280 - Insuficiência Cardíaca: Management Flashcards Preview

(Cardio - 2017 COPY) > 280 - Insuficiência Cardíaca: Management > Flashcards

Flashcards in 280 - Insuficiência Cardíaca: Management Deck (136):
1

V ou F

Doentes assintomáticos com disfunção ventricular numa fase precoce apresentam uma história natural modificável pelo antagonismo neurohormonal

V

2

Quais são os alvos terapêuticos na IC com FEj preservada?

– Controlo da congestão;

– Estabilização da FC e da PA;

– Esforços para melhorar a tolerância ao exercício

3

V ou F

Na IC com FEj preservada, a terapêutica hipotensora alivia os sintomas de forma mais eficaz do que a terapêutica dirigida com agentes específicos

V

4

Qual foi o único estudo que atingiu algum outcome na IC com FEj preservada?

Estudo CHARM, no qual se demonstrou que o candesartan diminuiu as hospitalizações, mas sem diferença na mortalidade por todas as causas

5

V ou F

Identificação e tratamento de SAOS deve ser fortemente considerada nos doentes com IC com FEj preservada

V

6

A diminuição excessiva da pré-carga com vasodilatadores pode levar ao __________________ (sobre-enchimento/subenchimento) do VE e hipotensão e síncope subsequentes.

A diminuição excessiva da pré-carga com vasodilatadores pode levar ao SUBENCHIMENTO do VE e hipotensão e síncope subsequentes.

7

V ou F

Alguns investigadores sugeriram que a intolerância ao exercício nos doentes com IC com FEj preservado pode ser manifestação de insuficiência cronotrópica.

V

Estas aberrações podem ser corrigidas com a utilização de pacemakers

8

Quais são os novos alvos para a IC com FEj preservada que obtiveram resultados promissores?

Sildenafil-melhorou Preenchimento e função VD num pequeno ensaio com uma coorte de doentes com ICFEjP + HTP venosa

ALDO-DHF (Aldosterona) melhorou os índices electrocardiográficos de disfunção diastólica

LCZ696 (Híbrido ARAII + inibidor endopeptídase):
-↑ geração de cGMP miocárdico
-↑ relaxamento miocárdico
-↓ HVE
-↓ péptidos natriuréticos circulantes e ↓ tamanho AE (melhor que valsartan)

9

Cerca de __% dos doentes com ICAD readmitidos por descompensação no espaço de __ meses

Cerca de 50% dos doentes com ICAD readmitidos por descompensação no espaço de 6 meses

10

Os doentes com ICAD têm uma mortalidade a curto (__-__% no hospital) e a longo prazo (___% ao final de um ano) elevadas

Os doentes com ICAD têm uma mortalidade a curto (5-8% no hospital) e a longo prazo (20% ao final de um ano) elevadas

11

V ou F

A incidência combinada de morte CV, hospitalizações IC, EAM, AVC ou MS chega aos 50% no final dos 12 meses num doente com ICAD

V

12

Na estabilização hemodinâmica dos doentes com ICAD a utilização por rotina de cateter da artéria pulmonar não é recomendada, devendo ser utilizada em que doentes?

– que respondem mal à diurese;
– com hipotensão;
– com sinais ou sintomas de DC ↓.

13

Quais são os parâmetros associados com pior prognóstico nos doentes com ICAD?

– BUN >43 mg/dL;
– PAS <115 mmHg;
– Cr >2,75 mg/dL;
– ↑ troponina I.

14

V ou F

Existem estudos que indicam que a utilização de diuréticos em perfusão é a melhor estratégia na ICAD

F

NENHUM estudo demonstrou vantagem da administração de diuréticos em altas doses ou em perfusão na ICAD

15

V ou F

A metolazona é normalmente necessária na ICAD em doentes que já terapia de longo prazo com diuréticos de ansa

V

16

Durante o internamento por ICAD, a variação do peso é utilizada como um marcador para ________ adequada.

