Fármacos do TGI Flashcards Preview

FARMACOLOGIA > Fármacos do TGI > Flashcards

Flashcards in Fármacos do TGI Deck (32):
1

As células PRINCIPAIS do estômago secretam o que?

Pepsinogênio

2

As células PARIETAIS do estômago secretam o que?

HCl

3

Cite 2 substâncias nocivas ao muco que protege as células do estômago?

1. Álcool;

2. Bile

4

Cite 1 substância que estimula a secreção de muco e bicarbonato.

1. Prostaglandinas

5

Quais são as principais substâncias que estimulam as células parietais a secretar HCl?

1. Gastrina
Hormônio que atua aumentando diretamente a secreação de HCl e indiretamente de pepsinogênio. Age estimulando secreção de histamina tbm.

2. Acetilcolina
Liberada por neurônios colinérgicos vagais, e estimula receptores muscarínicos (M3) das cél. parietais a liberar HCl.
Age estimulando secreção de histamina tbm.

3. Histamina
Atua nos receptores H2 (H2R) das cél. parietais a liberar HCl.
Produzida por cél. mastocitárias e não-mastocitárias, que liberam uma secreção basal constante de histamina, que ainda é estimulada pela gastrina e ACh.

6

Cite 1 substância que inibe a produção de HCl?

1. Prostaglandinas E1 e I2.

**A PGE2, por sua vez, ao estimular seu receptor (“PGR”), induz a inativação dessas vias, inibindo assim a produção de HCl por estas células parietais. Daí, lembramos o que já foi visto em propósito do estudo dos AINEs: o principal efeito colateral dos anti- inflamatórios não-esteroidais é a irritação gástrica, gastrites e úlceras, uma vez que, inibindo a produção de PGE2 (por inibição da COX), além de diminuir a produção do muco protetor da mucosa gástrica, incapacitamos esta prostaglandina de inibir a via de transdução do sinal responsável pela produção de HCl. O Misoprostol (Cytotec), versão sintética de prostanoides (capaz de ativar os mesmos receptores das prostaglandinas), é uma droga utilizada para tratamento da ulcera gástrica. Ela é responsável por aumentar a produção de muco protetor da mucosa gástrica e intensificar a vascularização do órgão (estimulando uma maior produção de bicarbonato). É totalmente contraindicada para gestantes por estimular contrações uterinas que podem causar aborto.

Inibidores da bomba de prótons (como o Omeprazol e o Pantoprazol) agem de forma direta, inibindo a produção de HCl ao inibir as proteínas transportadoras destes íons.

7

Qual relação de Ca e gastrina?

Aminoácidos, pequenos peptídeos e alimentos ricos em cálcio (como o leite) estimulam diretamente as células secretoras de gastrina, assim como leite e soluções de sais de cálcio – o que explica porque é inadequado usar sais de cálcio como antiácidos para
tratar a gastrite.

8

Como pode se dar o desenvolvimento da gastrite nervosa?

Todos os receptores colinérgicos pós-ganglionares presentes nas células gástricas são do tipo M3. Já os receptores colinérgicos pré-sinapticos (na membrana pré-sinaptica) são do tipo M1 pré-sinaptico. Se este receptor for estimulado, o seu neurônio é estimulado, por meio de feedback positivo, a secretar mais Ach na fenda, aumentando ainda mais a produção de HCl no estômago. Por este motivo, um aumento da atividade colinérgica nervosa pode desencadear um aumento excessivo na secreção
de HCl, podendo gerar as chamadas gastrites nervosas.

9

Quais classes de fármacos atuam no TGI?

1. Antagonistas dos receptores H2 de histamina

2. Inibidores das bombas de prótons;

3. Antiácidos;

4. Protetores da mucosa gástrica;

5. Fármacos antieméticos;

6. Purgativos;

7. Antiespamódicos.

10

Quais exemplos de Antagonistas dos receptores H2 de histamina?

1. Cimetidina

2. Ranitidina

3. Nizatidina

4. Famotidina

11

Como os Antagonistas dos receptores H2 de histamina agem?

Inibem o secreção de HCl estimulada pela histamina, pela gastrina e pela acetilcolina.

12

Quais exemplos de Inibidores das bombas de prótons?

1. Omeprazol

2. Pantoprazol

3. Lansoprazol .... e tudo que termina em "prazol"

13

Como agem os Inibidores das bombas de prótons?

Inibem irreversivelmente a bomba de prótons, que é a etapa terminal da via secretora do HCl.
Reduzem-se as secreções de ácido gástrico basal e estimulada por alimentos.

14

Quais exemplos de antiácidos?

1. Bicarbonato de sódio

2. Hidróxido de magnésio

3. Hidróxido de alumínio

4. Leite de magnésia.

15

Como agem os antiácidos?

Neutralizando diretamente o ácido por meio de uma reação química simples entre ácidos e base, elevando o pH, e formando sal e água.

16

Informações adicionais dos antiácidos

1. O bicarbonato de sódio atua rapidamente, aumentando o pH. Resulta em liberação de dióxido de carbono (levando a eructação) e de água (pode levar diarréia). Esse dióxido de carbono estimula liberação de gastrina e pode resultar em aumento da secreçao de HCl. Grandes doses podem levar à alcalose. Para evitar isso, não prescrever bicarbonato de sódio á longo prazo, nem dar em pcts com dieta hipossódica;

2. Os antiácidos + usados são o de sais de magnésio e alumínio.

17

Quais os fármacos protetores da mucosa gástrica?

