CAPÍTULO 77 – HORMÔNIOS ADRENOCORTICAIS Flashcards Preview

Fisiologia > CAPÍTULO 77 – HORMÔNIOS ADRENOCORTICAIS > Flashcards

Flashcards in CAPÍTULO 77 – HORMÔNIOS ADRENOCORTICAIS Deck (72)
Loading flashcards...
1

onde localizam-se as glândulas adrenais?

nos polos superiores dos rins.

2

hormônios secretados pela medula adrenal? a qual ramo do SN está relacionado? corresponde a qual percentual da glândula?

norepinefrina e epinefrina
SN Simpático
20%

3

hormônios secretados pelo córtex adrenal?

corticosteroides

4

efeitos gerais dos glicocorticoides? qual é o principal?

efeitos que aumentam a concentração sanguínea de glicose. Apresentam efeitos adicionais sobre os metabolismos proteico e lipídico que são tão importantes para a função corporal quanto seus efeitos sobre o metabolismo dos carboidratos
- Cortisol

5

efeitos gerais dos mineralocorticoides? qual é o principal?

afetam os eletrólitos (“minerais”) dos líquidos extracelulares, em especial sódio e potássio.
- Aldosterona

6

quais as subdivisões dos corticosteroides?

MINERALOCORTICOIDES
GLICOCORTICOIDES
ANDRÓGENOS

7

quais são as camadas do córtex adrenal?

Zona glomerulosa
Zona fasciculada
Zona reticular

8

secreção da zona glomerulosa? percentual do córtex adrenal? enzima presente?

Aldosterona
15%
Aldosterona sintase

9

o que afeta a secreção de aldosterona na zona glomerulosa do córtex adrenal?

concentrações no líquido extracelular de angiotensina II e de potássio (estimulam a secreção de aldosterona).

10

secreção da zona fasciculada? percentual no córtex adrenal?

1 cortisol
2 corticosterona,
3 pequena quantidade de androgênios e estrogênios adrenais.
-75%

11

controle das secreções da zona fasciculada?

eixo hipotalâmico-hipofisário, por meio do hormônio adrenocorticotrópico (ACTH).

12

secreção da zona reticular?

androgênios adrenais
1 desidroepiandrosterona (DHEA)
2 androstenediona
3 pequena quantidade de estrogênios e alguns glicocorticoides.

13

controle das secreções da zona reticular?

1 ACTH
2 Hormônio estimulante do androgênio cortical, liberado pela hipófise

14

quais proteínas plasmáticas estão envolvidas no transporte de hormônios adrenocorticais?

transcortina (globulina ligadora de cortisol)
albumina (em menor quantidade)

15

o que acontece num organismo com deficiência de mineralocorticoides?

1 aumento da concentração de íons potássio no líquido extracelular;
2 queda dos níveis sódio e cloreto
4 os volumes totais do líquido extracelular e do sangue são muito reduzidos
5 redução do débito cardíaco
6 choque
7 óbito

16

quais hormônios atuam na retenção de sódio no organismo?

90% da retenção - aldosterona
cortisol em pequena proporção

17

efeito da aldosterona nos rins?

A aldosterona faz com que o sódio seja conservado no líquido extracelular, enquanto o potássio é excretado na urina (aumento de sódio e redução de potássio no líquido extracelular).
AUMENTA A REABSORÇÃO TUBULAR RENAL DE SÓDIO E A SECREÇÃO DE POTÁSSIO

18

o que acontece quando há excesso de aldosterona?

O EXCESSO DE ALDOSTERONA AUMENTA O VOLUME DO LÍQUIDO EXTRACELULAR E A PRESSÃO ARTERIAL MAS APRESENTA APENAS PEQUENO EFEITO SOBRE A CONCENTRAÇÃO PLASMÁTICA DE SÓDIO

19

por que o efeito da aldosterona em excesso altera apenas temporariamente a concentração de sódio?

