Miocardiopatia e miocardite Flashcards Preview

Cherry_on_top > Miocardiopatia e miocardite > Flashcards

Flashcards in Miocardiopatia e miocardite Deck (79):
1

Como é definida a miocardiopatia restritiva? (com que parâmetro)

É definida com base na alteração da função diastólica.

2

Em qual dos três tipos de miocardite é que as arritmias ventriculares são raras?

Na CM restritiva. Excepções: bloqueio de condução da amiloidose e sarcoidose.

3

Na MC dilatada quais as câmaras cardíacas afetadas mais precocemente? Há excepções?

Camaras esquerdas sao afetadas antes das direitas. Excepção: indivíduos jovens com camarás direitas proeminentes.

4

A congestão das câmaras esquerdas pode ocorrer precocemente na MC Hipertrófica. V ou F?

Falso. Ocorre tardiamente!

5

A hereditariedade está presente em pelo menos 70% dos casos de MC dilatada sem etiologia aparente. V ou F?

Falso!A hereditariedade está presente em pelo menos 30% dos casos de MC dilatada sem etiologia aparente.

6

Na abordagem das miocardiopatias com componente genético...Faz pares:- fenótipo/genótipo/determina o tratamento/influência o prognóstico e pode mesmo ser indicação para CDI

fenótipo: determina o tratamentoGenótipo: influência o prognóstico e pode mesmo ser indicação para CDI

7

Qual o modo de hereditariedade da maioria das miocardiopatias familiares?

Autosómico dominante

8

As MCP’s são responsáveis por que % de ICC nos EUA?

5-10%

9

Quais são os dois tipos de MCP’s distinguíveis pela espessura e dimensões cardíacas?

MCD e MCH.

10

A disfunção diastólica está presente em que MCPs’?

Todas – MCD, MCH, MCR (+++).

11

Com que fenótipo se podem apresentar as doenças metabólicas hereditárias?

Qualquer um dos três – MCD, MCH ou MCR.

12

Qual é a causa dos sintomas inciais em qualquer MCP?

Inadequação da reserva cardíaca (intolerância aos esforços, falta de ar, fadiga).

13

Em casos de retenção hídrica, o edema periférico está sempre presente. V ou F?

Falso (particularmente ausente em jovens).

14

Quais os defeitos genéticos mais bem caracterizados? E a que MCP se associam?

Aqueles relacionados com as proteínas sarcoméricas. MCH.

15

Quais as proteínas mutadas nos distúrbios associados à lâmina nuclear? Clínica?

Lamina (AD) e emerina (ligado ao X) – arritmias auriculares e distúrbios da condução.Emerina - "É menina"

16

Que ventrículo afecta a displasia arritmogénica por mutação nos desmossomas?

Embora mais evidente no VD, frequentemente afecta ambos os ventrículos.

17

Que exames deve incluir a triagem de membros de famílias envolvidas?

ECG e EcoC.

18

Qual é a % de MCD que apresentam recuperação espontânea substâncial?

50%.

19

Quais as 3 principais causas de MCD infecciosa? Quais os 4 vírus mais frequentes?

Vírus, Trypanossoma cruzi, Fibrose endomiocardica. CAPE:CoxsackieAdenovírusParvovirus B19EBV

20

Que patologias se devem pesquisar numa MCP em que as taquiarritmias ventriculares ou bloqueios da conduçãodominam?

Sarcoidose e miocardite células gigantes (doença granulomatosa).

21

Os critérios de biópsia na MC vírica estão presentes em que %? O que se vê na biopsia de uma MC fulminante?

10-20%. Edema tecidual acentuado sem infiltrado celular.

22

Qual a hepatite repetidamente implicada na MCD?

hepatite C

23

Quais são as 4 características cardíacas típicas da doença de Chagas?

Disfunção sistema condução (doença do nó, BAV, BRDir) , aneurismas ventriculares pequenos, FA/taquiV, ventrículos dilatados com embolização

24

Em que fase da doença de Chagas se deve enfatizar o tratamento antiparasitário?

Em todas (mesmo na fase crónica).50% dos doentes evoluem para fase crónica na ausencia de antiparasitários.

25

O que têm em comum a triquinelose e a equinococose?

A IC é rara em ambas."A traquina anda de cavalo e são ambos fortes e saudáveis"

26

Qual é o exame com maior positividade no diagnóstico da sarcoidose?

Biópsia de gânglios mediastínicos.

27

Qual é a resposta aos GCT’s na sarcoidose?

Superior à da miocardite células gigantes. Arritmias >>> IC.

28

Principais agentes responsáveis pela MC hipersensibilidade?

Antibióticos.

29

Janela temporal da miocardite periparto?

9 meses – último trimestre e primeiros 6 meses pós-parto.

30

Quais são os vírus que têm receptores cardíacos?

Coxsackie e adenovirus

31

A grande maioria dos doentes com miocardia aguda fulminante morre nas primeiras semanas. V ou F?

Falso! Mais de metade destes doentes com apresentação aguda pode sobreviver com melhoria acentuada nas primeiras semanas, voltando frequentemente a ter uma função sistólica próxima do normal.

32

A RM tem sido crescentemente utilizada no diagnóstico de miocardite viral, corroborado pela presença de edema tecidual e realce com gadolíneo, particularmente na parede média semelhante ao território normal das artérias coronárias. V ou F?

Falso!A RM tem sido crescentemente utilizada no diagnóstico de miocardite, corroborado pela presença de edema tecidual e realce com gadolíneo, particularmente na parede média diferente dos territórios normais das artérias coronárias

33

Em doentes com apresentação subaguda de miocardite viral, não há benefícios com imunosupressão mesmo quando a biópsia é positiva para infiltração linfocítica. V ou F?