Diurese

No entanto, a perda de peso durante a hospitalização não se correlaciona necessariamente com os outcomes

17

De que forma se planeia a alta do doente com ICAD?

Através do EO, principalmente a PVJ + variações de biomarcadores

18

Aproximadamente 30% dos doentes hospitalizados com ICAD têm função renal _________ (normal/anormal) e está associada com hospitalização prolongada e mortalidade ________________ (diminuida/aumentada)

Aproximadamente 30% dos doentes hospitalizados com ICAD têm função renal ANORMAL e está associada com hospitalização prolongada e mortalidade AUMENTADA

19

V ou F

A maior parte dos doentes com síndrome cardiorrenal demonstram ter um débito cardíaco comprometido.

Falso

Débito cardiaco preservado

20

O uso continuado de diuréticos pode estar associado a uma redução da TFG e um agravamento do síndrome cardiorrenal quando as pressões de enchimento do coração ______ (direito/esquerdo) permanecem ______ (baixas/elevadas).

As pressões de enchimento do coração direito permanecem elevadas

21

Que terapêutica tem revelado preservar ou melhorar a FR nos doentes com IC em estádio terminal no curto prazo?

Suporte inotrópico ou mecânico circulatório

22

Quais são as vantagens da ultrafiltração no tratamento do volume na ICAD?

•Taxas controladas de remoção de volume;
•Efeitos neutros nos electrólitos;
•↓ actividade neurohormonal

23

V ou F

A ultrafiltração no tratamento do fluido nos doentes com ICAV não demonstrou melhoria na função renal nem diferenças subjectivas nos scores de dispneia ou efeitos adversos

V

24

V ou F

O estudo CARRESS-HF permitiu chegar a uma conclusão que favorece a utilização da ultrafiltração ao invés dos diuréticos no tratamento de volume na ICAD

F

O estudo CARRESS-HF permitiu chegar a uma conclusão que VAI CONTRA A utilização da ultrafiltração ao invés dos diuréticos no tratamento de volume na ICAD

25

O estudo ASCEND-HF, com a Nesiritide, chegou a que conclusão?

De que o uso por rotina do fármaco não pode ser advogado por falta de eficácia significativa. No entanto, comprovou a segurança do mesmo.

26

Quais foram as conclusões a que chegou o estudo RELAX-AHF com a serelaxina?

Melhoria da dispneia,
Diminuição de sinais e sintomas de congestão,
Associação com menor agravamento inicial da IC:

Após 6 meses de terapêutica, havia dados positivos a favor da diminuição da mortalidade.

27

V ou F

A disfunção da contractilidade miocárdica acompanha normalmente a ICAD

V

28

Qual é o efeito agudo que os agentes ionotrópicos têm nos estados de débito cardíaco diminuído?

- Aumento do débito cardíaco
- Melhora a perfusão
- Alivia a congestão

29

V ou F

O milrinone necessita de ajuste da dose em situações de disfunção renal

V

30

Quais as conclusões a que chegaram os estudos com agentes ionotrópicos nos doentes com ICAD?

A longo prazo:↑ mortalidade;

A curto prazo:↑ arritmias, hipotensão, sem benefícios nos outcomes

31

Em que situação se encontram aconselhada a terapêutica com agentes ionotrópicos nos doentes com ICAD?

Como terapêutica de ponte para LVAD ou transplante
Paliação aplicada selectivamente em doentes com IC terminal

32

Qual é o mecanismo de acção dos novos ionotrópicos?

Sensibilização dos miofilamentos ao Ca2+

33

Em que situações é que o levosimendam não deve ser utilizado?

Estados de baixo DC e hipotensão

34

No estudo REVIVE II e no estudo SURVIVE, quais foram as conclusões a que se chegou?

- REVIVE II (levosimendam vs dobutamina): sem qualquer efeito

- SURVIVE (levosimendam vs terapêutica não ionotrópica): melhoria modesta em sintomas com pior mortalidade a curto prazo e arritmias ventriculares

35

Quais as conclusões a que se chegou com o estudo ATOMIC-HF (omecantiv mecarbil)?

