295 EAM com supra ST Flashcards Preview

Cardio > 295 EAM com supra ST > Flashcards

Flashcards in 295 EAM com supra ST Deck (185):
1

(EAM c/supra ST) V ou F? Uma minoria de doentes com EAM sem supra ST pode ter ondas Q no ECG

V

2

(EAM c/supra ST) A idade é CI à fibrinolise?

Nao, nos idosos o efeito benefico justifica o uso desde que sem outras CI e extensao do enfarte significativa

3

(EAM c/supra ST) Quais sao os biomarcadores que aumentam mais precocemente?

Mioglobina e isoformas CK

4

(EAM c/supra ST - Farmacoterapia) Em que pacientes se deve fazer controlo do magnesio de forma a evitar hipoMg?

Em TODOS os doentes

5

(EAM c/supra ST) A dor NEM SEMPRE esta presente no EAM, sendo esta situaçao mais comum em.. (2) Num destes casos, os EAMCSST pode apresentar-se como ...

DIABÉTICOS e IDOSOS (remember 25% EAM sao silenciosos)

Em idosos pode apresentar-se como Dispneia súbita que pode evoluir para Edema Pulmonar

6

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) A incidencia de choque cardiogenico diminui de ..% para ..% devido a reperfusao imediata, trat para diminuir extensao do EAM e trat para isquemia persistente

20 para 7%

7

(EAM c/supra ST) Até ..% dos doentes podem ter reperfusao espontanea em 24h e terem uma melhoria da cicatrizaçao do tecido enfartado

33% (1/3)

8

(EAM c/supra ST - Farmacoterapia) V ou F? Enoxaparina (HBPM) vs HNF tem maior risco de hemorragia mas maior beneficio geral

V

Ps: HBPM nao necessita de monitorizaçao

9

(EAM c/supra ST) A morfina é administrada em injecçoes IV repetidas (a cada 5 min) de doses baixas (2-4mg); pq nao se faz injecçoes subcutaneas de doses maiores?

Absorçao imprevisivel

10

(EAM c/supra ST) Quem deve ser internado em Unidades Coronarias? E quando podem sair?

Quem deve ser internado?
- Estagios INICIAIS de enfarte

Quando podem sair?
- Sintomas controlados com farmacos orais
- Doentes com EAMCSST de baixo risco SEM:
- EAM previo
- Dor toracica
- ICC
- Hipotensao
- Arritmias

11

(EAM c/supra ST) Na reaçao inflamatoria inespecifica, o que aumenta mais lentamente, a leucocitose PMN ou a subida da VS?

A subida da VS ocorre mais lentamente que os leucocitos

Ps:
Leucocitose PMN
- horas apos o inicio da dor
- perisite por 3-7 dias
- aumenta frequentemente para niveis de 12 000 a 15 000/uL

Aumento da VS
- pico durante a 1a semana
- persiste por 1-2 semanas
- aumenta mais lentamente que os leucocitos

12

(EAM c/supra ST) Fibrinolise - Score TIMI: Quais os diferentes graus e qual o objectivo da reperfusao?

- TIMI 0: Oclusao completa
- TIMI 1: Penetraçao de algum constraste, sem perfusao do leito distal
- TIMI 2: Perfusao do leito distal, mas com fluxo atrasado
- TIMI 3: Perfusao completa com fluxo normal

Objectivo da reperfusao é o TIMI 3
- Limita tamanho do enfarte
- Mantem funçao VE
- Reduz mortalidade

13

(EAM c/supra ST) V ou F? Muitas vezes no pulso carotídeo aumento do volume

F - diminuiçao do volume por diminuiçao do volume sistolico

14

(EAM c/supra ST) Na gestao no SU, o objectivo abrangente é minimizar o tempo desde o primeiro contacto medico ate o inicio da terapia de reperfusao; isto podem envolver transferencia de um hospital sem PCI para um capaz de PCI, com o objectivo de iniciar a PCI dentro de ...mins desde o primeiro contacto medico

primeiros 120 mins desde o 1o contacto medico

15

(EAM c/supra ST - Estratificaçao pos enfarte) Fatores clinicos associados a aumento do risco CV apos EAM (5)

- Isquemia persistente (espontanea/ induzida)
- FEVE menor q 40%
- Crepitaçoes ACIMA das bases pulmonares
- Congestao no Rx Torax
- Arritmias ventriculares sintomaticas

Outros:
- Historia previa de EAM
- Idade superior a 75 anos
- Diabetes
- Taquicardia sinusal prolongada
- HIPOtensao
- Alteraçoes de ST SEM angina
- Anormalidades no ECG de alta resoluçao
- Nao revascularizaçao da arteria afetada
- Bloqueio AV avançado persistente
- Defeito de conduçao intraventricular de novo

16

(EAM c/supra ST - Farmacoterapia) V ou F? A nitroglicerina endovenosa era usada rotineiramente na pratica com efeito favoraveis no processo isquemico e no remodeling ventricular mas o seu beneficio é relativo na era dos beta-bloq e IECAs

V

17

(EAM c/supra ST) V ou F? Razao CK-MB/CK é diagnostica de origem miocardica

F - sugere, mas NAO é diagnostica

18

(EAM c/supra ST - Farmacoterapia) V ou F? Combinaçao de HNF com AAS e estreptoquinase tem um beneficio adicional na reduçao da mortalidade (5 vidas salvas por cada 1000 pacientes tratados); HNF com ASS e Fibrinoliticos (tPA, rPA ou TNK) ajuda a manter patencia da arteria enfartada, efeito alcançada à custa de um pequeno aumento do risco de hemorragia

V

19

(EAM c/supra ST) Quais sao os obejctivos temporais:
1. Inicio sintomas - resposta doente
2. Resposta doente - porta hospital
3. Porta hospital - Agulha
4. Porta hospital - Balao
5. "Golden hour"
6. Tempo isquemico TOTAL

1. Inicio sintomas - resposta doente: 5 mins
2. Resposta doente - porta hospital: 30 mins
3. Porta hospital - Agulha: 30 mins
4. Porta hospital - Balao: 90 mins
5. "Golden hour": primeiros 60 min
6. Tempo isquemico TOTAL: menos de 120 mins

20

(EAM c/supra ST) V ou F? Reperfusao precoce de uma coronaria ocluida produz picos mais tardios de biomarcadores cardiacos

F - picos mais PRECOCES

Fisiopatologia: lavagem (washout) rapida do intersticio da zona enfartada - sobrecarga rapida da depuraçao linfatica das proteinas

21

(EAM c/supra ST - Farmacoterapia) V ou F? O controlo glicemico intensivo reduz a mortalidade

Incompleto - em pacientes diabeticos

22

(EAM c/supra ST) Causas de EAMCSST? (5) E quais dessas sao raras?

