Fisiologia Flashcards Preview

3° Semestre > Fisiologia > Flashcards

Flashcards in Fisiologia Deck (42)
Loading flashcards...
1

Os órgãos que se relacionam com o meio externo são conhecidos parte do meio externo, enquanto os que se relacionam com o meio interno, são conhecidos como parte do meio interno. Cite órgãos de ambos os meios

Meio externo: pele, órgãos do trato gastrointestinal (estômago, intestino, boca), túbulos renais, bexiga, sistema genital, olhos, etc.
Meio interno: fígado, pâncreas, ossos, células, sangue, etc.

2

O que é homeostase?

É a capacidade do indivíduo se manter estável mesmo com as variações do meio

3

O que é feedback positivo e feedback negativo?

O feedback negativo reduz a intensidade do estímulo. Por exemplo, quando tomamos corticoide, a adrenal percebe o nível de cortisol aumentando e faz o feedback negativo para reduzir a produção. O feedback positivo garante aumento do estimulo. Por exemplo, no desmame do corticoide, a adrenal percebe a redução do cortisol e faz o feedback positivo que aumenta a produção

4

Para aumentar o pH do sangue, quais são os mecanismos fisiológicos que ocorrem no nosso organismo? E para diminuir?

pH ácido: taquipneia > maior quantidade de oxigênio entrando e menor quantidade de gás carbônico no organismo
pH alcalino: bradipneia > menor quantidade de oxigênio entrando e maior quantidade de gás carbônico mantida

5

Fale um pouco sobre o sistema renina-angiotensina-aldosterona

O rim é composto por células não lábeis e que não se renovam. Ao perceber a redução da pressão arterial e diminuição da perfusão renal, a renina é liberada e converte angiotensinogenio em angiotensina I. A angiotensina I é convertida em angiotensina II pela ECA. A angiotensina II estimula liberação da aldosterona que aumenta a reabsorção de sódio e água, aumentando a volemia. A angiotensina II leva a vasoconstrição e estimula liberação do hormonio antidiuretico. Todo esse processo visa aumentar a pressão arterial

6

Pq é comum um cão com insuficiencia renal apresentar anemia?

O rim também possui função hormonal e é responsável pela produção de eritropoetina que estimula a medula óssea a fabricar hemácias. Um animal com insuficiencia renal também terá uma insuficiencia hormonal por parte do rim e precisa suplementar eritropoetina

7

Qual a importância da hemostasia?

Hemostasia é o conjunto de reações que ocorrem para garantir que o sangue permaneça dentro dos vasos. É importante para garantir os niveis sanguineos e controlar eventuais perdas de sangue.

8

O que ocorre na hemostasia primária?

Após a lesão vascular, temos uma vasoconstrição local que evita grandes perdas de sangue. Com a lesão tecidual e vascular, temos exposição do colágeno subendotelial e as plaquetas começam a entrar em contato com a superfície lesionada, aderindo ao colágeno. O fator de Von Willebrand também aumenta a atração das plaquetas circulantes, aumentando a adesão. Em seguida, temos a secreção de substâncias pro-inflamatórias que participam da cascata da inflamação (adrenalina, tromboxano, histamina, etc). A próxima etapa é a agregação, em que as plaquetas perdem seu formato discoide e liberam pseudopodes que melhoram a adesão. Com isso tudo, teremos um tampão plaquetário formado e contendo o sangue. Importante ressaltar que esse coágulo não é firme e nem estável.

9

O que acontece na hemostasia secundária?

Na hemostasia secundária, temos a formação da fibrina que torna o tampão plaquetário mais firme e estável. Ocorre uma série de reações em cascata (um fator vai ativando os outros) e resulta na formação da enzima trombina que converte fibrinogênio em fibrina. Essas reações em cascata ocorrem dentro e fora do vaso para que a trombina seja produzida e transforma o fibrinogênio em fibrina

10

O que ocorre na hemostasia terciária?

