[Berne/Levy] Cap.40 (Hipotálamo e Hipófise) Flashcards Preview

Fisiologia > [Berne/Levy] Cap.40 (Hipotálamo e Hipófise) > Flashcards

Flashcards in [Berne/Levy] Cap.40 (Hipotálamo e Hipófise) Deck (53):
1

A adeno-hipófise é, anatomicamente, constituída de quais partes?

Pars-distalis (cerca de 90%)
Pars-tuberalis (envolve a haste)
Pars-intermedia (regride e está ausente nos adultos humanos)

2

A neuro-hipófise é, anatomicamente, constituída de quais partes?

Pars-nervosa (ou lobo posterior)
Eminência média
Infundíbulo

3

Quais são os hormônios liberados na neuro-hipófise? Eles são de qual natureza?

ADH e ocitocina. Natureza peptídica.

4

Onde estão localizados os corpos celulares dos neurônios que se projetam para a pars nervosa?

Núcleo supraóptico
Núcleo paraventricular

5

Como são denominadas as células de suporte da pars nervosa? São semelhantes a quais células?

Pitúícitos. Semelhantes a células gliais.

6

Quantos aminoácidos possuem o ADH e a ocitocina? Em que se diferem?

9. Se diferem em 2 aminoácidos

7

Como o ADH e a ocitocina são sintetizados?

São sintetizados como pré-pró-hormônios. Cada pró-hormônio alberga a estrutura da ocitocina ou do ADH e um peptídeo cossecretado : a neurofisina. Neurofisina I (ADH) e Neurofisina 2 (Ocitocina)

Esses pré-pró-hormônios são denominados pré-pró-vasofisina e pré-pró-oxifisina.

Ocorre a clivagem da sequência sinal enquanto o peptídeo é transportado para o RE.

No interior do RE e Complexo de Golgi, o pró-hormônio é acondicionado em grânulos secretores ligado à membrana no NPV e NSO

São então transportados pelo axônio através do infundíbulo em direção a pars nervosa. Esse transporte é dependente de ATP.

Durante o transporte, o conteúdo dos grânulos é clivado e libera-se quantidades equimolares do hormônio e neurofisina.

Os grânulos secretores, possuindo o hormônio acabado se direcionam às terminações axônicas.

8

O que são os corpos de Herring?

Tumefações provocadas pelo acúmulo de grânulos secretores presentes nas terminações axônicas.

9

Como o ADH e a Oxitocina são liberadas?

A partir de estímulos recebidos pelos dendritos dos corpos celulares de neurônios do NPV e NSO. Os neurônios despolarizam-se e propagam um potencial de ação. Esse potencial de ação é suficiente para promover a entrada de Ca++ na célula e promover a exocitose do ADH ou Ocitocina juntamente com a neurofisina, que caem no líquido extracelular da Pars Nervosa, onde são captados pelos capilares periféricos.

10

Onde é produzido, principalmente, o ADH?

NSO

11

Quais são os reguladores fisiológicos primários do ADH?

Osmolaridade no líquido extracelular
Volume e pressão do sistema vascular
Angiotensina II (estimula)
Peptídeo natriurético atrial (inibe)
Náusea (estimula)

12

Como ocorre o controle osmótico de secreção do ADH?

Há resposta do NPV e NSO à variação da osmolalidade plasmática. Porém, essa percepção é realizada principal pelos osmorreceptores presentes na região anterior do hipotálamo.

13

Onde se localizam os receptores responsáveis pelo controle hemodinâmico da secreção do ADH? Quais respondem pelo volume vascular e quais pela pressão?

Pressão baixa: átrio esquerdo e grandes vasos pulmonares. Responde pelo volume vascular

Pressão alta: Arco aórtico e seio carotídeo.

14

Em relação aos receptores do controle hemodinâmico, como ocorre a sinalização das informações?

Esses sinais são encaminhados através das vias aferentes do nervo vago e glossofaríngeo para o tronco encefálico. Daí, enviam sinais para os neurônios produtores do NSO e NPV.

15

Qual a relação do controle hemodinâmico com os osmorreceptores? O que isso significa em termos de sobrevida?

Quando há menor volume plasmático e pressão, o ponto de equilíbrio é deslocado para valores mais baixos de osmolalidade. E vice-versa.

Significa que quando prestes a um colapso sanguíneo, o rim continua a reter água mesmo quando a osmolalidade sanguínea está baixa.

16

Quais são as ações do ADH sobre os rins?

Aumentar a permeabilidade do ducto coletor à agua.
Aumentar a permeabilidade da porção medular do ducto coletor à uréia.
Estimular a reabsorção do NaCl pelo ramo ascendente da alça de Henle, túbulo distal e túbulo coletor.

17

Como o ADH atua sobre a permeabilidade do ductor coletor?

O ADH se liga à receptores (V2 = vasopressina 2) da membrana basolateral da célula.

Este receptor, acoplado à adenilil ciclase via proteína G estimulatória, aumenta os níveis citoplasmáticos de AMPc. Isso ativa a enzima proteino-cinase-A, que promove a inserção de aquaporinas tipo 2 à superfície apical da célula., assim com a síntese de mais AQP2. Com a remoção do ADH, essas AQP2 são internalizadas de volta.