- Rutura de placa
- Embolos coronarios

- Anomalias congenitas
- Espamos coronario
- Doenças sistemicas (particularmente inflamatorias)

(Slides consideram estas 3 finais, livro parece considerar as 4 finais, excluindo a rutura de placa que é a causa mais comum)

23

(EAM c/supra ST) Mais de ..% das mortes ocorre ANTES da chegada ao hospital principalmente por... (a maioria das mortes por este motivo ocorrem nas primeiras 24h sendo que mais de ...% das mortes sao na 1a hora)

50% antes de chegar ao hospital
principalmente por FV
50% dessas mortes sao na 1a hora

24

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Qual o achado fisico mais valioso para diagnostico de aneurisma ventricular verdadeiro?

ictus cordis duplo, difuso, desviado

25

(EAM c/supra ST - Farmacoterapia) Quais sao os beneficios dos beta-bloq na fase AGUDA?

- Melhoram a relaçao entre NECESSIDADE e OFERTA DE O2
- Reduzem a DOR
- Reduzem o TAMANHO DO ENFARTE
- Reduzem a incidencia de ARRITMIAS VENTRICULARES
- Nos doentes submetidos a Fibrinolise imediata, NAO produzem reduçao adicional na taxa de mortalidade MAS DIMINUI as RECIDIVAS DE ISQUEMIA E RE-ENFARTE

26

(EAM c/supra ST - Farmacoterapia) V ou F? IECAs a curto prazo reduzem a mortalidade posEAMCSST, tendo beneficios aditivos com a AAS e beta.bloq; o beneficio é maximo nos doentes de alto risco mas o beneficio a curto prazo ocorre me todos os doentes hemodinamicamente estaveis (PAS maior q 100)

V

Doentes de alto risco:
- Idosos
- Enfarte da parede anterior
- Enfarte previo
- Disfunçao global do VE

Beneficio a curto prazo em TODOS os doentes hemodinamicamente estaveis (PAS maior q 100)
- Diminuiçao da remodelaçao ventricular
- diminuiçao do risco de ICC
- podem diminuir a taxa de EAM recorrente no trat cronico

27

(EAM c/supra ST - Farmacoterapia) Em que situaçao esta recomendado o uso de BCC?

NAO estao recomendados

28

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Desconforto toracico recorrente pode representar.. (2) e esta associado a risco de morte ..x maior pelo que angiografia URGENTE e Revascularizaçao Mecanica estao indicadas; alternativa é repetir fibrinolise

- Extensao do enfarte original
- Re-enfarte de novo miocardio

Associado a 3x risco de morte

29

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Defeitos de conduçao AV e Intraventricular: V ou F? Subgrupo des doentes com Enfarte VD respondem mal ao pacemaker ventricular

V
- Fisiopatologia: perda da contribuiçao auricular para enchimento ventricular
- Pacemaker sequencial AV de DUPLA camara pode ser necessario

30

(EAM c/supra ST) Mortalidade cerca de ... vezes maior em doentes idosos (maior q 75 anos)

4 vezes maior em idosos

31

(EAM c/supra ST) Quais sao os fibrinolíticos especificos?

tPA, rPA e TNK

- sao mais especificos para a fibrina (mas sao diferenças relativas / todos com alguma fibrinolise sistemica)
- sao mais eficazes na reperfusao que a Estreptoquinase
- têm pequena margem de aumento da sobrevida

32

(EAM c/supra ST) A evoluçao é: agudo (...dias), cicatrizaçao (... dias) e já cicatrizado (..)

Agudo: 1-7 dias
Cicatrizaçao: 7-28 dias
Já cicatrizado: mais de 28 dias

33

(EAM c/supra ST - Farmacoterapia) Antes da alta hospitalar, a funçao VE deve ser avaliada por um exame de imagem; IECAs devem ser mantidos INDEFINIDAMENTE em doentes.. (4)

- IC
- Reduçao global da funçao VE
- Extensao anormalidade regional da motilidade da parede
- Hipertensos

34

(EAM c/supra ST) V ou F? As tecnicas de medicina nuclear sao menos utilizadas que o ecocardiograma pois sao mt trabalhosas, apesar da sensibilidade e especificidade altas em muitas situaçoes clinicas

F - S e E BAIXAS em mts situaçoes clinicas

35

(EAM c/supra ST) Estimativa ecocardiografica da funçao do VE tem utilidade prognostica; demonstraçao de disfunçao é indicaçao para..

trar com inibidor do SRAA

36

(EAM c/supra ST) V ou F? Quando a dor começa durante o esforço regride com o repouso

F - NAO regride - diferente da angina

37

(EAM c/supra ST - Estratificaçao pos enfarte) Qual é a duraçao do internamento EAMCSST NAO complicado? E passadas quantas semanas a maioria retorna ao trabalho?

5 dias

2-4 sems

38

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Disfunçao ventricular V ou F? Dilataçao e alongamento desproporcionais de segmentos do miocardio enfartado (apenas)

F - e mais tarde NAO-enfartados

39

(EAM c/supra ST) Outras formas de apresentaçao clinica com ou sem dor? (6)

- Síncope
- Estados confusional
- Sensaçao de fraqueza
- Arritmias
- Embolia periferica
- Queda inexplicada da pressao arterial

40

(EAM c/supra ST) Se nao houver CI, a terapia fibrinolitica deve ser iniciada dentro de .. min da apresentaçao

30 mins ou menos - Tempo Porta do Hospital-Agula

41

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Choque cardiogenico ocorre principalmente nos doentes com..

DAC grave, multi-vaso e necrose piecemeal do miocardio

42

(EAM c/supra ST - Farmacoterapia) Qual o aPTT alvo?

1,5 - 2

43

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Enfarte de ..% ou mais do VE costuma causar choque cardiogenico

40%

44

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Como se lida com a pericardite?

AAS 650mg 4x dia

Ps: NAO deve ser utilizada anticoagulaçao na pericardite pois pode levar a tamponamento

45

(EAM c/supra ST) V ou F? Troponina T e I atualmente, consegue-se detetar niveis menores q 1 ng/L em doentes sem isquemia; particularmente valiosas quando ha suspeita clinica de lesao do musculo esqueletico ou de um pequeno EAM, que podem nao levar a alteraçoes da CK e CK-MB, e sao portanto, de particular valor em distinguir entre Angina Instavel e EAMSST

V

46

(EAM c/supra ST - Farmacoterapia) Quais sao os pacientes com risco aumentado de tromboembolismo (sistemico ou pulmonar? (6) E qual a terapeutica q devem receber?

