298 - Doença vascular hipertensiva Flashcards Preview

(Cardio - 2017 COPY) > 298 - Doença vascular hipertensiva > Flashcards

Flashcards in 298 - Doença vascular hipertensiva Deck (285):
1

HTA triplica o risco de doença cardiovascular. V ou F?

Falso. Duplica.

2

Na sociedade industrializada, a TA aumenta rapidamente durante as primeiras 2 décadas de vida. V ou F?

Falso. Aumenta GRADUALMENTE.

3

A PAs média é maior em homens ou em mulheres no inicio da idade adulta? E após os 60 anos?

Inicio da idade adulta: maior nos homens;
Após 60 anos: maior nas mulheres.

4

Em adultos, a PAd aumenta progressivamente com a idade até os 55 anos e depois tende a diminuir. V ou F?

Verdadeiro.

Leva deste modo ao alargamento da pressão de pulso a partir dos 60 anos

5

Nos EUA, __% dos adultos tem HTA. A probabilidade de HTA aumenta com a idade, e entre indivíduos com mais de 60 anos a prevalência é de __%.

Nos EUA, 30% dos adultos tem HTA. A probabilidade de HTA aumenta com a idade, e entre indivíduos com mais de 60 anos a prevalência é de 65,4%.

6

Qual a prevalência de HTA em afro-americanos, caucasianos e hispânicos?

- Afro-americanos: 33,5%
- Caucasianos: 28,9%
- Hispânicos: 20,7%

7

Em afro-americanos a HTA desenvolve-se mais tarde, mas é mais grave e apresenta maiores taxas de morbilidade e mortalidade para AVC, HVE, ICC e DRET, comparativamente a caucasianos. V ou F?

Falso. Em afro-americanos a HTA desenvolve-se mais CEDO, é mais grave e apresenta maiores taxas de morbilidade e mortalidade para AVC, HVE, ICC e DRET, comparativamente a caucasianos.

8

A alta ingestão de Ca e K está associada a HTA. V ou F?

Falso. Baixa ingestão.

9

O ratio Na:K urinário correlaciona-se mais fortemente com a TA do que Na e K isoladamente. V ou F?

Verdadeiro.

10

Existe um componente hereditário no desenvolvimento de HTA em __ a __%.

Existe um componente hereditário no desenvolvimento de HTA em 15 a 35%.

Em gémeos, 60% em homens e 30-40% em mulheres

11

TA elevada antes dos 55 anos ocorre ___ vezes mais frequentemente em pessoas com história familiar de HTA.

3,8 vezes.

12

As variantes genéticas mendelianas são frequentemente associadas a HTA. V ou F?

Falso. Estas variantes não se aplicam à grande maioria (98%) dos doentes com HTA. A HTA é mais um distúrbio poligénico.

13

Qual o ião mais responsável pelo volume de liquido extra-celular (VLEC)?

Na+.

14

Quando ocorre expansão do VLEC, como se carateriza a resposta inicial e a longo prazo relativamente ao DC e RVP?

– Resposta inicial: aumento tensional devido ao aumento do DC;
– A longo-prazo: RVP aumenta e DC regressa ao normal.

15

Na HTA provocada por doença renal de estadio terminal, __% dos doentes podem ser adequadamente tratados com diálise, enquanto __% relaciona-se com aumento do SRAA e necessidade de bloqueio farmacológico.

Na HTA provocada por doença renal de estadio terminal, 80% dos doentes podem ser adequadamente tratados com diálise, enquanto 20% relaciona-se com aumento do SRAA e necessita de bloqueio farmacológico.

16

Os reflexos adrenérgicos modulam a TA sobretudo a longo-prazo. V ou F?

Falso. Curto-prazo.

No entanto, a função adrenérgica, juntamente com factores relacionados com factores hormonais e factores dependentes de volume contribuem para a regulação a LONGO PRAZO da TA

17

Níveis persistentemente elevados de catecolaminas provocam upregulation ou downregulation dos receptores?

Downregulation. Como tal é frequente ocorrer taquifilaxia com hipotensão ortostática em doentes com feocromocitoma.

18

A atividade do baroreflexo arterial mantém a sua função adequada apesar de aumentos sustentados de na TA. V ou F?

Falso. A actividade baroreflexo diminui ou adapta-se a aumentos sustentados na TA.

19

Tanto em individuos com peso normal como em obesos, a HTA está geralmente associada a aumento do fluxo simpático. V ou F?

Verdadeiro.

20

Onde é sintetizada a renina e sob que forma?

Sintetizada na arteriola aferente (células justaglomerulares) sob a forma de pró-renina.

21

Embora o plasma contenha 2-5 vezes mais pró-renina do que renina, não há evidências que a pró-renina contribua para a actividade fisiológica deste sistema. V ou F?

Verdadeiro.

22

A estimulação das células secretoras de renina via receptores alfa1 estimula a produção da mesma. V ou F?

Falso. A estimulação das células secretoras de renina via receptores BETA1 estimula a produção da mesma.

23

Quais os efeitos da angiotensina II a nível dos receptores AT1 e AT2?

AT1: efeitos pressores, secreção de aldosterona, potente mitogénio (estimula crescimento de miócitos e células musculares lisas vasculares), contribui para a aterosclerose.

AT2: vasodilatação, excreção de Na+, inibe crescimento celular e formação de matriz, melhora remodeling.

24

Quais são as 2 causas principais de HTA dependente de renina?

- Tumores secretores de renina;
- HTA Renovascular (inicialmente dependente da renina, mas a longo-prazo deve-se mais a dano renal secundário).

25

Qual o factor trópico primário que regula a síntese e secreção de aldosterona pela zona glomerulosa da suprarenal?

Angiotensina II.

Embora elevações agudas da ACTH aumentem a secreção de aldosterona, ACTH NÃO é um importante factor trópico para a regulação crónica da aldosterona.

26

Que iões são reabsorvidos e secretados pela aldosterona?

- Reabsorção Na+ pelo ENaC nas células principais ducto colector cortical;
- Secreção K+ e H+ (como tal um excesso de aldosterona pode levar a hipoK e alcalose).

27

O cortisol não se liga aos receptores mineralocorticóides. V ou F?

Falso. O cortisol liga-se a estes recetores, no entanto tem uma potência inferior à aldosterona porque é convertido em cortisona pela 11-B-hidroxisteroide desidrogenase tipo 2, sendo que a cortisona não tem afinidade pelo receptor mineralocorticóide

28

A aldosterona pode causar alterações estruturais e funcionais no coração, rins e vasos como fibrose, nefroesclerose, inflamação e remodeling. Como tal, em doentes com ICC, baixas doses de espironolactona reduzem o risco de IC progressiva e morte súbita em __%.

30%.

29

O aumento da atividade do eixo RAA está invariavelmente associado a HTA. V ou F?

Falso. O aumento da atividade do eixo RAA não está invariavelmente associado a HTA.

30

A aldosterona pode levar a hiperfiltração glomerular e albuminúria. V ou F?

Verdadeiro.

31

Maior rigidez arterial está associada a menor velocidade das ondas retrógrada e reflectida, conduzindo a maior pressão sistólica e menor pressão diastólica na aorta e consequentemente a aumento da pressão de pulso. V ou F?

Falso. Maior rigidez arterial está associada a MAIOR velocidade das ondas retrógrada e reflectida, conduzindo a maior pressão sistólica e menor pressão diastólica na aorta e consequentemente a aumento da pressão de pulso.

32

Índice de aumento Aórtico (índice de rigidez arterial) = Pressão de Pulso / PA central

Índice de aumento Aórtico (índice de rigidez arterial) = PA central / Pressão de Pulso.

Tanto a PA central como o Índice de aumento Aórtico são fortes preditores independentes de doença cardiovascular e de mortalidade global.

