284 - Doença valvular mitral Flashcards Preview

C jftgac > 284 - Doença valvular mitral > Flashcards

Flashcards in 284 - Doença valvular mitral Deck (197)
Loading flashcards...
1

Qual a principal causa de EM?

Febre reumática.

2

Quais as causas de EM para além da febre reumática (menos comuns)?

- EM Congénita
- Cor triatriatum!!!!
- Calcificação grave do anel mitral com extensão aos folhetos
- LES
- Arterite Reumatóide (AR)!!!!
- Mixoma da AE
- Endocardite infecciosa com vegetações grandes

3

EM pura ou predominante ocorre em aproximadamente __% dos doentes com doença reumática.

40%.

Noutros doentes com doença cardíaca reumática ocorre EM menos grave associada a IM ou doença aórtica.

4

A EM permanece ainda um problema major nos PED. V ou F?

Verdadeiro.

5

Na EM reumática, a formação de trombos e embolização arterial pode decorrer a partir de:

- Própria válvula calcificada
- Doentes com FA, os tombos surgem mais frequentemente da AE dilatada, mais particularmente do apêndice AE

6

Área do orificio valvular mitral em adultos:
- Normal: ___ cm2
- EM significativa: ___ cm2
- Em grave: ___ cm2
- EM muito grave: ___ cm2

Área do orificio valvular mitral em adultos:
- Normal: 4-6 cm2
- EM significativa: menor que 2 cm2
- Em grave: menor que 1,5 cm2
- EM muito grave: menor que 1 cm2

7

Na EM sgnificativa (menos de 2 cm2), o gradiente AV esquerdo está diminuido. V ou F?

Falso.

O gradiente AV esquerdo está anormalmente aumentado (necessário para que o sangue flua da AE para o VE).

Este é o achado hemodinâmico característico da EM

8

Qual a pressão necessária na AE para manter o DC normal numa EM grave (menos de 1,5cm2)?

~25 mmHg.

9

Na EM isolada, a pressão diastólica no VE e FEVE são anormais. V ou F?

Falso.

Na EM isolada, a pressão diastólica no VE e FEVE são NORMAIS.

10

Na EM + ritmo sinusal, como se carateriza a onda "a" e onda "y"?

- onda "a" proeminente
- onda "y" descedente gradual

11

Se EM grave e aumento significativo da resistência vascular pulmonar, como se carateriza a pressão arterial pulmonar em repouso e em exercício?

- repouso: PAP aumentada
- exercicio: PAP ainda mais aumentada

Este aumento é secundário ao aumento da pressão e volume telediastólico do VD.

12

Na EM grave, como se carateriza o DC em repouso e em exercício?

- repouso: DC normal ou quase normal
- exercicio: aumento subnormal do DC

13

Na EM muito grave, como se carateriza o DC em repouso e em exercício?

- repouso: DC subnormal
- exercicio: DC não aumenta ou até diminui.

Isto é particularmente válido nos doentes com elevação marcada da resistência vascular pulmonar

14

O aumento da HT pulmonar na EM resultada em parte das alterações orgânicas obliterativas no leito vascular pulmonar, que ocorrem no estadio terminal. V ou F?

Verdadeiro.

15

Na EM reumática nos países desenvolvidos, qual é normalmente o tempo intercorrido entre o ataque inicial de cardite reumática e os primeiros sintomas?

2 décadas (maioria na 4ª década).

16

Na EM reumática, a maioria dos doentes expressa os primeiros sintomas na __ª década.

4ª década.

17

Na EM, quando um doente desenvolve um quadro gravemente sintomático, a doença progride inexoravelmente para morte ao fim de __-__ anos.

2-5 anos.

18

A dispneia e tosse na EM com apenas ligeira elevação da pressão da AE podem ser explicadas por alterações súbitas da FC, volémia ou DC que levam à diminuição marcada da pressão na AE. V ou F?

Falso.

A dispneia e tosse na EM com apenas ligeira elevação da pressão da AE podem ser explicadas por alterações súbitas da FC, volémia ou DC que levam ao AUMENTO marcado da pressão na AE.

19

A ortopneia e DPN surgem normalmente com a progressão da EM. V ou F?

Verdadeiro.

20

Desenvolvimento de ________ frequentemente marca o ponto de viragem na evolução do doente com EM, estando geralmente associada a progressão acelerada dos sintomas.

FA persistente.

21

As hemoptises na EM ocorrem mais frequentemente em doentes com aumento da pressão da AE e aumento marcado das resistências vasculares pulmonares, sendo raramente fatal. V ou F?

Falso.

As hemoptises na EM ocorrem mais frequentemente em doentes com aumento da pressão da AE e SEM aumento marcado das resistências vasculares pulmonares, sendo raramente fatal.

22

A EP (embolia pulmonar) recorrente é uma importante causa de morbilidade e mortalidade nos doentes com EM, __________ (tardiamente/precocemente) no curso da EM.

tardiamente.

23

As infeções pulmonares complicam raramente a EM não tratada. V ou F?

Falso.

As infeções pulmonares complicam FREQUENTEMENTE a EM não tratada, sobretudo durante o INVERNO.

24

Os trombos têm origem na AE, sobretudo no apêndice auricular esquerdo. V ou F?

Verdadeiro.

25

A incidência de embolização sistémica na EM é de __-__% e ocorre sobretudo em doentes com FA, idade superior a 65 anos e diminuição do DC. V ou F?

10-20%.

26

Embolização sistémica pode ser apresentação inicial em doentes assintomáticos com EM ligeira. V ou F?

Verdadeiro.

27

Como se encontra a PA sistémica na EM?

Normal ou ligeiramente diminuída.

28

Na EM, o P2 está geralmente diminuído. V ou F?

Falso.

P2 está geralmente acentuado (aumento da PAP).

29

O estalido de abertura mitral é mais audível durante a ________ (inspiração/expiração), mais no apéx, e ___-___ segundos após A2.

O estalido de abertura mitral é mais audível durante a expiração, mais no apéx, e 0,05-0,12s após A2.

30

O intervalo de tempo entre A2 e o estalido de abertura mitral varia inversamente com a gravidade da EM. V ou F?

Verdadeiro.