- Enfarte Anterior
- Disfunçao Grave VE
- IC
- Historia de Embolia
- Evidencia de trombo mural
- Fibrilhaçao Auricular

Devem ser anticoagulados com doses terapeuticas maximas de HNF ou HBPM durante o internamento e fazer pelo menos 3 meses de tratamento com Varfarina em ambulatorio

47

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) V ou F? Disfunçao ventricular: Remodelaçao ventricular precede a clinica da IC em meses a anos e é atenuada com vasodilatadores (ex nitratos) e IECAs

V

48

(EAM c/supra ST) Pode ocorrer aumento da temperatura ate ..grausC durante ... (tempo) pós enfarte

38oC
durante a primeira semana pos-enfarte

49

(EAM c/supra ST) Qual é a duraçao internamento EAMCSST NAO complicado?

5 dias

50

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) V ou F? Tromboembolia: A anticoagulaçao esta reservada para quando é identificado trombo ao ecocardiograma ou outras tecnicas

F - tb quando
- Extrema anormalidade funcional da parede (mesmo na ausencia de trombo visivel)

Ps:
- Reduz significativamente incidencia de complicaçoes embolicas
- Duraçao nao estabelecida mas provavelmente 3-6 meses

51

(EAM c/supra ST) Embora muitods doentes apresentam FC e TA normais durante a primeira hora apos-EAM, ...% dos doentes com EAM Anterior têm hiperatividade ....; ...% dos doentes com EAM Inferior têm hiperactividade ...

25% dos doentes com EAM Anterior
- Hiperatividade Simpatica (Taquicardia e/ou HTA)

Até 50% dos doentes com EAM Inferior
- Hiperatividade Parassimpatica (Bradicardia e/ou Hipotensao)

52

(EAM c/supra ST - Farmacoterapia) O AAS diminui a mortalidade em ..%

27%

Check 143 - 25%

53

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) V ou F? A extensao do enfarte correlaciona-se bem com gravidade da IC e mortalidade precoce (dentro de 10 dias) e tardia

V

54

(EAM c/supra ST) Quais sao as intervençoes recomendadas para a obstipaçao? Ha risco de realzar toque retal?

1o - Fibras e Emoliente fecal
2o - Laxante

NAO há risco de realizar toque retal

55

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Flutter/ Fibrilhaçao auricular é frequentemente secundarios à..

Insuficiencia VE

56

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Monitorizaçao arteria pulmonar mais monitorizaçao pressao intra-arterial avalia..

Resistencia vascular sistemica
- orientaçao nos ajustes do tratamento com vasopressores e vasodilatadores

57

(EAM c/supra ST) V ou F? O ecocardiograma apresenta anomalias da motilidade segmentar presentes em todos os casos

F - presentes em QUASE TODOS os casos

58

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) O tratamento do enfarte do VD consiste em..

Expansao de volume
- manter uma pre-carga adequada
Medidas para melhorar a funçao VE e assim reduzir a PCAP

59

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Qual o trat de TV mantida SEM repercussoes hemodinamicas? E no caso de FV ou TV com deterioraçao hemodinamica?

TV mantida SEM repercussoes hemodinamicas
- 1o Amiodarona IV ou Procainamida IV
- 2o Cardioversao eletrica sincrona

Se FV ou TV com deterioraçao hemodinamica
- Cardioversao eletrica ASSINCRONA
- pode ser mais eficaz apos adrenalina ou amiodarona

60

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) As taxas de mortalidade associadas a cada classe de Kilip diminuiram entre ...a ..% com os avanços no tratamento

33 a 50% (1/3 a metade)

61

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Qual é o aneurisma ventricular verdadeiro mais comum e facilmente identifcado pela eco?

Aneurisma Apical

62

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) V ou F? A eficacia do tratamento das arrtimias está diretamente relacionada com a rapidez da procura de auxilio medico

V

63

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) V ou F? A hipovolemia é um disturbio dificil de corrigir nestes doentes

F - disturbio FACILMENTE corrigivel

Hivolemia é secundaria a:
- Diureticos
- Reduzido aporte hidrico
- Vomitos

64

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Qual é a 1a causa de morte INTRA-hospitalar?

Falencia de Bomba

Ps: FORA do hospital é Fibrilhaçao Ventricular
50% antes de chegar ao hospital
principalmente por FV
50% dessas mortes sao na 1a hora

65

(EAM c/supra ST) O esquema comum de beta-bloq sao 5 mg de metoprolol, a cada 2-5 min, ate o total de 3 doses, desde q.. (4)

- FC maior q 60 bpm
- PAS maior q 100 mmHg
- Intervalo PR menor q 0,24s
- Crepitaçoes no maximo 10 cm acima do diafragma

66

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) V ou F? A incidencia de embolia arterial proveniente de um trombo formado na regiao enfartada é grande

F - é PEQUENA (mas acontece)

67

(EAM c/supra ST) Biomarcadores sericos: V ou F? O pico (concentraçao maxima) dessas proteinas correlaciona-se com o tamanho do enfarte

F - nao é o pico que se correlaciona com o tamanho do enfarte, é a QUANTIDADE TOTAL de proteinas libertadas que se CORRELACIONA com o tamanho do enfarte

68

(EAM c/supra ST) Qual a complicaçao mais comum e potencialmente mais grave da fibrinolise?

Hemorragia

69

(EAM c/supra ST) Qual a complicaçao mais grave da fibrinolise? E %? Pacientes com mais de 70 anos têm incidencia quase ..x maior de hemorragia intracraniana em comparaçao com a populaçao de menos de 65 anos

AVC hemorragico
0,5-0,9%
2x maior

Ps: Ensaios sugerem que a taxa de hemorragia intracraniana com tPA e rPA é ligeiramente maior do que com Estreptocinase

70

(EAM c/supra ST) Na maioria dos casos EAMCSST ocorre quando...

a superficie de uma placa aterosclerotica sofre rutura (expoe o seu conteudo ao sangue) e as condiçoes (locais ou sistemicas) favorecem a trombogenese - trombo mural forma-se na area de rutura da placa - arteria coronaria fica ocluida

71

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) V ou F? Aneurisma do ventricular é um termo geralmente usado para descrever discinesia ou movimento expansivo paradoxal da parede sendo que aneurismas verdadeiros nao predispoem e nao estao associados a rutura cardiaca

V

Ps: Aneurismas verdadeiros
- Tecido cicatricial sendo o aneurisma do Apex o mais comum
- Complicaçoes ao fim de semanas a meses (ICC, Embolia, Arritmias ventriculares)
- Achado fisico mais valioso: ictus cordis duplo, difuso, desviado
- Diagnostico: demonstrados facilmente ao ecocardiograma (tb pode mostrar trombo mural dentro do aneurisma)

72

(EAM c/supra ST) O ECG serve para diferenciar entre supra vs sem supra ST enquanto que os biomarcadores cardiacos ajudam a diferenciar entre angina instavel e EAMSSST e avaliar a .... do EAMCSST

Magnitude

73

(EAM c/supra ST) Estrategias de gestao: Quando elevaçoes de ST.. (2) o paciente deve ser considerado candidato para terapia de reperfusao

Elevaçoes de ST de pelo menos 2mm em 2 derivaçoes pre-cordiais
E
Elevaçoes de ST de pelo menos 1mm em 2 derivaçoes dos mimbros contiguas

74

(EAM c/supra ST) Quando iniciar beta-bloq ORAL?

