Uveíte Flashcards Preview

Oftalmologia :) > Uveíte > Flashcards

Flashcards in Uveíte Deck (38)
Loading flashcards...
1

Qual o tratamento oral de Bartonelose ocular?

Doxiciclina (100mg BID)ou Eritromicina com ou sem Rifampicina durante um mês.

2

Uveítes unilaterais?

1) Posner Schlosmann
2) Herpética
3) Ciclite hererocrômica de Fuchs
4) CMV

3

Uveítes bilaterais?

1) UA associada ao HLA B27
2) AIJ
3) AR
4) VKH

4

Qual a característica da uveíte recorrente?

Períodos de inatividade sem tratamento com duração maior que 3 meses.

5

Qual a característica da uveíte crônica?

Recidiva em menos de 3 meses após a interrupção do tratamento.

6

Características da UA relacionada ao HLA B27

UA hiperaguda recorrente, não granulomatosa, sinequiante, bilateral e assimétrica, inicialmente hipotensiva e com hipópio fibrinóide, que acomete homens jovens.

7

Características da UA da AIJ?

UA não granulomatosa, sinequiante, bilateral e crônica, com olho calmo e silencioso, mais comum na forma pauciarticular da doença.

8

Características da Iridociclite de Fuchs

UA não granulomatosa crônica
Idiopática (rubéola??)
Unilateral 90%
Início insidioso
Olho calmo, PKs estrelados difusos, nódulos e atrofia estroma iriano (heterocromia), SEM sinéquias posteriores
Vasos angulares anormais (Amsler = sangramento pós paracentese na CA)
Catarata 80%
Corticóide SÓ nas exacerbações (tolerar um pouco de inflamação)
Glaucoma 60%

9

Características da UA herpética

UA granulomatosa ou não granulomatosa, unilateral, recorrente, hipertensiva, com hipoestesia, ceratouveíte e atrofia iriana setorial

10

Características da UA por Sarcoidose

UA granulomatosa, PKs mutton fat, nódulos irianos, nódulos no trabeculado e sinéquias anteriores periféricas em tenda

11

Características de Posner Schlosmann

UA hipertensiva, unilateral, recorrente, com irite discreta a moderada, SEM sinéquias posteriores e PO > 35mmhg

12

Etiologias da UI

Sistêmicas
1) LES e vasculites
2) EM
3) Sarcoidose
4) Behçet

Infecciosas:
1) TB
2) Sífilis
3) Lyme
4) HTLV

Mascaradas

13

Características da UI

Uveíte crônica e recidivante
Acomete vítreo, para plana e retina periférica
Indolor, bilateral 80% (inicialmente unilateral) e assimétrica
Olho calmo, snowbank, snowball, periflebite periférica e EMC, endoteliopatia autoimune
Idiopática 50% (pars planite)
EM 15%, sarcoidose, TBC, Sífilis, Lyme, Toxocaríase, Hepatites e linfoma intra-ocular
TTO unilateral = triamcinolona subtenoniana / bilateral = corticoide sistêmico

14

Características da UP por CMV

UP em imunossuprimidos ou ravemente enfermos de característica granular (margem da lesão), edematosa (grandes áreas de necrose, edema e hemorragias) ou frosted branch angiitis

15

Características da ARN (Necrose Retiniana Aguda)

Panuveíte aguda, unilateral, associada a periarterite (vasculite oclusiva), retinite necrotizante (lesões se iniciam na periferia e tendem a coalescer chegando ao PP) e vitreíte

16

Etiologias da ARN

1) HSV
2) HZV
3) CMV (raro)

17

Quais as diferenças da PORN para a ARN?

É uma necrose rapidamente progressiva, SEM reação inflamatória (< 40% RCA e < 20% vitreíte) e que se apresenta inicialmente com lesões multifocais que confluem para a periferia

18

Quais as doenças se associam com os Nódulos de Dalen Fuchs?

1) Sarcoidose
2) Oftalmia simpática
3) VKH

19

Causas de Pan Uveíte

1) TB
2) Sífilis
3) VKH
4) Behçet
5) Sarcoidose
6) Endoftalmite
7) Mascarada

20

Características de VKH

Panuveíte granulomatosa crônica, autoimune idiopática, unilateral, que na sua fase aguda pode causar papilite, DR exsudativo, vitreíte e coroidite multifocal

21

Qual a classificação das esclerites?

Anterior:
- Difusa
- Nodular
- Necrosante (com ou sem inflamação)

Posterior

22

Em qual uvéite pode haver endotelite auto-immune (geralmente inferior)?

Uveíte intermediária

23

Hanseníase ocular

Baixa patogenicidade mas ALTA infectividade
Locais frios = lóbulo da orelha, cotovelo
Afeta ANEXOS oculares (fase tardia), superficie, espessamento dos nervos (precoce), UA granulomatosa crônica
Patognomônico = pérolas de íris e ceratite em pó de giz (avascular)
TTO rifampicina + dapsona (+ clofazimina se multibacilar)

24

Hanseníase ocular

Baixa patogenicidade mas ALTA infectividade
Locais frios = lóbulo da orelha, cotovelo
Afeta ANEXOS oculares (fase tardia), superficie, espessamento dos nervos (precoce), UA granulomatosa crônica
Patognomônico = pérolas de íris e ceratite em pó de giz (avascular)
TTO rifampicina + dapsona (+ clofazimina se multibacilar)

25

Hanseníase ocular

Baixa patogenicidade mas ALTA infectividade
Locais frios = lóbulo da orelha, cotovelo
Afeta ANEXOS oculares (fase tardia), superficie, espessamento dos nervos (precoce), UA granulomatosa crônica
Patognomônico = pérolas de íris e ceratite em pó de giz (avascular)
TTO rifampicina + dapsona (+ clofazimina se multibacilar)

26

Toxocaríase ocular

Unilateral
Através do liquor acomete o olho
Endoftalmite crônica (+ comum)
Granulomas
DUSN (neurorretinite subaguda unilateral difusa)
TTO Albendazol 12/12h 30 dias + corticóide

27

DUSN

Unilateral, insidiosa e proressiva
Fase precoce = retinite multifocal migratória (DPAR + escotomas)
Fase tardia = degeneração do EPR, atrofia óptica e atenuação vascular
Larva identificada < 50% dos casos
Sinal de Garcia (áreas de calcificação na retina = túneis sub-retinianos causados pela larva)
Sinal de Oréfice (brilho aumentado da MLI)
ERG negativo (onda B muito reduzida ou invertida)

28

ARN

Imunocompetentes (+ comum)
VZV e HSV
Vitreíte + vasculite + hemorragias + necrose multifocal periférica
Pontos que coalescem
Bilateral 33%
DRR 75%
TTO ataque + profilaxia contra bilateralidade por 14 semanas

29

Retinite por CMV

Imunocomprometido
Típica ou hemorrágica (necrose fulminante + vasculite)
Atípica ou granular (mais indolente)
Frosted branch angiitis
Bilateralidade 50%
DRR 50%
TTO Ganciclovir ataque 14 dias e depois manutenção até melhora da imunidade (resistência = foscarnet)

30

Retinopatia HIV

Exsudatos algodonosos + microaneurismas e microhemorragias
NÃO tem exsudatos duros
CD4 < 100