33

Os antagonistas de endotelina não têm a capacidade de diminuir a TA em doentes com HTA resistente. V ou F?

Falso. Os antagonistas de endotelina PODEM DIMINUIR a TA em doentes com HTA resistente.

34

A compliance vascular e vasodilatação dependente do endotélio melhoram com que factores?

1. Exercício aeróbio
2. Perda de peso
3. Anti-HTA

35

A doença cardíaca é a segunda causa mais comum de morte em doentes hipertensos. V ou F?

Falso. É a primeira!

36

O controlo da HTA, mesmo que feito de forma agressiva, não é capaz de reverte a HVE e reduzir o risco CV. V ou F?

Falso. O controlo agressivo da HTA pode reverter a HVE e reduzir o risco CV.

37

Anormalidades da função diastólica são comuns em doentes com ICC causada por HTA, sendo esta uma consequência tardia da cardiopatia hipertensiva. V ou F?

Falso. Anormalidades da função diastólica são comuns em doentes com ICC causada por HTA, sendo esta uma consequência PRECOCE da cardiopatia hipertensiva.

38

___ (fração) dos doentes com ICC causada por HTA têm função sistólica normal mas função diastólica anormal.

~1/3 dos doentes com ICC causada por HTA têm função sistólica normal mas função diastólica anormal.

39

AVC é a segunda causa mais comum de morte no mundo. V ou F?

Verdadeiro.

40

Qual o principal factor de risco para AVC?

HTA.

41

__% dos AVC são isquémicos, enquanto __% são hemorrágicos.

85% dos AVC são isquémicos, enquanto 15% são hemorrágicos.

42

O fluxo sanguíneo cerebral permanece inalterado numa ampla gama de TA [PAmédia de ___ a ___mmHg].

Fluxo sanguíneo cerebral permanece inalterado numa ampla gama de TA [PAmédia de 50-150mmHg].

43

A HTA maligna é um sindrome clínico caraterizado por encefalopatia devido a falha na autorregulação do fluxo sanguíneo cerebral, causando vasoconstrição e hipoferfusão cerebral. V ou F?

Falso. A HTA maligna é um sindrome clínico caraterizado por encefalopatia devido a falha na autorregulação do fluxo sanguíneo cerebral, causando VASODILATAÇÃO e HIPERPERFUSÃO.

44

Qual a causa mais comum de HTA secundária?

Doença renal primária.

45

A HTA é um factor de risco para lesão renal e DRET, estando o risco renal mais intimamente relacionado com a PAs do que com a PAd. V ou F?

Verdadeiro.

46

A macroalbuminúria caracteriza-se por alb/cr ___mg/g numa amostra aleatória de urina, enquanto a microalbuminúria caracteriza-se por alb/cr ____mg/g.

A macroalbuminúria caracteriza-se por alb/cr >300mg/g numa amostra aleatória de urina, enquanto a microalbuminúria caracteriza-se por alb/cr 30-300mg/g.

47

A macroalbuminúria e microalbuminúria são marcadores tardios de lesão renal e factores de risco para doença renal progressiva e CV. V ou F?

Falso. A macroalbuminúria e microalbuminúria são marcadores PRECOCES de lesão renal e factores de risco para doença renal progressiva e CV.

48

Doentes hipertensos com doença arterial dos MI têm um risco moderado de doença CV. V ou F?

Falso. Doentes hipertensos com doença arterial dos MI têm um risco ELEVADO de doença CV.

49

Um ITB inferior a 0,90 é diagnóstico de DAP e indica estenose superior a 70% de pelo menos um vaso major dos MI. V ou F?

Falso. Um ITB inferior a 0,90 é diagnóstico de DAP e indica estenose superior a 50% de pelo menos um vaso major dos MI.

50

A mortalidade por cardiopatia iquémica, AVC e outras causas vasculares está diretamente relacionada com a TA, a começar em 120/80mmHg. V ou F?

Falso. A mortalidade por cardiopatia iquémica, AVC e outras causas vasculares está diretamente relacionada com a TA, a começar em 115/75mmHg.

51

O risco CV duplica por cada aumento de ___ mmHg na PAs e ___ mmHg na PAd.

O risco CV duplica por cada aumento de 20 mmHg na PAs e 10 mmHg na PAd.

52

Em indivíduos mais velhos, a PAs e a pressão de pulso são preditores mais poderosos de dça CV do que a PAd. V ou F?

Verdadeiro.

53

A HTA define-se como o nível de TA a partir da qual a instituiçao de tratamento reduz a morbi-mortalidade, sendo diagnosticada através da média de pelo menos __ medições sentadas em pelo menos __ consultas.

A HTA define-se como o nível de TA a partir da qual a instituiçao de tratamento reduz a morbi-mortalidade, sendo diagnosticada através da média de pelo menos 2 medições sentadas em pelo menos 2 consultas.

54

Em crianças e adolescentes a HTA é definida com uma PAs e/ou Pad superior ao percentil 95, e pré-HTA como uma TA entre o percentil 85-95. V ou F?

Falso. Em crianças e adolescentes a HTA é definida com uma PAs e/ou Pad superior ao percentil 95, e pré-HTA como uma TA entre o percentil 90-95.

55

Evidências crescentes sugerem que as medições domiciliárias, incluido registos de 24h, são preditores mais confiáveis de lesão de órgãos-alvo do que as
medições no consultório. V ou F?

Verdadeiro.

56

A TA tende a ser mais alta ao fim da tarde. V ou F?

Falso. Tende a ser mais alta nas primeiras horas da manhã.

57

As TA noturnas são ___ a ___% mais baixas que as TA diurnas.

As TA noturnas são 10 a 20% mais baixas que as TA diurnas.

Uma diminuição (dip) atenuado pode estar associado a um aumento do risco de doença CV

58

Que valores de PAs e Pad são diagnósticos de HTA com monitorização 24h?

- TA média vigil ≥135/85mmHg
- TA sono ≥120/75mmHg

59

HTA da bata branca: ___ a ___% dos doentes com HTA estadio 1 têm TA médias em ambulatório inferiores 135/85mmHg.

HTA da bata branca: 15 a 20% dos doentes com HTA estadio 1 têm TA médias em ambulatório inferiores 135/85mmHg.

60

A HTA da bata branca indica risco de lesão de órgãos-alvo e risco aumentado de HTA sustentada. V ou F?

Verdadeiro.

61

A HTA primária (essencial) corresponde a __-__% dos casos, e a secundária a __-__%.

A HTA primária (essencial) corresponde a 80-95% dos casos, e a secundária a 5-20%.

62

Em que situações temos HTA sistólica com pressão de pulso aumentada?

1. Diminuição da compliance vascular (arteriosclerose)
2. DC aumentado
a) Regurgitação Ao
b) Tireotoxicose
c) Síndrome cardíaco hipercinético
d) Febre
e) Fístula AV
f) Ducto arterioso patente

63

A HTA primária tende a ser familiar, e na maioria dos doentes a RVP está aumentada e o DC normal ou baixo. V ou F?.

Verdadeiro.

Pelo contrário, nos doentes mais jovens com HTA ligeira ou lábil a RVP pode estar normal e o DC aumentado.

64

Na HTA essencial, __ a __% tem a atividade plasmática da retina (APR) aumentada, enquanto __% têm a APR diminuída.

Na HTA essencial, 10 a 15% tem a atividade plasmática da retina (APR) aumentada, enquanto 25% têm a APR diminuída.

65

A renina elevada corresponde à forma vasoconstritora de HTA, enquanto que a menina baixa corresponde à HTA dependente de volume. V ou F?

Verdadeiro.

66

Associação entre aldosterona e TA é mais marcante em Afro-americanos, e APR tende a ser mais baixa em Afro-americanos hipertensos. V ou F?