A superfície basolateral é permeável à agua devido às AQP3 e AQP4.

18

Cite um efeito crônico do ADH relacionado às aquaporinas

Regula a expressão gênica de AQP2 e AQP3

19

Quais são os 5 tipos de células produtoras de hormônios presentes na adeno-hipófise?

Corticotrofos
Tireotrofos
Gonadotrofos
Somatotrofos
Lactotrofos

20

Quais tipos de células produtoras de hormônios presentes na adeno-hipófse são acidófilas e quais são basófilas?

Acidófilas: Somatotrofos; Lactotrofos
Basófilas: Corticotrofos, Tireotrofos, Gonadotrofos

21

Como são chamados os núcleos hipotalâmicos que controlam a produção dos hormônios liberadores?

Região hipofisiotrófica.

22

Qual a diferença da região hipofisiotrófica dos NSO e NPV?

Região hipofisiotrófico possui neurônios de corpos celulares pequenos (parvicelulares), enquanto os dos NSO e NPV possuem neurônios magnocelulares.

23

Onde os neurônios parvicelulares secretam seus hormônios?

Eminência média

24

Como ocorre a passagem dos hormônios liberadores para a pars distalis?

Penetram em um plexo primário de capilares e através dos vasos portais hipotálamo-hipofisários desembocam na pars distalis. Através do plexo secundário, difundem-se para fora dos vasos e se ligam aos receptores respectivos

25

Qual é a natureza dos hormônios tróficos?

Proteica

26

Quais são os hormônios tróficos?

ACTH, TSH, GH, FSH, LH, PRL

27

O ACTH é uma cadeia de quantos aminoácidos?

39

28

O ACTH é sinstetizado como parte de qual pró-hormônio?

Proopiomelanocortina (POMC)

29

Qual é o outro nome dos corticotrofos?

Células POMC

30

Nos humanos, através de qual enzima o POMC é convertido em ACTH?

Através da pró-hormônio-convertase

31

Como o ACTH circula na corrente sanguínea?

Não ligado

32

Como é denominado o receptor de ACTH?

Receptor 2 da melanocortina (MC2R)

33

O que o ACTH provoca?

Aumento abruto da produção de cortisol e androgênios adrenais.
Aumenta a expressão dos genes esteroiodogênicos
A longo prazo, promove o crescimento e a sobrevida das camadas do córtex da adrenal

34

O que promove o CRH?

Liberação de ACTH
Aumenta a expressão dos genes da POMC

35

Os neurônios parvicelulares que expressam o CRH também atuam de qual forma em relação a outro hormônio? Qual é esse hormônio?

Co-expressam o ADH, que possui uma função de potencializar o CRH nos corticotrofos.

36

Em termos de horários, como ocorre a secreção do ACTH?

Pico durante a manhã e vale durante o fim da tarde

37

Como é o padrão de secreção do CRH e consequentemente ACTH?

Ocorre em pulsos

38

Quais tipos de stress promovem a produção de ACTH?

Neurogênicos (medo)
Sistêmicos (infecção)

39

Os efeitos do estresse são mediados por quais hormônios?

CRH, ADH e SNC

40

O que pode ocorrer com o eixo HPA em resposta ao estresse?

Pode redefinir o ponto de equilíbrio

41

Quais são os três hormônios glicoproteicos da pituitária?

TSH, FSH, LH

42

Qual é a função do TSH?

Estimula praticamente todos os aspectos da função tireoideana.

Forte efeito trófico, estimula a hiperplasia, hipertrofia e sobrevida das células epiteliais da tireóide.

43

Como é sintetizado o TRH?

Como um pró-hormônio maior que contém 6 cópias do TRH em sequência.

44

Como se dá a regulação do TRH pelo SNC?

Regulado por vários tipos de extresse, que ao contrário do CRH, inibem a secreção de TRH.

45

Como ocorre a retroalimentação negativa relacionada ao TSH?

T3 inibe a expressão do B-TSH e a sensibilidade dos tireotrofos ao TRH.

T3 inibe a produção e secreção do TRH

46

Qual a natureza química da prolactina?

Proteína

47

A que família de receptores pertencem os receptores de prolactina?

Família de receptores de citocinas que estão associadas às vias de sinalização JAK/STAT

48

Qual é a função primária da prolactina nos humanos?

Desenvolvimento e funcionamento das mamas durante a gravidez e lactação.

49

O hipotálamo exerce sobre a prolactina um efeito ativador ou inibidor?

Inibidor

50

Como ocorre o controle da liberação da PRL?

O hipotálamo exibe uma inibição tônica através de tratos dopaminérgicos que liberam dopamina na eminência média.

51

Quais outros hormônios podem promover a secreção de PRL?

TRH e hormônios da família do glucagon

52

A PRL é liberada com o estresse?

Sim

53

Quais outros hormônios podem inibir a secreção de PRL?

TSH, GH e somatostatina