Essa é a fase de remoção do coágulo. O plasminogênio é liberado e transforma-se em plasmina por substâncias do sangue. Essa plasmina degrada a fibrina em produtos de degradação e esses restos são fagocitados por macrófagos no processo de fagocitose.

11

Um paciente com deficiência do fator de Von Willebrand tem qual fase da hemostasia prejudicada? Quais raças são predispostas a isso?

Tem a fase primária prejudicada, tendo em vista que o fator de Von Willebrand não será liberado e teremos um coagulo plaquetário ainda mais instável. Ralas: são bernardo e doberman são predispostos

12

Porque o cálcio e a vitamina K são importantes para a coagulação?

O cálcio é necessário para quase todas as reações na cascata de coagulação, enquanto a vitamina K é importante para a sintese da protrombina, proteina C e fatores da cascata. Um individuo com deficiencia de vitamina K pode resultar em hemorragia

13

O que é pressão oncótica?

É a diferença entre a pressão osmótica do sangue e do fluido intersticial. No vaso, temos uma proteína chamada albumina que determina a concentração do sangue. se temos uma quantidade pequena de albumina no sangue, a água tende a se deslocar para o interstício causando edemas.

14

A carga em meios biológicos se dá por solutos iônicos ou eletrólitos. São átomos que foram ionizados e apresentam carga elétrica. Cite alguns exemplos de íons presentes em nosso organismo

Na+ (sódio), K+ (potássio), CA2+ (cálcio), CL- (cloreto. Os íons são os responsáveis pela diferença de carga entre os meios

15

A abertura e fechamentos dos canais iônicos pode ocorrer em resposta a estímulos: mecânicos, voltagem e químicos. Explique

Mecânicos: respondem quando uma pressão ou força física é exercida
Voltagem: em resposta a estímulos elétricos
Quimicos: com a atuação de neurotransmissores

16

O que é o potencial de repouso?

É o momento em que a célula não está gerando potenciais elétricos. O potencial de ação para a célula em repouso é -70mV

17

Quais fatores sustentam o potencial de repouso?

Bomba da sódio potássio e vazamento de potássio para o meio extracelular. Esses fatores mantem o meio intracelular mais negativo e o potencial de repouso em -70mV

18

O que ocorre com o potencial de ação?

Estará com o potencial de repouso: -70mV
Por um estímulo, o canal de sódio se abre e ocorre um pequeno influxo de sódio para dentro da célula, até atingir o limiar de -55mV. Ao atingir o limiar, abrem-se inúmeras comportas voltagem dependentes e temos um influxo grande de sódio até atingir +35mV. Neste ponto, os canais de sódio são inativados e temos um efluxo de potássio.

19

Explique as fases do potencial de ação

Fase 1: potencial de repouso
Fase 2: pequeno influxo de sódio para denrto da célula até atingir o limiar de -55MV. Neste ponto abrem-se vários canais de sódio voltagem dependentes e temos um grande efluxo de sódio
Fase 3: efluxo intenso de sódio até atingir o limiar de +35mV. Essa fase é chamada de despolarização.
Fase 4: repolarização. Ocorre a inativação dos canais de sódio voltagem dependentes e temos a abertura dos canais de potássio - efluxo de potássio para fora
Fase 5: hiperpolarização - canais de potássio são lentos e comportas demoram a fechar

20

Qual o principal neurotransmissor liberado para contração do músculo esquelético?

Acetilcolina

21

Como ocorre a transmissão neuromuscular?