Apos cerca de 15 mins apos ultima dose beta-bloq IV

75

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) V ou F? No trat da ICC, os diureticos sao extremamente eficazes e mais vantajosos que os nitratos

F

DIURETICOS
- EXTREMAMENTE efetivos
- Reduzem congestao pulmonar
- Melhoram dispneia e ortopneia (com Furosemida IV)
- .. diminuindo a pressao enchimento do VE

NITRATOS
- MAIS vantajosos que os diureticos
- Reduzem a pre-carga (atraves de venodilataçao) SEM reduçao do volume plasmatico total

76

(EAM c/supra ST) Beta-bloq endonvenosos sao uteis no controlo da dor, provavelmente por diminuirem a necessidade de O2; diminuem o risco de .. (2)

Re-enfarte e Fibrilhaçao Ventricular

77

(EAM c/supra ST) Como deve ser a tipica dieta na unidade coronaria? (5)

- Fornecer menos ou igual a 30% das calorias totais sob a forma de lipidos
- menos ou igual a 300 mg/d colesterol total
- 50 a 55% de HC complexos
- Enriquecida em potassio, magnesio e fibras e pobre em sodio
- Refeiçoes nao muito volumosas

78

(EAM c/supra ST) V ou F? A decisao de reperfusao costuma ser tomada depois dos resultados analiticos serem conhecidos

F
"Atualmente, a decisao de repurfusao costuma ser tomada ANTES dos resultados analiticos serem conhecidos (atraves de clinica e ECG)

79

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Defeitos de conduçao AV e Intraventricular: Pacemaker permanente pode reduzir o risco de morte subita a LONGO prazo em doentes com..

Bloqueio bifascicular persistente com BAV de 3o grau transitorio na fase aguda do EAM

80

(EAM c/supra ST) Qual a utilidade dos BCC?

POUCA utilidade nos casos agudos

Existem evidencias de que as Dihidropiridinas de acçao curta possam estar associadas a um risco de mortalidade maior

81

(EAM c/supra ST) Beta-bloq deve ser iniciado, por via ORAL, nas 1as 24h, se paciente nao tiver nenhum dos seguintes.. (4)

Sinais de IC
Evidencia de um estado de BAIXO DEBITO
RISCO aumentado de CHOQUE CARDIOGENICO
Outras CI relativas ao bloq-beta:
- PR maior q 0,24s
- BAV 2o ou 3o grau
- Asma ativa ou doença reativa das Vias aereas

82

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Tromboembolia sintomatica em ..%m autopsia...% sugerindo que é clinicamente assintomatica em muitos casos!!!

Sintomatica em 10%
Autopsia 20%

Ps: contribuinte importante para a morte em 25% dos doentes

83

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Choque cardiogenico: ...% na admissao e ...% durante o internamento

10% na admissao
90% durante o internamento

84

(EAM c/supra ST) Ecocardiograma pode tb demonstrar.. (4)

- Enfarte VD
- Aneurisma ventricular
- Derrame pericardico
- Trombo no VE

85

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Bradicardia sinusal tem indicaçao para trat se..? E o que é de evitar no trat?

Trat indicado se Compromisso Hemodinamico
1o Atropina (0,5 mg IV)
- farmaco mais util para aumentar a FC
2o Pacing se bradicardia persistente (menor q 40 bpm)


EVITAR Isoproterenol

86

(EAM c/supra ST) Até ...% dos casos parecem ter um fator desencadeante como exercicio fisico intenso, stress emocional e doença medica ou cirurgica

50%

87

(EAM c/supra ST) Quais sao as placas mais susceptiveis a rotura?

Nucleo lipidico abundante e cobertura fibrosa fina

88

(EAM c/supra ST) Quais sao os efeitos secundarios da morfina? (3)

- Sudorese e nauseas (geralmente regridem)
- Acumulo sangue na circulaçao venosa - diminuiçao di DC e diminuiçao TA
- Responde à elevaçao dos MI
- Alguns doentes necessitam de expansao do volume
- Pode causar bradicardia e graus avançados de bloqueio cardiaco (BAV?) - efeito vagotómico que geralmente responde à atropina e que ocorre particularmente em pacientes com EAM inferior

89

(EAM c/supra ST) Doentes em MAIOR risco (6)

- Multiplos fatores risco CV
- Angina instavel

- Estados pro-tromboticos
- Doenças do colagenio
- Uso de cocaína
- Trombos ou massas intracardiacas

(Menos comuns)

90

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) V ou F? Quase todos os doentes com EAMCSST têm extra-sistoles ventriculares esporadicas e isoladas que nao precisam de tratamento especifico; tratar apenas os com arritmias ventriculares incessantes

V

91

(EAM c/supra ST) V ou F? A zona central do enfarte e a penumbra miocardica podem ser salvos

F - A zona central tem tecidos IRREMEDIAVELMENTE perdidos, mas a penumbra miocardica pode ser salva

92

(EAM c/supra ST) Angiografia e revascularizaçao nao devem ser realizadas dentro das primeiras ...h apos fibrinolise

2-3h apos fibrinolise

93

(EAM c/supra ST) Ao exame fisico, o precordio é habitualmente ..., podendo ser dificil palpar o ictus cordis

Silencioso

94

(EAM c/supra ST) Corticoides e AINEs (excepto AAS) devem ser EVITADOS pq? (4)

- Alteram a cicatrizaçao - risco de rotura
- Aumentam a resistencia vascular coronaria
- Diminuem o fluxo para o miocardio isquemico
- Podem provocar uma cicatriz maior

95

(EAM c/supra ST) TA é variavel, sendo que a MAIORIA dos doentes com EAM ..., TAS diminui... mmHg em relaço aos valores pre-EAM

EAM transmural
Diminui 10-15 mmHg

96

(EAM c/supra ST) V ou F? Existem evidencias de que as Dihidropiridinas de acçao curta possam estar associadas a um risco de mortalidade maior

V

97

(EAM c/supra ST) Qual a parte do dia em que há MAIOR concentraçao de casos?