Melhoria dos scores dispneia apenas coorte dose + alta

36

Qual é o núcleo terapêutico da IC com FEj diminuída?

Beta bloqueador e IECAs

Estes fármacos estão associados a:
– atenuação do declínio e melhoria na função e estrutura cardíacas;
– ↓ sintomas;
– ↓ hospitalizações;
– ↓ mortalidade por falência da bomba ou arritmias;
– ↑ QdV

37

As metanálises sugerem uma redução de 23% na mortalidade e 35% redução no endpoint combinado de mortalidade e hospitalizações para a IC nos doentes tratados com IECAs

As metanálises sugerem uma redução de __% na mortalidade e __% redução no endpoint combinado de mortalidade e hospitalizações para a IC nos doentes tratados com IECAs

38

A utilização de beta bloqueadores em conjunto com os IECAs garante uma redução de __% adicional na mortalidade para lá do benefício já existente com a terapêutica com IECAs

A utilização de beta bloqueadores em conjunto com os IECAs garante uma redução de 35% adicional na mortalidade para lá do benefício já existente com a terapêutica com IECAs

39

V ou F

Os IECAs não se revelaram seguros no tratamento da IC nos doentes com IR ligeira

F

Os IECAs revelaram-se seguros no tratamento da IC nos doentes com IR ligeira

40

V ou F

Os beta bloqueadores são bem tolerados em doentes com DM moderadamente controlada, asma e DPOC

V

41

V ou F

Os beta bloqueadores e IECAs parecem ter benefícios apenas nos doentes com IC em estadio ligeiro

F

Os beta bloqueadores e IECAs parecem ter benefícios até nos doentes com IC em estadio avançado (NYHA IIIb-IV)

42

Quais são os indivíduos com IC que realizam IECAs e beta bloqueadores que representam uma coorte de alto risco com mau prognóstico?

Doentes com IC avançada que não conseguem tolerar ou atingir doses óptimas de inibidores neurohormonais, necessitando de reduções de dose para manter a estabilidade clínica

43

V ou F

Os IECAs exercem o seu beneficio na IC com FEj reduzida enquanto classe, enquanto que os benefícios dos beta bloqueadores encontram-se limitados a fármacos específicos.

V

44

V ou F

Beta bloqueadores com actividade simpaticomimética (xamoterol, bucindolol) intrínseca não demonstraram um benefício na sobrevida

V

45

Quais devem ser os beta bloqueadores utilizados na IC com FEj reduzida?

- Carvedilol
- Bisoprolol
- Metoprolol

46

V ou F

O agente antagonista neurohormonal com que se inicia a terapêutica para a IC com FEj reduzida é importante para os outcomes da doença

F

O agente antagonista neurohormonal com que se inicia a terapêutica para a IC com FEj reduzida é IRRELEVANTE para os outcomes doença, conquanto sejam atingidas doses óptimas da terapêutica (conclusão do estudo CIBIS III)

47

Doses toleradas mais altas de IECA alcançam menor número hospitalizações com impacto na sobrevida. V ou F?

....SEM impacto na sobrevida.

48

Os beta bloqueadores apresentam uma melhoria na função cardíaca e na redução da mortalidade e hospitalizações de uma forma dose-________ (independente/dependente)

Dose dependente

49

Enquanto não tenham sintomas de _______________ (hipertensão/hipotensão), as titulações de dose dos antagonistas neurohormonais devem ser reajustadas de __ em __ semanas em doentes HD estáveis e euvolémicos em ambulatório se bem tolerado

Enquanto não tenham sintomas de HIPOTENSÃO, as titulações de dose dos antagonistas neurohormonais devem ser reajustadas de 2 em 2 semanas em doentes HD estáveis e euvolémicos em ambulatório se bem tolerado

50

Os antagonistas da aldosterona estão associados a uma redução da _______________ nos estádios de IC com FEj reduzida NYHA __-___

Os antagonistas da aldosterona estão associados a uma redução da MORTALIDADE nos estádios de IC com FEj reduzida NYHA II-IV

51

Quais são os efeitos que os níveis elevados de aldosterona têm na IC com FEj reduzida?