Verdadeiro.

67

Existe uma correlação directa entre alteração no peso e alteração na TA ao longo do tempo. V ou F?

Verdadeiro.

68

60% dos adultos com HTA têm mais de ___% de excesso de peso. ___ a ___% da HTA em adultos pode ser diretamente atribuída à adiposidade.

60% dos adultos com HTA têm mais de 20% de excesso de peso. 60 a 70% da HTA em adultos pode ser diretamente atribuída à adiposidade.

69

5-10% dos HTA não-obesos e não-DM têm resistência à insulina. V ou F?

Falso. 25-50% dos HTA não-obesos e não-DM têm resistência à insulina.

70

Nem todas as doenças renais podem causar HTA. V ou F?

Falso. Virtualmente, todas as doenças renais podem causar HTA.

71

A HTA está presente em ___% dos doentes com DRC.

80%.

72

A HTA é mais grave nas doenças intersticiais do que nas doenças glomerulares. V ou F?

Falso.

A HTA é mais grave nas doenças GLOMERULARES do que nas doenças intersticiais.

73

Perante a suspeita de HTA renovascular, a resposta a anti-HTA exclui o diagnóstico. V ou F?

Falso. Perante a suspeita de HTA renovascular, a resposta a anti-HTA não exclui o diagnóstico.

74

___% dos doentes com HTA Renovascular têm um sopro abdominal ou no flanco.

~50% dos doentes com HTA Renovascular têm um sopro abdominal ou no flanco.

A probabilidade de ser hemodinamicamente significativo aumenta se lateralizar ou prolongar para a diástole!

75

Na HTA renovascular, quais as diferenças entre aterosclerose e displasia fibromuscular no que diz respeito à idade de surgimento, género, lateralidade e localização a nível da artéria renal?

Aterosclerose (grande maioria):
- idosos,
- ++ unilateral
- porção proximal artéria renal

Displasia Fibromuscular
- ++ jovens caucasianas - mas pode ocorrer em qualquer idade
- prevalência 8 vezes maior em mulheres que homens
- ++ bilateral
- Porção distal artéria renal

76

Qual o tratamento médico mais efetivo na HTA renovascular?

IECA ou ARA.

Contudo diminuem a TFG num rim estenótico devido a dilatação da arteríola eferente (se estenose bilateral ou unilateral em rim solitário leva a IR progressiva!). A IR é geralmente REVERSÍVEL após a descontinuação do agente.

77

Na HTA renovascular, em doentes com função renal normal ou quase normal, um renograma com captopril normal praticamente exclui estenose significativa. V ou F?

Verdadeiro.

78

No diagnósótico de HTA renovascular, a realização de ecodoppler das artérias renais pode conduzir a falsos _______ (positivos/negativos), sobretudo em ______.

No diagnósótico de HTA renovascular, a realização de ecodoppler das artérias renais pode conduzir a falsos negativos, sobretudo em obesos.

79

Quais são os 2 exames diagnósticos que confirmam HTA renovascular?

- AngioRM com gadolineo
- Arteriografia com contraste (gold-standard)

80

No diagnóstico de HTA renovascular, a realização de AngioRM com gadolineo está associada a nefrotoxicidade, enquanto que a arteografia com contraste é não-nefrotóxica. V ou F?

Falso.

No diagnóstico de HTA renovascular, a realização de AngioRM com gadolineo não está associada a nefrotoxicidade, enquanto que a arteografia com contraste é nefrotóxica, especialmente em doentes com DM e insuficiência renal pré existente

81

Algum grau de obstrução da artéria renal pode ser observado em quase ___% dos doentes com doença aterosclerótica.

Algum grau de obstrução da artéria renal pode ser observado em quase 50% dos doentes com doença aterosclerótica.

82

Nenhum exame é suficientemente confiável para determinar uma relação causal entre a lesão na artéria renal e HTA. V ou F?

Verdadeiro.

83

A estenose da artéria renal é considerada significativa a partir de ___%.

70%.

84

Qual a abordagem terapêutica recomendada na HTA renovascular por displasia fibromuscular?

A angioplastia é o tratamento de eleição, sendo efetuada revascularização cirúrgica se angioplastia não for bem sucedida.

85

A HTA por displasia fibromuscular, com tratamento, pode melhorar ou curar em ___% dos casos, com um taxa de re-estenose de ___%.

A HTA por displasia fibromuscular, com tratamento, pode melhorar ou curar em 90% dos casos, com um taxa de re-estenose de 10%.

86

Em que situações é efetuada reparação vascular na HTA por estenose renal aterosclerótica?

- TA refractária a tratamento médico óptimo
ou
- Disfunção renal

Caso nenhuma se verifique, tratamento médico com follow-up é eficaz.

87

O hiperaldosteronismo primário é uma forma pontecialmente curável de HTA, estando presente em ___ a ___% dos individuos com HTA.

O hiperaldosteronismo primário é uma forma pontecialmente curável de HTA, estando presente em 2 a 15% dos individuos com HTA.

88

O hiperaldosteronismo primário é caraterizado pela produção excessiva de aldosterona independente do SRAA. V ou F?

Verdadeiro.

89

O diagnóstico de hiperaldosteronismo primário efetua-se normalmente entre a __ª e __ª década.

O diagnóstico de hiperaldosteronismo primário efetua-se normalmente entre a 3 e 5 década.

90

A maioria dos indivíduos com hiperaldosteronismo primário são sintomáticos. V ou F?

Falso. A maioria são ASSINTOMÁTICOS.

91

O edema é um achado pouco frequente no hiperaldosteronismo primário. V ou F?

Verdeiro.

Embora a aldosterona seja uma hormona de retenção salina, doentes com aldosteronismo primário raramente têm edema.

92

Num doente com HTA com hipoK+ não-provocada (diuréticos, vómitos ou diarreia), a prevalência de aldosteronismo primário é de ___-___%.

Num doente com HTA com hipoK+ não-provocada (diuréticos, vómitos ou diarreia), a prevalência de aldosteronismo primário é de 40-50%.

No entanto se estiver a fazer diuréticos e apresentar uma [K+] inferior 3,1meq/L, considerar sempre ALDOSTERONISMO PRIMÁRIO.

93

K+ sérico é sensível e especifico no diagnóstico de hiperaldosteronismo primário. V ou F?

Falso.

K+ sérico é INsensível e INespecifico no diagnóstico de hiperaldosteronismo primário.

94

O K+ sérico é normal em ___% dos doentes com adenoma produtor de aldosterona.

25%.

95

Outros mineralocorticoides que não a aldosterona, GC e feocromocitoma provocam HTA hipercaliémica. V ou F?

Falso.

Provocam HTA HIPOcaliémica.

96

O AP/APR é um teste de rastreio útil de hiperaldosteronismo primário, devendo as colheitas serem efetuadas à noite. V ou F?

Falso.

O AP/APR é um teste de rastreio útil de hiperaldosteronismo primário, devendo as colheitas serem efetuadas DE MANHÃ.

97

Adenoma produtor de aldosterona é confirmado cirurgicamente em >90% dos doentes com HTA com AP/APR ≥ ___ e AP≥ ___ ng/dL).

Adenoma produtor de aldosterona é confirmado cirurgicamente em >90% dos doentes com HTA com AP/APR ≥ 20:1 e AP≥ 15 ng/dL).

98

Os antagonistas da aldosterona devem ser suspendidos pelo menos 1-2 semanas antes da realização do teste AP/APR. V ou F?

Falso.

Os antagonistas da aldosterona devem ser suspendidos pelo menos 4-6 semanas antes da realização do teste AP/APR.

99

A hipoK deve ser corrigida antes do teste de rastreio AP/APR. V ou F?