MANHA, nas primeiras horas apos acordar

98

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) ..% dos doentes com EAM Inferior apresentam, pelo menos, necrose leve do VD; alguns doentes com EAM infero-posterior têm tb enfartes extensos do VD mas RARAMENTE têm enfartes limitados ao VD

33% (1/3)

99

(EAM c/supra ST) V ou F? Ventriculografia com radionuclidio (GVs marcados com Tc99m) nos EAM, geralmente revela disturbios da motilidade da parede e reduçao da fracçao de ejecçao ventricular; auxilia no diag de EAM do VD mas nao é especifica

V

100

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Ritmo idioventricular acelerado é pressagio de TV? Requer trat?

Nao e nao

- Ritmo ventricular 60-100 bpm
- Muitas vezes, transitoriamente durante fibrinolise, no momento da reperfusao
- Na maioria dos casos é BENIGNA e NAO é pressagio de TV
- NAO requer tratamento (raramente degenera em formas mais raras)

101

(EAM c/supra ST - Prevençao Secundaria) Para quem esta indicado AAS? E AAS combinado com varfarina?

AAS - Para TODOS

AAS com varfarina - ALTO risco de tromboembolismo

102

(EAM c/supra ST) V ou F? Mediçao das troponinas tem ... (menor/maior?) valor imediado em doentes com EAM COM supra-ST; podem manter-se elevadas ...(tempo)

Menor (é um ND)
Podem manter-se elevadas 7-10 dias (CK demora 48-72h a normalizar)

Ps: Em doentes com EAM "classico" que têm necrose suficiente para aumentar os niveis de CKMB, os niveis de troonina aumentam ate 20 a 50 vezes acima do limite superior do valor de referencia (P99)

103

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Trat Arritmias supraventriculares: se IC? Sem IC? Se duraçao superior a 2h com frequencia maior que 120 bpm ou induzir IC, choque ou isquemia

Se IC - DIGOXINA
SEM IC - Beta-bloq / Verapamil / Diltiazem
Se duraçao sup a 2h com frequencia sup a 120 bpm ou induzir IC, choque ou isquemia - CARDIOVERSAO SINCRONA

104

(EAM c/supra ST) Quais sao as CI ABSOLUTAS a fibrinolise? (5)

- Historia de hemorragia cerbrovascular
- AVC NAO hemorragico ou outro evento cerebrovascular no ultimo ano
- PAS maior que 180 e/ou PAD maior q 110 mmHg
- Suspeita de Dissecçao Aortica
- Hemorragia interna ativa (excepto menstruaçao)

105

(EAM c/supra ST) Um PEQUENO numero de doentes com EAMCSST NAO desenvolve ondas Q (3 hipoteses)

- Trombo nao causou oclusao total
- Obstruçao foi transitoria
- Rede colateral rica

Ps: Uma minoria de doentes com EAM sem supra ST pode ter ondas Q no ECG

106

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Fibrilhaçao e Taquicardia ventriculares: Torsade de Pointes pode ser secundaria a.. (4)

- Hipoxia
- HipoK
- outros Disturbios eletroliticos
- Farmacos (Digoxina, Quinidina)

Ps: é necessario investigar as causas secundaria em TODOS os casos (de TV e FV)

107

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Tromboembolia ocorre em associaçao a ..(3)

- Enfartes extensos (principalmente anteriores)
- ICC
- Trombo VE
- 33% EAM anteriores
- poucos EAM inferiores ou posteriores

108

(EAM c/supra ST) A cintigrafia de perfusao miocardica (Tl201 ou Tc99m-Sestamibi) revela um defeito nas PRIMEIRAS horas apos um enfarte transmural na MAIORIA dos doentes; muito sensivel, mas NAO distingue EAM de..

Cicatrizes cronicas - NAO é especifica para o diagnostico de EAM

109

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) O Cateter Swan-Ganz na arteria.. é util em doentes com ...(2) e avalia ..(2)

Cateter Swan-Ganz na arteria PULMONAR avalia:
- Pressao de enchimento VE
- Util em doentes com hipotensao e/ou clinica de ICC
- Debito cardiaco

110

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) O enfarte do VD tem um padrao hemodinamico semelhante a ..

Pericardite Constritiva
- Deflexao y acentuada
- Inclinaçao diastolica PRECOCE
- Plateau nas curvas do VD

111

(EAM c/supra ST) V ou F? Ao EAM Anterior pode-se detetar uma pulsaçao sistolica anormal na regiao apical devido ao abaulamento discinetico do miocardio enfartado

V

Outros sinais de disfunçao ventricular:
- S3 e S4, hipofonese de S1 e desdobramento paradoxal de S2

112

(EAM c/supra ST) Qual a dieta nas primeiras 4 a 12h?

Nada ou dieta liquida pelo risco de vomitos/ aspiraçao

113

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) V ou F? Terapeutica profilatica com antiarritmicos e beta-bloq esta indicada

F - Esta CONTRA-INDICADA terapeutica profilatica com Anti-arritmicos
- Pode ate aumentar a mortalidade

Beta-bloq
- Eficazes na supressao de extrassistoles
- Profilaxia da FV
- Usados em TODOS os doentes sem CI

Ps: Tratar hipoMg e hipoK pois sao fatores de risco para FV apos EAMCSST (para niveis aprox 2,0 mmol/L e 4,5 mmol/L respectivamente)

114

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) V ou F? A pressao venosa central reflete mais a pressao de enchimento do VD do que do VE e é um indicador inadequado para o ajuste de volume uma vez que a disfunçao do VE quase sempre é superior à disfunçao do VD

V

115

(EAM c/supra ST) ICP deve ser realizada apos Fibrinolise se ...(2)

Falencia de reperfusao - ICP RESGATE
- Dor toracica persistente e supra-ST maior q 90 min

Re-oclusao coronaria - ICP URGENTE
- Reaparecimento de supra-ST e/ou dor toracica recorrente
- Isquemia recorrente
- Prova de esforço positiva antes da alta
- Angina recidivante nos primeiros dias

116

(EAM c/supra ST) V ou F? A ICP primaria (angioplastia e/ou colocaçao de stent sem fibrinolise previa) é eficaz na reperfusao do miocardio quando realizada em caracter de emergencia nas primeiras horas do enfarte, tendo a vantagem de ser aplicavel em doentes com CI à fibrinolise, contudo parece ser menos eficaz a reperfundir que a fibrinolise

F - Parece ser MAIS eficaz a reperfundir que a fibrinolise

Ps: Desvantagens:
- Dispendiosa
- Limitada disponibilidade 24h/dia apenas em alguns hospitais

117

(EAM c/supra ST - Farmacoterapia) Pq é que o fondaparinux nao se pode usar isoladamente na ICP e Angiografia?

