TAQUICARDIA VENTRICULAR Flashcards Preview

1. CARDIO > TAQUICARDIA VENTRICULAR > Flashcards

Flashcards in TAQUICARDIA VENTRICULAR Deck (33):
1

2 grandes grupos

- Sustentada
- Não sustentada

2

TV SUSTENTADA são (4)

TVMS
TVPS
TVB
RIVA

3

criterios para sustentada

1) Maior que 30 segundos

OU

2) Causa "INSTABILIDADE", independente da duração.

4

Problemas da TVMS

1. degeneração para FV (morte súbita)
2. Geralmente marcador de CARDIOPATIA GRAVE
3. Algumas vezes, pode gerar PCR (ritmo de TVMS - "TV sem pulso")

5

TVMS fisiopatologia

- REENTRADA
- miocárdio com área de condução lenta (isquêmico ou "doente")
- "gatilho" >> EXTRASSÍSTOLES VENTRICULARES

6

CI absoluta na TV

Verapamil

exceto para Idiopática Benigna confirmada ( estudo eletrofisiológico e ECO )

7

TAQUICARDIA COM QRS ALARGADO É

Até que se prove o contrário é uma TV

8

DDX TV

-TSV (incluindo atriais, nodais, trav ortodrômica) + aberrância (BRE/BRD)

-TRAV antidrômica

-FA + WPW

9

COMO DIFERENCIAR TSV + Aberrância da TV?

Critérios de Brugada, Vereckei ou Santos.

10

TV etiologias

DAC

Cardiomiopatias dilatadas/hipertróficas

Valvopatias que sobrecarreguem VE

Distúrbios HE.

11

Complicações cardioasculares Intoxicação por Cocaína

IAM
Dissecção aórtica
Arritmias (das mais variadas)

12

Etiologia mais comum de TVMS

Doença coronariana FASE TARDIA >48H IAM extenso

13

Conduta geral TV

Reversão da taquicardia para ritmo sinusal

Prevenção de novos episódios e, principalmente, da morte cardíaca súbita

14

Antiarrítmicos utilizados para reversão

Amiodarona , Procainamida e Sotalol

15

Primeira pergunta TVMS (TV com pulso)

Instável ou estável

16

TVMS (TV com pulso) INSTÁVEL

cardioversão elétrica sincronizada

17

TVMS ESTÁVEL (TV com pulso)

1) Procainamida (PRIMEIRA ESCOLHA)
2) Amiodarona
3) Sotalol

18

Conduta na TVMS com pulso por intoxicação por cocaina

Bicarbonato de sódio, mantendo o pH > 7.55

Se refratário acrescentar lidocaína

BB estão contra-indicados

19

TVPS significa

Taquicardia Ventricular Polimórfica Sustentada
NÃO É TPSV

20

TVPS 2 grupos

TV polimórfica com intervalo QT normal ou
TV polimórfica com intervalo QT longo

21

TV polimórfica com intervalo QT longo

"torsades de pointes"

22

A TV polimórfica com intervalo QT normal QUASE SEMPRE

Decorrente de ISQUEMIA MIOCÁRDICA AGUDA GRAVE

Pode facilmente degenerar em FV

23

CONDUTA TV polimórfica com intervalo QT normal

Semelhante à TVMS

24

Torsades de Pointes ETIOLOGIA

o QT longo pode ser de origem congênita ou adquirida

1. ADQUIRIDA, alguns Antiarrítmicos (procainamida, quinidina, sotalol, ibutilida - Grupos IA e III), TRICÍCLICOS (clássico), Cocaína, Eritromicina, Loratadina, HIPOS (hipocalema, hipocalcemia, hipomagnesemia), bradiarritmias malignas (BAVT)

25

QTc =

QT / ²√RR

VR 0,45 s

26

morfologia semelhante a um 'torsades de pointes'
DX

SUGERE O DIAGNÓSTICO

NECESSÁRIO QT longo durante o ritmo sinusal

# Modifica totalmente o significado clínico e o tto da TV polimórfica.

27

Conduta Torsades de Pointes

> instável = CVE

Suspende os fatores causadores

Reposição generosa (2g, EV, em 2 min. Repetir em 15 min) de SULFATO DE MAGNÉSIO, mesmo na ausência de hipomagnesemia

MP provisório Por estar muito associada a BRADICARDIAS, em pacientes com FC < 80bpm em ritmo sinusal, está indicado , para manter > 90

Outras medidas: reposição de potássio (mesmo normocalêmicos), antiarrítmicos reduzem QT

28

antiarrítmicos reduzem QT

lidocaína ou fenitoína

29

Arritmia dos tricíclicos

Torsades de Pointes

30

Arritmia da INTOXICAÇÃO DIGITÁLICA

TV Bidirecional

31

arritmia CLÁSSICA DE REPERFUSÃO

FASE AGUDA DO IAM

Ritmo Idioventricular Acelerado (RIVA)

32

RIVA ASSINTOMÁTICO

NADA

33

RIVA SINTOMÁTICO

ATROPINA

CI ADENOSINA