• Retenção de Na+;
• Distúrbios electrólitos;
• Disfunção endotelial;
• Fibrose miocárdio

52

A eplerenona e a espironolactona demonstraram estar associadas com redução significativa da MS e redução da mortalidade e hospitalizações. V ou F?

V

53

Quais são os principais problemas que obrigam a monitorização apertada com os antagonistas da aldosterona?

Monitorização da hipercaliémia e da função renal

54

Em que é que consiste o conceito de escape neurohormonal? Quais são os fármacos que conseguem diminuir esse efeito?

Consiste na evidência de que os níveis ATII regressam a níveis pré-tratamento após iECA.

Os ARA bloqueiam este fenómeno, através da sua ligação competitiva ao receptor AT1

55

Quais foram as conclusões dos estudos que adicionaram terapêutica com ARA aos doentes com IC com FEj reduzida já a realizar IECA e B bloqueador?

Aumento dos outcomes negativos sem qualquer tipo de benefícios

56

Qual deve ser a estratégia no bloqueio neurohormonal na IC com FEj reduzida?

Adição de B bloqueador + IECA (eventualmente substituir um destes por ARA caso algum dos primeiros seja intolerável pelo doente)

Adicionar aldosterona aos doentes com B bloqueador + IECA caso tenham sintomas e estejam em NYHA II-IV

EVITAR A UTILIZAÇÃO DOS 4 FÁRMACOS EM SIMULTÂNEO

57

V ou F

Os estudos realizados com o aliscireno também se revelaram infrutíferos

V

Diminuiu os níveis de péptidos natriuréticos, mas com demasiados efeitos adversos

58

Quais são os mecanismos de acção da hidralazina e dos nitratos?

- Hidralazina: reduz a RVP e induz a vasodilatação sistémica ao alterar a cinética do cálcio intracelular

- Nitratos: são transformados em ON pelas células do músculo liso, o que estimula a GMCc e induz a vasodilatação arteriovenosa

59

Em que indivíduos é que a utilização de hidralazina + nitratos parece estar indicada?

Indivíduos com IC com FEj reduzida que não toleram a terapêutica de antagonismo neurohormonal

(A terapêutica de antagonismo neurohormonal apresenta maior aumento da sobrevida do que a HDZ+nitratos)

60

Qual é o mecanismo de acção da ivabradina?

Inibidor da corrente If no nódulo sinusal, diminuindo a↓ FC sem efeitos inotrópicos negativos

61

V ou F

No estudo SHIFT, a Ivabradina associou-se a uma redução das hospitalizações e do endopoint combinado de morte CV + hospitalizações

V

62

Nas guidelines da ESC, a ivabradina surge como uma terapêutica de __ linha, devendo ser considerada antes da ________ (fármaco), em doentes que permanecem sintomáticos após terapêutica com B bloqueador + IECA+ antagonista do receptor dos mineralocorticóides e com frequência cardíaca superior a ___ bpm

Nas guidelines da ESC, a ivabradina surge como uma terapêutica de 2ª linha, devendo ser considerada antes da DIGOXINA, em doentes que permanecem sintomáticos após terapêutica com B bloqueador + IECA+ antagonista do receptor dos mineralocorticóides e com frequência cardíaca superior a 70 bpm

63

A ivabradina é também uma terapêutica que pode ter um potencial efeito benéfico em doentes que não toleram _________ (fármaco)

Beta bloqueadores

64

Quais são os efeitos que a digoxina exerce?

• Exerce efeito inotrópico ligeiro;
• Atenua actividade do barorreceptor do seio carotídeo;
• Inibidor simpático.