Pelo risco de TROMBOSE NO CATETER
- pode ser usado em combinaçao com outro anticoagulante com atividade antitrombina (ex: HNF, bivalirudina)

118

(EAM c/supra ST) Sopro meso ou telessistolico apical transitorio devido a disfunçao da valvula..

mitral

119

(EAM c/supra ST) CI RELATIVAS à fibrinolise? (9)

- Anticoagulaçao (INR maior ou igual a 2)
- Cirurgia ou procedimento invasivo recente (menos de 2 sems)
- Reanimaçao cardio-pulmonar prolongada (mais de 10 mins)
- Diatese hemorragica conhecida
- Gravidez
- Doença oftalmologica hemorragica
- Ulcera peptica ativa
- Historia de HTA grave atualmente controlada
- Estreptoquinase: se foi administrada nos ultimos 5 dias a 2 anos

120

(EAM c/supra ST) V ou F? As estenoses coronarias graves progressivas nao costumam causar EAMCSST

C - Desenvolvimento de ampla rede de vasos colateriais

121

(EAM c/supra ST) Nao se deve receber nova dose de Estreptocinase se receberam nos ultimos.. (intervalo de tempo=

5 dias a 2 anos

Ps: é uma CI relativa

122

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Defeitos de conduçao AV e Intraventricular: Indicaçoes para Pacing provisorio (4)

- Bradicardia sinusal (FC menor 50 bpm) refrataria a farmacos
- BAV 2o grau Mobitz tipo II
- BAV 3o grau
- Bloqueio bifascicular

123

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) O tratamento da ICC em associaçao a EAMCSST é semelhante ao IC aguda secundaria a outras formas de IC excepto que..

o beneficio do digitalicos nao é tao marcante

124

(EAM c/supra ST) Mortalidade apos internamento diminuiu de .. para ..%

Diminuiu de 10 para 6%

125

(EAM c/supra ST) Hipotensao branda ocorrem em ..% quando usada a Estreptocinase sendo RARA hipotensao profunda associada a reaçoes alergicas graves

4 a 10%

126

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Disfunçao ventricular: IECA ou ARA esta indicados INDEPENDENTEMENTE de existir ou nao IC se..

FEVE menor q 40%

127

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Na pericardite aguda esta indicado o uso de anticoagulaçao?

Nao deve ser utilizada pois pode levar a tamponamento

128

(EAM c/supra ST) O DD da dor inclui.. (5)

- Pericardite aguda - irradiaçao para o trapezio (NAO acontece no EAM)
- Embolia pulmonar
- Dissecçao aguda da Aorta
- Costocondrite
- Disturbios GI

129

(EAM c/supra ST - Prevençao Secundaria) V ou F? IECA ou ARA em doentes com IC, depressao FEVE ou anomalias segmentares; em doentes seleccionados antagonistas da aldosterona

V

130

(EAM c/supra ST) V ou F? Score TIMI: metodos adicionais na avaliaçao angiografica incluem TIMI frame count (conta o nr de frames que sao necessario para o fluxo ir de um ponto a outro) e TIMI myocardial perfusion grade (taxa de entrada e saida do contraste na zona enfartada); estes metodos têm uma correlaçao mais baixa com os desfechos apos EAMCSST, do que o grau de fluxo TIMI mais frequentemente usado

F - tem uma correlaçao ainda mais estreita!!

131

(EAM c/supra ST) O ecocardiograma nao diferencia EAMCSST vs..(2)

vs area antiga de fibrose miocardica
vs isquemia aguda grave

132

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Sinais clinicos de Disfunçao VD (4)

- Engurgitamento jugular
- Sinal de Kussmaul
- Hepatomegalia
- com ou sem Hipotensao

Ps: Sinal de Kussmaul
- Pericardite constritiva
- MCR
- Embolia pulmonar maciça
- Enfarte VD
- IC sistolica VE grave

133

(EAM c/supra ST) Mortalidade de ...% a 1 ano

15%

134

(EAM c/supra ST) V ou F? O padrao temporal dos biomarcadores sericos tem importancia diagnostica

V atençao!

135

(EAM c/supra ST) V ou F? Os doentes com Choque cardiogenico ou IC severa inicialmente avaliados num hospital sem ICP, devem ser transferidos para cateterismo cardiaco e revascularizaçao o mais precoce possivel, independentemente do tempo decorrido desde o inicio do EAM

V

136

(EAM c/supra ST) Qual marcador é mais especifico entre CK e CK-MB?

CK-MB

CK
- POUCO especifica para EAM
- Aumento em 4-8h e geralmente normalizam em 48-72h
- Quando elevada, fazer DD com:
- Doença ou traumatismo muscular
- Injecçao intramuscular

CK-MB
- MAIS especifica
- Quando elevada, fazer DD com:
- Cirurgia cardiaca
- Miocardite
- Cardioversao eletrica

137

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) V ou F? Fibrilhaçao e taquicardia ventriculares podem ocorrer nas primeiras 24h sem arritmias de aviso

V

138

(EAM c/supra ST) Para onde pode irradiar? E para onde NUNCA irradia?

NUNCA irradia abaixo do umbigo!!

- Principalmente para os braços
- Abdomen
- Dorso !!!
- Mandibula
- Pescoço
- Regiao occipital !!!

139

(EAM c/supra ST - Prevençao Secundaria) AAS diminui ...% o risco de recorrencia, AVC ou mortalidade CV

25%

140

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) V ou F? Pacientes que desenvolvem FV/TV tardiamente na estadia hospitalar (i.e. mais de 48h) a taxa de mortalidade é maior

V - estes pacientes devem ser considerados para estudo electrofisiologico e colocaçao de CDI

Ps: num algoritmo resumidamente diz para nao se colocar CDI se FEVE maior q 40%

141

(EAM c/supra ST - Farmacoterapia) V ou F? ASS em associaçao com clopidogrel reduz o risco de eventos clinicos (morte, re-enfarte, AVC) e evita a reoclusao da arteria enfartada nos doentes submetidos a fibrinolise

V

Check 294 - reduz 20%

142

(EAM c/supra ST) No SU quais as indicaçoes para uso de aspirina e de oxigenio?

