Doença Trofoblástica Gestacional Flashcards Preview

Obstetrícia > Doença Trofoblástica Gestacional > Flashcards

Flashcards in Doença Trofoblástica Gestacional Deck (21):
1

Quais são os espectros malignos e benignos da Doença Trofoblástica Gestacional?

BENIGNO = Mola hidatiforme
*Completa (mais comum)
*Incompleta/Parcial

MALIGNO = Neoplasias Trofoblásticas Gestacionais/Tumor Trofoblástico Gestacional
*Mola invasora (mais comum)
*Coriocarcinoma
*Tumor Trofoblástico de Sítio Placentário

2

Qual o genótipo da mola hidatiforme completa? Qual sua composição?

FISIOPATOLOGIA:
1)óvulo anucleado fecundado por 1 sptz que duplica seu genoma (homozigótica); (XX ou YY)
2)óvulo anucleado fecundado por 2 sptz (heterozigótica) (XX, YY ou XY)

GENÓTIPO: o mais comum é 46 XX

COMPOSIÇÃO:
*Sem tecido fetal e sem âmnio = completamente mola
*Sem material genético materno

3

Qual a macroscopia visualizada em caso de mola hidatiforme (completa)? No que consiste?

MACROSCOPIA = vesículas de conteúdo líquido claro

Consiste em vilosidades coriais que sofreram degeneração hidrópica (é um tumor derivado de células trofoblásticas).

OBS: não se visualizam vesículas na mola incompleta!

4

Qual o genótipo da mola hidatiforme incompleta? Qual sua composição?

FISIOPATOLOGIA: ovo nucleado que se funde com 2 sptz (portanto é triploide - XXX, XXY, XYY)

GENÓTIPO: triploide

COMPOSIÇÃO:
*Com tecido fetal e com âmnio
*Contém material genético materno

5

Qual das duas apresentações tem maior risco de malignização: mola completa x mola incompleta? Justifique

Mola completa, pois é mais indiferenciada, não contendo partes fetais.

6

Qual o quadro clínico típico de pacientes com mola hidatiforme?

MACETE: "hipertudo"
*Hiperêmese: é um tumor produtor de hCG
*Hiperútero: útero maior do que o esperado para IG
*Hiperssangramento: sangramento de repetição, com aumento progressivo de volume (MOLA = sangramento que aMOLA)
*Hipertireoidismo: devido a fração comum do hCG com o TSH
*Hipertensão precoce: causa IMPORTANTE DE PRÉ-ECLÂMPSIA com IG < 20 SG

OBS: pode haver desenvolvimento de cistos ovarianos teca-luteínicos devido a elevada fração circulante de hCG.

7

V ou F: a eliminação de material vesicular (semelhante a cachos de uva) é patognomônico de mola hidatiforme

Verdadeiro

8

Qual o aspecto ultrassonográfico típico da mola hidatiforme completa?

Aspecto de tempestade de neve/flocos de neve/nevasca

9

O que é o achado de útero em sanfona na mola hidatiforme?

Aumento de volume uterino > eliminação do conteúdo (vesículas) com redução do volume > aumento uterino

10

Como o hCG pode ajudar na suspeição de mola hidatiforme?

Numa gestação normal, o pico de hCG ocorre em torno de 8-10 SG, atingindo no máximo 100.000. Na mola completa, é comum a dosagem de hCG atingir níveis superiores a 200.000, o que não ocorre na incompleta.

11

Qual o tratamento da mola hidatiforme?

Esvaziamento uterino:
*AMIU
*Curetagem
*Vacuoaspiração

OBS: fazer imunoglobulina anti-Rh nas pacientes Rh negativo

12

Para quais pacientes está indicada a histerectomia como medida de esvaziamento uterino na mola hidatiforme? Qual tipo de histerectomia deve ser realizada

PACIENTES: 40 anos ou mais com prole completa

JUSTIFICATIVA: risco de malignização

HISTERECTOMIA: do tipo simples (sem anexectomia)

13

Como deve ser feito o seguimento (dosagem de hCG) nas pacientes que passaram por esvaziamento uterino devido a mola hidatiforme? Quanto tempo o hCG demora para negativar?

SEGUIMENTO: três dosagens consecutivas com níveis indetectáveis; após isso, dosar mensalmente por 6 meses

NEGATIVA: em 8-10 semanas

14

Quais são os critérios que fazem pensar em malignização em caso de mola hidatiforme?

*Curva ascendente de hCG, com elevação por duas semanas consecutivas. Fazer 4 dosagens: 1 hoje, uma daqui 1 semana, outra daqui 2 semanas e outra daqui 3 semanas

*Estabilização dos níveis por três semanas consecutivas. Fazer 4 dosagens, assim como no esquema anterior.

*Ausência de negativação do hCG

*Surgimento de metástases

15

V ou F: se houver algum dos critérios de malignização, está indicada histerectomia

Falso! Indica-se a quimioterapia

16

O que é uma mola invasora?

Sequela da mola hidatiforme.

É a mola que invade o miométrio e a parede uterina.

17

V ou F: as doenças trofoblásticas gestacionais são resultados apenas de uma gestação molar

Falso. Podem surgir após abortamento ou mesmo uma gestação normal a termo (principalmente o tumor trofoblástico de sítio placentário).

18

Qual o hormônio associado ao tumor trofoblástico de sítio placentário?

Hormônio lactogênio placentário.

Há elevação deste hormônio porque ele é produzido por trofoblastos intermediários.

Não há proliferação de sinciciotrofoblasto, por isso NÃO HÁ ELEVAÇÃO DO hCG.

19

Por que deve-se recomendar contracepção de alta eficácia para pacientes que passaram por esvaziamento uterino devido a mola hidatiforme?

Porque, como é necessário fazer o acompanhamento com o hCG quantitativo seriado, se a paciente engravidar, perde-se os parâmetros laboratoriais de avaliação dos critérios de malignização

OBS: não se indica DIU, pois a mola é uma doença uterina, caso em que não se indica implantação de DIU.

20

V ou F: recomenda-se para pacientes que tiveram mola hidatiforme não engravidar nos próximos 6 meses a 1 ano pelo risco de recidiva

Verdadeiro

21

Quais exames de imagem são solicitados no acompanhamento após esvaziamento uterino (por mola hidatiforme)?

*RX de tórax (pensando-se em metástase)
*USG pélvica