Estes efeitos diminuem os níveis de norepinefrina, renina e aldosterona

65

Quais foram as conclusões do estudo DIG com a digoxina?

• ↓ hospitalizações mas sem↓ mortalidade ou melhoria QdV;

• mortalidade♀ >♂;

• efeitos da↓ hospitalizações

66

As doses __________ (altas/baixas) de digoxina são suficientes para atingir qualquer outcome benéfico e doses mais ______ (altas/baixas) podem ultrapassar índice de segurança terapêutico

As doses BAIXAS de digoxina são suficientes para atingir qualquer outcome benéfico e doses mais ALTAS podem ultrapassar índice de segurança terapêutico

67

Quais são os doentes nos quais a terapêutica com digoxina se encontra recomendada?

Doentes profundamente sintomáticos apesar de bloqueio NH óptimo e controlo adequado do volume

68

Os diuréticos são essenciais para atingir controlo de volume antes da iniciação da terapêutica com que fármacos?

Antagonistas neurohormonais

69

V ou F

Os diuréticos estão associados à melhoria da sobrevida

F

Os diuréticos NÃO estão associados à melhoria da sobrevida. Para além do mais, a evidência a comprovar a sua eficácia é limitada

70

Os bloqueadores dos canais de cálcio de 2ª geração conseguem reduzir de forma eficaz e segura a PA nos doentes com IC com FEj reduzida, estando associados a melhorias na morbilidade, mortalidade e qualidade de vida. V ou F?

Falso

Não estão associados a melhorias na morbilidade, mortalidade e qualidade de vida

71

V ou F

Os BCC de 1ª geração podem exercer efeitos ionotrópicos negativos e desestabilizar os doentes previamente assintomáticos

V

72

O bosentan está associado com __________________ (agravamento/melhoria) da IC com FEj reduzida, apesar de estar associado a ______________ (agravamento/melhoria) na IC direita devido à HTP

O bosentan está associado com AGRAVAMENTO da IC com FEj reduzida, apesar de estar associado a MELHORIAS na IC direita devido à HTP

73

A monoxidina, um agente simpaticolítico central, associou-se a agravamento dos outcomes na IC _____ (esquerda/direita).

IC esquerda

74

Em que é que consiste o omapatrilat?

É um fármaco híbrido iECA + inibidor endopeptidase natural

75

V ou F

O omapatrilat tem um risco de angioedema menor do que o de IECAs em isolado

F

O omapatrilat tem um risco de angioedema MAIOR do que o de IECAs em isolado

76

Quais foram os efeitos associados à administração de infliximab e etarnecept nos doentes com IC?

Sem sucesso e associados com agravamento IC

77

V ou F

A utilização de IGIv na IC não isquémica demonstrou resultados positivos

F

A utilização de IGIv na IC não isquémica NÃO demonstrou resultados positivos

78

V ou F

Não parece existir motivos para a administração por rotina das estatinas na IC não isquémica

V

Os estudos CORONA e GISSI-HF não demonstraram melhoria na IC

Estas apenas deverão ser utilizadas caso haja uma DAC progressiva na base da IC

79

Qual é o grupo terapêutico dentro da IC no qual deve ser considerada a anticoagulação oral?

Doentes com IC com FA

Dados insuficientes para recomendação em doentes em ritmo sinusal sem historial de TE ou trombo VE por ETT

80

As guidelines actuais suportam a aspirina em doentes com cardiomiopatia isquémica. V ou F?