AAS
- essencial para o trat se suspeita de EAMCSST
- eficaz em TODOS os SCA
- doses
- inicial: 160-325 mg, via oral (mastigado)
- manutençao: 75-162 mg/dia

OXIGENIO
- oxigenioterapia com pouco ou nenhum beneficio clinico
- NAO tem razao custo-beneficio favoravel
- APENAS em doentes com hipoxemia
- 2-4 L/min durante as primeiras 6-12h apos enfarte

143

(EAM c/supra ST - Farmacoterapia) V ou F? Esquema combinado de inibidores SRAA reduz mortalidade relacionada com ICC e morte subita cardiaca apos EAMCSST mas ainda nao esta completamente estudado

V

144

(EAM c/supra ST) V ou F? Ao exame fisico a maioria encontra-se ansisosos e inquietos e é comum palidez, sudorese e extremidades frias; dor toracica subesternal superior a 30 mins e diaforese é fortemente sugestivo de EAMCSST

V

145

(EAM c/supra ST) Limitaçao da extensao do enfarte: O que se pode fazer para ampliar a "janela" de tempo? (4)

Controlar a necessidade de oxigenio
- Controlo da DOR
- Tratamento da ICC
- Atenuaçao da TAQUICARDIA e HIPERTENSAO

146

(EAM c/supra ST) V ou F? Em doentes com EAM inferior pode ser audivel atrito pericardioco

F - EAM Transmural

147

(EAM c/supra ST) Quais os exames a realizar? (4)

- ECG
- Biomarcadores cardiacos
- Exames de imagem
- Indices NAO especificos de necrose e inflamaçao teciduais

NAO prova de esforço!

Check 294
- Historia clinica
- ECG
- Marcadores cardiaco
- Prova de esforço

148

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) V ou F? A grande maioria das mortes decorrentes de arritmia ocorre nas primeiras horas apos EAM

V

149

(EAM c/supra ST - Farmacoterapia) Inibidores GpIIb-IIIa sao uteis para ...

Prevenir complicaçoes trombóticas em doentes que estao a realizar ICP

150

(EAM c/supra ST) V ou F? Quando nao ha supra-ST, a fibrinolise é inutil e pode ate ser perigosa

V

151

(EAM c/supra ST) Quais sao os biomarcadores preferidos para o diagnostico?

Troponina T e I

- Testes quantitativos
- Sao ESPECIFICAS do miocardio
- No EAMCSST, ha aumento para niveis muitas vezes acima do limite superior do valor de referencia

Check 294 - sem supra
- Relaçao direta entre o grau de aumento da troponina e mortalidade
- Aumentos ligeiros sem clinica podem ser ...,ICC, Miocardite e TEP

Ps: mais à frente diz..
"Mediçao das troponinas tem MENOR valor imediato em doentes com EAM COM supra-ST"

152

(EAM c/supra ST) RM cardiaca de alta resoluçao é uma tecnica de realce tardio, deteta EAM com PRECISAO; gadolineo é administrado e imagens sao obtidas com retardo de 10 min; Sinal brilhante é nas areas normais ou de enfarte?

Sinal brilhante nas areas de ENFARTE

- Gadolineo POUCO entra no miocardio normal
- Percolato entra na regiao enfartada

153

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Diferença entre FV primaria e FV secundaria

FV PRIMARIA
- Secundaria à isquemia aguda
- Ocorre nas primeiras 48h
- NAO associada a fatores predisponentes como: ICC, choque, bloqueio de ramo ou aneurisma ventricula
- BOM PROGNOSTICO

FV SECUNDARIA
- Secundaria a falencia grave da bomba
- MAU PROGNOSTICO e maior mortalidade

154

(EAM c/supra ST) Qual é o sintoma mais comum?

Dor

- Profunda e visceral, por vezes lancinante ou em queimadura
- É semelhante à angina de peito, mas comummente ocorre em repouso e é mais grave e mais persistente
- Geralmente ocorre na parte central do torax e/ou epigastro - é COMUM confundir-se a dor com indigestao

155

(EAM c/supra ST - Farmacoterapia) Entre Bivalorudina vs HNF com inibidor Gp IIb/IIIa, qual tem taxa mais baixa de hemorragia?

Bivalirudina
- Reduçao de hematomas maior ou iguais a 5cm no local de acesso vascular
- Reduçao da administraçao de transfusoes

156

(EAM c/supra ST) A ICP primaria (angioplastia e/ou colocaçao de stent sem fibrinolise previa) tem resultados clinicos MAIS favoraveis a curto e longo prazos, sendo preferivel em doentes com.. (4)

- Diagnostico duvidoso
- Choque cardiogenico
- Alto risco hemorragico
- Sintomas com mais de 2-3h de evoluçao (coagulo mais maduro e menos facilmente lisado pela fibrinolise)

157

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Qual é a arritmia supraventricular MAIS comum?

Taquicardia sinusal

158

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) V ou F? A incidencia de arritmias apos EAMCSST é mais alta em pacientes atendidos logo apos o inicio de sintomas

V

159

(EAM c/supra ST - Farmacoterapia) Espironolactona deve ser ser prescrita a longo prazo em pacientes ..(4)

- SEM disfunçao renal significativa (Cr maior q 2,5 nos homens, maior q 2 nas mulheres) ou hipercaliemica (maior q 5) e que ja estao a receber doses terapeuticas de IECA
- FEVE menor ou igual a 40%
- ICC
- DM

160

(EAM c/supra ST - Farmacoterapia) V ou F? Prasugrel e ticagrelor sao mais eficazes que o clopidogrel na prevençao de complicaçoes isquemicas em doentes com EAMCSST submetidos a ICP mas estao associados a risco aumentado de hemorragia

V

161

(EAM c/supra ST) Qual é a classificaçao de EM?

Tipo 1: EM espontaneo
Tipo 2: EM secundario a um desiquilibrio (imbalence) isquemico
Tipo 3: EM resultando em morte quando os biomarcadores estao indisponiveis
Tipo 4a: EM relacionado com ICP
Tipo 4b: EM relacionado com Trombose de Stent
Tipo 5: EM relacionado com CABG

162

(EAM c/supra ST) Em relaçao aos biomarcadores sericos, o diagnostico de EAM requer..

Aumento e/ou diminuiçao dos valores dos biomarcadores com pelo menos um valor acima do limite superior do valor de referencia (P99)

163

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) V ou F? FV e TV: O trat profilatico com Lidocaína IV mostrou reduzir a incidencia de FV e mortalidade global associada a EAMCSST

F
Reduz a incidencia de FV
MAS NENHUM estudo mostrou reduçao da mortalidade global associada a EAMCSST
E
Tendo em conta os efeitos adversos
- predispoe a risco acrescido de bradicardia e assitolia
- complicaçoes nao cardiacas
Mais ao trat precoce da isquemia ativa, mais ao uso frequente de beta-bloq mais ao sucesso aprox 100% da cardioversao o tratamento profilatico rotineiro NAO é recomendado !!!!!!!!