Verdadeiro.

A biossíntese de aldosterona é dependente de potássio

100

Como é confirmado o diagnóstico de hipealdosteronismo primário?

AP/APR elevado + Falha em suprimir AP para menos de 10ng/dL após 2L de soro fisológico ev durante 4 horas.

Se após SF, AP entre 5-10ng/dL o teste é considerado inconclusivo.

101

O TC adrenal deve ser feito em todos os doentes com o diagnóstico de hiperaldosteronismo primário, sendo positivo em ___% dos casos para tumor.

O TC adrenal deve ser feito em todos os doentes com o diagnóstico de hiperaldosteronismo primário, sendo positivo em 90% dos casos para tumor.

102

O doseamento da aldosterona plasmática por amostra venosa bilateral é um método com grande acuidade para distingir formas uni ou bilaterais de aldosteronismo primário. V ou F?

Verdadeiro.

103

Um ratio aldosterona plasmática ipsi/contralateral superior a ___ é indicativo de produção unilateral de aldosterona.

Um ratio aldosterona plasmática ipsi/contralateral >4 é indicativo de produção unilateral de aldosterona.

104

Quais são as 2 principais causas de hiperaldosteronismo primário?

- Adenoma produtor de aldosterona
- Hiperplasia adrenal bilateral

(Ambas são responsáveis por mais de 90% dos doentes com hiperaldosteronismo primário)

- Cancro (raro)

105

O adenoma produtor de aldosterona é frequentemente unilateral, com dimensões superiores a 3cm. V ou F?

Falso.

O adenoma produtor de aldosterona é frequentemente unilateral, com dimensões INFERIORES a 3cm.

106

Como é efetuado o tratamento do adenoma e da hiperplasia adrenal?

Adenoma:
- Cirurgia (adrenalectomia unilateral - curativa em 40-70%)
- Médico (doentes não candidatos a cirurgia - antagonista aldosterona +/- diuréticos poupadores de K+)

Hiperplasia:
- Médico (antagonista aldosterona +/- diuréticos poupadores de K+)
- Cirurgia não é eficaz

107

Na realização de adrenalectomia unilateral para corrigir hiperaldosteronismo primário, é frequente surgir hipoaldosteronismo transitório até 3 meses pós-op com HiperK. V ou F?

Verdadeiro.

Deve ser monitorizado o K+ e usados, se necessários, diuréticos espoliadores de K+ +/- fludrocortisona.

108

O hiperladosteronismo responsivo a GC é um distúrbio monogénico raro ____ (AD/AR), caraterizado por HTA moderada a grave em idade prococe, associada a HipoK grave. V ou F?

Falso.

O hiperladosteronismo responsivo a GC é um distúrbio monogénico raro AD, caraterizado por HTA moderada a grave em idade prococe associada a HipoK ligeira ou ausente.

109

No hiperladosteronismo responsivo a GC pode existir história familiar de AVC isquémico em idades jovens. V ou F?

Falso.

No hiperladosteronismo responsivo a GC pode existir história familiar de AVC HEMORRÁGICO em idades jovens.

110

Que cromossoma está envolvido no hiperladosteronismo responsivo a GC, permitindo que a ACTH regule a secreção de aldosterona?

Cromossoma 8.

111

Como é feito o tratamento do hiperladosteronismo responsivo a GC?

Supressão ACTH com GC baixa-dose + Antagonistas da aldosterona.

112

A HTA está presente em ___-___% dos doentes com Síndrome de Cushing.

A HTA está presente em 75-80% dos doentes com Síndrome de Cushing.

113

Os tumores secretores de catecolaminas (feocromocitoma e paraganglioma) correspondem a menos de 1% dos casos de HTA. V ou F?

Verdadeiro. Correspondem a 0,05%.

114

Relativamente ao feocromocitoma, numa pequena percentagem de doentes, a noradrenalina é a catecolamina predominante, e estes pacientes podem ter hipoTA em vez de HTA. V ou F?

Falso.

Relativamente ao feocromocitoma, numa pequena percentagem de doentes, a adrenalina é a catecolamina predominante, e estes pacientes podem ter hipoTA em vez de HTA.

115

___% dos casos de feocromocitoma são familiares (AD).

20% dos casos de feocromocitoma são familiares (AD).

116

No diagnóstico de feocromocitoma, o doseamento de catecolaminas na urina é menos sensível mas mais especifico que o doseamento no plasma. V ou F?

Verdadeiro.

117

O tratamento definitivo do feocromocitoma é a excisão cirúrgica, sendo curativo em ___% dos doentes.

O tratamento definitivo do feocromocitoma é a excisão cirúrgica, sendo curativo em 90% dos doentes.

118

Independentemente da obesidade, a HTA ocorre em mais de ___% dos indivíduos com SAOS.

Independentemente da obesidade, a HTA ocorre em mais de 50% dos indivíduos com SAOS.

119

___% dos doentes com SAOS são obesos.

70%.

120

A gravidade da HTA correlaciona-se com a gravidade da apneia. V ou F?

Verdadeiro.

121

Em pacientes obesos com SAOS, a perda ponderal pode melhorar mas não curar a apneia e a HTA relacionada. V ou F?

Falso.

Em pacientes obesos com SAOS, a perda ponderal pode melhorar ou CURAR a apneia e a HTA relacionada.

122

Qual a causa CV congénita mais comum de HTA?

Coartação da aorta.

123

Na coartação da aorta, mesmo quando a lesão anatómica seja cirurgicamente corrigida na infância, até 30% dos pacientes desenvolvem HTA e estão em risco de dça coronária acelerada e eventos cerebrovasculares. V ou F?

Verdadeiro.

124

Doenças endócrinas (tiroideias e acromegalia) causam HTA. O hipotiroidismo está associado a HTA _______ (sistólica/diastólica) ligeira e o hipertiroidismo a HTA _______ (sistólica/diastólica).

Doenças endócrinas (tiroideias e acromegalia) causam HTA. O hipotiroidismo está associado a HTA diastólica ligeira e o hipertiroidismo a HTA sistólica.

125

Qual a causa mais comum de hipercalcémia que leva a HTA?

Hiperparatiroidismo primário.

126

A deficiência da 17α-hidroxilase, 11β-hidroxilase e 11β-hidroxisteróide desidrogenase têm transmissão AD ou AR?

AR.

No entanto, a deficiência em da 11β-hidroxisteróide desidrogenase (incapacidade de metalizar o cortisol em cortisona) pode ser adquirida (ácido glicirrizinico do alcaçuz).

127

O síndrome de Liddle tem transmissão AR e carateriza-se por ativação constituitiva do ENaC, levando à reabsorção de sódio, respondendo ao amilorido. V ou F?

Falso.

O síndrome de Liddle tem transmissão AD e carateriza-se por ativação constituitiva do ENaC, levando à reabsorção de sódio, respondendo ao amilorido.

128

A HTA exacerbada pela gravidez é AD e carateriza-se por HTA grave no ínicio da gravidez por ativação dos receptores mineralocorticoides pela progesterona. V ou F?

Verdadeiro.

129

A maioria dos doentes com HTA são assintomáticos. V ou F?

Verdadeiro.

130

A cefaleia de HTA grave é matinal e localiza-se na região frontal. V ou F?

Falso.

A cefaleia de HTA grave é matinal e localiza-se na região occipital.

131

Na medição da TA, a braçadeira deve ser desensuflada a um ritmo de __mmHg/seg.

2mmHg/seg.

132

Quais são as indicações para a realização de um MAPA 24h.

1. Suspeita de HTA da bata branca
2. HTA refractária
3. HTA episódica
4. Hipotensão sintomática
5. Insuficiência autonómica

133

V ou F

Mesmo que o pulso femoral seja normal, a TA deve ser medida pelo menos 1x no membro inferior em doentes com HTA antes dos 30 anos

Verdadeiro.