V

81

V ou F

A terapêutica com PUFA omega 6 demonstrou estar associada com melhorias modestas dos outcomes clínicos na IC com FEj reduzida

F

A terapêutica com PUFA omega 3 demonstrou estar associada com melhorias modestas dos outcomes clínicos na IC com FEj reduzida

82

Os níveis baixos de EPA (ácido eicosapentaenoico) estão _________________ (diretamente/inversamente) relacionados com a mortalidade ______ (parcial/total) em doentes com IC com FEj reduzida

Os níveis baixos de EPA (ácido eicosapentaenoico) estão INVERSAMENTE relacionados com a mortalidade TOTAL em doentes com IC com FEj reduzida

83

V ou F

A deficiência grave de tramita e selénio pode levar a IC irreversível

F

A deficiência grave de tramita e selénio pode levar a IC REVERSÍVEL

84

A má-nutrição e os diuréticos são factores de risco primordiais para a perda de que vitamina?

Tiamina

85

V ou F

Apesar de parecer existir um benefício na suplementação com tiamina nos doentes com IC com FEj reduzida, ainda não existe recomendação para a suplementação por rotina ou para teste de rotina de défice de tiamina

V

86

Quais foram os resultados do estudo PEECH que avaliou o efeito que a contrapulsão externa melhorada (Enhanced External Counterpulsation) na IC?

Melhoria da tolerância ao esforço, QdV e classe funcional da NYHA sem aumento do consumo máximo de O2

87

A implementação de exercício físico nos doentes com IC com FEj reduzida registou melhorias máximas nos 6 minutos de marcha aos __ meses, com melhorias significativas no tempo de exercício cardiopulmonar e no consumo de oxigénio máximo a persistirem aos __ meses.

A implementação de exercício físico nos doentes com IC com FEj reduzida registou melhorias máximas nos 6 minutos de marcha aos 3 meses, com melhorias significativas no tempo de exercício cardiopulmonar e no consumo de oxigénio máximo a persistirem aos 12 meses.

88

V ou F

O exercício físico encontra-se recomendado como terapêutica adjuvante em doentes com IC

V

89

Quais são as comorbilidades que são comuns na IC?

- SAOS
- Anemia
- Depressão
- Arritmias auriculares

90

O agravamento da função do ventrículo direito com melhoria da função do ventrículo esquerdo após terapêutica médica para a IC deve levar a uma pesquisa de que alterações?

Alterações ventilatórias do sono ou complicações pulmonares (embolia oculta ou HTP)

91

Quais são as alterações ventilatórias do sono que podem estar presentes na IC?

• SAOS;

• Apneia Central do Sono;

• Respiração Cheyne-Stokes.

92

V ou F

O tratamento com CPAP nocturno nos doentes com SAOS e IC está associado a melhoria Ventilação, FEj VE, prova marcha 6-min, dados estes que suportam a utilização do CPAP como abordagem modificadora de doença

F

O tratamento com CPAP nocturno nos doentes com SAOS e IC está associado a melhoria Ventilação, FEj VE, prova marcha 6-min, MAS ESTES dados NÃO suportam a utilização do CPAP como abordagem modificadora de doença

93

V ou F

A anemia na IC está associada a uma redução do status funcional, qualidade de vida, bem como com aumento das admissões hospitalares e mortalidade.

V

94

Em que situações é que a anemia na IC é mais comum?

- Idosos
- Estádios avançados IC com FEj reduzida
- IR
- Mulheres
- Afroamericanos

95

Quais são os mecanismos por detrás da anemia na IC?

• Défice de Fe2+;

• Desregulação metabolismo do Fe;

• Hemorragia digestiva oculta

96

Que terapêutica é a indicada para a correcção da anemia nos doentes com IC? Que terapêutica tem apresentado resultados decepcionantes?

A Sucrose/carboximaltose de Fe tem demonstrado corrigir a anemia e melhorar a capacidade funcional

Já os análogos da eritropoietina não se têm revelados eficazes, não melhorando os outcomes clínicos nos doentes com IC sistólica

97

Qual é a prevalência da depressão na IC com FEj reduzida?

20%

98

A depressão na IC com FEj reduzida encontra-se associada a:

- Má QdV
- Estadio funcional limitado
- Aumento do risco morbi-mortalidade

99

Qual é o efeito dos antidepressivos na IC com FEj reduzida?