164

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Disfunçao ventricular: Maior grau de dilataçao se enfarte.. (localizaçao)

Se enfarte anterior e/ou do apice do VE
- IC mais frequente
- Pior prognostico

165

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Ritmo Juncional Acelerado pode ocorrer com Enfarte...; essencial excluir...

Enfarte Infero-Posterior
ESSENCIAL excluir intoxicaça digitalica

- em alguns doentes com funçao VE severamente comprometida, com perda de uma sistole auricular aporpriadamente atempada, indicaçao para Pacing da AD ou do Seio Coronario

166

(EAM c/supra ST) Reacçoes alergicas as Estreptocinase ocorrem em ..% dos doentes tratados

2%

167

(EAM c/supra ST) V ou F? Atualmente é custo eficaz medir todos os marcadores em todos os estagios, em todos os doentes

F - NAO é custo eficaz

168

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Qual é a pressao de enchimento do VE adequada?

Mais ou menos 20 mmHg

169

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Os sinais hemodinamicos de disfunçao VE global surgem com o comprometimento de ...% do VE

20-25%

170

(EAM c/supra ST) É fundamental o reconhecimento de sintomas, ativaçao dos meios pre-hospitalares, transporte para o hospital mais adequado e reperfusao diligente; o MAIOR atraso é...

Na procura de ajuda

171

(EAM c/supra ST - Prevençao Secundaria) Quais sao as indicaçoes para doentes com Stent com indicaçao para anticoagulaçao?

- AAS mais Clopidogrel mais Varfarina
- IBP
- Hemograma e sangue oculto nas fezes regularmente

172

(EAM c/supra ST) Para controlo da dor pode ser administrada nitroglicerina sublingual SEM risco na maioria dos doentes com EAMCSST, sendo de evitar nitratos se... e NAO usar se...

EVITAR Nitratos
- PAS menor que 90 mmHg
- Suspeita clinica de Enfarte VD:
- Enfarte inferior no ECG
- Pressao venosa jugular aumentada
- Auscultaçao pulmonar NORMAL
- Hipotensao

NAO usar Nitratos
- Toma do Inibidor da Fosfodiesterase-5 (ex: Sildenafil) nas ultimas 24h - pode potenciar os efeitos hipotensores

173

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Os IECAs sao ideias para o tratamento da disfunçao ventricular, especialmente a curto ou longo prazo?

Longo prazo

174

(EAM c/supra ST) Como gerir a actividade do doente?

- Primeiras 6-12h: REPOUSO no leito

- Primeiras 24h: regressar à POSIÇAO ERETA

- 2o-3o dias: deambular quarto/ tomar banho de pé

- 3o dia: distancia de deambulaçao 185 metros pelo menos 3x/dia

175

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) V ou F? Enfarte do VD: Elevaçao de ST nas derivaçoes pre-cordiais direitas (V4R) é frequente nas primeiras 24h

V

176

(EAM c/supra ST - Farmacoterapia) Complicaçoes? (10)

1. Disfunçao ventricular
2. Hipovolemia
3. ICC
4. Choque cardiogenico
5. EAM VD
6. Arritmias
7. Desconforto toracico recorrente
8. Pericardite
9. Tromboembolismo
10. Aneurisma do VE

177

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) V ou F? Pseudoaneurismas rompem de modo espontaneo frequentemente

V - trat cirurgia

Ps:
- RARAMENTE, uma rutura do miocardio pode ser contida por uma area localizada de pericardio, junto com o trombo e o hematoma em processo de organizaçao
- Mantém comunicaçao com a cavidade do VE por istmo estreito
- Pseudoaneurisma cresce e rompem de modo espontaneo frequentemente - cirurgia para tratar

178

(EAM c/supra ST) V ou F? Em situaçoes em que a pressao venosa jugular esta aumentada e auscultaçao pulmonar anormal é de evitar o uso de nitratos

F - auscultaçao pulmonar NORMAL

Ps:
EVITAR Nitratos
- PAS menor que 90 mmHg
- Suspeita clinica de Enfarte VD:
- Enfarte inferior no ECG
- Pressao venosa jugular aumentada
- Auscultaçao pulmonar NORMAL
- Hipotensao

NAO usar Nitratos
- Toma do Inibidor da Fosfodiesterase-5 (ex: Sildenafil) nas ultimas 24h - pode potenciar os efeitos hipotensores

179

(EAM c/supra ST - Farmacoterapia) Os beta-bloq têm beneficio na fase CRONICA na MAIORIA dos doentes excepto..(2)

Doentes com CI
- IC grave
- BAV
- Hipotensao ortostatica
- Asma

Doentes com prognostico EXCELENTE (definido como uma taxa de mortalidade expectavem inferior a 1% por ano, pacientes com menos de 55 anos, sem EM previo, funçao ventricular normal, sem ectopia ventricular complexa e sem angina)
- Diminui a longo prazo qlqr beneficio adicional

180

(EAM c/supra ST - Farmacoterapia) Como sao definidos os doentes com prognostico excelente? (6)

- menos de 55 anos
- SEM enfarte previo
- Funçao ventricular NORMAL
- Sem ectopias ventriculares complexas
- Sem angina
- Mortalidade esperada inferior a 1%

181

(EAM c/supra ST - Prevençao Secundaria) Beta-blo pelo menos durante..

2 anos

182

(EAM c/supra ST) O prognostico do EAM esta relacionado com 2 tipos de complicaçoes, quais?

1 - Complicaçoes eletricas - Arritmias
Maioria das morte FORA do hospital sao devidas à subita ocorrencia de FV
- maioria das mortes ocorre nas 1as 24h
- mais de metade na 1a hora

2 - Complicaçoes mecanicas - Insuficiencia da bomba

183

(EAM c/supra ST) A cirurgia de revascularizaçao com bypass deve ser reservada para... mas em que ..

Reservada a doentes com anatomia inadequada para ICP mas em que a revascularizaçao é recomendavel - extensa area de miocardio sob risco ou isquemia recorrente

184

(EAM c/supra ST - Complicaçoes) Tromboembolismo é considerado ser um importante contribuinte para a morte em ..% dos doentes

25%

185

(EAM c/supra ST) Estudos recentes com RM sugerem que o desenvolvimento de ondas Q é MAIS DEPENDENTE da transmuralidade ou do volume do enfarte?

Volume