Verdadeiro. Os GTC são usados apenas no tx empírico de miocardite persistente para evitar o transplante.

34

Na miocardite vírica durante quanto tempo se dá antagonistas neuro-humorais?

Indefinidamente.

35

Qual é a causa mais comum de miocardiopatia?

Doença de Chagas

36

A difteria afeta o coração em apenas 15% dos casos. V ou F?

Falso!Afeta em 50% dos casos e é a principal causa de morte nestes doentes.

37

Qual a causa mais comum de miocardiopatia não infecciosa?

Miocardiopatia granulomatosa

38

Quando as taquiarritmias ventriculares ou bloqueios de condução dominam o quadro de apresentação da IC sem doença arterial coronária, deve-se suspeitar de...

Doença granulomatosa

39

A sarcoidose é mais comum em jovens ou em idosos? No sexo masculino ou feminino?

Jovens. Sexo masculino. E em afroamericanos.

40

Na miocardiopatia não infecciosa, pequenos aneurismas ventriculares são comuns. Verdadeiro ou falso?

Verdadeiro

41

Qual o exame diagnóstico gold-standard para o diagnóstico de sarcoidose?

Biópsia de gânglios mediastínicos

42

No tratamento de miocardiopatia não infecciosa, os glucocorticoides são mais efectivos no tratamento de arritmias ou da IC?

Arritmias

43

Os glucocorticoides são mais efectivos na sarcoidose ou miocardite de células gigantes?

Sarcoidose

44

Qual a toxina mais frequentemente implicada com a cardiomiopatia dilatada crónica?

Alcool

45

Qual a arritmia mais commumente associada a miocardiopatia alcoólica?

FA

46

Quais os fármacos mais commumente implicados com a cardiomiopatia?

Quimioterápicos (principalmente antraciclinas)

47

Qual a causa mais comum de anormalidades tirodieias na população de doentes com a IC?

É o uso de amiodarona

48

Qual dos seguintes não é fator de risco para IC com FEVE preservada?A.DiabetesB. Idade avançadaC. Sexo femininoD. DislipidemiaE. HTA

D. Dislipidemia

49

Qual a possível consequência do défice crónico de cálcio?

Insuficiência cardiaca severa

50

Onde se deposita o ferro na hemocromatose cardiaca?

Compartimento perinuclear dos cardiomiócitos

51

Qual a % de casos de miocardiopatia dilatada que são classificados como idiopáticos?

66%

52

% de envolvimento familiar na miocardiopatia?

30%

53

Proteína mutada na não compactação do ventriculo esquerdo?

Tafazina (ligada ao X)

54

3 principais caraterísticas clínicas da não compactação do VE?

Arritmias ventriculares, episódios embólicos e IC

55

Perfil tensional da miocardiopatia de Tako-Tsubo?

Hipotensão

56

Qual a única miocardiopatia em que a anticoagulação está contra-indicada?

Miocardiopatia de Tako-Tsubo

57

Quais as 4 estratégias terapêuticas para a Miocardiopatia de Tako-Tsubo?

Nitratos para o edema pulmonarBloqueadores alfa e beta combinadosMagnésio para o tratamento de arritmias relacionadas com o prolongamento de QTBalão intra-aortico no caso de baixo débito

58

Qual o primeiro sintoma de miocardiopatia restritiva?

Intolerância leve ao exercício

59

Qual é a principal causa de miocardiopatia restritiva?

Amiloidose

60

4 características típicas de amiloidose?

Bloqueio de condução, neuropatia autonómica, envolvimento renal, espessamento cutâneo

61

Quais os achados com valor diagnóstico na biópsia da doença de fabry?

Vesículas com figuras lamelares concêntricas

62

Proteina mutada e achados à biopsia na doença de Danon?

LAMP2. Multiplos vacuolos intracelulares.

63

Triade diagnostica na endocardite de Loffler?

Arritmias auriculares, episodios embolicos e IC

64

% de casos de IC causada por fibrose endomiocárdica nos paises tropicais?

25%

65

O derrame pericardico é frequente em que doença endomiocárdica?

Fibrose endomiocárdica (vs raro na endocardite de Loffler)

66

Como é o ECG na amiloidose: alta ou baixa voltagem?

Baixa

67

Na amiloidose primaria, uma vez instalada a IC, qual o tempo de sobrevida media?

6-12 meses

68

Na doença de Fabry e na doença de Gaucher, a reposião da enzima (alfa-galactosidase e beta-glicosidase) melhora a evolução da doença. Verdadeiroou falso?

Verdadeiro

69

Qual a prevalência de MCH? E o principal modo de transmissão?

1:500Autossomica dominante

70

Qual o sintoma mais comum de apresentação da MCH? E o mais temido?

Dispneia aos esforçosMorte subita

71

Quais os achados ao exame fisico na MCH?

Sopro sistolico aspero no BEE. S4. Pulso bifido. Sinais de retenção hidrica

72

Qual o sinal clássico ao ecoCG da MCH?

Movimento anterior sistolico da valvula mitral

73

Imagem ecocardiografica clássica na MCH apical?

Naipe de espadas

74

Incidência de morte subita nos doentes com CMH?

1%/ano

75

% de doentes com CMH com gradiente intra-ventricular em repouso?

33%

76

Qual a alteração ao ECG que surge na MCH e que pode levar ao diagnóstico erroneo de EAM?

Ondas Q sentais

77

Quais os objetivos do tratamento da MCH?

Controlo dos sintomas e prevenção de morte súbita

78

Que doentes com MCH devem evitar treinos físicos intensos e competições?

Todos

79

Quais os fatores de risco mais elevado para morte súbita?

Episódios anteriores de TV sustentada, antecedentes familiares de morte súbita cardiaca e mutações genéticas associadas a morte cardiaca súbita