302 - Doenças Arteriais das extremidades Flashcards Preview

(Cardio - 2017 COPY) > 302 - Doenças Arteriais das extremidades > Flashcards

Flashcards in 302 - Doenças Arteriais das extremidades Deck (40):
1

V ou F: A angiografia percutanea transluminal e a colocação de stent na artéria ilíaca estão associados a um maior grau de sucesso do que as das artérias femoral e poplítea.

Verdadeiro

2

Quais são as indicações para terapêutica de revascularização na DAP?

1. Sintomas Incapacitantes, progressivos ou graves de claudicação intermitente apesar de tx medicamentosa.
2. Isquémia crítica dos membros

3

V ou F: Não existe uma terapêutica médica definitiva para a Isquémia crítica dos membros?

Verdadeiro.

4

Quais as possíveis complicações do tt cirúrgico da DAP?

- EAM
-AVC
- Embolização periférica
- Infecção do enxerto
- Disfunção sexual

5

Quais são as artérias mais afectadas pela displasia fibromuscular?

Artérias renais e carótidas.
Mas pode afectar vasos dos membros, como A.ilíacas e subclávias

6

Como se caracteriza a claudicação intermitente da Tromboangeíte obliterante?

Claudicação ++ dos gémeos e pés/antebraços e mãos (tendência para afectar primariamente os vasos distais.

7

Na Tromboangeíte obliterante, como é que confirma o diagnóstico?

O diagnóstico pode ser confirmado por biópsia excisiones e exame patológico do vaso envolvido.

8

V ou F: Existe uma relação definida entre o tabagismo e a Tromboangeíte obliterante.

Verdadeiro.
Apesar de a causa desta doença ser desconhecida, esta relação está bem estabelecida.

9

Principais causas de Isquémia aguda dos membros?

1. Embolia
2. Trombose in situ
3. Dissecção arterial
4. Trauma

10

Em que situações é que a amputação é realizada?

1. Perda de sensibilidade
2. Paralisia
3. Ausência de fluxo doppler nas artérias e nas veias

11

Revascularização cirúrgica é preferida quando o fluxo sanguíneo tem de ser restaurado em ___horas para prevenir a perda do membro ou quando os sintomas de oclusão estão presentes há ___semanas.

24 horas; >2 semanas

12

V ou F:
Na ateroembolia, os pulsos distais geralmente não são palpáveis.

Falso.
Como os êmbolos do atermos tendem a alojar-se nos vasos pequenos dos músculos e pele, podendo não ocluir os grandes vasos, os pulsos distais geralmente permanecem palpáveis.

13

V ou F: 50% dos aneurismas da artéria popliteia são bilaterais.

Verdadeiro.

14

Tratamento fístulas arterio-venosas

congénitas - medidas conservadoras (nomeadamente meias elásticas e embolização)
adquiridas - tx cirúrgico

15

Principal causa de eritromelalgia secundária

Síndromes Mieloproliferativos - PV e TE

16

O Fenómeno de Raynaud primário corresponde a que percentagem de casos?

>50%

17

V ou F: Relativamente ao fenómeno de Raynaud primário, as mulheres são atingidas 10x mais do que os homens.

Falso. São atingidas 5x mais.

18

Esclerodactilia encontra-se em ___% dos doentes com Raynaud primário.

10%

19

V ou F: Em geral, os doentes com fenómeno de Raynaud primário aparentam ter uma forma mais branda.

Verdadeiro.
menos de 1% dos doentes perdem uma parte do dedo.
após o estabelecimento do Dx:
- melhoria espontânea - 15% dos doentes
- progressão - 30% dos doentes

20

Na esclerodermia, o fenomeno de Raynaud acontece em ___% dos doentes e é o sintoma de apresentação em ___% dos casos.

80-90%; 30%

21

Escolhe a Falsa:
1- A aterosclerose é a principal causa de Doença arterial periférica (DAP) em individuos < 40anos
2- trombose, embolia, vasculites e trauma são outras causas possiveis
3- a prevalencia mais alta é entre a 6ª-7ªdécadas de vida
4- DAP pode resultar da oclusão da aorta ou dos vasos dos membros
5- o Tabagismo é um fator de risco

1.