• Podem melhorar depressão;

• Promovem saúde vascular;

• Diminuem inflamação sistémica.

100

As arritmias auriculares são um marcador de _____ (pior/melhor) prognóstico na IC

As arritmias auriculares são um marcador de PIOR prognóstico na IC

101

Quais são os únicos antiarrítmicos que se demonstraram seguros e eficazes na IC?

Amiodarona e dofetilide

No entanto, estes agentes não alteram a história natural da doença

102

A dromedarona na IC está associada a uma diminuição da mortalidade. V ou F?

Falso.

a um AUMENTO.

103

V ou F

A ablação por cateter e isolamento de veias pulmonares é um procedimento seguro e eficaz e compara-se favoravelmente com a ablação NAV + pacing biventricular.

V

104

Qual é a associação mais importante no que toca à extensão da dessincronia na IC?

QRS alargado, em especial se estivermos na presença de um padrão de BRE

105

Quais são as vantagens da terapêutica de ressincronizção cardíaca?

– Melhoria da capacidade de exercício;

– Diminuição dos sintomas;

– Evidência de reversão do remodeling

106

V ou F

A vantagem da TRC apenas se verifica nos doentes com IC com FEj reduzida avançada

F

A vantagem da TRC verifica-se mesmo nos doentes com IC com FEj reduzida minimamente sintomática (conclusão do estudo RAFT e MADIT-CRT)

107

Quais são os doentes com IC com FEj minimamente sintomática que mais beneficiam da TRC?

Doentes com QRS >149 ms e BCRE.

108

Quais são as situações nas quais existe incerteza quanto aos benefícios da TRC?

- ICAD
- BCRD
- FA
- Cicatriz parede lateral (que é a posição onde é colocado o CRT)

109

A morte súbita cardíaca (MSC) é a causa de morte de aproximadamente ________ (1/4; 1/2; 1/3) dos doentes com IC

A morte súbita cardíaca (MSC) é a causa de morte de aproximadamente 1/2 dos doentes com IC

Este risco é particularmente prevalente nos doentes com IC em estadio inicial

110

Os doentes que sobrevivem um episódio de MSC são classificados como sendo de muito __________ (elevado/baixo) risco _______ e têm indicação para colocação de um ____

Os doentes que sobrevivem um episódio de MSC são classificados como sendo de muito ELEVADO RISCO e têm indicação para colocação de um CDI

111

Quais são os marcadores mais importantes para estratificação do risco benéfico de implantação de CDI?

– FEj VE inferior ou igual 35% sob terapêutica médica óptima;

– Etiologia subjacente (pós-EAM ou cardiopatia isquémica)

112

Quais são os doentes com IC que têm indicação para colocação profilática de ICD?

- IC classe NYHA II-III + FEj VE inferior a 35%, independentemente da etiologia;

– EAM + tratamento médico óptimo + FEj VE inferior ou igual a 30%, mesmo se assintomáticos;

– Se cumprir critérios QRS para CRT -> implantação CRT-D

113

A MSC nos doentes com IC é geralmente devida a doença ventricular ____________ (direita/esquerda) e não devida a uma __________ focal

A MSC nos doentes com IC é geralmente devida a doença ventricular ESQUERDA e não devida a uma ARRITMIA focal

Excepção: doentes com IC pós EAM

114

Quando é que a intervenção para prevenção de MSC é mais bem sucedida?

Nas fases iniciais da IC, já que a MSC enquanto causa de morte é menos significativa e vai diminuindo na doença avançada do que na doença precoce

115

Não existe benefício na implantação de CDI no espaço de __ dias após um EAM, a não ser por prevenção secundária

Não existe benefício na implantação de CDI no espaço de 40 dias após um EAM, a não ser por prevenção secundária

116

A CABG é mais robustamente suportado em doentes com angina + insuficiência ventricular esquerda. V ou F?