134

O papilidema reflete HTA maligna. V ou F?

Verdadeiro.

135

Em que grupos a redução salina excessiva pode ter outcomes CV adversos?

- Diabéticos
- IC agressivamente tratada com diuréticos.

136

Independentemente da TA, suplementos de Mg podem reduzir mortalidade por AVC. V ou F?

Falso.

Independentemente da TA, suplementos de K podem reduzir mortalidade por AVC.

137

Na modificação do estilo de vida para tratar a HTA, qual o objetivo de IMC, NaCl ingerido e doses de alcool consumidas?

- IMC inferior a 25 kg/m2;
- NaCl inferior a 6g dia;
- 2 ou menos doses de álcool por dia nos homens e 1 ou menos nas mulheres.

138

O aumento da ingestão de potássio diminui a TA. V ou F?

Verdadeiro.

Embora esteja associado a resultados modestos e inconsistentes

139

O tratamento farmacológico da HTA é recomendado a partir de que valores de TA?

140/90 mmHg.

140

No tratamento da HTA, na maioria das situações são necessárias combinações de fármacos. V ou F?

Verdadeiro.

141

Maioria dos anti-HTA reduzem PAs entre __-__mmHg e PAd entre __-__mmHg.

Maioria dos anti-HTA reduzem PAs entre 7-13mmHg e PAd entre 4-8mmHg.

142

Qual o mecanismo de ação das tiazidas?

Inibem a bomba Na/Cl no tubulo contornado distal, aumentando a excreção de Na+ e a longo prazo provocando vasodilatação.

143

A associação diurético + BCC é muito eficaz. V ou F?

Falso.

Esta combinação é menos eficaz do que combinar diurético com IECA, ARA ou BB.

144

A hipoK, resistência à insulina e aumento do colesterol são efeitos adversos dos diuréticos. V ou F?

Verdadeiro.

145

Qual a diferença entre a clortalidona e hidroclorotiazida, no que diz respeito à semi-vida, potência e perda de K?

Clortalidona:
– Semi-vida mais prolongada (40-60h) que a HCTZ (9-15h);
– Maior potência anti-HTA (1,5-2x mais);
– Maior perda de K+.

146

Os diuréticos de ansa inibem o cotrasnportador Na+-K+-2Cl-. Em que situações estão indicados em doentes com HTA?

- Redução TFG (creatinina superior a 2,5mg/dL);
- ICC;
- Retenção de Na+ e edema por outra razão, como tratamento com vasodilatador potente (minoxidil).

147

A espironolactona é um antagonista seletivo da aldosterona. V ou F?

Falso.

É um antagonista não seletivo.

148

A espironolactona está indicada na:
- HTA primária com renina elevada
- Aldosteronismo primário
- HTA resistente.

V ou F?

Falso.

A espironolactona está indicada na HTA primária com renina baixa, aldosteronismo primário e HTA resistente.

149

Em doentes com ICC, a espironolactona em alta-dose reduz a mortalidade e as hospitalizações por IC quando usada em combinação com o tratamento convencional
(IECA, digoxina e diuréticos de ansa). V ou F?

Falso.

Em doentes com ICC, a espironolactona em BAIXA-DOSE reduz a mortalidade e as hospitalizações por IC quando usada em combinação com o tratamento convencional
(IECA, digoxina e diuréticos de ansa). V ou F?

150

Os IECAs/ARAs melhoram a ação da insulina e os efeitos adversos dos diuréticos no metabolismo da glicose. V ou F?

Verdadeiro.

151

Em comparação com a amlodipina, o valsartan demonstrou reduzir o risco de diabetes em pacientes hipertensos de alto risco. V ou F?

Verdadeiro.

152

Quais são os efeitos adversos comuns aos IECAs/ARAs?

- HiperK+ (secundária a hipoaldosteronismo);
- IR (dilatação arteríola eferente num rim com lesão estenótica artéria renal).

153

Relativamente aos efeitos adversos dos IECAs, a tosse seca está presente em ___% dos doentes, enquanto o angioedema está presente em menos de ___% (sendo este último mais comum em asiáticos e afro-americanos).

Relativamente aos efeitos adversos dos IECAs, a tosse seca está presente em 15% dos doentes, enquanto o angioedema está presente em menos de 1% (sendo este último mais comum em asiáticos e afro-americanos).

154

Qual é o mecanismo de ação do aliscireno?

Inibição direta da renina.

155

Monoterapia com aliscireno é tão eficaz como IECA ou ARA2 na redução da TA. V ou F?

Verdadeiro.

O aliscireno confere também reno-proteção comparável aos IECA e ARA.

156

Os BB não-seletivos são mais potentes que os BB cardioseletivos. V ou F?

Falso.

Não parece existir diferença na potência anti-HTA entre BB cardioselectivos e não-seletivos.

157

Quais são os BB com ação alfa/beta?

Carvedilol e labetalol.

158

BB sem actividade simpaticomimética intrínseca diminuem a taxa de MS, mortalidade global e EAM recorrente. V ou F?

Verdadeiro.

159

Os bloqueadores alfa demonstraram reduzir morbi-mortalidade CV e proteger contra ICC tão eficamente. como outras classes de anti-HTA. V ou F?

Falso. NÃO demonstraram reduzir morbi-mortalidade CV NEM proteger contra ICC tão eficazmente como outras classes de anti-HTA.

160

Os alfa agonistas são úteis na hipertrofia benigna da próstata. V ou F?

Falso.

Os alfa antagonistas são úteis na hipertrofia benigna da próstata.

161

Antagonista alfa não-seletivos são usados no tratamento do feocromocitoma. V ou F?

Verdadeiro.

162

Os agonista alfa2 de ação central reduzem as RVP ao inibir o fluxo simpático. V ou F?

Verdadeiro.

163

O sindrome lupus-like é um efeito adverso do vasodilatador minoxidil. V ou F?

Falso.

O sindrome lupus-like é um efeito adverso do vasodilatador hidralazina. Os efeitos adversos do minoxidil são a hipertricose e derrame pericárdio.

164

Que classes de anti-HTA estão indicadas nos mais jovens e nos adultos com mais de 50 anos?

Jovens: β-bloqueadores e IECA;
Mais de 50 anos: BCCa2+ e diuréticos.

165

Que classes de anti-HTA estão indicadas para níveis elevados de renina e níveis baixos de renina?

Renina elevada: IECA ou ARA2;
Renina baixa: BCC e diurético.

166

Os afro-americanos tendem a apresentar renina baixa e podem necessitar de doses mais altas de IECA e ARA2 do que os caucasianos para controlar TA. V ou F?

Verdadeiro.

Estas diferenças esbatem-se com a adição de um diurético

167

Em afro-americanos os BB são menos eficazes que as tiazidas. V ou F?

Verdadeiro.

168

IECA e ARA2 reduzem a pressão intraglomerular e a proteinúria e retardam a taxa de progressão da IR na doença renal diabética, mas não na não-diabética. V ou F?

Falso.

IECA e ARA2 reduzem a pressão intraglomerular e a proteinúria e retardam a taxa de progressão da IR na doença renal diabética E NÃO-DIABÉTICA.

169

IECA conferem maior protecção coronária do que BCCa2+ e BCCa2+ conferem maior protecção contra AVC do que IECA e BB. V ou F?

Verdadeiro.

170

A associação IECA + BCC é inferior a IECA + HCTZ na redução do risco de eventos CV e morte em doentes de alto risco com HTA. V ou F?

Falso.

A associação IECA + BCC é SUPERIOR a IECA + HCTZ na redução do risco de eventos CV e morte em doentes de alto risco com HTA.

