Febre Reumática Flashcards Preview

Pediatria > Febre Reumática > Flashcards

Flashcards in Febre Reumática Deck (18):
1

Definição

complicação tardia de estreptococcia de vias aéreas superiores em indivíduos geneticamente predisponentes

2

Qual a etiopatogenia da FR?

- Prédisposição genética
- toxina eritrogênica(produzida pela bactéria)
- não tratar com antibiótico IVAS por estreptococo do grupo A
estrutura molecular da proteína M

3

Qual o quadro clínico clássico da IVAS

Febre alta, odinofagia, dor na orofaringe, hiperemia e hipertrofia de amigdalas, petéquias em palato.

4

Qual o quadro da FR

Após 2 semanas da IVAS, inicia-se uma artrite reativa, que aparece como poliartrite migratória, alterações de fase aguda - VHS, PCR e mucoproteínas aumentadas.

5

quais os critérios usados para dx?

Critérios de Jones

6

Quais são os critérios MENORES de Jones para Febre Reumática

Artralgia
Febre
Alteração de proteínas de fase aguda
Intervalo PR aumentado

7

Quais os critérios MAIORES?

- Poliartrite
- Nódulos subcutâneos
- Cardite
- Coréia de Sydenhan
- Eritema marginado

8

Como se caracteriza a POLIARTRITE

inicia-se entre 1 a 3 semanas após a infecção de orofaringe, dura de 1 a 5 dias em cada articulação, migratória

9

Como se caracteriza a CARDITE

tem início 3 meses após a IVAS, em média.
Apresenta-se com aumento da área cardíaca avaliado por RX e sopro cardíaco orgÂnico anteriormente ausente( +comum - sopro mitral sistólico)

10

Como se caracteriza a coréia se sydenhan

Aparece de 6 meses a 1 ano após a estreptococcia
Dura de 3 a 4 semanas.
É uma movimentação contínua, incoordenada, involuntária, generalizada ou não, significa acometimento extra-pirâmidal
melhora com corticóide, e com tto para FR

11

No que pensar quando encontrar nódulo subcutâneo

Pensar em alteração cardíaca

12

Como caracteriza-se o eritema marginado

ele é proveniente de vasculite, com bordo eritematoso e área central clara. Dura de minutos a horas, normalmente em superfícies não expostas ao sol em abdomem e coxas

13

quais são os sinais de infecção estreptocócica

- Cultura de orofaringe
- Escarlatina recente
- Aumento de ASLO

14

Qual das manifestações deixam sequela?

Cardite

15

Tratamento das Estreptococcias:

- Penicilina benzatina: 600.000 U (< 20kg) ou 1.200.000 U (> 20kg)
- Penicilina oral: 10 dias 250.000 (< 20kg) ou 500.000 (> 20kg). Ideal fazer de 6/6h
- Eritromicina: 10 dias 30 a 50mg/kg/dia 4x. Em casos de alergia a penicilina
- Azitromicina: 20mg/kg/dia 1x/dia 5 dias. Em casos de alergia a penicilina

16

Tratamento para cardite e/ou Coréia

Prednisona 1 a 2mg/kg/dia DU pela manha. Redução
semanal de 2,5m
- ou pulsoterapia 30mg/kg/dia por 3 dias.
Solumedrol diluído em 100ml de SG 5% durante 1h

17

Como é o tratamento profilático?

Penicilina benzatina: 600.000 U (< 20kg) ou 1.200.000 (> 20kg) 21 em 21 dias
Penicilina oral: 250.000 U (< 20kg) ou 500.000 (>20kg) 2x/dia
Sulfadiazina: 250mg (< 20kg) ou 500mg (> 20kg). Para as alérgicas a penicilina – não serve para tratar, apenas
age como bacteriostático

18

Qual o tempo de profilaxia?

SEM CARDITE: até 21 anos ou no mínimo 5 anos
COM CARDITE: até 25 anos ou no mínimo 10 anos
COM CARDIOPATIA PERMANENTE: toda a vida