V

117

V ou F

O CABG nos doentes com insuficiência ventricular esquerda na ausência de angina permanece controverso

V

118

Em que é que consiste o miocárdio hibernante?

Tecido miocárdico com função anormal mas função celular mantida que pode recuperar pós revascularização

119

O CABG é considerado em doentes com CM isquémica e _________________.

Doença arterial coronária multivasos

120

V ou F

Uma das conclusões do estudo STICH foi que a determinação de o doente ter miocárdio hibernante ou não é irrelevante para a eficácia do CABG nos doentes com IC, nem ajudou a definir uma população que não beneficia do CABG mesmo que a hibernação não esteja presente

V

121

V ou F

A presença de descargas apropriadas do CDI está associada a um melhor prognóstico

Falso.

pior prognóstico

122

V ou F

A adição da restauração cirúrgica ventricular ao CABG demonstrou efeitos positivos na modificação da IC quando comparado com o CABG isoladamente

F

A adição da restauração cirúrgica ventricular ao CABG NÃO demonstrou efeitos positivos na modificação da IC quando comparado com o CABG isoladamente

123

Quais são as situações em que a cirurgia do aneurisma ventricular esquerdo se encontra recomendada?

- IC refractária
- Arritmia ventricular
- TE por segmento aneurismático acinético do VE

124

A insuficiência mitral caracteriza-se por:

Dilatação anular + não-coaptação de folhetos num coração com músculos papilares + estruturas cordais + folhetos valvulares com anatomia normal

125

V ou F

Mesmo que o doente não tenha indicação para CABG, a reparação valvular mitral deve ser realizada

F

A decisão de reparação valvular mitral permanece controversa caso o doente não tenha indicação para CABG

126

V ou F

Não existe evidência de que a reparação cirúrgica ou percutânea da válvula numa IM funcional seja uma terapêutica modificadora da IC

V

127

Quais são os alvos celulares actualmente em estudo na IC?

– Receptoresβ2-adrenérgicos
- Proteínas metabolismo Ca2+ (inibidores da fosfolamban);
– SERCA2a
- Factor derivado do estroma 1

128

O factor derivado do estroma 1 aumenta a reparação miocárdica e facilita o homing das células estaminais para o local de lesão tecidual. V ou F?

V

129

A IC recorrente e patologias cardiovasculares relacionadas são responsáveis por apenas ________ (um quarto/um terço/metade) das readmissões dos doentes com IC

A IC recorrente e patologias cardiovasculares relacionadas são responsáveis por apenas METADE das readmissões dos doentes com IC

130

Quando é que ocorre a maioria das readmissões da IC?

Nas primeiras 2 semanas após a alta

131

V ou F

A avaliação intensiva do peso e dos sinais vitais através de telemonitorização tem contribuído para a diminuição das hospitalizações

F

A avaliação intensiva do peso e dos sinais vitais através de telemonitorização NÃO tem contribuído para a diminuição das hospitalizações

132

V ou F

No estudo CHAMPION demonstrou-se que a utilização de sistemas de monitorização da pressão implantáveis pode evitar a hospitalização em até 39% dos doentes em doentes com IC moderadamente avançada

V

133

V ou F

Os doentes com IC devem realizar vacinações periódicas da vacina pneumocócica e vacinações sazonais com a vacina da influenza

V

134

A ICAD nos doentes da Europa de Leste tende a ocorrer em doentes mais ______ (novos/velhos), doentes com FEj ______ (maior/menor) e com _____ (maior/menor) valor de péptidos natriuréticos.

- Doentes mais novos
- Doentes com FEj maior
- Com menor valor de péptidos natriuréticos

135

Os doentes do sudoeste europeu têm uma maior incidência de cardiopatia isquémica. V ou F?

Falso.

Têm uma MENOR incidência de cardiomiopatia isquémica

136

Os doentes dos EUA com IC parecem ter mais __________ (doença) e revascularização coronária prévia

Os doentes dos EUA com IC parecem ter mais DIABETES e revascularização coronária prévia