301 - Doenças da aorta Flashcards Preview

C jftgac > 301 - Doenças da aorta > Flashcards

Flashcards in 301 - Doenças da aorta Deck (142)
Loading flashcards...
1

A aorta é mais susceptivel à ruptura do que qualquer outro vaso. V ou F?

Verdadeiro.

2

As anomalias congénitas da aorta costumam envolver que segmentos?

Arco aórtico e os seus ramos.

3

A maioria das anomalias congénitas da aorta são sintomáticas. V ou F?

Falso.

A maioria das anomalias congénitas da aorta são ASSINTOMÁTICAS. Podem no entanto ser sintomáticas – disfagia, estridor e tosse.

4

O diagnóstico das anomalias congénitas da aorta é feito sobretudo por ecografia. V ou F?

Falso.

AngioTC ou angioRM.

Muitas anomalias também são detectadas durante procedimentos com cateter

5

Qual o tratamento das anomalias congénitas da aorta?

Cirurgia (se sintomas).

6

Qual a diferença entre um verdadeiro aneurisma e um pseudoaneurisma?

- Verdadeiro aneurisma: envolve as 3 camadas da parede;
- Pseudoaneurisma: ruptura da intima e média, estando o segmento dilatado limitado pela adventicia.

7

Como se classificam os aneurismas da aorta quanto à forma e localização.

– Forma:
• Fusiforme: toda a circunferência do vaso
• Sacular: apenas uma porção da circunferência vascular

– Localização:
• Torácico
• Abdominal
• Toraco-abdominal

8

Quais são os factores associados a aneurisma aórtico degenerativo?

1. Idade avanaçada
2. Tabagismo
3. Hipercolesterolemia
4. HTA
5. Sexo masculino
6. Aterosclerose

9

Qual a condição patológica mais commumente associada aos aneurismas aórticos degenerativos?

Aterosclerose.

10

Em que segmentos da aorta se localizam a maioria dos aneurismas aórticos degenerativos?

Aorta torácica descendente e abdominal.

11

Nos aneurismas da aorta por degeneração da média, que segmento é mais afetado?

Aorta proximal (aneurismas fusiformes da Ao ascendente e seios de valssalva).

12

Em que doentes é prevalente a formação de aneurismas por degeneração da média?

1. HTA
2. Síndrome de Marfan
3. Síndrome de Loeys-Dietz
4. Síndrome de Ehlers-Danlos tipo IV
5. Válvula Ao bicúspide
6. Síndromes familiares de aneurismas Ao torácica
7. Por vezes surge isoladamente em indivíduos sem outras patologias associadas

13

A agregação familiar dos aneurismas da aorta ocorrem em __% dos doentes.

20%.

14

Aneurisma da aorta devido a sífilis é ______ (comum/incomum), sendo que em ___% dos casos localizam-se na aorta ascendente ou arco.

Aneurisma da aorta devido a sífilis é incomum, sendo que em 90% dos casos localizam-se na aorta ascendente ou arco.

15

O aneurisma da aorta por tuberculose é mais prevalente na aorta abdominal. V ou F?

Falso.

É mais prevalente na aorta torácica.

16

Os aneurismas micóticos são mais comuns em homens idosos. V ou F?

Verdadeiro.

17

Os aneurismas micóticos são ______ (fusiformes/saculares).

Os aneurismas micóticos são saculares.

18

Os aneurismas micóticos atingem sobretudo a a aorta abdominal, a nível infra-renal. V ou F?

Falso.

Os aneurismas micóticos atingem sobretudo a a aorta abdominal, a nível supra-renal.

19

As hemoculturas nos aneurismas micóticos são quase sempre positivas e o tratamento consiste em antibioterapia com excisão cirúrgica. V ou F?

Verdadeiro.

20

Que vasculites formam aneurismas a nível do arco aórtico e aorta torácica descendente e quais formam aneurismas a nível da aorta ascendente?

Arco aórtico e aorta torácica descendente:
- Arterite de Takayasu
- Arterite de células gigantes

Aorta ascendente:
- Espondiloartropatias (Espondilite anquilosante)
- Artrite Reumatóide
- Artrite Psoriática
- Policondrite recidivante
- Artrite Reativa

21

Os aneurismas por trauma ocorrem após trauma torácico penetrante ou não-penetrante, sobretudo ao nível da torácica descendente. V ou F?

Verdadeiro.

22

A maioria dos aneurismas da aorta torácica são assintomáticos. V ou F?

Verdadeiro.

23

Dilatação aneurismática da aorta ascendente pode causar ICC como consequência de IA e a compressão da VCS pode produzir congestão da face, pescoço e membro superior. V ou F?

Verdadeiro.

24

A taxa de crescimento de um aneurisma da aorta torácica é ___-___ cm/ano (mais se Síndrome de Marfan ou dissecção da aorta).

A taxa de crescimento de um aneurisma da aorta é 0,1-0,2 cm/ano (mais se Síndrome de Marfan ou dissecção da aorta).

25

O risco de ruptura relaciona-se com o tamanho do aneurisma e presença de sintomas. O risco de ruptura num aneurisma da aorta torácica com menos de 4 cm é ____ %/ano, enquanto num aneurisma da aorta torácica com mais de 6 cm é ____ %/ano.

O risco de ruptura relaciona-se com o tamanho do aneurisma e presença de sintomas. O risco de ruptura num aneurisma da aorta torácica com menos de 4 cm é 2-3 %/ano, enquanto num aneurisma da aorta torácica com mais de 6 cm é 7 %/ano.

26

Se o doente com aneurisma da aorta torácica estiver assintomático e sem indicação para cirurgia deve ser feita vigilância com TAC ou RMN a cada __ ou __ meses.

Se o doente com aneurisma estiver assintomático e sem indicação para cirurgia deve ser feita vigilância com TAC ou RMN a cada 6 ou 12 meses.

27

BBloqs estão recomendados a todos os doentes com aneurismas da aorta torácica. V ou F?

Verdadeiro.

Sobretudo em doentes com S. Marfan com evidencia de dilatação da raiz da aorta, para reduzir expansão adicional.

28

Qual a utilidade dos IECA e ARA2 no tratamento dos aneurismas da aorta torácica?

Reduzir a taxa de dilatação aórtica em doentes com Marfan através do bloqueio da sinalização TGF-beta

29

O tratamento cirúrgico nos aneurismas da aorta torácica deve ser feito nos indivíduos sintomáticos. Em que situações deve ser feito em indivíduos assintomáticos?

• Ao ascendente maior que 5,5cm (ou > 4-5 cm em contextos de síndrome de Marfan ou válvula aórtica bicúspide)
• Ao descendente maior que 6cm (considerar reparação endovascular se possível nos aneurismas maior que 5,5cm)
• Aneurismas com crescimento superior a 1cm/ano

30

Em caso de aneurisma da aorta torácica associado a S. Marfan ou válvula aórtica bicúspide, os doentes devem ser submetidos a tratamento se aneurisma da aorta ascendente com 4-5cm. V ou F?

Verdadeiro.