Passo 1: potencial de ação percorre o neurônio motor e chega a membrana pré sináptica, onde canais de cálcio voltagem dependentes se abrem
Passo 2: O cálcio é liberado dentro das vesículas e ocorre liberação da acetilcolina por exocitose
Passo 3: Acetilcolina é lançada na fenda sináptica e se liga aos receptores nicotínicos. Os canais de sódio se abrem
Passo 4: Ocorre influxo de sódio para o potencial de ação da fibra muscular. O potencial de ação é propagado pelos túbulos transversos e temos liberação do cálcio armazenados no retículo sarcoplasmatico. Esse cálcio se liga a troponina (proteina presente no filamento de actina) e com isso, a tropomiosina se desloca e permite deslizamento da actina sobre a miosina. Ocorre a contração muscular!
Passo 5: o calcio é removido apos a contração e retorna ao reticulo sarcoplasmático, onde é armazenado.
Passo 5: acetilcolina é degradada pela enzima acetilcolinesterase.

22

Explique a pequena e grande circulação

Pequena: sangue venoso é enviado do VD para o pulmão através da artéria tronco pulmonar. No pulmão, ocorre a oxigenação do sangue e o sangue arterial retorna ao AE pelas veias pulmonares.
Grande: O sangue arterial é enviado do VE para os tecidos através da artéria aorta. Nos tecidos ocorre a troca tecidual e o sangue venoso retorna ao AD pela veia cava.

23

Quais são as valvas atrioventriculares e as semilunares?

Valvas atrioventriculares: tricúspide e mitral (lado esquerdo)
Valvas semilunares: pulmonares e aórticas

24

O sopro que podemos auscultar no coração corresponde ao que? Como conseguimos diferenciar onde é o sopro?

O sopro é o som referente ao fechamento inadequado das valvas cardiacas. Quando a valva não se fecha por completo, conseguimos ouvir um pouco de sangue refluindo pela valva entreaberta. Para identificar, podemos auscultar cada valva individualmente:
Valva pulmonar: 3EIC LE
Valva aortica: 4EIC LE
Valva mitral: 5EIC LE
Valva tricuspide: 4EIC LD

25

O fluxo sanguíneo é controlado pelas alterações de pressão intracardíacas. Explique a sistole a diastole

O coração recebe o sangue vindo dos tecidos e pulmão e este sangue passa livremente dos átrios para os ventriculos. A sistole atrial faz com que todo o sangue residual seja expulso para os ventriculos. Esse é o momento da diastole.
O sangue estará no ventriculo e teremos uma pressão intraventricular aumentada, fazendo com que as valvas atrioventriculares se fechem e força a abertura das valvas semilunares que envia o sangue para os tecidos e pulmão. Este momento corresponde a sistole. Quando o sangue sai pelas valvas semilunares, temos uma redução na pressão intraventricular e as valvas semilunares se fecham para que não haja refluxo sanguineo.

26

Explique as bulhas cardíacas. O que são e qual é qual

O som que auscultamos é o som das bulhas cardíacas: som do sangue se chocando com as valvas fechadas. A primeira bulha cardíaca corresponde ao fechamento das valvas atrioventriculares, enquanto o segundo corresponde ao fechamento das valvas semilunares.

27

Endotélio é o epitélio de revestimento dos vasos e pode ser fenestrado, contínuo, ou descontinuo. Verdadeiro ou falso?

V

28

O músculo cardíaco também precisa de oxigênio para desempenhar suas funções vitais. Como ocorre a nutrição deste orgão?

Através dos vasos coronários que são ramificações da aorta

29

A velocidade e pressão com que o sangue percorre os vasos depende de alguns fatores. Quais?

- Viscosidade do sangue: quanto mais viscoso, maior será a resistência para o transporte. Por exemplo, indivíduo desidratado terá um aumento de resistencia vascular
- Diametro do vaso: vasos com menor diametro conseguem transportar menor quantidade de sangue e será necessária uma pressão maior para que o transporte ocorra
- Comprimento do vaso: se o comprimento do vaso for menor, o fluxo fica facilitado.
Em resumo, quanto maior a viscosidade, maior a dificuldade, quanto maior o diametro mais facil será o transporte, quanto maior o comprimento, mais dificil o transporte

30

O que é o debito cardíaco?

é o volume de sangue ejetado por minuto. Se dá pela equação: VS (quantidade de sangue ejetada pela aorta) x FC.