305 - Abordagem ao doente com doença do sistema respiratório Flashcards Preview

Pneumo - 2017 > 305 - Abordagem ao doente com doença do sistema respiratório > Flashcards

Flashcards in 305 - Abordagem ao doente com doença do sistema respiratório Deck (41):
1

Qual o tipo de doença pulmonar mais comum?

Doença pulmonar obstrutiva

2

Qual a ordem de exame físico?

Inspecção, percussão, palpação, auscultação

3

Roncos são manifestação de obstrução nas vias aéreas ____

vias aéreas médias

4

Egofonia corresponde à tansmissão de um som através de parênquima consolidado, presente na pneumonia mas não na FPI.

Verdadeiro ou falso?

Verdadeiro

Não está presente na FPI

5

A curva fluxo-volume é independente do esforço do doente.

Verdadeiro ou falso?

Verdadeiro

6

Uma CPT abaixo de __% do valor previsto define patologia restritiva.

Abaixo de 80%

7

Espirometria normal com volumes pulmonares normais e um DLCO baixo deve levar a investigação para doença vascular pulmonar.

Verdadeiro ou falso?

Verdadeiro

8

Pulso paradoxal num doente com doença obstrutiva pulmonar é um mau sinal. Está associado a _______

IR iminente

9

Diminuição do DLCO num doente com padrão restritivo indica _____

Doença do parênquima pulmonar

10

Muitas doenças pulmonares não manifestam anomalias nas trocas gasosas.

Verdadeiro ou falso?

Verdadeiro

11

Quais os sintomas cardinais de doença respiratória?

Tosse e dispneia

12

A dispneia de esforço é frequentemente um sintoma precoce de patologia pulmonar ou cardíaca subjacente.

Verdadeiro ou falso?

Verdadeiro

13

Os sibilos indicam ____.

Obstrução das pequenas vias.

14

As crepitações são um sinal de atingimento alveolar.

Verdadeiro ou falso?

Verdadeiro

15

A dispneia de esforço é frequentemente um sintoma tardio de patologia pulmonar ou cardíaca subjacente. V ou F?

Falso.

É um sintoma PRECOCE.

16

A FPI é caraterizada por tosse persistente e produtiva. V ou F?

Falos.

Tosse persistente e NÃO PRODUTIVA.

17

O parênquima pulmonar não é enervado por fibras da dor. V ou F?

Verdadeiro.

18

A cifoscoliose severe está associada a patologia restritiva ou obstrutiva?

Restritiva.

19

O estridor é um som agudo expiratório, que reflete obstrução das VA superiores. V ou F?

Falso.

O estridor é um som agudo INSPIRATÓRIO, que reflete obstrução das VA superiores.

20

A distinção entre crepitações "húmidas" e "secas" não mostrou ser fiável na diferenciação entre diferentes doenças respiratórias. V ou F?

Verdadeiro.

21

O pulso paradoxal num doente com doença obstrutiva é um sinal ameaçador associado a pressões intratorácicas muito negativas e a falência respiratória iminente. V ou F?

Verdadeiro.

22

A cianose é encontrada em patologias hipoxémicas que resultam num valor de Hb desoxigenada superior a ___ g/dL.

5 g/dL.

23

FEV1/CVF inferior a ___% faz o diagnóstico de obstrução.

70%.

24

Nas doenças que afetam as VA e vasculatura pulmonar, a radiografia de tórax é frequentemente normal. V ou F?

Verdadeiro.

25

Que indica um diferencia de tensão de O2 alvéolo-capilar aumentado em repouso?

- Alteração da relação ventilação-perfusão;
- Shunt.

26

Espirometria e volumes pulmonares normais com diminuição da capacidade de difusão fazem suspeitar de quê?

Doença vascular pulmonar.

27

V ou F

A DPOC pode ser desencadeada por estímulos específicos

V

28

A tosse crónica costuma estar associada com doença _____________ ______________, particularmente asma e bronquite __________, bem como patologias não respiratórias, como _________ __________________ e drenagem nasal posterior.

A tosse crónica costuma estar associada com doença PULMONAR CRÓNICA, particularmente asma e bronquite CRÓNICA, bem como patologias não respiratórias, como REFLUXO GASTROESOFÁGICO e drenagem nasal posterior.

29

Os roncos crónicos são sugestivos de...

Bronquiectasias ou DPOC

30

V ou F

A espirometria é um exame que é independente do esforço do doente

F

A espirometria é um exame que é DEPENDENTE do esforço do doente

31

Um plateau na curva inspiratória na curva fluxo-volume é indicativa de obstrução...

Extratorácica das vias aéreas de grande calibre

32

Um plateau na curva expiratória na curva fluxo-volume é indicativa de obstrução...

Intratorácica das vias aéreas de grande calibre

33

Quais são os sintomas que aumentam a suspeição de existir uma patologia infecciosa, pulmonar ou sistémica, na etiologia da doença pulmonar?

Febre e arrepios

34

Qual é o primeiro teste de função respiratória normalmente pedido?

Espirometria

35

A medição da pressão máxima inspiradora e expiratória pode ajudar no diagnóstico de...

Fraqueza neuromuscular

36

V ou F

O contraste intravenoso diminui a delineação dos gânglios linfáticos na TC

Falso

O contraste intravenoso AUMENTA a delineação dos gânglios linfáticos na TC. Para além disso, permite a visualização da vasculatura pulmonar.

37

V/F

A percursão torácica no exame objetivo tem como função avaliar o movimento do diafragma e o tamanho dos pulmões.

V

38

V/F

A palpação torácica pode demonstrar enfisema subcutâneo, resultante de barotrauma

V

39

V/F

As crepitações podem dever-se a patologias alveolares mas não a intersticiais.

F

ambas

40

V/F

A Egofonia pode ajudar na diferenciação entre as crepitações devido a doenças alveolares e doenças intersticiais.

V

41

V/F

Doenças reumatológicas podem manifestar-se primariamente por doença pulmonar.

V

mas devemos estar atentos a outros achados como alteraçoes na pele e articulações