171

A terpêutica anti-HTA não reduz o risco CV para o nível de doentes não-hipertensos. V ou F?

Verdadeiro.

172

Quais os valores de TA ideais a alcançar na terapêutica da HTA?

- PAs: inferior a 135-140 mmHg;
- PAd inferior a 80-85 mmHg.

173

Embora as guidelines sugiram um controlo tensional mais apertado (inferior 130/80mmHg) em doentes com DM, doença coronária, DRC ou factores de risco CV adicionais, evidências recentes sugerem que metas demasiado agressivas podem não ser vantajosas, principalmente em doentes de alto risco. V ou F?

Verdadeiro.

174

Qual a definição de HTA resistente?

TA >140/90mmHg com ≥3 fármacos, incluindo diurético.

175

Quais as causas de HTA resistente?

- Pseudo-resistência;
- Não-adesão terapêutica;
- Fármacos;
- Causas identificáveis de HTA (obesidade e álcool).

176

Utilizar meia-dose de cada farmaco anti-HTA só difere em ___% de utilizar dose completa.

Utilizar meia-dose de cada farmaco anti-HTA só difere em 20% de utilizar dose completa.

177

Nas emergências hipertensivas a rapidez de correcção é determinada pelo grau de lesão orgânica ou pelo nível tensional isoladamente?

Determinada pelo grau de lesão orgânica.

Na ausência de lesão aguda de órgão a diminuição rápida da TA associa-se a elevada morbilidade

178

É recomendado reduzir rapidamente a TA na encefalopatia HTA. No entanto, a sua redução rápida abaixo do limite inferior pode ter que consequências?

Isquemia e enfarte cerebral por hipoperfusão cerebral.

179

Qual o objetivo tensional numa emergência hipertensiva com lesão de órgão-alvo e através de que fármacos?

Reduzir TA média em menos de 25% entre minutos e 2h ou para 160/100-110 mmHg.

Nicardipina, labetalol ou nitroprusseto.

180

Após AVC hemorrágico deve inicar-se anti-HTA se PAs superior a ____ ou PAd superior a ____ mmHg.

Após AVC hemorrágico deve inicar-se anti-HTA se PAs superior a 180 ou PAd superior a 130 mmHg.

181

Qual o tratamento nas crises adrenérgicas por excesso de catecolaminas?

Nitroprusseto ou fentolamina (bloqueador alfa).

182

Hipertensão ocorre em __ a __% dos doentes com Síndrome de Cushing.

75-80%.

183

V ou F. A gravidade da HTA correlaciona-se com a gravidade da Apneia do Sono.

Verdadeiro

184

Qual a causa cardiovascular congénita mais comum de HTA?

Coartação da Aorta.

(Geralmente esporádica, mas ocorre em 35% de crianças c/ S. de Turner)

185

Como se manifesta clinicamente a HTA maligna?

- Retinopatia progressiva
- Anemia hemolítica microangiopática
- Deterioração da função renal c/ proteinúria
- Encefalopatia

186

Definição de HTA (pelo menos um destes factores):

– PAS ≥ 140mmHg
– PAD ≥ 90mmHg
– Medicação anti-hipertensora

187

V ou F

Factores genéticos e ambientais podem contribuir para as variações regionais e raciais na prevalência da HTA

V

188

V ou F

Obesidade e ganho ponderal são importantes factores de risco dependentes para HTA

F

Obesidade e ganho ponderal são importantes factores de risco INDEPENDENTES para HTA

189

Em termos populacionais, a prevalência da HTA está relacionada com a ingestão de _____ na dieta.

NaCl na dieta

190

O gene da α-aducina parece estar associado com ____________ (a diminuição/o aumento) da reabsorção tubular renal de ________ (ião), sendo que variantes deste gene parecem estar associadas com HTA e com a sensibilidade da TA à ingestão salina

O gene da α-aducina parece estar associado com o AUMENTO da reabsorção tubular renal de SÓDIO, sendo que variantes deste gene parecem estar associadas com HTA e com a sensibilidade da TA à ingestão salina

191

Que genes parecem estar associados à HTA?

- Sistema RAA
– Polimorfismos angiotensinogénio e ECA
– α-aducina
– receptor AT1
- sintase aldosterona
- peptídeo natriurético auricular
- receptor β2

192

V ou F

Os estudos de associação de genoma têm tido um sucesso limitado na identificação de determinantes genéticos da HTA

V

193

Quais são os dois determinantes da pressão arterial?

Débito cardíaco e resistência vascular periférica

194

V ou F

Os sais de sódio não cloreto têm pouco ou nenhum efeito na TA

V

195

À medida que a TA aumenta em resposta à ingestão salina aumentada, a excreção urinária de Na+ __________ (diminui/aumenta) e o equilíbrio do Na+ é mantido à custa de ___________ (uma diminuição/um aumento) da TA

À medida que a TA AUMENTA em resposta à ingestão salina aumentada, a excreção urinária de Na+ AUMENTA e o equilíbrio do Na+ é mantido à custa de um AUMENTO da TA

196

Nos indivíduos que têm uma capacidade limitada de excretar sódio, são necessários maiores ______________ (aumentos/diminuições) da PA para atingir a natriurese e o balanço de sódio

Nos indivíduos que têm uma capacidade limitada de excretar sódio, são necessários maiores AUMENTOS da PA para atingir a natriurese e o balanço de sódio

197

Os receptores alfa são mais ocupados e activados avidamente pela epinefrina. V ou F?

Falso. Norepinefrina

O inverso verifica-se nos receptores beta

198

Qual é a acção que a activação dos receptores alfa1 no rim desempenha?

Aumenta a reabsorção tubular renal do sódio

199

Qual é a função que o receptor beta1 tem ao nível do rim?

Estimula a libertação da renina

200

Qual é a acção que os receptores β1 têm no coração?

A activação de receptores β1 miocárdicos aumenta a FC e a contractilidade cardíaca

201

Qual é a acção que os receptores β2 têm no músculo liso?

Provocam relaxamento da musculatura lisa, o que favorece a vasodilatação

202

V ou F

Doentes com neuropatia autonómica e disfunção do baroreflexo podem ter TA extremamente lábeis com picos tensionais episódicos e taquicardia de difícil controlo

V

203

O output simpático tende a ser _______ (maior/menor) nos doentes hipertensivos do que nos doentes normotensivos

O output simpático tende a ser MAIOR nos doentes hipertensivos do que nos doentes normotensivos

204

V ou F

Existe um aumento do outflow simpático na hipertensão relacionada com obesidade, mas não na hipertensão associada a apneia obstrutiva do sono

F

Existe um aumento do outflow simpático tanto na hipertensão relacionada com obesidade e como na hipertensão associada a apneia obstrutiva do sono

205

V ou F

A ATII inibe indirectamente a secreção da renina devido a receptores ATII tipo 2 nas células justaglomerulares

F

A ATII inibe DIRECTAMENTE a secreção da renina devido a receptores ATII tipo 1 nas células justaglomerulares

206

V ou F

O bloqueio dos receptores AT1 induz um aumento da actividade do receptor AT2

V

207

Quais são os carcinomas associados à produção de renina?

Carcinomas renais (incluindo o tumor de Wilms), pulmão, fígado, pâncreas, cólon, supra-renal

208

V ou F

Independentemente dos seus efeitos hemodinâmicos, a angiotensina II pode ter um efeito na patogénese da aterosclerose através de um efeito celular directo na parede vascular

V

209

V ou F

A secreção de aldosterona pode-se encontrar diminuída num indivíduo com depleção de potássio

V

210

O aldosteronismo secundário também está presente em estados edematosos como os presentes na ____ e ________.