1. Misoprotol (Cytotec)
*Análogo da prostaglandina E1. Pode ser adm VO e usada pra promover cicatrização de úlceras ou prevenir lesão gástrica por AINEs. Inibe a secreção de HCl pela cél. parietal em resposta a alimentos, histamina e cafeína.

2. Quelato de Bismuto
*Usado em esquemas pra tratar H. pylori. RAM são náuseas, vômitos, escurecimento da língua e fezes.

3. Sulcrafato

18

Como agem os fármacos protetores da mucosa gástrica?

Chamados de Citoprotetores, aumentam os mecanismos endógenos de proteção da mucosa ou proporcionam uma barreira física sobre a superfície da úlcera.

19

Como agem os fármacos Antieméticos (cortam o vômito)?

Os sítios de ação são os receptores dos neurotransmissores envolvidos nos vômitos (M1, H1, 5-HT3 e D2)

*Os efeitos indesejáveis como cefaleia e desconforto GI são relativamente incomuns

20

Antieméticos e gravidez

Ao usar fármacos para as náuseas matinais durante a gravidez, por exemplo, o problema é a potencial lesão ao feto que deve se ter em mente (boa parte dos fármacos deve ser evitada durante os três primeiros
meses de gestação).

21

Quais antieméticos Antagonistas H1?

1. Prometazina (Phenergan)

2. Dimenidrinato (Dramin)

3. Cinarizina (Antigeron, Cinarix)

4. Ciclizina

5. Meclizina (Meclin)

RAM:
. Sonolência (grande ação sedativa)
. Diminuição da coordenação

22

Quais antieméticos antagonistas muscarínicos (M5)?

1. Escopolamina/Hioscina (Buscopan)

RAM:
. Boca seca, sonolência e visão embaçada

23

Quais antieméticos são antagonistas seletivos dos receptores 5-HT3?

1. Ondansetron (Nausedron)

2. Granistron

3. Tropisetron

4. Dolasetron (Anzemet)


24

Ondansetron (Nausedron) e quimioterapia

Os fármacos utilizados na quimioterapia do tratamento do câncer são capazes de
ativar os receptores 5-HT3 do centro do vômito, desencadeando o reflexo do vômito. Daí a importância do uso de Ondasetrona neste tipo de tratamento.

25

Quais antieméticos antagonistas D2 (antipsicóticos)?

1. Metoclopramida (Plasil)
*A Metoclopramida apresenta ainda a capacidade de se ligar ao receptores H1 e M1, provocando um bloqueio mais intenso da êmese

2. Clorpromazina (Amplictil)

3. Perfenazina

4. Haloperidol (Haldol, Loperidol)

5. Levomepromazina

6. Domperidona (Peridan)

26

Os que são fármacos purgativos?

Que estimulam a motilidade fecal (laxantes)... tto de constipação ou para esvaziar o intestino antes de cirurgia/exame

27

Quais exemplos de fármacos purgativos?

1. Laxativos estimulantes: Bisacodil (Lactopurgan)

2. Laxativos osmóticos (aumentam retenção de água): Sulfato de Magnésio e Hidróxido de alumínio.

3. Emolientes fecais (amolecem o bolo fecal): Docusato de sódio, Supositório de Glicerina, etc.

4. Laxativos formadores de bolo fecal: Metilcelulose

28

O que são antiespasmódicos?

Fármacos que basicamente combatem a diarréia.
Além de evitar a diarréia, são eficazes no tto de cólicas intestinais

29

Quais 3 abordagens da diarreia GRAVE?

1. Manutenção do equilíbrio HE: Hidratação vigorosa

2. Antiinfecciosos:

3. Antiespasmódicos ou outros antidiarreicos

30

Quais exemplos de antiespasmódicos?

1. Atropina

2. Sulfato de atropina (Atroveran)

3. Escopolamina /Hioscina

4. Propantelina

5. Dicloverina

31

Como agem os antiespasmódicos?

Antagonizando os receptores M3, reduzindo espasmos intestinais por inibir a atividade parassimpática.

32

Buscopan e dores abdominais tipo cólica (uterina ou intestinal)

Como sabemos, a cólica uterina é mediada pela PGF2α. O Buscopan, por si só, não é capaz de deter a cólica completamente, uma vez que bloquearia apenas os receptores muscarínicos uterinos, mas não debeleria a produção da PGF2α. É necessário então utilizar o Buscopan® Composto (associação da escopolamina + dipirona sódica) ou Buscopan® Plus (associação da escopolamina + paracetamol). Enquanto que a escopolamina bloqueia os receptores muscarínicos do útero, o paracetamol associado a ele inativaria a COX que produz a PGF2α, prostanoide que também
está envolvido no processo de contração uterina. O Buscopan é, portanto, o melhor medicamento a ser utilizado em casos de dor abdominal tipo cólica, seja uterina ou intestinal. Apontamos, desta forma, as seguintes apresentações:
1. Buscopan Simples: apenas Escopolamina/Hioscina, e deve ser utilizada para pacientes alérgicos à dipirona e
que apresentam cólicas intestinais.
2. Buscopan Composto: escopolamina/hioscina + dipirona sódica.
3. Buscopan Plus: escopolamina/hioscina + paracetamol (administrado, exclusivamente, por via oral).