61 - Azotemia and Urinary Abnormalities 2017 - I Flashcards Preview

Renal > 61 - Azotemia and Urinary Abnormalities 2017 - I > Flashcards

Flashcards in 61 - Azotemia and Urinary Abnormalities 2017 - I Deck (24)
Loading flashcards...
1

Anormalidades nas síndromes renais (≥1)

o Redução da TFG (azotémia)
o Anormalidades do sedimento urinário (Hemácias, leucócitos, cilindros e cristais)
o Proteinúria
o Distúrbios do volume urinário (Oligúria, Anúria, Poliúria)
o Hipertensão e/ou ampliação do volume total de
líquidos do corpo (edema)
o Anormalidades dos eletrólitos
o Febre/dorem alguns síndromes

2

PRINCIPAL medida da “Função” Renal?

TFG

3

Métodos directos de determinação da TFG

Administração de isótopo radioativo
- Inulina
- Iotalamato

Depuração do isótopo em ml/min = TFG

4

Creatinina é o marcador substituto
+++ amplamente usado para estimar TFG

em relação aos métodos diretos

5

Qual a relação da Creatinina com a TFG?

TFG está relacionada DIRETAMENTE relacionada com excreção de URINÁRIA de creatinina e INversamente relacionada com a creatinina SÉRICA

TFG declina em proporção aproximadamente
INversa à elevação da PCr

6

Nos DRC qual relação entre a PCr e o tempo?

Relação aproximadamente LINEAR entre 1/PCr (eixo y) e o tempo (eixo y)

o Inclinação da linha mantém-se CONSTANTE em determinado doente
o Quando se obtém valor que acompanha linha devemos investigar processo AGUDO sobreposto ex: depleção de volume, medicamentos

7

Os pacientes não desenvolvem urémia sintomática até que a TFG seja...

TFG < 15ml/min - estadio 5

8

Causas de Azotémia?

- Redução da perfusãorenal (pré-renal)
- Doença renal intrínseca
- Processos pós-renais

9

Ureia pode SUBestimar ou SOBREstimar significativamente a TFG?

Creatinina pode SUBestimar ou SOBREstimar significativamente a TFG?

Ureia pode SUBestimar significativamente a TFG
(reabsorção tubular)

Ureia - Understimate

Creatinina pode SOBREstimar significativamente a TFG (secreção TUBULAR PROXIMAL)

10

Vantagens e desvantagens do uso da creatinina para estimar a TFG?

Vantagens:
- Pequeno soluto filtrado livremente
- Não é (re)absorvido pelos túbulos

Desvantagens:
- Valores podem aumentar agudamente
pela ingestão de carne cozida
- Cr pode ser secretada nos túbulos proximais (+++ na DRC avançada)

11

3 formulas de calculo da TFG?

o Cockcroft-Gault
o MDRD
o CKD-EPI

12

Que parametros usam as formulas de Cockcroft-Gault, CKD-EPI e MDRD?

Cockcroft-Gault
o Creatinina
o Idade
o Sexo
o PESO

MDRD e CKD-EPI
o Creatinina
o Idade
o Sexo
o RAÇA

mdRd - Raça
cock - Pénis - Peso

13

Desvantagens das EQUAÇÕES de estimativa da TFG?

o Cada equação, juntamente com a colheita de urina de 24h para determinação da depuração de creatinina, parte do pressuposto que:
- Paciente está em equilíbrio dinâmico
- Não apresenta variações diárias da creatinina sérica em consequênciada rápida mudança da TFG

PERDA gradativa do musculo pode obscurecer alteraçõessignificativas da TFG, com alterações pequenas ou impercetíveis da concentração sérica de creatinina (Exemplos: Doença crónica, uso prolongado de corticóides, desnutrição)

14

Equação MDRD tem melhor CORRELAÇÃO com
a TFG real quando a TFG é < 60ml/min/1,73m^2

V

15

A Cistacina C é MAIS sensível (vs Creatinina) para o declínio INICIAL da TFG

V

16

5 principais etiologias da DRC?

- Doença Glomerular Diabética
- Glomerulonefrite
- Nefropatia Hipertensiva
• Glomerulopatia primária com HTA
• Doença renal vascular e isquémica
- Doença Renal Poliquistica AD
- Outras nefropatias quísticas e intersticiais

17

DM 45% dos casos de DRT
HTA 30% dos casos de DRT

V

18

Exceções à regra da relação dimensões renais (cronicidade)

Patologia Dimensões Renais
Nefropatia Diabética AUMENTADOS no início
(antes que haja DRC)

Doença Poliquística AUMENTADOS com vários quistos

HIV e Amiloidose Rins NORMAIS apesar da DRC

Mieloma múltiplo
Nefronoftise tipo II

19

A IR pré-renal é responsável por que % de IRA?

Responsável por 40-80% dos casos de IRA

Pode ser REVERTIDA facilmente

20

Causas de IR pré-renal?

o Qualquer causa de REDUÇÃO de volume sanguíneo circulante (Hemorragia GI, queimaduras, diarreia, diuréticos)
o Sequestro de volume (Pancreatite, peritonite, rabdomiólise)
o Diminuição do volume arterial efetivo (Choque cardiogénico, sépsis)
o Redução do débito cardíaco (Vasodilatação (sépsis, fármacos), Vasoconstrição renal profunda ( ICC grave, síndrome hepatorrenal, AINEs)

21

Quando a PA média cai para < 80 mmHg há declínio abrupto da TFG

V

22

Doentes tratados com IECAs ou AINEs são +++ suscetíveis à IRA mediada hemodinamicamente, quando ocorre redução do volume sanguíneo por qualquer motivo

V

23

Estenose BILATERAL das artérias renais (ou unilateralem rim único): +++ suscetíveis a um declínio acelerado da TFG quando utilizam IECAs/ARAs

V

24

Hipoperfusão renal prolongada pode causar
Necrose Tubular Aguda

V