Cirurgia bariátrica e metabólica Flashcards Preview

Cirurgia Digestiva > Cirurgia bariátrica e metabólica > Flashcards

Flashcards in Cirurgia bariátrica e metabólica Deck (18)
Loading flashcards...
1

IMCs - valores e significados

<18,5 - desnutrição
18,5 a 25 - eutrofia
25 a 30 - sobrepeso
30 a 35 - obesidade grau 1
35 a 40 - obesidade grau 2
>40 - obesidade grau 3

2

Principal causa de obesidade e seu tratamento

Exógena (absorção do ingerido em excesso)

Déficit calórico (dieta e exercícios) - 2 anos de tratamento de forma adequada antes de pensar em cirurgia

3

Causas endógenas

Hipotireoidismo, hipercortisolismo (Cushing, corticoterapia), Prader-Willi, insulinoma, síndrome de ovários policísticos

4

Indicação cirurgia bariátrica, incluindo nova indicação

IMC > 40 ou > 35 desde que comorbidades que beneficiem (HAS, DM, dislipidemia, qualquer cardiopatia ou coronariopatia, osteoartrose, hérnia discal, DRGE, depressão, SAHOS)

Nova - IMC >30 nos DM2, refratário a tratamento otimizado, com no máximo 10 anos de diagnóstico

5

Cirurgia bariátrica - os 3 mecanismos de perda ponderal

Restritivo (redução da capacidade volumétrica)
Disabsortivo (menor território de absorção)
Enterohormonal (redução grelina, aumento PYY e GLP1)

6

As 2 modalidades em voga

Gastrectomia vertical (Sleeve) e gastroplastia bypass gástrico em y de Roux (não é gastrectomia)

7

Gastroplastia bypass gástrico em y de Roux - os 3 mecanismos explicados

Restrição (reduz estômago)
Disabsorção leve (exclui apenas duodeno e parte do jejuno)
Enterohormonal - principal mecanismo comida chega mais rápido no jejuno, sinalizando saciedade mais rápido (secreção GLP1 no íleo termianl e PYY no ceco) para o SNC e reduzindo resistência insulínica

8

Gastrectomia vertical (Sleeve) - os 3 mecanismos explicados

Restrição - principal mecanismo (reduz estômago)
Não gera disabsorção (continua a mesma extensão do intestino)
Enterohormonal - retirado fundo gástrico, produtor de grelina - menos fome

9

Complicações precoces

TVP, TEP, rabdomiólise e injúria renal aguda, sangramento, coleção, fístula

*RGE é evitada no Y de Roux e provocada no Sleeve

10

Complicações tardias

Anemia, hipovitaminoses, estenose de anastomoses e grampeamentos, síndrome de dumping, hérnia interna de Petersen (as duas últimas apenas após Y de Roux)

11

Síndrome de dumping precoce e tardia - manifestações e causas

Precoce (cerca de 20min) - taquicardia, cefaleia, cólica, diarreia, náusea - esvaziamento acelerado, dieta inadequada (muitos carboidratos), irritabilidade do jejuno
Tardia (cerca de 2h após) - hipoglicemia - transito acelerado para o jejuno e absorção rápida (muita insulina)

12

Hérnia interna (espaço de Petersen) - clínica, investigação e tratamento

Dor abdominal intensa, com obstrução(náuseas, vômitos) ou sem obstrução (alça biliopancreática não causa obstrução), taquicardia, queda estado geral

Pedir TC

Cirurgia de urgência - ressecção do segmento estrangulado com reconstrução do trânsito intestinal, e fechamento da brecha mesentérica

13

Acompanhamento pós-bariátrica

Suplementação (paciente desnutrido crônico)
Dieta e exercício físico
Verificar sucesso do procedimento: perda de 50% do excesso de peso (ou seja, metade do peso que levava ao IMC > 25)

14

Método que causa disfagia e não é mais usado

Banda gástrica ajustável

15

Principais deficiências

Complexo B (principalmente B12) e ferro
*também cálcio e ácido fólico

16

Duas técnicas altamente disabsortivas, e portanto em desuso, e seus mecanismos

Duodenal Switch e cirurgia de Scopinaro (desvio biliopancreático) - desvio da comida para o íleo, alta morbidade - requer reposição maciça de tiamina, B12, ferro intramuscular, etc.

17

Complicação biliar à qual a perda acentuada de peso se associa

Colelitíase

18

Condições que paciente deve cumprir para ser operado

Mínimo 2 anos de tratamento clínico sem sucesso, ausência de comorbidades psiquiátricas graves ativas e ausência de dependência química.