A aterosclerose é a principal causa de Doença arterial periférica (DAP) em individuos > 40anos

22

V/F

as lesões ocorrem fundamentalmente nos vasos de pequeno e médio calibre.

F

médio e grande

23

A patologia das lesões inclui a formação de placas ateroscleróticas com as seguintes características, EXCETO:
1- calcidficação
2- espessamento da média
3- destruição do m.liso e fibras elásticas
4- fragmentação da lâmina elástica interna
5- formação de trombos constituidos por plaquetas e fibrina

2

o que acontece é ADELGAÇAMENTO da média

24

V/F

A maioria dos doentes são sintomáticos

F

MENOS de 50% são sintomáticos, apesar de muitos apresentarem alterações da marcha

25

Escolhe a FALSA:
1- o sintoma mais comum é a claudicação intermitente
2- a claudicação acontece nos locais distais ao local da oclusão arterial
3- doença popliteo-femoral manifesta-se por claudicação nas nádegas, coxas e regiao gemelar
4- os sintomas são mais frequentes nos Membros inferiores do que nos superiores
5- doentes com isquémia crítica podem referir dor em repouso

3.

essas são manifestações de doença Aorto-ilíaca

26

V/F

Com a isquémia crítica a dor em repouso pode ser persistente

V

27

V/F

engrossamento das unhas é um sinal de doença mais grave

V

28

V/F

O tempo necessário para o desenvolvimento de rubor ou para o preenchimento das veias após a transferência das pernas da posição elevada para pendente não está relacionado com a gravidade da isquémia mas sim com a presença de vasos colaterais.

F

Está relacionado com:
-gravidade da isquémia
- presença de vasos colaterais

29

V/F
doentes com isquémia grave podem desenvolver edema.

V

porque ficam sempre com as perninhas para baixo para ver se o sangue chega

30

V/F

A pressão arterial medida no tornozelo pode ser ligeiramente maior do que a do braço.

V

devido ao efeito de amplificação da onda de pulso

31

V/F

Um valor de IndiceTornozeloBraço (ITB) < a 0,9 pode ser considerado normal.

F

é anormal

32

V/F

Um valor de ITB > 1,4 pode ser encontrado em individuos com vasos calcificados

V

33

V/F

Um valor de ITB entre 0,92-0,99 é considerado border-line

V

NORMAL: 1-1,4
borderline: 0.92-0.99
anormal: <0.9

34

V/F

A história clinica e o EO são geralmente suficientes para o Dx de doença arterial periférica

V

35

V/F

nos doentes com sintomas equívocos, a diminuição do ITB após o teste da marcha, suporta o diagnóstico de DAP

V

36

V/F

angio-RM, angio-TC e angiografia devem ser feitos por rotina a todos os doentes.

F

NÃO DEVEM ser feitos por rotina. Só naqueles que são considerados para revascularização

37

V/F

A medição do ITB é útil para a deteção de DAP e para a identificação de indivíduos em risco de eventos ateroembólicos futuros.

V

38

Escolhe a FALSA:

1- a história natural destes doentes é influenciada primariamente pela extensão da doença coronária e cerebrovascular subjacente
2- doentes com DAP tem 15-30% mortalidade aos 5anos
3- doentes com DAP tem 2-6x maior risco de morde por doença cadíaca
4- a probabilidade da progressão sintomática da DAP é maior do que a probabilidade de sucumbir à Doença cardíaca isquémica
5- o prognóstico é pior nos doentes que têm diabetes e que continuam a Fumar

a FALSA é a 4

a probabilidade da progressão sintomática da DAP é MENOR do que a probabilidade de sucumbir à Doença cardíaca isquémica

39

EM relação à evolução da doença isquémica dos membros:

___-___% permanecem sintomaticamente estáveis.
Os restantes, apresentam uma taxa de progressão de ___-___% ao ano.

70-80% permanecem sintomaticamente estáveis.
Os restantes, apresentam uma taxa de progressão de 1-2%/ano.

40

V/F

25-30% dos doentes com isquémia crítica, são submetidos a amputação em 1 ano

V