Pólipos Intestinais Flashcards Preview

Gastroenterologia > Pólipos Intestinais > Flashcards

Flashcards in Pólipos Intestinais Deck (27):
1

Quais os tipos de pólipos neoplásicos e pólipos não neoplásicos?

PÓLIPOS NEOPLÁSICOS: sempre tem displasia
*Benignos: adenoma
*Malignos: adenocarcinoma

PÓLIPOS NÃO NEOPLÁSICOS:
*Pólipos hiperplásicos
*Pólipos inflamatórios
*Pólipos hamartomatosos

2

Quais os tipos de pólipos intestinais mais comuns?

Pólipos adenomatosos

3

Quais os tipos histológicos de pólipo adenomatoso? Qual possui maior risco de malignização?

Adenoma tubular: menores e pedunculados
Adenoma viloso (maior risco de malignização): maiores e sésseis
Adenoma tubuloviloso

4

V ou F: todo adenoma possui algum grau de displasia

Verdadeiro. Todos adenomas são displásicos, porém A MAIORIA APRESENTA DISPLASIA DE BAIXO GRAU

5

Quais os três fatores mais determinantes na malignização de um pólipo adenomatoso?

*Tamanho (>2cm)
*Tipo: viloso
*Grau de displasia: displasia de alto grau

6

V ou F: a maioria dos pólipos adenomatosos são sintomáticos

Falso. A maioria são assintomáticos. Quando há sintomas, o sangramento (hematoquezia) é a queixa mais comum.

7

Qual o segundo tipo histológico de pólipo mais comum?

Pólipo hiperplásico (há apenas hiperplasia das criptas sem displasia)

8

O que é um pólipo hamartomatoso?

Crescimento celular focal excessivo de células maduras desarranjadas (não tem a arquitetura normal dos tecidos vizinhos).

9

O que são pólipos inflamatórios? Em quais condições são comuns?

Pólipos resultantes de regeneração epitelial. Ocorrem em processos inflamatórios (doenças inflamatórias intestinais).

10

Diante de um paciente com pólipo identificado em exame endoscópico, qual a conduta?

Polipectomia (para análise histopatológica).

11

Diante de um paciente submetido à retossigmoidoscopia, onde foi encontrado pólipo, que após análise histopatológica revelou adenoma, qual a conduta?

Colonoscopia (pelo risco de haver um pólipo sincrônico em porções proximais do intestino).

12

O que é um carcinoma in situ (pólipo intestinal)?

Pólipo adenomatoso com displasia de alto grau (limitada a membrana basal da mucosa).

13

O que significa o termo adenocarcinoma invasivo (em se tratando de pólipo adenomatoso)?

Displasia que ultrapassa a muscular da mucosa, ATINGINDO A SUBMUCOSA.

OBS: carcinoma invasivo, para outros órgãos, é aquele que ultrapassa a membrana basal da mucosa; mas para o intestino grosso (cólon), é aquele que ultrapassa a muscular da mucosa, considerando que a mucosa colônica não tem vasos linfáticos e nem sanguíneos.

14

Diante de um paciente submetido à polipectomia que identificou pólipo maligno (adenocarcinoma invasivo), quais critérios indicam que a polipectomia foi curativa? Com quanto tempo deverá ser repetida a colonoscopia?

1)Todo pólipo foi ressecado
2)Margens livres
3)Diferenciação histológica
4)Ausência de invasão vascular e linfática

REPETIR A COLONOSCOPIA EM 3 MESES

15

Diante de um pólipo adenomatoso encontrado em colonoscopia de rastreio, com quanto tempo deverá ser repetida a colonoscopia?

3 anos. Na ausência de novos pólipos, fazer após 5 anos.

16

Qual gene está envolvido no desenvolvimento da Polipose Adenomatosa Familiar (PAF)?

Mutação do gene APC

OBS: a ausência da mutação não exclui a síndrome

17

Como se manifesta a Polipose Adenomatosa Familiar (PAF)? Qual o risco associado a ela?

É uma síndrome familiar em que há surgimento de numerosos pólipos adenomatosos (> 100 na forma clássica), que se iniciam na adolescência no cólon e reto.

RISCO: até os 40 anos há probabilidade de 100% de ocorrer câncer colorretal.

18

Qual alteração retiniana é um achado clássico da Polipose Adenomatosa Familiar (PAF)?

Hiperpigmentação retiniana (retinite pigmentosa).

19

Qual a conduta diante de um paciente diagnosticado com Polipose Adenomatosa Familiar (PAF)?

TRATAMENTO: colectomia total + anastomose ileoanal com bolsa (preferencialmente antes dos 20 anos)

Idealmente deveria ser pesquisada a mutação no gene APC nos pacientes com PAF e submeter os familiares de de risco à pesquisa de mutação também (se o paciente com PAF é positivo para mutação). Caso o exame de mutação não esteja disponível ou se revele positivo, há indicação de rastreio com RETOSSIGMOIDOSCOPIA pra pesquisa da PAF (a partir de 10-12 anos).

20

Polipose Adenomatosa Familiar (PAF) + osteoma mandibular e craniano + tumores moles (lipoma) + dentes supra-numerários, qual o diagnóstico?

Síndrome de Gardner (variante da PAF).

21

Polipose Adenomatosa Familiar (PAF) + tumor de SNC (meduloblastoma), qual o diagnóstico?

Síndrome de Turcot (variante da PAF).

22

Paciente com polipo hamartomatoso pedunculado (1-3 cm) + hematoquezia + anemia, qual o diagnóstico?

Polipose Juvenil Familiar

23

Paciente com pólipo hamartomatoso cutaneo-mucoso + tumores faciais + hiperceratose palmo-plantar, qual o diagnóstico?

Síndrome de Cowden

24

Paciente com pólipo hamartomatoso (delgado) + MANCHAS MELANÓTICAS CUTANEO-MUCOSAS, qual o diagnóstico?

Síndrome de Peutz-Jeghers

25

Qual o risco temido em relação a síndrome de Peutz-Jeghers?

Cânceres extra-intestinais podem ocorrer em até 50% dos indivíduos afetados (ovariano, testicular, pâncreas, mama...).

26

O que é a síndrome de Cronkhite-Canada?

Síndrome de polipose não familiar, caracterizada por: PÓLIPOS HAMARTOMATOSOS + ALOPECIA + DISTROFIA UNGEAL.

27

V ou F: as síndromes de Poliposes Hamartomatosas são menos associadas à malignização, comparada as Poliposes Adenomatosas

Verdadeiro