver o membro em um plástico
- Colocar no gelo ( nunca em contato direto com a pele para não queimá-la)

3

Quais músculos compões o Jarrete?

- m. semitendíneo
- m. semimembranáceo
- bíceps femoral

4

Qual é o trajeto da veia safena parva?

- Continuação da rede venosa dorsal do pé
- Passa posteriormente ao maléolo lateral
- Sobe na face posterior da perna
- Deságua na fossa poplítea

5

Quais são os componentes faciais da perna?

- anterior
- lateral
- posterior (com estrato superficial e profundo)

6

A artéria poplítea dividi-se em :

- a. tibial anterior
- tronco tíbio-fibular

7

Quais elementos compõe a loja posterior da coxa?

- musculatura do Jarrete (m. semintendíeno, semimembranáceo e bíceps femoral)
- n. isquiático
- vasos perfurantes

8

Quais são os elementos da loja anterior da perna?

- m. tibial anterior
- m. extensor longo do hálux
- m. extensor longo dos dedos (porção inferior e lateral deste chama-se fibular 3°)
- n. fibular profundo
- a. tibial anterior (vira a. dorsal do pé após passar pela linha bimaleolar)
- v. tibial anterior
- membrana interóssea

9

Qual local é a maior sede de trombo?

Loja posterior da perna

10

Qual é o componente venoso entre os ventres do m. gastrocnêmio?

v. safena parva

11

O que é o sinal de Homans?

Dor a dorsiflexão passiva do pé. Se positivo, indica TVP

12

Quais são os elementos da loja lateral da perna?

- m. fibular curto: fixa-se na tuberosidade do 5° dedo
- m. fibular longa: passa pela margem lateral do pé, cruza a planta do pé (profundamente pela região interóssea) e fixa-se na 1° articulação metatarsofalangeana

13

Qual é a ordem de incidência de Sd compartimental nas estruturas possíveis?

- MMII > MMSS
- perna > glúteo, perna e pé
- loja anterior > lojas posterior e lateral

14

O que é o sinal da Bandeira?

Há menor mobilidade da panturrilha. Bandeira negativo, indica TVP

15

Adulta, sexo feminino.
QD: "caraço na coxa (parte posterior)" com crescimento lento, indolor, fibroelástico e sem outros sintomas.

Esse caroço pode ter "origem" em qual estrutura?

Elementos que compõe a loja posterior da coxa.
- musculatura do Jarrete (m. semintendíeno, semimembranáceo e bíceps femoral)
- n. isquiático
- vasos perfurantes

caso: lipoma de n. isquiático (da bainha de mielina)

16

Quais são os componentes da loja posterior profunda da perna?

- Retináculo dos flexores ( une a face posterior do maléolo medial à face medial da tuberosidade do calcâneo)
- m. flexor longo dos dedos
- m. flexor longo do hálux
- m. tibial posterior
- a. tibial posterior
- v. tibial posterior
- a. fibular
- v. fibular
- n. tibial


17

Quias estruturas passam pela goteira retromaleolar medial?

- m. tibial posterior
- m. flexor longo dos dedos
- m. flexor longo do hálux
- a. tibial posterior
- n. tibial

18

Qual nervos são anestesiados no pentabloqueio do pé?

- n. fibular profundo
- n. fibular superficial
- n. tibial posterior
- n. safeno
- n. sural

19

Em fraturas de tíbia com deslocamento lateral pode haver lesão de qual estrutura?

a. tibial anterior

20

Cite dois sinais que podem ser pesquisados para o disgnóstico de TVP?

- Sinal de Homans positivo
- Sinal da Bandeira negativo

21

Quais são os limites do trígono femoral?

- proximal: ligamento inguinal
- medial: m. adutor longo
- lateral: m. sartório

- soalho: m. pectíneo e m. iliopsoas
- teto: fáscia

22

Qual é o ponto de referência anatômica para o n. cutâneo femoral lateral?

- espinha ilíaca antero-superior, abaixo da fáscia

23

No pentablequeio do pé devemos injetar anestésico em quais regiões?

- Retromaleolar medial: n. tibial posterior e n.
- Retromaleolar lateral: n. cutâneo lateral dorsal
- Região mediana da linha bimaleolar: n. fibular profundo e n. fibular superficial

24

Por que um paciente diabético faz úlcera?

Porque DM é uma vasculopatia de microcirculação, silenciosa e que evolui mal, dependendo das alterações da glicemia.

25

Paciente adulto, masculino. Chegou ao PS séptico, taquicárdico, febril, desorientado, glicemia não aferida (>500). Ao EF, apresentava um sangramento na região posterior com curativo em mau estado de conservação e hálito cetônico. Ao retirar o curativo foram encontradas crostas e hiperemia. Qual pode ser o diagnóstico?

Fasciíte necrotizante - bactéria infecta a região da gordura e trombosa os vasos.

obs: gordura era chamada de fáscia no passado, pois fasciíte

26

Quais são mecanismos que auxiliam o retorno venoso?

- Compressão da esponja plantar (vasos de pequeno calibre entremeados de gordura; raramente visíveis no cadáver)
- Válvulas venosas: impedem que o sangue ceda à gravidade e retorne para as regiões mais distais do MI
- Músculos da perna: ao contraírem, comprimem os vasos e, devido a ação das válvulas, fazem com que o sangue flua em direção ao coração.
- Pressão torácica negativa: as inspirações aumentam essa pressão negativa e facilitam o retorno venoso em direção ao coração ("aspira" o sangue)

27

Quais são as tributárias da crossa da veia safena magna?

- v. pudendo externa
- v. circunflexa ilíaca superficial
- v. epigástrica superficial

28

Onde a v. safena magna deságua?

V. femoral

29

No pentabloqueio do pé, ao infiltrar anestésico na região retromaleolar medial anestesiamos quais nervos?

- n. tibial
- n. safeno

30

Na região da crossa da safena magna há outras estruturas importantes, além de vasos. Quais são essas estruturas?

Linfonodos inguinais superficiais.
Eles desaguam nos sistema venoso (ponto de comunicação linfo-hematológica - pode haver metástases linfo-hematogênicas)

31

O que pode ser uma tumoração palpável na fossa poplítea?

- Cisto de Baker
- Aneurisma de artéria
- Aneurisma de veia
- Neuroma
- Lipoma

32

Os linfonodos inguinais superficiais drenam quais regiões?

- MI
- Região pudenda
- Ânus

33

No pentabloqueio do pé, ao infiltrar anestésico na região retromaleolar lateral anestesiamos qual nervo?

n. cutâneo lateral dorsal

34

No dorso do pé a há linfonodos?

Não

35

Cite "sinais" de embolia gordurosa.

- Icterícia
- Petéquias conjuntivais
- Dispneia
- Fraturas de ossos longos

36

O que são flictemas?

são bolhas com bactérias

37

No pentabloqueio do pé, ao infiltrar anestésico na região mediana da linha bimaleolar anestesiamos quais nervos?

- n. fibular superficial
- n. fibular profundo

38

Quais são os componentes da loja posterior superficial da perna?

- m. gastrocnêmio
- m. sóleo