IC e doença hepática

211

Os doentes hipertensivos têm artérias mais rígidas devido à arteriosclerose e elevadas pressões sistólicas e pressões de pulso como consequência da diminuição da ______________ vascular.

Os doentes hipertensivos têm artérias mais RÍGIDAS devido à arteriosclerose e elevadas pressões sistólicas e pressões de pulso como consequência da diminuição da COMPLIANCE VASCULAR

212

V ou F

Devido à rigidez arterial, a pressão central (aórtica, carotídea) pode não corresponder à pressão na artéria braquial

V

213

V ou F

A vasodilatação dependente do endotélio encontra-se comprometida nos doentes com HTA

V

214

A HTA é um factor predisponente independente para que patologias?

1. IC
2. Dça coronária
3. AVC
4. Dça renal
5. Dça arterial periférica (DAP)

215

V ou F

A ICC pode estar relacionada com disfunção sistólica, diastólica ou uma combinação das duas

V

216

A incidência do AVC ____________ (diminui/aumenta) progressivamente com o aumento da PA, particularmente da pressão ____________ (sistólica/diastólica) em indivíduos com mais de ___ anos

A incidência do AVC AUMENTA progressivamente com o aumento da PA, particularmente da pressão SISTÓLICA em indivíduos com mais de 65 anos

217

V ou F

O tratamento da hipertensão apenas diminui a incidência dos AVCs hemorrágicos

F

O tratamento da hipertensão diminui a incidência dos AVCs hemorrágicos e ISQUÉMICOS

218

V ou F

A hipertensão também está associada com a disfunção cognitiva na população envelhecida, e a terapêutica anti-HTA pode ter efeito benéfico na mesma

V

219

V ou F

A porfíria intermitente aguda entra no diagnóstico diferencial da HTA maligna

V

220

Os homens _________ (caucasianos/negros) tem maior risco de desenvolver DRET para um mesmo nível de TA do que homens ________________ (caucasianos/negros)

Os homens NEGROS tem maior risco de desenvolver DRET para um mesmo nível de TA do que homens CAUCASIANOS

221

Quais são as arteríolas mais afectadas pelas lesões vasculares relacionadas com a hipertensão e aterosclerose?

As arteríolas pré-glomerulares

222

Qual é a lesão renal associada à hipertensão maligna?

Necrose fibrinóide das arteríolas aferentes, por vezes com extensão glomerular, podendo resultar em necrose focal do tufo glomerular

223

V ou F

Em hipertensos, a doença vascular é um importante contribuinte para AVC, doença cardiovascular e insuficiência renal

V

224

Um ITB inferior a 0.8 está associado a pressão arterial elevada, particularmente a pressão arterial _________ (sistólica/diastólica)

Sistólica

225

V ou F

O índice tornozelo braço consiste no rácio entre a pressão arterial diastólica do tornozelo e a pressão arterial diastólica braquial

F

O índice tornozelo braço consiste no rácio entre a pressão arterial SISTÓLICA do tornozelo e a pressão arterial SISTÓLICA braquial

226

V ou F

Indivíduos com TA relativamente elevadas em idades jovens têm elevado risco de desenvolver HTA subsequentemente

V

227

Onde se localiza a gordura corporal mais determinante para a elevação da TA?

Gordura central em oposição à gordura periférica

228

V ou F

A hiperinsulinémia, um marcador da resistência à insulina, pode predizer o desenvolvimento de HTA e doença CV

V

229

A sensibilidade à insulina ____________ (aumenta/diminui) e a PA __________ (aumenta/diminui) em reposta à perda de peso

A sensibilidade à insulina AUMENTA e a PA DIMINUI em reposta à perda de peso

230

A proteinúria >1000mg/dia + sedimento urinário activo são indicativos de doença renal secundária. V ou F?

Falso.

Doença renal primária

231

Na fase inicial da hipertensão renovascular, o mecanismo da hipertensão encontra-se relacionado com a activação do SRAA. V ou F?

V

232

V ou F

A renina e os outros componentes do SRAA encontram-se elevados ao longo de todo o curso da hipertensão renovascular

F

A renina e os outros componentes do SRAA encontram-se elevados apenas transitoriamente durante a hipertensão renovascular

233

A fibrodisplasia ________ (íntima/média/adventícia) é a variante mais comum da displasia fibromuscular e é encontrada em aproximadamente ___ (fração) dos doentes

A fibrodisplasia MÉDIA é a variante mais comum da displasia fibromuscular e é encontrada em aproximadamente 2/3 dos doentes

234

V ou F

A medição do gradiente de pressão através da lesão da artéria renal prediz de forma confiável a resposta à reparação vascular

F

A medição do gradiente de pressão através da lesão da artéria renal NÃO prediz de forma confiável a resposta à reparação vascular

235

Quais são os doentes com HTA renovascular que têm melhor prognóstico?

Doentes com doença fibromuscular

236

Qual é o tratamento de primeira linha para os doentes com displasia fibromuscular?

Angioplastia (PTRA)

Caso este não resulte, deverá ser feita revascularização cirúrgica

237

V ou F

Um doente com aldosteronismo primário têm taxas muito elevadas de doença cardiovascular e disfunção renal quando em comparação com um doente com HTA primária

V

238

V ou F

O arrenoblastoma ovariano pode ser uma causa rara de hiperaldosteronismo primário

V

239

A biossíntese de aldosterona responde mais à _______ (angiotensina/ACTH) nos doentes com adenoma e responde mais à __________ (angiotensina/ACTH) nos doentes com hiperplasia

A biossíntese de aldosterona responde mais à ACTH nos doentes com adenoma e responde mais à angiotensina nos doentes com hiperplasia

240

Como é feito o diagnóstico do hiperaldosteronismo responsivo a GC?

• Taxa de excreção urinária de esteróides híbridos 20-30x o normal
• Teste genético

241

Qual é a terapêutica para os doentes com aldosteronismo familiar tipo II e III?

- Antagonismo da aldosterona
- Adrenalectomia

242

Como é que é feito o screening laboratorial do síndrome de Cushing?

1. Taxa de excreção do cortisol em urina 24h
2. Teste de supressão nocturna com dexametasona
3. Cortisol salivar nocturno

243

Em que localizações podem estar os tumores secretores de catecolaminas?

Medula da suprarrenal (feocromocitoma)

Tecido paraganglionar extra-suprarrenal (paraganglioma)

244

V ou F

Caso não seja reconhecido, o feocromocitoma pode dar origem a consequências cardiovasculares letais

V

245

Com que patologias é que os feocromocitomas hereditários podem estar associados?

– MEN-2A e MEN-2B

– Doença von-Hippel-Lindau

– Neurofibromatose

246

V ou F

O CPAP ou BiPAP não têm efeitos nos doentes com hipertensão aparentemente resistente aos fármacos

F

O CPAP ou BiPAP nos doentes com hipertensão aparentemente resistente aos fármacos pode tornar a hipertensão mais responsiva aos agentes antihipertensores

247

A coartação da aorta é normalmente esporádica, mas __% dos casos estão associados ao síndrome de Turner

A coartação da aorta é normalmente esporádica, mas 35% dos casos estão associados ao síndrome de Turner

248

O diagnóstico de coartação da aorta pode ser confirmado com...

Radiografia de tórax

Eco TE

249

V ou F

Muitos doentes com coartação da aorta não têm uma esperança média de vida normal

V

250

V ou F

Quando estão presentes sintomas relacionados com a hipertensão, estes normalmente encontram-se relacionados com a doença hipertensiva cardiovascular ou com manifestações de HTA secundária

V

251

O valor de pressão sistólica corresponde ao _________ de pelo menos dois sons de Korotkoff regulares e o valor de pressão diastólica corresponde ao __________ som regular de Korotkoff ouvido

O valor de pressão sistólica corresponde ao PRIMEIRO de pelo menos dois sons de Korotkoff regulares e o valor de pressão diastólica corresponde ao ÚLTIMO som regular de Korotkoff ouvido

252

Os indivíduos com HTA têm uma prevalência ___________ de FA

Os indivíduos com HTA têm uma prevalência AUMENTADA de FA

253

Qual é o único tecido no qual as artérias e arteríolas podem ser examinadas directamente?

