Megaesôfago Flashcards Preview

Clinica cirúrgica > Megaesôfago > Flashcards

Flashcards in Megaesôfago Deck (22)
Loading flashcards...
1

o megaesôfago é uma afecção caracterizada por distúrbio ____(motor;sensitivo) do esôfago

motor

2

No megaesôfago há ______ (diminuição;aumento) dos plexos submucosos e mioentéricos

diminuição

3

Duas características motoras do megaesôfago

falta de peristatismo e acalasia do EEI (pressão do esfincter)

4

4 etiologias primárias de megaesôfago

• Acalasia;
• Espasmo esofágico difuso: alteração na motilidade do esôfago;
• Esôfago hipercontrátil;
• Esôfago hipocontrátil.

5

5 etiologias secundárias

• DRGE
• Lesões estenosantes esofágicas: aumento da pressão;
• Doenças neoplásicas não esofágicas: compressão;
• Doenças sistêmicas: esclerodermia, diabetes, neuropatia alcoólica;
• Outras: doença de Chagas, amiloidose, vagotomia, idiopática.

6

Normalmente, o estímulo nervoso se propaga pelos plexos ______, resultando em ________, responsáveis pela condução do alimento até o estômago.

mioentéricos

ondas peristalticas

7

Quais são as 3 alterações anatômicas (nervosas) caracteristicas no megaesôfago?

• Perda de células ganglionares do plexo Auerbach;
• Degeneração do nervo vago;
• Alterações qualitativas e quantitativas no núcleo motor dorsal do nervo vago

8

quadro clínico do paciente com megaesôfago (6)

• DISFAGIA: insidiosa e progressiva: se há um déficit na condução do alimento, ele começa a se acumular e impedir a passagem dos alimentos que chegam( primeiro ocorre com os alimentos mais pesados até chegar nos líquidos)

• REGURGITAÇÃO

• DOR: contração irregular para vencer a pressão do EEI;
• PIROSE: por conta do refluxo;
• EMAGRECIMENTO:

• CONSTIPAÇÃO INTESTINAL: não há hidratação adequada.

9

exames complementares de megaesôfago (EREED

EREED - Exame Radiografico do esofago-estomago-duodeno (com contraste)

Endoscopia Digestiva Alta

Esofagomanometria

cintilografia do esôfago - pediatria

Reações sorológicas (imunofluorescênte e Machado Guerreiro)

10

Quantas classificações tem o EREED?

I a IV

11

Qual o calibre de referencia para os graus do EREED?

I calibre < 4 cm

II calibre de 4 a 7 cm

III calibre de 7 a 10 cm

IV calibre > 10 cm

12

O que a EDA avalia no megaesôfago? (3)

avaliação da integridade da mucosa

detecção de lesão neoplásica isolada

diagnóstico de lesão pré-cancerosa (biópsia);

13

O que a Manometria avalia no megaesôfago? (2)

Detecta aperistalse do esôfago em seu corpo e ;

não relaxamento do EEI (hipertonia)

14

TTO clínico do megaesofago

•Nitratos, bloqueadores de canal de cálcio-> relaxantes de musculatura lisa


• Dilatação esofágica: utilizado principalmente em pacientes com acalasia idiopática --> como relaxa o esfíncter, tem que criar uma válvula para evitar o refluxo.

15

até qual grau de megaesôfago faz tto conservador?

grau I e II (megaesofago nao avancado)

16

Quais são as opções conservadoras?

cardiotomia + procedimento antirrefluxo (heller-dor)

Cardiomiectomia + procedimento antirrefluxo (Heller-Toupet)

Cardiomiotomia mais extensa + procedimento antirrefluxo (Pinotti)

17

Como faz o procedimento antirrefluxo?

faz uma válvula, sem fechar o esôfago --> não faz a de 360o; fazer a de 270o, pois a de 180o não é suficiente.

18

Quando fazemos a cirurgia radical?

megaesôfago avançado

19

Qual o procedimento de cirurgia radical?

esofagectomia trans-hiatal com gastroplastia transmediastinal.

20

Como tratar recidiva?

• Cardioplastia de Serra-Dória: abre o fundo do estômago e esôfago e realiza uma comunicação  como dá muito refluxo, fazer gastrectomia parcial (redução da secreção gástrica) + Y de Roux;


• Cardioplastia de Thal-Hatafuku: abre o músculo na transição esofagogástrica, corta de forma longitudinal e emenda de forma transversal (aumento da área, redução da pressão)  tentativa de tratar a hipertonia do esfíncter; porém, dá muito refluxo (não faz a válvula).

21

Complicações da doença megaesôfago (4)

• Bezoar: obstrução por material não fisiológico (principalmente fio de sutura);

• Aspiração do conteúdo esofagiano:

• Divertículo do esôfago distal

• Carcinoma de células escamosas do esôfago

22

Complicações da cirurgia de megaesôfago (4)

• Fístula esofagocárdica: manipulação (principalmente em cirurgias de recidiva);
• Pneumopericárdio;
• Pericardite supurativa;
• Obstrução de vias aéreas com estridor.