Quando o sódio é reabsorvido pelos túbulos ocorre a absorção osmótica simultânea de quantidade quase equivalente de água. Além disso, pequenos aumentos da concentração de sódio no líquido extracelular estimulam a sede e o aumento da ingestão hídrica. Portanto, o volume do líquido extracelular aumenta tanto quanto a quantidade do sódio retido, sem grande alteração da concentração desse íon

20

por que o aumento da aldosterona pode levar ao aumento da PA?

o aumento da aldosterona causa aumento da retenção de sódio e consequentemente de água.
O aumento do volume do líquido extracelular mediado por aldosterona leva também a aumento da pressão arterial, o que aumenta a excreção renal de sal e água (natriurese de pressão e diurese de pressão, respectivamente), chamada de escape de aldosterona (normaliza o débito renal de sal e água, apesar do excesso de aldosterona). Desse momento em diante, a incorporação de sal e água pelo organismo é nula, e é mantido o balanço entre a ingestão e a eliminação de sal e água pelos rins, apesar do excesso contínuo de aldosterona. Entretanto, desenvolve-se hipertensão, que se mantém enquanto estiverem altos os níveis de aldosterona. Quando a secreção de aldosterona é completamente interrompida, perde-se grande quantidade de sal na urina, o que diminui a quantidade de cloreto de sódio no líquido extracelular e reduz o volume do líquido extracelular. (resultado: desidratação extracelular grave e baixo volume sanguíneo, levando a choque circulatório).

21

o excesso de aldosterona provoca o que no organismo?

aumento de P.A.
Hipocalemia
Fraqueza Muscular
Alcalose metabólica

22

a falta de aldosterona provoca o que no organismo?

hipercalemia
toxicidade cardíaca

23

como é feita a regulação da aldosterona?

está profundamente interligada à regulação das concentrações de eletrólitos no líquido extracelular, do volume do líquido extracelular, do volume sanguíneo, da pressão arterial e de muitos aspectos especiais da função renal. A regulação da secreção de aldosterona pelas células da zona glomerulosa é quase inteiramente independente da regulação do cortisol d dos androgênios, pelas zonas fasciculada e reticular.

24

quais fatores influenciam as taxas de aldosterona?

Elevação da concentração de íons potássio no líquido extracelular aumenta muito a secreção de aldosterona.
Elevação da concentração de angiotensina II no líquido extracelular aumenta muito a secreção de aldosterona.
Elevação da concentração de íons sódio no líquido extracelular reduz muito pouco a secreção de aldosterona.
O ACTH (hipófise anterior) é necessário para a secreção de aldosterona, mas tem pouco efeito sobre o controle da secreção.
Por sua vez, a aldosterona age sobre os rins contribuindo para a excreção do excesso de íons potássio e aumentando o volume sanguíneo e a pressão arterial, normalizando o nível de atividade do sistema renina-angiotensina (mecanismos de feedback).

25

quais os efeitos do cortisol sobre o metabolismo dos carboidratos?

1 ESTÍMULO DA GLICONEOGÊNESE
2 REDUÇÃO DA UTILIZAÇÃO CELULAR DE GLICOSE
3 ELEVAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO SANGUÍNEA DE GLICOSE E “DIABETES ADRENAL”

26

quais os efeitos do cortisol sobre o metabolismo das proteínas?

1 REDUÇÃO DAS PROTEÍNAS CELULARES
2 AUMENTA AS CONCENTRAÇÕES PLASMÁTICAS E HEPÁTICAS DE PROTEÍNAS
3 AUMENTO DOS AMINOÁCIDOS SANGUÍNEOS, REDUÇÃO DO TRANSPORTE DE AMINOÁCIDOS PARA AS CÉLULAS EXTRA-HEPÁTICAS E AUMENTO DO TRANSPORTE PARA CÉLULAS HEPÁTICAS

27

quais os efeitos do cortisol sobre o metabolismo dos lipídios?

MOBILIZAÇÃO DE ÁCIDOS GRAXOS DO TECIDO ADIPOSO

28

qual é o efeito do ACTH sobre a zona glomerulosa?

quase nenhum efeito ou nulo

29

qual colesterol é usado para a produção dos hormônios adrenocorticais?

LDL (cerca de 80% da produção)

30

como o LDL é chega até as células para ser convertido em hormônio adrenocortical?

difusão do LDL do plasma para o interstício
Ligação com receptores das depressões revestidas
internalização por endocitose
ligação vesiculas endocitadas + lisossomos
liberação do colesterol na célula