Retina

254

Foram registadas reduções médias da pressão arterial de ___/____ mmHG com uma redução média do peso corporal de ____ kg

Foram registadas reduções médias da pressão arterial de 6.3/3.1 mmHG com uma redução média do peso corporal de 9.2 kg

255

Uma diminuição da PAs em 10-12mmHg e da PAd 5-6mmHg está associada a uma redução do risco relativo de AVC em __-___% e da doença coronária em ___-___% no espaço de 5 anos após o início do tratamento com antihipertensores

Uma diminuição da PAs em 10-12mmHg e da PAd 5-6mmHg está associada a uma redução do risco relativo de AVC em 35-40% e da doença coronária em 12-16% no espaço de 5 anos após o início do tratamento com antihipertensores

256

O risco de IC encontra-se reduzido em mais de __% com uma diminuição da PAs em 10-12mmHg e da PAd 5-6mmHg

O risco de IC encontra-se reduzido em mais de 50% com uma diminuição da PAs em 10-12mmHg e da PAd 5-6mmHg

257

V ou F

O amilorido e o triamtereno são dois antihipertensores com grande potência

F

O amilorido e o triamtereno são dois antihipertensores com FRACA potência. Podem ser usados para evitar a hipocaliémia nas tiazidas

258

Quais são os efeitos secundários da espironolactona?

Ginecomastia
Impotência
Anormalidades menstruais

259

A eplerenona é um antagonista ________________ da aldosterona

A eplerenona é um antagonista SELECTIVO da aldosterona

260

Os IECAs ______________ a produção de angiotensina II e a actividade sistema nervoso simpático e _____________ os níveis de bradicinina

Os IECAs DIMINUEM a produção de angiotensina II e a actividade sistema nervoso simpático e AUMENTAM os níveis de bradicinina

261

Os ARA fazem um bloqueio ______________ dos receptores AT1 e o efeito da angiotensina II nos receptores AT2 pode __________ o seu efeito hipotensor

Os ARA fazem um bloqueio SELECTIVO dos receptores AT1 e o efeito da angiotensina II nos receptores AT2 pode AUMENTAR o seu efeito hipotensor

262

V ou F

Em doentes com doença vascular ou alto risco de DM, a combinação de terapêutica IECA+ARA2 aumentou os benefícios sem existência de maior número de efeitos adversos

F

Em doentes com doença vascular ou alto risco de DM, a combinação de terapêutica IECA+ARA2 não aumentou os benefícios e levou a um maior número de efeitos adversos

263

Os BB são particularmente eficazes em doentes hipertensos com...

Taquicardia

264

V ou F

Nos doentes com IC, os BB demonstraram reduzir os riscos de hospitalização e mortalidade

V

265

V ou F

Os BB inibem a libertação de renina

V

266

V ou F

Existem vantagens claras na utilização de bloqueio alfa e beta combinado

F

As vantagens na utilização de bloqueio alfa e beta combinado continuam por determinar

267

Os antagonistas alfa selectivos pós-sinápticos diminuem a TA através da...

Redução da resistência vascular periférica

268

V ou F

O bloqueio alfa demonstrou reduzir morbi-mortalidade CV e proteger contra ICC tão eficazmente como outras classes de anti-HTA

F

O bloqueio alfa NÃO demonstrou reduzir morbi-mortalidade CV NEM proteger contra ICC tão eficazmente como outras classes de anti-HTA

269

Os agonistas alfa2 são particularmente úteis em doentes com...

neuropatia autonómica que têm amplas variações da TA devido a desnervação do baroreceptor

270

V ou F

Os simpaticolíticos periféricos diminuem a RVP e a constrição venosa ao depletar a norepinefrina nas terminações nervosas

V

271

O minoxidil é mais frequentemente usado em doentes com...

IR que se verificam refractários a todos os outros fármacos

272

V ou F

Existe uma relação limitada entre a renina plasmática e a resposta da pressão arterial

V

273

V ou F

Tanto em doentes diabéticos como doentes não diabéticos, a maioria dos estudos clínicos demonstra existirem diferenças significativas nos outcomes CV com diferentes esquemas terapêuticos

F

Tanto em doentes diabéticos como doentes não diabéticos, a maioria dos estudos clínicos demonstra NÃO existirem diferenças significativas nos outcomes CV com diferentes esquemas terapêuticos, desde que se verifique uma igual diminuição da pressão arterial

274

V ou F

A adição do aliscireno aos IECAs não demonstrou ter um aumento da protecção cardiovascular ou renal e associou-se a um aumento dos outcomes adversos

V

275

V ou F

Os IECAs atenuam o desenvolvimento de HVE, melhoram sintomas e reduzem risco de morte na ICC e a morbimortalidade dos doentes pós-EAM, num efeito dependente da pressão arterial

F

Os IECAs atenuam o desenvolvimento de HVE, melhoram sintomas e reduzem risco de morte na ICC e a morbimortalidade dos doentes pós-EAM, num efeito INDEPENDENTE da pressão arterial

276

IECA + Diurético demonstrou recentemente produzir redução major na morbi-mortalidade nos doentes...

Muito idosos

277

V ou F

Após um AVC, a terapêutica de combinação com diurético e IECA ou diurético e ARA revelou-se igualmente eficaz na redução da recorrência do AVC

F

Após um AVC, APENAS a terapêutica de combinação com diurético e IECA, MAS NÃO A TERAPÊUTICA diurético e ARA, revelou-se eficaz na redução da recorrência do AVC

278

V ou F

Nos doentes com insuficiência renal crónica, é expectável um ligeiro aumento da creatinina sérica com o tratamento da hipertensão

V

Esta reflecte uma resposta hemodinâmica, não uma lesão renal estrutural, que indica uma redução na pressão intraglomerular

279

A hipertensão resistente ou difícil de controlar é mais comum em doentes com...

Mais de 60 anos do que em doentes mais novos

280

Em que é que consiste a manobra de Osler?

Pulso radial palpável apesar oclusão artéria braquial

281

V ou F

Na hipertensão maligna, o nível absoluto de pressão arterial é mais importante do que a velocidade ou proporção do aumento

F

Na hipertensão maligna, o nível absoluto de pressão arterial NÃO É TÃO IMPORTANTE COMO a velocidade ou proporção do aumento

282

V ou F

Elevações agudas transitórias TA durante dias a semanas são frequentes após AVC isquémico e hemorrágico

V

283

Actualmente, em doentes com enfarte cerebral que não são candidatos a terapêutica fibrinolítica, deve-se iniciar terapêutica antihipertensora quando temos PAS >____ mmHg ou PAD >_____ mmHg

Actualmente, em doentes com enfarte cerebral que não são candidatos a terapêutica fibrinolítica, deve-se iniciar terapêutica antihipertensora quando temos PAS >220 mmHg ou PAD >130 mmHg

284

Actualmente, em doentes com enfarte cerebral que são candidatos a terapêutica fibrinolítica, deve-se iniciar terapêutica antihipertensora quando temos PAS >____ mmHg ou PAD >_____ mmHg

Actualmente, em doentes com enfarte cerebral que são candidatos a terapêutica fibrinolítica, deve-se iniciar terapêutica antihipertensora quando temos PAS >185 mmHg ou PAD >130 mmHg

285

Numa situação de crise adrenérgica, os doentes deverão ser tratados com...

Fentolamina ou nitroprussido